História My past - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7
Personagens Baekhyun, BamBam, Chanyeol, Chen, D.O, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, JR, Jungkook, Kai, Lay, Mark, Rap Monster, Sehun, Suga, Suho, V, Xiumin, Youngjae, Yugyeom
Exibições 19
Palavras 1.232
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Festa, Harem, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Voltei gente em menos tempo
recorde
então antes de tudo me desculpe se tiver algum erro ok?
boa leituraaa

Capítulo 3 - I promise


    Dizem que quando você deseja muito algo aquilo acontece, mas isso não é bem uma verdade, o que tem que acontecer sempre acontecerá, seja de seu gosto ou não.

   Ele estava em minha frente me olhando esperando uma resposta, eu estava sem reação, então apenas fechei os olhos eu não queria ver o seu próximo movimento, ou seus lábios se movimentando ao fazer uma próxima pergunta.

   -Você não vai me responder? – Yugyeom se aproximava de mim, eu conseguia sentir sua respiração tocar meu rosto.

  -Sim.- Disse rápido ao me encolher na parede. O silencio se fez presente, abri meus olhos curiosa e o vi recuar.

  -Ah sério? – Riu soprado, qual era o problema dele? Isso me irritava.

  -É.- Eu não sabia por que eu tinha mentido, apenas fiz o que melhor me convinha, eu estava errada?

  -Sophi eu conheço você, sei quando está mentindo.- Yugyeom sorria confiante, mas isso é verdade nunca fui boa com mentiras, principalmente quando se tratava de garotos. Suspirei aceitando a derrota.

  -Tudo bem, você venceu.- Eu não queria sustentar isso, apenas queria ver sua reação, e não foi bem o que eu esperava.

 -Por que você mentiu para mim Sophi? –Essa pergunta foi como um balde d’água fria, eu não sabia o que responder, mas para minha sorte campainha tocou e eu agradeci internamente aos deuses por isso.

  -Eu vou atender.- Digo tentando me livrar de seus braços, mas ele impede.

  -Sua mãe pode fazer isso.- Por que ele queria tanto saber disto? Não o interessava saber sobre meus relacionamentos com garotos.

  -Pode ser para mim.- Digo conseguindo finalmente me livra dele, e respirando fundo tento começar meu caminho, mas novamente não consigo. Seus braços seguraram minha cintura, ele me abraçou por trás e escondeu seu rosto em meu ombro.

 -Sophi, me desculpe.- Falou em um tom baixo quase como um sussurro, porém eu consegui escutar. Senti que meu coração iria sair pela a boca se eu não saísse dali o mais rápido possível.

  Ficamos em silencio, e eu não consegui o responder. Eu queria o abraçar e dizer que estava tudo bem, mas não está, não está tudo bem, eu estava magoada, em todo esse tempo eu estive.

    Eu levei minhas mãos ao encontro das dele, mas foi um movimento falido, pois me assustei ao ouvir minha mãe gritar meu nome, e o máximo que eu consegui foi encostar alguns dedos em sua pele.

   Me livrei finalmente de seus braços, e indo em direção a escada o olhei de lado, Yugyeom tinha um olhar indecifrável e quase nunca eu saberia o que ele estava a pensar.

   Eu desci afoita, meu coração estava pregando peças em mim, eu poderia jurar que eu havia corrido uma maratona inteira.

   Quando eu cheguei na sala vi Kai com outro garoto, eu sorri na hora em que o reconheci.

   -Chanyeol.- Corri até o mesmo o abraçando.- Por que vocês nunca avisam quando vão voltar? –Falei ainda abraçada com o mais alto.

  -Eu queria fazer uma surpresa.- Chanyeol disse rindo.

  -Quer uma surpresa boa? –Kai disse se sentando.- Tivemos que fugir de uma multidão de fãs.

  -Prevejo alguém levando vários sermões.- Disse rindo.

    Começamos a falar coisas idiotas sobre a viagem dos meninos, e as fotos idiotas do Sehun que eles me mostravam. Eles me faziam esquecer o que tinha acontecido a poucos minutos. Falando nisso Yugyeom não tinha descido ainda, o que ele está fazendo?

