História My Own Business - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Poemas, Poesia, Prosa Romântica, Trechos De Histórias
Visualizações 2
Palavras 378
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Poesias

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oie

Um trecho que escrevi sobre Tate e Violet
Comentem ;)

Capítulo 5 - A Morte em Meus Olhos


Estava escuro no quarto, não se enxergava um palmo a frente mas ela sabia que ele estava lá, somente a observando dormir porém Violet não conseguia pegar no sono, não com um par de olhos no meio da escuridão pregados em sua silhueta encolhida na cama.

Ele está morto ela pensa mas como ele consegue estar tão vivo? Ela só sabia que o amava mais que tudo, não sabia com ou por que, Violet também sabia que ele a amava, e como amava, era um amor incondicional e até mesmo doentio. Ela não se importava desde que estivesse com ele.

- Preciso lhe contar algo. De repente sua grave voz ecoou pelo quarto.

- Diga

- Naquele dia que você tentou se suicidar.... Violet impacientemente o interrompeu.

-Eu sei, eu sei, você me salvou e eu lhe agradeço.

- Não, não, NÃO. Ele estava chorando, porque ele chorava?

- E eu não .... Eu não consegui... Não consegui salvar você Violet, me desculpe meu amor mas você está.... Está morta. Sua voz falhou.

Violet entrou em choque como assim estava morta? Seus pais a viam, falavam com ela não poderia ser, não.

- C como .... Como posso estar ... meus pais? eles...

-Sim eles te veem assim como você me via antes, seu espírito está preso aqui, mas meu amor não veja isso como algo ruim, veja só poderemos ficar juntos para sempre não precisaremos de mais ninguém ela de nós.

- Você será eternamente minha e so minha e eu serei eternamente seu, Violet.

Lembranças

E a única coisa que vem na mente calculista e doentiamente apaixonada.

Ela lembrava se dê está no banheiro com uma navalha nas mãos. Sangue. Sangue escorria de seus pulsos, dor, uma dor que já não era mais sentida pelo número de vezes que havia feito isso.

- Se quiser se matar faça cortes na diagonal, os médicos não conseguiram costurar. Seu agora eterno amor aparecia como um fantasma que na época eu não sabia que era.

Ele tinha lagrimas escorriam de seus olhos e um sorriso estava presente em seus lábios

Nada mais disse e se retirou do banheiro.

Você tem razão meu amor. Agora nosso amor irá durar para sempre.

Por que eu sempre irei te amar incondicionalmente Tate.

 


Notas Finais


Comentem o que acharam.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...