História My poison - Capítulo 4


Escrita por: ~ e ~wilkisnosa

Postado
Categorias Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Daniel Sharman, Emily Rudd, Hayes Grier, Jack & Jack, Kaya Scodelario, Matthew Espinosa, Nash Grier, Shawn Mendes
Personagens Cameron Dallas, Emily Rudd, Nash Grier
Tags Colegial, Drama, Novela, Romance
Exibições 109
Palavras 2.563
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Eu volteeeeei!!! Gente, gente, gente... Eu desapareci, cruzes! Desculpa leitoras, alguém já deve ter até desistido... Mas olhem, eu me enrolei porque foquei no Enem, depois dele fiquei enrolada com a escola, ai deu block de criatividade horrenda, aí finalmente minha cabeça deu um tchum!!! E cá estou eu com mais um capítulo para vocês minhas gatas!!!

Desculpem pela demora amore mio!!!

Um aviso, agora essa fic está com mais uma nova escritora que é a Maaary, minha gata, que tem uma fic aqui no spirit chamada CATASTROPHE. Então, quando não for eu , jos, será a Mary, mas iremos avisar ok??

Enfim, só mais uma coisa: A foto do capítulo é a roupa que o Cameron vai usar em uma certa coisinha ai... u.u

Bom, vejo vocês nas notas finais gatas :)

Capítulo 4 - Remembering


Fanfic / Fanfiction My poison - Capítulo 4 - Remembering

Meus olhos intercalavam entre os três meninos à minha frente. Percebi as mordidas que os mesmos davam em sua boca segurando o riso, enquanto eu lutava contra minha ressaca. Fitei Matthew no outro sofá concentrado em seu jogo no celular, mas era óbvio que ele também sabia de algo que havia acontecido na festa e que no momento eu não lembrava. Então, levantei-me do sofá e caminhei até Espinosa e sentei do seu lado apoiando minha cabeça em seu ombro. Percebi nesse momento que ele não estava jogando e sim editando um video. Ao contrário de Cameron e Nash que não paravam de se insultar enquanto jogavam video game. Permaneci em silêncio por alguns minutos antes de querer perguntar algo.

- Não. - Disse Matthew olhando-me.

- Não, o quê? - Perguntei com o cenho franzido.

- Não vou te falar o que você fez na festa, na verdade eu não lembro muito bem. - Respondeu olhando para a tela de seu celular.

- Mas, eu nem perguntei! - O olhei.

- Mas, você iria. Porque se não, você não estaria aqui ao meu lado. - Fitei seus olhos e mordi os lábios. Odeio esse babaca.

- Ou talvez, eu realmente queira ficar ao seu lado. - Passei a minha mão por seu braço conchegando-me nele.

- Eu não sou idiota, Emilly. - Um sorriso surgiu em seu lábio fazendo-me bufar.

   Levantei do sofá minutos depois e fui à cozinha. Tomei meu segundo remédio no dia e aproveitei para ficar sentada um pouco na cadeira. Eu sempre detestei essa frustação de não conseguir se lembrar do que fiz. Apoiei minha cabeça nas mãos e fechei os olhos. Minutos depois ouvi passos se aproximando, porém me manti do mesmo modo.

- Alguém aqui parece não estar muito bem... - Reconheci a voz de Dallas e abri um pouco os olhos me sentindo meio sonolenta.

- Estou sem paciência. Não lembro do que eu fiz na festa. Odeio isso. - Resmunguei.

- Você vai se lembrar... Já deveria estar acostumada. É sempre assim esqueceu? - Disse se aproximando e depositando um beijo em minha cabeça.

- Vai ser uma tortura. Eu devo ter feito muita merda. - Falei rindo.

- Com certeza fez. - ele riu ao meu lado - Mas, estou curioso para saber com quem você ficou durante a festa. - falou pensativo. Ai merda...

- Provavelmente, foi vários. - falei.

- Esse é o problema... Eu não te vi ficando muito mal com um, que era o cara estava pintando as pessoas... Um tal de Sammy. - Franzi o cenho.

- Ok, isso está muito estranho... Preciso saber o que eu fiz. - Falei e levantei-me caminhando até a sala enquanto ouvia as risadas de Cameron atrás de mim.

- Nash - Chamei e o mesmo me olhou - Eu fiquei com você durante a festa? - perguntei e o mesmo coçou a cabeça.

- Não sei... Eu não lembro de ter ficado com você. - Respondeu pensativo.Olhei para Matthew que nos observava em silêncio.