    Pedi licença aos meninos dizendo que precisava pegar algo. Quando subi as escadas ouvi sua voz, pelo o que parecia ele estava no telefone. Ele respondia coisas melosas, e sua última frase antes de desligar o telefone me chocou. Um “eu te amo” saiu de sua boca.

   Ele logo percebeu minha presença no local e me olhou estranho:

     -O que está fazendo aqui? –Ele perguntou me olhando de forma fria. Novamente ele havia mudado de personalidade.

     -Você deve ter algum problema de personalidade.- Disse sorrindo sínica, mas a minha surpresa era visível, eu não sabia quem era no telefone, ou sobre o que estavam falando.

    -Por que você sempre foge das minhas perguntas? –Falou se encostando na parede.

    -Fique tranquilo.- Kai apareceu no local, pondo seu braço em meu ombro.- Não é só das suas perguntas que ela foge.

    -Kai? Você por aqui? –O tom sínico de Yugyeom se fez presente. Mas eu também o conhecia, ele estava sentindo algo eu só não sabia o que era.- Sophi você realmente tem ótimas amizades.

  -É nisso você tem razão.- Olhei para Kai o mesmo retribuiu o olhar.- Diferente de você Kai sempre esteve ao meu lado.- Eu realmente não sabia de onde eu tinha arranjado coragem para falar isso, mas só pelo o fato de Kai por perto eu me sentia segura.

  Yugyeom suspirou e me olhou com raiva, me senti culpada. Mais alguns minutos de silencio, eu estava inquieta, e minha respiração falhava, sabe quando você quebra algo da sua mãe e sente aquele embrulho no estomago? Era exatamente isso que eu estava sentindo:

  -Sophi posso falar com você a sós? –Yugyeom e me olho, então eu olhei para Kai, o mesmo entendeu, e mesmo contra sua vontade ele se retirou. – Por que ele está aqui? E como se conheceram.

  -Eu tive uma vida depois que você foi embora, então por favor não se lembre de mim como eu era antes, eu mudei, fiz novos amigos, mas você parece não perceber.- Tinha raiva no meu tom, e ao mesmo tempo eu queria chorar.-Ah desculpa, você foi embora!  

  -Por que está com tanta raiva? Você mesma disse que não faria diferença.- Ele disse baixo, seu olhar fitava o chão, e seus braços estavam cruzados.

 Flash Back on:

  -Sophi, você vai ficar com raiva? –Yugyeom me olhava e eu continuava de costas.

  -É claro que não.- Eu fazia um bico em meus lábios, e mesmo negando qualquer pessoa saberia que eu estava com raiva.

  -Só vai ser uma semana, eu não vou embora para sempre.- Até por que eu o mataria.

 -Eu não me importo.- Disse rígida, depois o olhei o mesmo tinha baixado a cabeça. Então o abracei.- Você tem que me prometer que não vai embora nunca.

  -Não vou.- Yugyeom disse retribuindo o abraço.

 Flash back off:

  Respirei fundo, e me segurei novamente para não o beija-lo, eu não podia fazer isso, em hipótese alguma

  -E você me prometeu que não ia embora, e veja só foi exatamente o que você fez- Falei baixo e o mesmo me olhou.

  -Você ainda não me respondeu oque Kai veio fazer aqui.

  -E por que eu deveria? –O afronte.

  -Por que? –Repetiu.- Por eu não quero que ele a toque de novo- A cada palavra ele se aproximava mais.- Porque se ele fizer de novo eu o mato.- Eu me encontrava de novo encurralada entre a parede e ele.

  -Ele é só um amigo, que se eu não estivesse loucamente apaixonada por você não excitaria em ficar com ele.- Depois dessas palavras, me toquei da enorme burrada que eu havia acabado de fazer. “ Apaixonada por você”? Onde eu estava com a cabeça? Tampei minha boca com as próprias mãos, meu rosto estava vermelho, então ele sorriu. –Não foi iss...- Eu não terminei a frase, pois seus lábios incrivelmente macios encerraram o espaço que havia entre nossas bocas.

  Eu tinha prometido a mim mesma que eu não faria isso, mas eu já estou acostumada a mentir para mim mesma.

 

 


Notas Finais


oque acharam ? ate a proximaaa
uma musica para esse cap: Miss A- Bad girl good girl


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...