História My New Colorful Canvas - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 45
Palavras 4.296
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Ficção, Fluffy, Shonen-Ai, Shoujo-Ai, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 6 - Loved Part 1


Fanfic / Fanfiction My New Colorful Canvas - Capítulo 6 - Loved Part 1

Depois de algum tempo , percebi uma coisa, Para onde Tereza estava nos levando ?! Me distraí por muito tempo e em um piscar de olhos estávamos na frente dos portões  do parque de diversões da cidade Quinn apertou minha mão seus olhos brilhavam de ansiedade e curiosidade, todos nós olhamos para Tereza em expectativa
- O que foi ? - Tereza perguntou percebendo que todos nos a ligavamos como criancinhas olhando uma vitrine de brinquedos
- o que vamos fazer agora ? - Jordan disse
- O que quer dizer com " O que vamos fazer agora ? " Vamos entrar e claro- disse ela como se aquilo fosse a coisa mais óbvia do mundo , esperamos por um tempo até ela suspirar de frustração e massagear as têmporas - Pular a cerca , nos vamos ter que pular a cerca , entenderam ou vou ter que desenhar ?
- Ooooooooh - todos nós dissemos em uníssono... ESPERE COMO !? VAMOS INVADIR ? 
Em um piscar de olhos Jordan estava de cara para a cerca , escalou até ficar no topo dos portões e tomou uma respiração profunda e... PORQUE TODO MUNDO DECIDIU PULAR DE UM LUAGR ALTO HOJE !?
- Um... - dizia ele - dois... Dois e meio... Dois e um quarto... UAWAAAAAAH !
Ele foi interrompido por Tereza chacoalhando a grade e Jordan gritando como um ramister , se agarrando nas grades como se sua vida dependese disso
- Vai logo , Shakespeare !
- Na-não cha-chacoa-lh-lhe  a gra-grade ! My La-laAAAAAAH EU JA DISSE PARA NÃO CHACOALHAR ESSA MERDA ! TEREZA! PARA ! PARA! SENÃO JURO QUE DESÇO DAQUI E BEIJO VOCÊ !
Imediatamente ela parou de chacoalhar  a grade e para infelicidade de Jordan um pouco repentinamente de mais , ele caiu  com força e de cara no chão , enquanto Tereza explodia em uma risada e gradativamente todos nos a acompanhavamos , mas assim que Brook se aproximou para escalar a grade Tereza a parou e tirou um objeto brilhante do bolço
- Eu tenho a chave... - todos nós a ligavamos incredula enquanto Jordan parecia furioso do outro lado da cerca - O que foi ? Quem vocês acham que faz os grafites do circo ? O Yoda ?
Enquanto Tereza abria os portões devagar April disse em uma imitação tosca de Yoda
- Não pensar que força ser tão poderosa em Tereza
-  Se não falar a boca vai ver quão minha força é poderosa
April engoliu em seco , mas no fundo pelo menos eu sabia que ela só estava nos zoando , apesar de sermos irritantes, barulhentos, fazemos piadas ruins , somos escandalosos, chamamos muita atenção e... Porque ela ainda anda conosco mesmo ? Ou melhor porque eu ainda ando com eles ?... Esse é um dos mistérios que nunca vou solucionar...
- Eu vou mostrar quão a força é poderosa em mim... - disse Jordan com um sorriso maligno e... Essa não...
Assim que Tereza abriu os portões Jordan a agarrou como nós filmes antigos e a girou depois de mergulha-la e se aproximar bruscamente tentando beija-la em um milésimo de segundo todos nós prendemos a respiração e fechamos os olhos rezando para que Jordan saísse vivo dessa
- Ouch ! - gritaram os dois em uníssono
Todos nós abrimos os olhos e vimos Tereza largada no chão com as mãos na testa e Jordan na mesma posição a seu lado
- Tinha mesmo que me soltar imbecil !? Ouch... - ela retirou as mãos da testa e tocou no local onde tinha uma marca roxa - e porque demônios você me deu uma cabeçada !?
-  Não me culpe por ter me distraído , se você causa esse efeito em mim  - todos nós arregalados os olhos, meno Quinn que não estava a par da situação, e todos os flertes de brincadeira que Jordan já deu esse foi o pior , e não parou por ai.. - meu mundo fica colorido quando olho em seus olhos , my la- Ouch !