- Eu preciso parar de beber. - murmurei e joguei-me ao lado de Nash o abrançando pela cintura.

- Eu já ouvi isso trilhões de vezes. - Disse botando a mão no queixo fingindo estar pensativo.

- Para - ri - Você não está colaborando.

- Coitada do meu, bebê. - Riu e me abraçou apertado. - Ei - Chamou-me e o olhei - Você vai lembrar... Você sempre lembra e quando isso acontecer, você vai pirar. - riu dando-me um selinho.

- Nosso primeiro selinho no di... - interrompi-me assim que percebi um corte no canto da boca dele e uma pequena mancha roxa abaixo da sobrancelha. - Nash, que corte é esse na sua boca? - perguntei.

- É... Não sei. Devo ter me machucado ontem na festa. - respondeu mordendo os lábios. Ele estava mentindo, eu sei. Toda vez que ele mente ele faz isso.

- Mentira. Não adianta enganar-me. - fechei a cara.

- Podemos falar sobre isso depois? - jogou a cabeça para tras.

- Não mesmo. Quero saber o que houve! - falei autoritária - Cam! - O chamei alto. Espero que não seja o que estou pensando. Levantei-me do sofá e fui até Cameron que desviou seu olhar do meu. Toquei o rosto dele procurando algo e abaixo da sua sobrancelha tinha um corte. - Podem explicando! - Cruzei os braços.

- Não precisamos contar, você vai se lembrar. - revirou os olhos.

- Então, vocês não vão me falar? - perguntei alternando meu olhar entre os dois.

- Não. - responderam.

  Olhei para Matthew que apenas nos observava.

- O que foi? - perguntou olhando para os lados - Eu não sei de nada! - levantou as mãos em rendição.

- Tem certeza? - Cerrei os olhos.

- Sei de nadinha. - respondeu balançando a cabeça.

- Ok... - respondi brava e sentei-me longe deles - Eu vou matar vocês quando eu descobrir. - falei os olhando.

- Enquanto você vai se lembrando, eu vou me arrumar para meu encontro. - Disse Dallas levantando-se e indo para o quarto.

- Espera... seu o quê?! - perguntei arregalando os olhos. Olhei para trás e o vi sumir pelo corredor. levantei-me do sofá e fui correndo até o mesmo. Subi as escadas e bati na porta do seu quarto. - Cameron!!

  Abri a porta e entrei no seu quarto o vendo na cama sentado rindo.

- Está rindo do que seu idiota? - aproximei-me dele - Como assim você vai em um encontro e não me fala?! - Joguei-me em cima dele.

- Garota, está pensando que sou o que? amortecedor de quedas? - riu agarrando minha cintura e dando-me vários beijos na buchecha.

- Por que não contou-me? - Perguntei jogando- me para o lado.

- Talvez, porque eu tenha combinado com a Ashley hoje... - explicou.

- Então, o negocio está ficando sério mesmo? - mordi os lábios.

- Não sei, estamos tentando para ver no que vai dar. - respondeu tranquilo - Mas, agora sem papo e ajuda-me a escolher a roupa . - Ele levantou-se e foi até seu quarda-roupa o abrindo.

- Vai ser uma coisa formal ou informal? - Andei até o seu lado.

- Informal... acho que vai ser melhor sabe.

- Concordo. Onde vai leva-la? - Mexi em algumas das suas camisas.

- Na verdade. É um pouco formal e informal... - Disse pensativo - Pensei em levá-la ao restaurante novo que abriu e depois irmos ao parque central.

- Hum... Então tenho a roupa certa. - Falei.- Vai tomando banho.

- Ta bom. - deu um beijo na minha bochecha e entrou no banheiro.

   Procurei pela roupa e minutos depois a encontrei e deixei em cima da cama. Separei um relógio e um dos seus perfumes que mais gosto.

- Emy! - gritou-me do banheiro.

- Fala! - respondi.

- Pega a toalha pra mim no armário, eu esqueci! - pediu-me.

- Ta bom. - respondi.

  Abri o armário pegando sua toalha branca e fui até o banheiro. Abri a porta e joguei em cima da pia.

- Hey! Estou pelado sua louca. - riu.

- Como se eu não soubesse que você tem um pênis entre as pernas.- respondi saindo do banheiro e fechando a porta.

   Fiquei sentada por alguns minutos na cama o esperando sair. A porta abriu-se e ele saiu com atoalha enrolada na cintura. Um cheiro de sabonete invadiu o quarto. Seus cabelos estavam molhados pingando em seu rosto e por seu ombro.

