História My Obsession - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Namjin, Romance, Sequestro, Yoonmin
Exibições 128
Palavras 1.201
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá a todos, ainda lembram de mim?
Tá eu me enrolei um pouco muito aqui e ao invés de trazer um cap grande pra vocês eu acabei trazendo esse projeto de lixo aqui.
Desculpem, mil desculpas.
Eu prometo que me esforço no próximo tá?
Ah, e segunda é meu aniversário (o qual eu vou comemorar sozinha com um bolo de chocolate e meu violão) então eu quero trazer um capitulo lindão pra vocês u.u
Boa leitura e até as notas finais

Capítulo 18 - Capítulo Dezoito


O cheirinho de café passado inundava o ambiente, o que o deixava extremamente agradável.
Tae sorriu para um dos homens parados á porta que logo retribuiu.
O mesmo vestia uma farda característica da polícia de Seul, tinha um semblante sério porém amigável.
Entraram após um pequeno diálogo com o policial sobre as circunstâncias que os levaram até ali. Jimin foi praticamente arrastado pelo amigo, não tinha forças para andar sozinho, era como se seus movimentos estivessem no automático.
A sala era clara e isso fez com que o ruivo precisasse fechar os olhos por um breve momento, então assim o fez. Não se importou em escorar seu peso sobre os ombros de JungKook, apenas queria voltar a dormir e esquecer de como sua vida havia virado uma grande merda.
-Bom dia- A voz do policial se fez mais alta que os burburinhos locais.
-Bom dia- Apenas Tae, SeokJin e JungKook responderam, um tanto quanto desanimados para falar a verdade.
Se bem que, ninguém ficaria contente em uma situação como aquela.
-Estamos aqui porque, bem...- Jin olhou para os demais fazendo uma pausa- Meu amigo quer fazer uma denúncia.
-Jin, eu não consigo- Park tentava formular algo que não parecesse tão idiota perante a autoridade.
-Você precisa fazer isso Jimin, você não sofreu tudo isso por tanto tempo para ficar calado agora!- JungKook já estava começando a se irritar com aquilo.
Não tinha conhecimento de tudo o que havia acontecido nas últimas semanas, porém tinha a certeza de que o Park passara por situações extremamente difíceis, então não dizer nada estava fora de cogitação.
-Kook, ele só precisa de um tempo, tente entender- Tae coloca a mão sobre o ombro do "amigo".
Então o celular de Jin toca quebrando o até então silêncio da sala. O mesmo olha para a tela do aparelho e sorri ao ver o nome do namorado.
Por um segundo esqueceu-se completamente de que NamJoon não fazia ideia de que estavam ali ou de que JungKook e Taehyung sabiam sobre Jimin.
Jin pediu um momento e após ter o mesmo concedido, saiu da sala para falar com o garoto.
Atendeu um pouco desanimado e logo NamJoon perguntou o que se passava com seu "amorzinho".
Jin contou ao namorado um breve resumo do que havia se passado nas últimas horas na casa de campo.
O mesmo teve de parar algum segundos para processar a informação e logo ofereceu-se para ir lá ajudar, ajuda essa que foi negada por SeokJin que alegou que já haviam pessoas o suficiente ali.
Não sabendo o que se passou, quando Jin chegou a sala, ficou atordoado.
Jimin chorava abraçado a Jung JungKook e Min Yoongi estava sendo algemado.
Ao invés de raiva, o loiro sustentava um olhar triste e abatido.
O policial levou Yoongi para outra sala, enquanto uma garota vinha conversar com eles.
-Bom dia- Seu tom era extremamente profissional, mas ela aparentava ser jovem. Tanto quanto eles ou um pouco mais se fosse o caso.
Seus cabelos ruivos estavam presos em um rabo de cavalo alto, vestia um terno feminino com sapatilhas pretas, um bonito colar dourado onde o nome "Rosé" brilhava conforme a luz vinda da persiana batia contra o mesmo.
-Bom dia garotos, eu sou estagiaria aqui a algum tempo e peço que esperem até meu supervisou voltar- Os meninos assentiram e ela continuava com uma expressão seria.
Notou que TaeHyung olhava demais para sí e se sentiu um pouco incomodada com isso, mas não falaria nada, de qualquer forma.
Tae tinha quase certeza de que conhecia a ruiva, mas aquele não era o melhor momento para tocar neste assunto.
Poucos segundos ser passaram ao que pareceram horas. Um advogado para Suga foi chamado por Jin, mas o mesmo os alertou que o máximo que conseguiria era amenizar o tempo na prisão.
A audiência foi marcada para algum dia da próxima semana, mas Jimin tinha certeza de que não conseguiria acompanhar a mesma, sempre fora um incontestável covarde.
Jimin pediu para voltar para casa devido ao cansaço, então Jungkook e Tae o fizeram enquanto Jin conversava com Rosé sobre a situação de Suga.
-Bom, eu particularmente acho que Jin e NamJoon são cúmplices- JungKook falava com cuidado para não soar irritado. Jimin já tinha problemas demais.
-Eu não vou denuncia-los Kook, nem que eu tenha que mentir para isso- Jimin sorrio fraco- Jin me ajudou muito lá, ele foi um amor de pessoa comigo e eu talvez não estivesse aqui se não fosse por ele, de verdade.
-Tudo bem, você quem sabe- Kook suspira e então resolve se calar pelo resto da ida até o apartamento.
Jimin olhava ansiado para a janela do carro. A excitação continuava a acelerar seu coração, não via a hora de pisar novamente em sua "casa".
Estranhou ao ver um novo porteiro na entrada do prédio, mas não muito, já que o antigo era um imprestável que dormia em serviço.
Jimin sempre imaginou se teria passado por tudo aquilo se o porteiro tivesse visto Suga o carregando desacordado para fora...
-O antigo porteiro foi demitido depois do seu sumiço- JungKook respondeu quando já estavam no elevador, como se pudesse ler os pensamentos do Park.
Jimin se sentou estranho ao saber que foi o "culpado" pela demissão de alguém.
-Ah, e alugaram o seu apartamento para outra pessoa, então eu disse que poderiam colocar suas coisas no meu apartamento- Kook sorrio. Tae apertou a combinação de números que dava até o andar do mais novo, e Jimin perguntou-se quantas vezes ele já havia ido parar ali.
Talvez estivesse com ciúmes, mas só talvez.
-Não sabe para quem alugaram?
-Pro Hoseok- JungKook engoliu em seco e rezou mentalmente para que Jimin não soltasse uma de suas piadinhas sobre eles.
Quantas vezes teria que repetir que ele NÃO gosta deste menino? Muitas, ao que parece.
Jimin apenas sorriu e murmurou um "legal".
Tae se sentiu um pouco incomodado com a situação, sentia que estava meio excluído, como se os dois melhores amigos tivessem uma linguagem própria que mais ninguém pudesse entender.
Chegaram no apartamento de Kook e estava diferem do que o de costume.