Tereza chutaou as pernas dele e ele caiu no chão confuso
- Não me chame disso , imbecil , agora vamos , eu vou ligar as coisas
Todos nós incluindo Jordan suspiramos aliviados
- Porque essa reação ? - perguntou Quinn a o meu lado ainda curioso
Todos nós ficamos um pouco nervosos em contar , até que Jordan se levantou e disse
- Para simplificar as coisas... Eu amo ela !
- Ãham ! - pigarreei
Ele sorriu malicioso
- E verdade !
- isso é o que você falou sobre aquela garota... - disse April
- e aquela outra... - continuou Brook
- e a outra depois dessa... - finalizei
Ele revirou os olhos e de repente todas as luzes acenderam , o carrossel começou a girar e tocar uma música de circo , enquanto pequenas luzes penduradas nos postes coloridos piscavam ,
- UUUUUH ! - Com esse barulho Quinn se agarrou no meu braço , e eu corei a o seu corpo colar no meu , o Trem fantasma tinha sido ligado e ele parecia muito mais envergonhado
Virei o rosto para o outro lado tentando não prestar atenção em sua expressão envergonhada por ter tomado um susto , até que foi minha vez e a de todos os outros de gritar
- Bu - um fantasma... UMA MERDA DE UM FANTASMA BEM NA MINHA FRENTE ! que honestamente seu tom sem emoção agora que me lembro era familiar , mas agora a única coisa que todos nós pensávamos era CORRAM POR SUAS VIDAS IMBECIS !( agora que percebi meu cérebro parece muito com Tereza de vez em quando... )
- AAAAAAH ! - todos nós gritamos em uníssono , correndo para o ligar mais perto que podíamos , que acabou sendo a porcaria da casa mal assombrada , Sabe quando você vê um filme de terror e começa a ficar com raiva do protagonista ou da mocinha porque comete burradas do tipo gritar " Tem alguém aí ? " Em um cômodo vazio , como se o assassino fosse gritar " Estou na cozinha , quer um sanduíche ? " , Bom e bem mais difícil de pensar com coerência quando está praticamente MIJANDO NAS CALÇAS DE TANTO MEDO , ouvimos o piso dar um pequeno estalo , Quinn que se esconderá no mesmo armário que eu me segurava forte escondendo seu rosto em meu peito , se a situação não fosse tão assustadora acho que estaria eufórico , bem eufórico de um jeito diferente...
- eU PosSo tE vEr , JoRdAn - disse o fantasma em voz irregular
- AH , CLARO ! EU PAREÇO SEXY PARA VOCÊ ?!
Tapei a boca de Quinn com as mãos o impedindo de rir com a resposta de Jordan , não queria que ele morrer tão cedo ! Pelo menos não antes que eu pudesse... NÃO É HORA DE PENSAR NISSO !
Senti algo me cutucar
- Quinn ?
- Sim ?
- Porque você me cutucou ?
- não cutuquei não , minhas mãos ainda estão entrelaçadas com as s-suas e eu gos-gostaria que você não as aper-apertase tanto
- A-ah Des-desculpe - relaxei a mão incontrolável - mas Quinn ?
- O que ?
- Se não é você que está me cuntucando...
- Uhm ?
- então quem é ?
Virei meu pescoço para trás devagar e meu rosto empalideceu , CORRE IDIOTA CORREEEEEE ! , era o que eu ia gritar até que o fantasma tapou minha boca com as mãos , que cheiravam estranhamente a café... Espera um pouco ...
- Te-uhm-saz ?! - tentei falar mas ela apertou as mãos mais forte
- Shiu ! - ela olhou para os dois lados e tirou a máscara - vou liberar sua boca em 3 segundos se prometer não gritar
Acenei com a cabeça e ela me soltou , ela começou a me explicar como ela fez isso e porque mas... Não consegui realmente prestar atenção , estava mais preocupado com Quinn , ele tremia e se agarrava em mim fortemente e eu sentia pequenas gotas de água molharem minha camisa
- Tereza - disse sério
- Você não estava prestando atenção em nada, e por causa do susto seu namoradinho está mal e quer saber se tem alguma lanchonete ou algo do tipo por perto ?
