História My Perfect Nerd - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Alfredo Flores, Amor, Aposta, Caitlin Beadles, Chaz Somers, Chris Beadles, Colegial, Flavia Pavanelli, Justin Bieber, Nerd, Popular, Romance, Ryan Butler, Violencia
Exibições 206
Palavras 2.204
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá, eu voltei! Eu espero que gostem! Desculpem se houver qualquer erro de ortografia!
Boa Leitura!

Capítulo 20 - The Big Day


Fanfic / Fanfiction My Perfect Nerd - Capítulo 20 - The Big Day

        ~Pov's Melissa On~


Acordei bem cedo, eu tava ansiosa e animada demais para o dia de hoje, fui correndo para o banheiro, tomei um banho demorado com direito à uma turnê, lavei meus cabelos, passei hidratante de morango no meu corpo, vesti um conjunto de lingerie branca, em seguida, vesti um short jeans de cintura alta, um top preto com alças finas, uma regata branca de alça fina, amarrei um casaco xadrez cinza com branco na minha cintura, calcei um tênis cinza, coloquei um colar, sequei meu cabelo, passei bastante rímel e fiz um delineado de gatinho, passei um batom nude, eu não precisava usar o óculos, ele era apenas para não cansar a minha vista, eu só precisava usar-lo as vezes, aí depois de um tempo, eu me acostumei a usar eles, passei o meu perfume preferido, eu simplesmente amava ele, ele era intenso e doce, mas não tão doce, era maravilhoso, arrumei minha mochila, que era cinza escuro, acordei os meus amigos preguiçosos, eles foram para o banheiro se arrastando, a hope no meu banheiro e o ash no outro, desci as escadas, me sentei na mesa, que estava vazia, todo mundo devia estar se arrumando para ir para o trabalho/escola/faculdade, tomei o meu café sozinha, depois subi para o meu quarto, a hope já tinha saído do banheiro, escovei meus dentes, quando voltei para o quarto, a hope estava arrumada, ela olhou para mim, e começou a bater palmas.

- Você está perfeita - ela falou, sorri.

- Obrigada - falei, o ash entrou no quarto, já arrumado, ele parou de andar quando me viu.

- Você tá tão linda que eu viraria hétero para ficar com você - falou me olhando, sorri.

- Obrigada de novo, agora venham comer - puxei eles para o andar de baixo, sentamos na mesa, logo minha família veio para a mesa, o engraçado foi a reação deles, a minha mãe faltou chorar e pular de alegria, o meu pai disse que ia ficar com ciúmes dos meninos da escola e que era para o Biel ficar de olho em mim, o biel tinha ido passar os dias sem aula na casa do chaz, o luccas me elogiou, a kim disse que queria ser igual à mim quando crescesse e o miguel falou que iria para a minha escola para não deixar os meninos se aproximarem de mim, foi muito legal, meus amigos terminaram de tomar o café, fomos para a garagem, nós entramos na Range Rover Evoque cinza, eu fui dirigindo, nós chegamos na escola em 5 minutos, o ash desceu primeiro, eu fiquei nervosa, e a hope percebeu. 

 - Não precisa ficar nervosa, só arrasa - ela falou, desceu do carro, desci do carro, fui até a hope ficando do seu lado, que estava do lado do ash, travei o carro - Não olhe para ninguém, apenas para a frente - ela sussurrou, nós três começamos a andar, olhando para a frente, todo mundo olhava para mim, eu me sentia estranha, mas continuei andando e olhando para a frente, sentia todos os olhares em mim, eu podia ouvir todos os comentários das pessoas sobre mim, do tipo: "Nossa, que menina gostosa, eu pegava", "Será que ela é novata?", "Essa é a nerd esquisita?", "A roupa dela estar linda", entre outros, vi o justin mais a frente, ele não tinha me visto, ele estava de costas para mim, enquanto seus amigos olhavam para mim, acenei para eles sorrindo, eles acenaram de volta, confusos, o justin se virou, eu voltei a olhar para a frente, continuei meu caminho, até que os meninos apareceram, o rick, o enzo e o vinny, eles estavam de boca aberta, menos o rick que já tinha me visto assim, dei um abraço no rick, depois no enzo e depois no vinny, e eles dois continuavam de boca aberta. 

- Por que vocês dois estão assim? - perguntei. 

- Só pelo simples fato de você ter ficado linda de uma hora para outra - o vinny falou sarcástico. 

- Não precisava de tudo isso, já basta todas essas pessoas olhando para mim - falei desconfortada. 

- Não fica desconfortada, eu tô aqui com você - a hope falou, sorri, abraçando ela. 

- Ai, o que eu fiz para merecer amigos tão fofos como vocês? - apertei ela mais forte enquanto falava com uma voz fofa. 

