História My Photographer Friend - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Harry Styles, Louis Tomlinson, Romance
Visualizações 60
Palavras 1.101
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


- A Fanfic é completamente de minha autoria, e caso encontre outra, denuncie. Plágio é crime.

- E eu postei essa Fanfic no Wattpad, caso vejam a conta com o mesmo nome que o meu, essa vocês não podem denunciar ksjsjsjsksjsks

- A personalidade dos personagens não são reais (ou talvez sim, nunca se sabe não é)

- Por favor, não fiquem dando ataque por guerra de shipp. Sim, sou Larry shipper, mas não sou fanática.

- O principal shipp da estória é entre o Harry Styles e Angeline Smith.

- Divirtam-se, e comentem o que estão achando, é muito importante

Capítulo 1 - Prólogo - Eu amo você


Fanfic / Fanfiction My Photographer Friend - Capítulo 1 - Prólogo - Eu amo você

— Adeus Harry, espero vê-lo amanhã na casa de sua mãe.

— Também espero…

Ele sussurrou dando um beijo na mão da menina enquanto saía do quarto dela para ir pra sua casa. Angel estava com uma certa dúvida em seu peito, cujo a qual não sabia explicar… Ela não queria que ele fosse embora, não mesmo. Ela queria que ele ficasse. Queria que ele ficasse todas as noites com ela em seu quarto acariciando seu cabelo pra que ela dormisse em seu colo.

Harry também desejava isso tanto quanto sua amiga. Gostaria de passar todas as suas noites com ela, mas ele nunca iria admitir seus sentimentos para Angeline, e era apenas isso que atrapalhava os dois. O medo de Harry e o orgulho de Angel os faziam não admitir o que sentiam um pelo outro.

Sem mesmo perceber, Angeline foi atrás do amigo que já estava próximo a porta. Respirou fundo, e fez a pergunta que sempre teve medo de fazer.

— Você… — ela suspirou com um certo nervosismo. Qualquer um ficaria nervoso com um caso desses. — Harry, gostaria de passar a noite aqui?

O garoto sorriu. Não conseguiu segurar sua felicidade e sorriu para sua amiga. Sim, ele várias vezes dormiu na casa de Angel, mas agora tudo era diferente, era como se ela a pedisse para que eles dividissem a mesma cama, o mesmo cobertor… mas ele sabia que era apenas um convite inocente. Bom… na cabeça dele era um convite inocente, mas na da menina não.

— Venha, vamos ver se o quarto de hóspedes está de seu agrado.

Angeline pegou a mão de seu amigo e o puxou para um dos únicos quartos do apartamento que quase não tinham utilidade, mas na maioria das vezes, sempre limpos e com os móveis impecáveis; dessa vez, felizmente, o quarto se encontrava sujo e com os móveis empoeirados; o quarto que Harry dormiria estava sujo e com um odor horrível, o que era bom e ruim ao mesmo tempo. Eles já dormiram juntos várias vezes, mas agora que o sentimento aumentou, as intenções não vão ser as mesmas.

— Oh, é uma pena Angel. Acho que não vou poder passar a noite aqui.

— Não diga isso Edward. Já é tarde, não posso deixar você ir embora à essa hora da noite. Nem que você tenha que dormir comigo, mas desta casa, você não saí.

Ela o puxou novamente, levando-o para seu quarto. Trancou sua porta e observou seu amigo olhá-la com certo espanto.

— Venha Harry, se não dormir agora só dormirá de madrugada. — riu a menina.

— Eu… Irei dormir contigo? Em sua cama?

A garota se sentou sobre o confortável móvel, arrumando as cobertas grossas que estavam ali, quase não deu atenção para o seu amigo. Deu-lhe um beijo na bochecha e o deitou em sua cama.