Arregalei os olhos
- Como voc-
- como eu sei ? - ela suspirou - Jasper conheço você a tempo o suficiente para conhecer "Aquele olhar" que você me dá toda vez que está preocupado com alguém e quer fazer algo , dobra a direita e depois a esquerda na entrada para o carrossel , logo a o lado está a lanchonete , me deseje sorte , cérebro de tinta , Ah ! E mais uma coisa...eu ia dizer para você sair do armário naquela hora que chamei o imbecil#2 , mas parece que você ja fez isso... - ela deu de ombros e sorriu antes de me deixar sozinho novamente com Quinn... Desgraçada uma desgraçada muito muito irônica mais ainda sim uma desgraçada
Depois de alguns minutos Quinn havia se acalmado e nos estávamos sentados na lanchonete , sozinhos...
- Então...
- é...
- me desculpe por aquilo ! - dissemos em uníssono
- Quer dizer , foi minha culpa ela ter assustado você !
- não !  , desculpe por ser tão medroso e não ter ajudado em nada , você até teve que me carregar até aqui... - ele deu um suspiro - e que... Eu nunca tive amigos , eu... As criancas me achavam estranho por causa do meu modo de falar e da cor do meu cabelo , nunca realmente consegui me aproximar de alguem... E o pensamento de ter uma alma gêmea me parecia aterrorizante até hoje , até... Quando eu conheço você Jasper
Meus olhos marejaram , ele estava sempre sorrindo , um sorriso falso que não percebi , quando me dei conta eu havia abraçado ele forte , ele é eu coravamos mais que tomates , conseguia sentir seu coração pulsando e ele o meu , gostava daquela posição , do calor de seu corpo é do jeito que inevitavelmente sua pequena estatura se encaixava em meus braços ridiculamente perfeitamente , e seu cheiro... Ele cheirava como as manhas de domingo na primavera , acho que era de trabalhar tanto tempo naquela floricultura
- Jasper ?
- umh - murmurei distraído enquanto me afundava mais em seus cabelos os cheirando-os discretamente
- você pode , você sabe... Me soltar um pouco ?
Me levantei bruscamente quando percebi o que estava fazendo , e cocei a parte de trás do pescoço envergonhado
- Vamos no ca-carrosel ! Ou na ro-roda gigante ! Que ta-tal ?
- eu prefiro o ca-carrosel - disse ele enquanto um pequeno tom de rosa cobria suas bochechas ele agora segurava minha mão timidamente me guiando em direção a o carrossel, olhei para tras me sentindo culpada por deixar Jordan, April e Brook a mercê de Tereza e suas pegadinhas ,olhei novamente para o rosto de Quinn seus olhos cheios de alegria , meu coração pulou um pouco... Eles vão ficar bem... Eu acho
Depois do carrossel em que Quinn foi sentado em uma espécie de girassol em forma de cavalo ( não perguntem , o parque é estranho) , nos acabamos na roda gigante e depois na montanha russa , acabamos nos conhecendo bastante , agora sabia que sua cor favorita era laranja , sua flor favorita eram girassóis e seu sonho era se tornar botanico ou biólogo  no futuro, passamos também por uma cabine de fotos que ele pediu para que eu tirasse uma cópia , descobri que ele gostava desse tipo de coisa... , ele falava como se tudo fosse possível e me fazia acreditar plenamente, apesar do que o resto das pessoas podiam achar , seu sotaque era inebriante e fofo, descobri também que ele era britânico por lado do Pai ,acho que estou perdendo a cabeça... Mas acho que é uma coisa boa ? Não sei , não sei e não quero saber , só quero estar a o lado dele , de manhã , de tarde , de noite onde ele estiver... Isso soou muito obsessivo
- Então minha mãe... Jasper ? - ele me cutucou - Jasper você está bem ?
- ahm ?
Ele riu novamente
- Desculpe , estou falando demais
- não não não , eu não me importo , quero saber tudo sobre você ! - meus olhos se arregalaram e eu tapei a boca com as mãos , Quinn me olhava perplexo depois de sorrir com suas bochechas coradas
- Eu também quero... Saber tudo sobre você !