- Oh, que fofa - o ash falou afinando a voz - Acho que eu vou vomitar arco-íris - ele falou, ri junto com a hope. 

- Você tá parecendo um gay, cara - a hope falou, ninguém sabia que o ash era gay, exceto eu e a hope, depois olhou para mim, começamos a rir. 

- Vocês duas são loucas - o rick falou negando com a cabeça, dei de ombros, os amigos do justin passaram por mim, eles olhavam para mim, sorri. 

- Oi meninos - falei acenando. 

- Oi... - eles falaram juntos confusos.

- Ué, não lembram de mim? - perguntei - Melissa, lembra? - falei sorrindo, eles arregalaram os olhos.

- É, melissa, eu sinto muito, eu tentei impedir o jus... - o chaz ia falar, mas eu interrompi.

- Eu sei, tá tudo bem, eu não guardo mágoas de vocês - falei sorrindo.

- Muito obrigado - o ryan falou, assenti, a brooke apareceu com a caitlin.

- Oi, você é nova aqui? - a brooke perguntou.

- Não, eu sou a Melissa, sabe aquela menina da aposta? Sou eu - falei sorrindo.

- É você, nossa, como o justin foi trouxa, eu peço desculpas, o justin é imaturo, às vezes - a caitlin falou.

- Tá tudo bem - falei sorrindo.

- Ah, meu nome é Caitlin, mas pode me chamar de cait - ela falou, assenti.

- E eu sou a Brooke - a mesma falou, eu sempre achei ela muito bonita, era ruiva de olhos âmbar, tinha um corpo bonito, vários meninos já tentaram ficar com ela, mas ela não é do tipo que ficar com todo mundo.

 Depois elas perguntaram o nome dos meus amigos, eles se apresentaram,  nós ficamos conversando, até o Biel chegar com o theo.

- Oi, gente, cadê a melissa? Ela não quis vim hoje não? - o biel perguntou, ele olhou para mim - Amiga nova? - ele perguntou.

- Meu deus, biel, você não tá me reconhecendo não? - perguntei, ele arregalou os olhos.

- Melissa? Como assim, gente? - ele perguntou confuso, sorri.

- Sou eu - falei, ele me abraçou, retribui sorrindo - Faz tempo que você não me abraça assim - sussurrei no ouvido dele, ele assentiu.

- Eu tô boiando aqui - a cait falou quando me soltei do meu irmão.

- Eles dois são irmãos - o chaz explicou - Ah, só pra vocês saberem, eu já sabia desde sempre - ele falou.

- Sério? - perguntei, ele assentiu - Você deveria virar detetive, sabia? - falei sorrindo.

- Ah, esse é o Theo, meu amigo - o Biel falou apontando para um menino bem bonito, ele tinha cabelos loiros escuros e olhos azuis.

- É um prazer conhecer vocês - ele falou sorrindo, ele sempre teve a fama de ser gentil e muito educado.

- Vocês são bem legais - falei sorrindo, o sinal logo tocou, as primeiras aulas eram de matemática, e eu ficaria sozinha, fui para a minha sala, me sentei no fundão, quando os alunos entravam, eles olhavam para mim, dava para ouvir os murmurros, meu celular começou a apitar, alguém estava mandando mensagens, peguei ele.


           ~Mensagem On~ 


Gus♡: Lissa? 

You: Oi, gus, aconteceu alguma coisa?

Gus♡: Nada, só queria te avisar que eu vou chegar daqui à três horas!

You: Sério? Ahh! Tô tão feliz!*emoji sorrindo*

Gus♡: Desculpa o atraso, não deu pra gente ir naquele tempo, o meu avô paterno morreu, nós tivemos que viajar para Pernambuco, e só voltamos agora, minha mãe falou que vamos passar um mês aí!

You: Meus pêsames...

You: Sério? Eba, não vejo a hora de te ver!

Gus♡: Eu também não vejo a hora de te ver, lissa *-*

You: Meu professor já vai entrar na sala, tchau!

Gus♡: Tchau, lissa, boa aula!

 ~Mensagem Off~ 

 O professor de matemática entrou na sala, peguei meu material e coloquei sobre a mesa, ele olhou para mim confuso, sorri pra ele.

- Você é aluna nova? - ele perguntou.

- Não... você não lembra de mim? - perguntei, ele sorriu.

- Senhorita Soares, você mudou bastante - ele falou, sorri, as pessoas olhavam assustados para mim, alguns, ainda, murmuravam, a aula passou normal, depois foi a aula de educação física, quando passava por um dos corredores do colégio, um menino, que eu nunca vi na minha vida, me parou, eu estranhei.

- Oi - ele falou, até que era bem bonitinho, ele estava tentando me paquerar - Meu nome é Brian, e o seu? - ele falava enquanto passava as mãos no topete castanho.