— Faça aquilo que eu gosto Harry…

Angel disse com sua voz manhosa. Ela sabia que Harry não resistia a qualquer pedido seu. E como ela pediu, ele fez… A garota gostava de ser acariciada nas costas e no cabelo, e Harry, adorava acariciar seus cabelos longos e castanhos, adorava quando ela encostava a cabeça em seu colo e dormia com seus mimos. Ah… eles seriam um casal tão belo… mas Harry não gosta de magoar nenhuma garota, e muito menos alguém que seja sua melhor amiga, ou até mesmo sua própria namorada.

Harry seria tão estúpido em não terminar com Crystal. Crystal, sempre linda, loira, possui olhos azuis. O desejo da maioria dos homens de hoje em dia. Sim, Harry a amava com todo o seu coração, mas havia algo dentro dele que o fazia querer ficar mais próximo de Angel, ser um pouco mais que amigos.

Angeline felizmente, aprendeu a amar o seu querido menino que tirava fotos, aquele que todos os dias a acordava e sempre lhe dizia "Apenas mais uma Angeline.", e sim, ela já não aguentava mais escutar aquela tão famosa frase, mas seu coração batia mais forte sempre que ele pronunciava seu nome.

Harry tinha a total certeza que estava apaixonado. Por isso — quem sabe. — que se acanhou quando sua amiga o chamara para se deitar ao seu lado.

Ele a amava, ela também, o amor era recíproco, e nada impedia que os dois vivessem sua simples — ou não tão simples. — história de amor. Deviam deixar tudo isso fluir, seguir seu coração.

Mesmo que pareça uma história extremamente clichê, ela tem algo belo, como a maioria dos casais tem em comum.

O amor.

— Durma bem Harry. — sussurrou a menina, sentindo os dedos de Edward em seus fios de cabelo.

— Faço de suas palavras, as minhas. — abaixou-se o suficiente para beijar sua testa.

Ela sorriu e se acomodou ali. Harry esperou alguns minutos para sussurrar algo que tinha medo que sua amiga escutasse quando acordada.

— Eu amo você.

Suas mãos continuaram a acariciar os cabelos de sua amiga e ela sorriu. No fundo, ele sabia que havia um grande risco dela escutar suas palavras, mas ele não se importava.

Edward adorava quando dormia na casa de sua amiga, ou quando passavam horas e horas conversando, em sua opinião, isso era algo divino e espetacular.

Ele amava quando escutava o som de sua risada, ou quando suas bochechas ficavam rosadas quando alguém lhe colocava em uma situação envergonhadora. Adorava vê-la dormir, e observava cada canto de seu rosto para que no futuro, não se esquecesse dela.

Harry a aconchegou em seus braços e ali, ele fez uma carícia suave nas costas de Angeline. Ela adorava aquilo.

Ela o amava. Mas como dizem: “O essencial é invisível aos olhos.”

Quando Edward pronunciou essas três pequeninas palavras, Angeline pensou estar sonhando, mas ela não estava. Um sorrido pôs-se a surgir em seu rosto e ela não conseguiu se segurar, e encarou seu amigo com os olhos fechados.

— Harry? Já está dormindo? — ela remexeu seu amigo levemente. Ele negou. — Desculpe se te acordei.

— Há algo errado? — disse o garoto, com sua voz sonolenta.

— Não. Não há nada de errado. Apenas eu que sou uma ignorante.

O semblante de Harry pareceu surpreso, ele realmentr não estava entendendo onde sua amiga queria chegar. Ele estava extremamente sonolento e suas pálpebras estavam pesadas, se esforçando para que não se fechassem.

— O quê? Oras Angeline, está dizendo bobagens. Volte a dormir.

— Não, não vou dormir. — a garota disse com firmeza na voz. — Não vou dormir até que eu consiga dizer, até que eu te diga o que meu corpor e alma sentem por você. — suas delicadas mãos, foram até a bochecha do menino e a acariciou suavemente. — Eu amo você, Harry. Amo-te com todas as minhas forças. Amo-te com a minha alma. Eu amo você. 


Notas Finais


Caso queiram falar comigo, entre nesse link: https://mobile.twitter.com/mimihneeves


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...