Senti meu coração apertar e o puxei para perto , o olhando nos olhos
- Quinn... Eu acho que...
- KYAAA ! - Um grito fino me cortou , até que toda aquela culpa de deixar eles a merce de Tereza pareceu voltar em um instante , Porcaria de consciência ! , Quinn me olhou rápido e nos dois corremos até onde gritaram , só para ver Jordan com o nariz sangrando no chão , April pálida e Brook praticamente babando de gritando algo como " Kawaii desu~ isso foi tão moe ! " E Tereza com cara de alguem que comeu algo estragado , eles perceberam nossa presença lá
- Preciso lavar minha boca... - disse Tereza distante
- E-e-e-e-ele o-o-o o v-v-v-ve-vez - sussurava April assustada
- FINALMENTE , MEU UNICO SHIP HETERO E CANON !
Decidi Ignorar , e sai atrás de Tereza infelizmente tive que carregar Jordan
- Eu disse que eu faria ! E seria tãããão quando fizese- disse ele em voz nasal e meio grogue - eu estou tããããão feliz
- claro , Craig Tucker , depois você me conta o que aconteceu agora Pare de falar ou vai acabar esperando sangue em mim
Ele deu um sorriso bobo, Quinn por outro lado parecia nervoso com a situação , chegamos até uma pequena maquina de bebidas perto da lanchonete
- desisto de viver... - disse Tereza com os olhos praticamente fechado
- NÃO ! NÃO OUSE MORRER AGORA , VAI ESTRAGAR MEU OTP ! - gritou Brook surgindo do nada
- Porque ?  - perguntou April como uma pessoas sensata faria , Uau quantas surpresas em uma só noite !
- Não tem café aqui... Prefiro estar morta...não há mais razão para viver mesmo... - esse era um dos raros momentos que ela era dramática e mais depressiva que o normal
- Você ainda tem a sociedade ! - Brook tentou encoraja-la ,voltando a seu eu "não fangirl", palavra chave: tentou - e... O Jordan ?
Tereza olhou para ela mais uma vez , se e que os olhos dela estavam mesmo abertos e bufou com a última afirmação 
-Prefiro Café...
Olhei para ela e me juntei a seu mau humor notável de brincadeira
- Eu prefiro tinta...
- Eu animais... - April se juntou a o lado negro da força conosco
- E... é por isso que nós não temos mais amigos...- Tereza disse depois de um longo bosejo
- Como pode estar cansada logo agora ?
- você não ficou perseguindo um bando de idiotas pelo parque inteiro...
Eu e Quinn aproveitamos e saímos de fininho em direção a lanchonete , escapando de uma longa e chata discussão
- Seus amigos são interessantes... Mas o que aconteceu com Jordan ?
Dei de ombros
- Pelo seu próprio bem prefira não saber...
Voltamos a ter um silêncio constrangedor entre nós
- Então...- começou ele -  conhece aquele filme do Orfanato das criancas peculiares da Srª Peregrine ?
- eu adoro esse filme !
- eu também ! Eu queria poder ir...
Meu cérebro foi útil e lembrou de um pequeno detalhe, no último encontro duplo que tive que ir com Jordan ele me dera dois ingressos para qualquer filme que eu quisesse e isso queria dizer que...
- Quem sabe eu não tenha ingressos para o filme amanhã - disse corando profundamente e escondendo meu rosto nas mãos ,eu sou horrível em flertar, PORQUE EU OUVI OS CONSELHOS DA BROOK E DO JORDAN !? Eu poderia convida-lo normalmente, mas nãããão, eu tinha que fazer isso do "jeito certo" como avoz irritante de Jordan e Brook falavam no meu cérebro, agora que paro para pensar, eu realmente devo estar louco...,e agora queria muito sair correndo dali , espiei entre os dedos vendo sua expressão olhos de Quinn arregalaram levemente suas bochechas com um vestígio de rosa, antes de seu rosto tomar uma expressão alegre e divertida, ele deu uma risadinha que de algum modo fez meu coração bater polichinelos dentro do meu peito
- Quem sabe eu esteja... Livre amanhã - ele disse , riso presente em sua voz , enquanto ele tentava conter um sorriso seus olhos brilhavam com as estrelas mostrando animação , o que não ajudou o meu pobre e sedentário coração a parar
-  Talvez eu possa levar você ás... -seja útil novamente cérebro e pense em um porcaria de horário ! - 8:30 ?