- Melissa - falei simples, sem nenhuma expressão no rosto, ele mordeu os lábios e me olhou de cima para baixo - O que você quer? - perguntei.

- Um beijo - ele se aproximou, empurrei ele.

- Tá ficando louco? Se tentar alguma coisa de novo, eu te bato - falei com raiva, os amigos dele, que estavam um pouco longe, começaram a rir dele, deixei ele sozinho e fui para a quadra, todos os meus amigos estavam juntos, me joguei no colo da minha loira preferida, mas conhecida como hope, contei a ela o que aconteceu no corredor, ela riu que nem uma hiena com câncer de garganta, os meninos ficaram sem entender, pois eu só tinha contado para ela, o professor pediu para as meninas irem trocar de roupa, eu e a hope fomos para o vestiário, as meninas estavam lá, eu e a hope vestimos o uniforme de educação física, que era um short de malha curto e apertado da cor azul escuro escuro e uma regata branca que era bem grande em mim e que tinha o sobrenome de cada um na sua regata e um número, o meu era Soares e o número 7, o da hope era Watson e o número 11, mas voltando... nos sentamos em um banco que tinha lá dentro, ficamos conversando, a hope foi no banheiro, fiquei sozinha, até que a Mandy, a puta-fixa do bieber, parou na minha frente, ela me olhou dos pés à cabeça e sorriu presunçosa.

- Oi, menina da aposta - ela falou com sua voz irritantemente fina, que parecia um filhote de esquilo com a voz mais fina que a de um ratinho de desenho, e isso seria um elogio, já que ratinhos de desenhos são fofos e lindos, eu sorri.

- Oi, resto do bieber, é um grande prazer falar com você - falei sorrindo irônica.

- Eu só vou falar uma vez... - ela falou, depois se aproximou de mim - Se você chegar perto do meu justin novamente, eu terei que fazer alguma coisa com a sua irmãzinha, kimberly, certo? - ela falou no meu ouvido, arregalei os olhos - Tá me ouvindo? Ah, não fale para ninguém sobre a nossa conversa - ela avisou, assenti, esbarrei meu ombro no dela, de onde ela conhecia minha irmã? Ela não seria capaz de fazer mal à minha irmã, porém, não arriscaria nada, fui para as arquibancadas, onde meus amigos estavam, me sentei do lado do rick, ele me abraçou, não retribui, eu estava preocupada com a kim, não quero que ela sofra por minha causa.

- Mel? - o rick chamou, olhei para ele.

- Sim? - perguntei.

- Tá tudo bem? - ele perguntou, assenti - O professor tá chamando para jogarem - ele falou, fui para a quadra, tirei ímpar ou par com uma menina que não sabia o nome, eu ganhei, escolhi as integrantes do meu time, e a menina o dela, nós jogaríamos basquete, que eu era muito boa.


     [...] 


 Depois de algum tempo,o jogo acabou, e meu time ganhou, o ash veio correndo me abraçar, eu, a hope e o ash comemoramos.

- Você ganhou de dama da noite - ele falou usando o apelido que ele mesmo tinha dado à Mandy, nós rimos, algumas pessoas vieram me dar os parabéns, depois foi o intervalo, troquei de roupa, fomos para o refeitório, onde todo mundo ficou olhando para mim, fui comprar um lanche, quando chegou a minha vez, um menino me parou.

- Eu pago para você - ele falou sorrindo, levantei uma sobrancelha.

- Não, obrigada - falei.

- Que isso, eu pago - ele insistiu.

- Não, você não vai pagar, por que ela tem namorado, e sou eu... pode vazar - o rick apareceu do meu lado, ele passou o braço por cima dos meus ombros, eu corei, o menino foi embora, o rick sorriu, pegou dinheiro e deu para a mulher do caixa.

- Não, eu ia pagar - falei desanimada.

- Claro que não, eu nunca deixaria minha namorada pagar suas coisas sozinha - ele falou.

- Eu vou te pagar - falei.

- Pode me pagar com um beijo - ele sugeriu, sorri, dei um selinho nele, ele fez bico.

- Eu mereço mais - ele falou, sorri.

- Aqui não - falei, depois disso, o intervalo passou normalmente, depois foi a aula de biologia, elas passaram rápido, depois fui para casa, comi alguma coisa, subi para o meu quarto, fiz minhas atividades, depois lembrei que o Gustavo chegaria hoje, fiquei esperando ele chegar, quando meu celular tocou, era... 


Notas Finais


Oiii, gente! Eu tô viva, me desculpa à demora, eu tava estudando para um concurso, que já fiz a prova, só tô esperando o resultado sair.
Eu espero que vocês tenham gostado, vou voltar o mais rápido possível!
Beijos, Abraços e Tchau!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...