- Então, cadê a roupa senhorita? - perguntou andando na minha direção.

- Está aqui cego. - apontei para a cama.

- Uou. Ótima escolha. - sorriu.

  O mesmo tirou a toalha da cintura deixando a mostra sua cueca preta da calvin. Ele pegou a blusa branca e a vestiu. Em seguida pegou a calsa preta dando um sorriso de lado e vestiu a mesma.

- Vai ficar olhando mesmo eu trocar de roupa? - perguntou olhando-me.

- Vou. - respondi - Você faz a mesma coisa. - dei de ombros.

- Sua tarada obssessiva. - riu.

- Sou mesmo. - pisquei pra ele.

   Ele pegou a última peça de roupa que era um blaze preto simples e o vestiu.

- Escolhi um relógio para você. Está em cima da sua penteadera.- O avisei.

- Isso que é amiga. - disse andando até a mesma.

- E passa o perfume da calvin. - joguei-me na cama de costas.

- Até o perfume? - olhou para trás na minha direção - Estou do seu jeitinho né? - brincou.

- Certamente. Agora trás o pente que eu que vou arrumar seu cabelo. - levantei-me da cama em um pulo.

- Hum... Ta bom. - riu e sentou-se na cama.

- Abre um pouquinho as pernas. - pedi

- Isso soou muito estranho. - sorriu.

- Para de graça! - dei um tapa em seu ombro de leve.

  Fiquei entre suas pernas enquanto penteava seu cabelo deixando de lado em forma de topete como ele gosta. Brinquei um pouco com seu cabelo o enrolando um pouco.

- Emy... - murmurou - Anda logo...

- Calma querido. Quem mandou ter um cabelo ruim? - brinquei.

- Ofendeu-me . - fez beicinho. Dei um beijo na sua bochecha e terminei de arrumar seu precioso cabelo.

- Pronto. Está um gato. - falei mordendo os lábios e o analisando.

Ele foi até o espelho e sorriu ao se ver.

- Você fez um bom trabalho.- Olhou-me - Vem cá. - chamou-me fazendo sinal com a mão.

  Caminhei até ele ficando ao seu lado refletindo nós dois no espelho. Ele foi para trás de mim e passou suas mãos pela minha cintura abraçando-me.

- Obrigada. Você é maravilhosa - beijou minha bochecha.

- Você também - virei minha cabeça para olha-lo e sorri. - Deve estar na hora de você ir.

- Ok, mas espera um pouco. - Falou. Ele pegou seu celular na cama e voltou - Quero tirar uma foto nossa.

- Ta bom. - sorri. Ele voltou a abraçar-me e beijou minha bochecha. Fechei os olhos e ouvimos o barulho da câmera.

- Pronto. Vamos? - perguntou.

- Vamos.

  Saimos do quarto e descemos as escadas encontrando Matthew e Nash assistindo um filme que parecia de terror. O mesmo olhou para tras assim que percebeu nossa presença.

- Esse é o meu garoto. - Disse Nash.

- Boa sorte, Cam - desejou Matt sorrindo.

- Obrigada. Bom... Hum. Emy, quero que você fique aqui até eu voltar, tudo bem para você? - perguntou.

- Sem problemas. - respondi.

- Matthew vai ficar aqui com você para que não fique sozinha. Terei que ir embora. - Disse Nash.

- Por mim está ótimo. Não vai te encomodar Matt? - perguntei o olhando.

- De maneira alguma. - Respondeu.

- Então, está tudo certo. Qualquer coisa você me liga - Disse cam - Até mais tarde. - ele beijou minha bochecha e acenou para os garotos saindo em seguida.


 Sentei-me no sofá e agarrei uma almofada. Estavamos os três assistindo o filme que era realmente de terror. Fiquei um tempo destraida pensando. E lembrei-me da festa. Comecei a pensar nela e de como estava agitada. Lembrei de estar dançando e das mãos envolvendo minha cintura. Lembro-me de encarar Matthew e de nosso beijo antes de sermos interrompidos por conta de uma briga. Puta que pariu!! Merda... Merda! Eu beijei Matthew! Olhei para o garoto no outro sofá sentando. Não acredito... Ok. Voltei a pensar forçando minhas lembranças... Alguns Flashbacks dos garotos brigando vieram a minha mente fazendo com que um arrepio tomasse conta do meu corpo. Lembrei-me da briga com Sofie, de Matt separando-me. Dos meninos desculpando-se comigo... E de eu ter ido atrás de Matt até o quarto e ficado novamente com ele e do quanto ele foi fofo. Estou chocada.