-  Talvez eu adoraria ir - ele respondeu se aproximando um pouco seu sorriso transparecendo um pouco mais
O bom de conhecer alguem tão ruim em flertar como você é que independente do que você fizer ela não vai te dar um tapa ou rir da sua cara ( de um jeito ruim)
- Talvez eu adoraria te levar... - me aproximei também
- Talvez eu adoraria que você - ele deu ênfase no você juntando um pouco os labios de modo um pouco provocante , agora ele piscara para mim brincalhão - me levasse !
- Talve-
Tereza brotou das sombras e bateu com as mãos na mesa
- Calem a boca e se beijem logo ! - ela gritou - odeio essa porcaria emocional
Corei furiosamente enquanto Quinn coração levemente olhando para seus pés
- eu vou ver se tem algo que eu queira lá - ele disse e se apressou até a máquina de bebidas
Suspirei sonhador , pensando no dia de amanhã , olhei para Tereza e vi ela com uma expressão de desgosto  Eu bati com a cabeça na mesa tentando esconder um sorriso que doía em meu rosto de tão grande e tanto pela vergonha, essa seria uma longa noite e até que amanhã chegue...
  - Vamos começar a nossa iniciação ! - Gritou April
Eu realmente não sei como de um parque de diversões as 19:70 fomos parar na casa de Tereza as 21:00 horas começando uma iniciação para Quinn no "WDNL"...
- Se apresente... - disse Brook , todos nós estávamos sentados no sofá , Quinn a nossa frente , menos Tereza estava presente , ela havia ido para cozinha buscar um café , água , suco e chá para todos nos... Vamos dizer que ela não parecia tão feliz
- Ahm... Meu nome é Quinn Hayes , tenho 16 anos e sou a a-alma gêmea do Jasper... Gosto de flores e sou um pouco desastrado
- As pernas do Jasper que o diga.. - conchichou Jordan ao meu lado com um grande pacote de gelo em seu nariz , deu uma cotovelada em seu braço , vendo Quinn avermelhar consideravelmente
- E.. eu quero muito que nos demos b-bem... Muito obrigada - ele disse terminando nervosamente
- E ele está...
- DENTRO ! - Todos nós gritamos em uníssono , o que fez o rosto de Quinn brilhar um pouco - Agora apresentações !
Logo todos nós estávamos aglomerados me volta dele
- Meu nome é April Bittersweet , sou fotógrafa prodigio , gosto de piadas ruins e de animais , prazer em conhece- lo !
- Meu nome é Brook King e sou uma fotógrafa também , mas mangaka nas horas vagas , amo Yaoi e você e o Jasper são TÃO FOFOS ! - ela gritou dando com que eu e Quinn corasemos
- Próximo, por favor ! - disse escondendo meu rosto entre as mãos
- Meu nome é Jordan Griffin , sou um escritor mal compreendido com uma paixão arden-
Ele foi atingido por uma garrafa de água atras da cabeça , e para nossa nem um pouco surpresa Tereza tinha jogado
- Meu nome é Tereza Evans e gosto de desenhar , seja bem vindo à o seu ao inferno...
Novamente todos me olharam inclusive Quinn , suspirei envergonhado
- M-meu nome é Jasper Mi-millers e sou s-sua al-alma gem-gemea , espero poder conh-conhecer vo-voce melhor a par-partir de agora...
- Que Gay - disse Tereza
Corei violentamente , eu sei que foi ! nos todos sabíamos que foi ! , ela sabia que foi ! , mas não precisava dizer em voz alta ! Abri a boca para responder
- Pelo menos não pareço um cara !
- Pelo menos não pareço uma garota com TPM - Ouch ! Essa doeu
Olhei para ela boquiaberta , enquanto ela tomava mais um gole do cafe em sua mão
- Touché
Nós fomos interrompidos por Quinn caindo de cara no chão em um dos cantos da sala
- Itai ! - ele exclamou , o que todos nós silenciosamente fizemos um acordo de não perguntar o porquê
- Vamos fazer o jantar ! - gritou Jordan, April e Brook em uníssono , correndo até a cozinha de Tereza , tentando desviar a atenção de Quinn
- Não vão não - disse Tereza atrás dele - Tem Band aids lá em cima , cérebro de tinta
- obrigada , lesbica
- de nada , Gay espacial...