"tapetes? JungKook ideia tapetes!"

Jimin os olhou por um bom tempo, e depois questionou Jung com o olhar, logo o mais novo entendeu.
-Tae disse que ficaria bonito- Kook deu de ombros e então Taehyung sorrio fraco com um breve elogio de Jimin à sua escolha.
-Bom, eu acho que vou sair, vocês dois devem ter muito o que conversar- Tae sorri gentilmente e então Jungkook o acompanha até a porta.
Assim que viram as costas para a mesma, Kook a fecha. Ambos sorriam entre o delicado beijo iniciado por Taehyung, JungKook acariciava os cabelos castanhos do "amigo" e este, tinha seus braços envolvendo a cintura do mais novo.
Alguns selinhos acabaram o que pareceu durar uma eternidade, ótima eternidade por dizer assim.
-Bom, então acho que é isso- Tae sorrio tímido e se afastou de Kook mesmo contra a vontade.
-É, acho que sim- Kook olhou para baixo, tendo a certeza de estar com as bochechas coradas.

"Ah meu deus JungKook, tão adorável!"

-Até qualquer hora então- Tae já ia se afastando pelo corredor em direção ao elevador pelo qual haviam subido.
-Tchau.


Notas Finais


É ta pequeno, ta ruim, ta flopado, mas ta ai.
É só pra vocês não acharem que eu desisti de vocês >.<
Obrigada pelos +90 aliás,
Chu ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...