- Emy, você está bem? - perguntou Nash.

- Oi? Ham... Estou sim. Por que? - perguntei o olhando.

- Sei la, você estava fazendo uma cara estranha. - franziu o cenho.

- Não é nada demais. Mas, é que... O filme, sei lá. Meio estranho. - desconversei - Vou beber água - Levantei-me rápido - Querem alguma coisa? - Perguntei e negaram. Perdi meu olhar um pouco no Matt.

- Emy! Acorda pra vida! - Disse Nash rindo.

- Ah, to indo! - sai meio desajeitada da sala e adentrei a cozinha. "Miséricordia, eu sou doida." pensei e comecei a rir.

  Bebi um copo de àgua e me apoiei na pia. Algumas lembranças vieram a minha mente. Lembrei-me de ter visto Cameron ficando... Não acredito! Agora sim, puta que pariu! Ele ficou com sthefany! A mãe do Cam vai matá-lo. O resto das lembranças estavam vagas como de nós três vindo embora a pé bêbados pela rua. Do Nash dizendo que ficaria com a mãe do cam e depois disso só lembro de termos ido dormi. Eu sei lhe de dar com isso... Respirei fundo e coloquei o copo dentro da pia.

- Esta tudo bem com você? - Olhei para frente e fitei Matt entrando na cozinha.

- Sim... Eu apenas... Estava lembrando-me do que houve na festa. - falei sentindo minhas bochechas corarem.

  Ele aproximou-se encostando-se na mesa de frente pra mim.

- Então, lembrou-se de tudo? - riu.

- Sim... ao menos as partes mais importantes. - Sorri.

- E como está se sentindo? - perguntou.

- Não sei exatamente. Quase engasguei com minhas próprias lembranças - rimos - E lembro do nosso beijo. - comentei e o mesmo deu um sorriso de lado. - Por que não contou-me? - questionei.

- Eu queria que você mesma descobrisse. - Disse olhando-me diretamente nos olhos.

- Mas, por que? - questionei novamente.

- Para saber se teve algum valor. - respondeu sincero deixando-me sem fala por alguns segundos.

- Não precisava eu me lembrar para que você soubesse que teve algum valor. Eu não te beijei somente por beijar. Eu beijei por que eu realmente quis. - confessei o fazendo sorrir e retribui.

 Ficamos em silêncio por alguns minutos.

- É melhor voltarmos para a sala -pronunciou-se.

 Assenti e voltamos nos sentados no mesmo lugar. Percebi Nash dando um sorrisinho e voltando a prestar a atenção no filme.

  Eu levava um susto de vez em quando e ria de mim mesma. Estiquei meus pés no sofá e agarrei a almofada.

- Bom, está na minh hora. - Disse Nash - Preciso ir Emy. - O olhei dengosa. Ele veio em minha direção e beijou minha testa. - Te vejo amanhã ou mais tarde.

- Se cuida lindo. - sorri.

- Pode deixar. Matt cuida dela. - Ele acenou e saiu deixando-me apenas com Matt.

 Fiquei meio inquieta olhando-o de vez em quando.

- Você se importa de ficarmos assistindo filme o resto do dia? - perguntei a ele.

- Claro que não. - Deu um sorriso.

 Levantei fechando as cortinas blackout deixando a sala escura e voltei para o sofá. Fiquei meia hora me remechendo no sofá, olhando Matt, sacudindo os pés e bufando. Levantei-me com pressa com a almofada nas mãos e parei na frente dele  chamando sua atenção.

- Você se importa? - apontei para seu lado no sofá.

- Nem um pouco - sorriu - Fica a vontade.

 Dentei-me em sua frente ficando de costas para ele com a almofada entre as pernas.

- Obrigada. - sussurrei.

- Não precisa agradecer. - sussurrou de volta.

 Ficamos assim durante o filme. Senti a mão dele tocar minha cintura um pouco incerto se devia ou não. Então, toquei suas mãos e a fiz contornar minha cintura aproximando mais nossos corpos. Sua respiração tocou a curvatura de meu pescoço dando-me uma boa sensação e foi assim durante o filme inteiro.

  Sinceramente, não sei dizer o que está havendo. Ele é um fofo. Não quero criar esperanças de algo, mas eu não consigo mais resistir. Espero que no final isso não vire uma bagunça.


Notas Finais


Ooie de novo :)
Então, espero que tenham gostado meninas e espero ter recompensado. Não vou demorar tanto dessa vez viu gatas :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...