Eu devia estar acostumado com apelidos , mas... porque espacial ? Ignorei o pensamento e corri lá para cima com Quinn atrás de mim , até entrarmos no quarto de Tereza e eu abrir uma de gavetas que ela guardava os Band Aids , apesar de não parecer ela antigamente era bem desastrada , isso me fez ter o habito de carregar Band aids para todo lugar , mas depois de um ano ela parou e eu também , achei um deles e virei para Quinn para o entregar , mas a o invés disso vi Quinn fazendo beicinho, inflando as bochechas , tive que me controlar para não morder aqueles lábi...LALALALALA EU NÃO ESTOU PENSANDO ISSO !
- Qual era sua relação com Tereza ? - disse ele - vocês são próximos ?
Suprimi a vontade de rir e de apetar suas bochechas , ele estava com... Ciúme ? Isso me deixava com um sentimento orgulhoso no peito era... Confiança ?
- Somos amigos de infância , só isso...
O rosto dele se iluminou e ele colocou a mão na boca escondendo um sorriso
- A-ah , é mesmo...
Tirei a mão ele dele de sua boca e levei a meus labios , mantendo contato visual , roçei meus labios pela sua palma , vendo-o corar daquela forma eu sorri, não fazia ideia que tinha esse efeito nele, até ele tropeçar no próprio pé cambaleando derrubando uma pequena caixinha de musica na escrivaninha que começou a tocar Sweater Weather dos The Neighbohoods
"All i am is a man a want the world
In my hands
I hate the beach
But i stay in californua with my toes in the sand "
Olhei para seu rosto claramente envergonhado por ter tropeçado no proprio pé, estendi minha mão para ele , seus olhos inteligentes e curiosos me estudando , abri a boca e desajeitadamente consegui formar uma frase
- Quer dançar ?
Ele assentiu , mas esperei a resposta sair de seus labios
- Sim - ele tomou minha mão e o puxei para perto
"You know what i think about
What i think about
One love two mouths one love one house "
Meus braços deslizaram suavemente ate seus quadris , ansiando mais contato, pressionei seu corpo contra o meu , enquanto suas mãos se enroscaram em meu pescoço
"Cause it's too coooooooold
For you here
So now Just let me hoooooooold
Both your hands in the holes of my sweater"
Senti sua respiração crepitar em meu pescoço e meu rosto esquentar , nos moviamos lentamente de acordo com a música , até que ele nos separou um pouco, sua respiração agora estava em meus labios, sentia seu coração batendo e seus olhos agora me encaravam suavemente , comecei a me abaixar em direção a seus labios e ele se aproximava, mais... , nossas testa se tocavam, mais..., nosos narizes estavam a só milímetros de distancia, mais... , sentia nossas respirações se misturando , só mais um pouco...
- O que vocês dois estão fazendo no meu quarto  ?
Quinn pulou com o susto me fazendo me separar bruscamente dele , enquanto nós dois nos transformavamos em tomates ambulantes, Tereza sorria ironicamente  depois de de novo ter brotado das sombras
- TEREZA ! - gritei corado, ela não poderia ter espera só mais dois segundos ? Ou horas... Ou dias... Quer dizer ! Nao que eu... Eu não ia ! Não me entenda mal...
- E-eu devia i-ir em-embora agora - disse a voz fraca de Quinn- já está t-tarde , Adeus Jasper
Ele passou por mim , e com urgência passou por ela
- Com isso ele saiu pela porta me deixando confuso e sexualmente frustrado - disse Tereza - era isso que você estava pensando agora , não era ?
Encarei-a com uma mistura de raiva e vergonha, parte daquilo era meio que verdade
- Além de jeitos de matar você ? - ela ergueu uma sobrancelha - Talvez...
- pervertido
- Lesbica
E foi assim que ganhei um grande e roxo, novo hematoma no braço direito.
"One Love One House".



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...