História My possessive criminal - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Kylie Jenner
Tags Drogas, Família, Morte, Romance, Sexo, Violencia
Exibições 322
Palavras 1.082
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Luta, Policial, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


olá desculpem o cap BEM BOSTA MESMO é que a minha criatividade tá um puta de um lixo mas vou tentar melhorar

Capítulo 13 - One moment please


KYLIE JENNER POV

 

Esse mês  tem sido meio sufocante,afinal um bebê estava na minha casa,e não só o bebê mas como o Justin e os meninos. Desde aquele dia eles não saem mais daqui de casa,e isso está me deixando louca. Uma casa cheia de meninas,meninos e duas crianças é de mais pra mim,mas tenho me controlado e tento ignorar a existência deles porque se não eu perco a cabeça de uma vez por todas.

Minha relação com o Justin só está melhorando cada vez mais,sinto que ele está mais carinhoso e mais atento comigo;com os "nosso filhos",sempre que ele tem um tempo nós saimos para algum parque,as vezes só ao cinema com o Kenny e é claro também tem os jantares romaticos que ele vem fazendo.

Eu e as meninas temos arrumados um tempinho para mexermos com o tráfico. Sempre que eu tenho um tempo só pra mim levo elas para o galpão e resolvemos nossos problemas que não tem sido poucos. A boate que temos em Las Vegas foi invadida,uma carga minha de rainha branca foi levada e entre outras coisas....Já sei até quem está fazendo isso e não esperava menos já que as coisas estavam meio quietas Joe Jonas nunca consegue ficar muito tempo se escondendo e isso só o prejudica.

Justin tem tentado me impedir de mexer com o tráfico pelo fato de querer que eu seja apenas mãe das crianças e mulher dele,o que gera muitas brigas entre nós,mas normalmente sempre que brigamos eu pego o carro e vou para o galpão então nem da muito tempo para que a gente brigue mais. Odeio que o homem se ache melhor,que é o caso do Justin querendo provar que ele pode governar o tráfico e eu por ser mulher não,isso me irrita profundamente  mas todas as noites eu me vejo sorrindo por pensar  " UAU você cuida da sua familìa,da atenção ao seu homem,brica com seus filhos,é dona da porra toda do tráfico de Atlanta e ainda consegue uma boa noite de sexo. VOCÊ É FODA".

Hoje era "meu dia de folga" aqui em casa mas eu estou sempre arrumando algo para fazer. Não consigo ficar parada em um lugar só pensando em coisas que eu poderia fazer.  Sou despertada dos meus pensamentos por um chorinho de leve começa no canto da sala onde estava Justin 

-Kylie faz essa criança parar com esse barulho

-Justin ele só deve estar com fome

-tanto faz,só faz ele parar- reviro meus olhos e pego Liam do colo de Justin e o mesmo para de chorar no mesmo instante - Viu ele gosta de você

-ou deve ser porque eu tenho peitos e a cabeça dele esta bem em cima deles e isso deve ser bom!

-É. Também pode ser. Se eu fosse ele estaria adorando estar ai -Balancei um pouco Liam em meus braços e logo vi o mesmo começar a fechar seus pequenos olhos azuis entrando em um sono profundo.

-ele gosta mais de você sabia?

-ele deveria gostar do pai dele não de mim

-você é a mãe dele Kylie

-não eu não sou

-já conversamos sobre isso

-só estou dizendo a verdade Justin. A mãe dele se chama Kimberly que infelizmente está morta;eu?eu sou apenas a pessoa que vem cuidando dele como uma madrasta 

-CHEGA DESSA MERDA KYLIE

-chega com o que Justin?

-Você diz que não é a mãe dele mas só você não percebe que cuida dele como se ele fosse seu filho

-eu prometi pra Kim

-NÃO INTERESSA. Você é a mãe dele e se for necessário nos vamos no cartório nos casar agora para você ganhar o meu sobrenome e as crianças também . Coloco que você é a mãe dele e acabou

-ai amor você é um retardado

-um retardado que te ama- dou um selinho nos seus lábios macios e levo Liam para seu quarto onde o deixo para dormir um pouco. Observo seu rostinho tão sereno que me faz esquecer de tudo por pelo menos uns 10 segundo.

-Mamãeeeeeeeeeee- escuto Kenny gritar e logo desço correndo

-oque aconteceu? ta tudo bem?

-xim mamãe eu só to tum fome

-puta que pariu eu achei que você tava machucado ou algo do tipo

-Kylie olha a boca

-vai a merda Justin- peguei uma fatia de bolo que Dani tinha preparado e coloquei em um pratinho junto com algumas bolachas recheadas,peguei um suco de laranja e coloquei junto com o prato na bancada para o Kenny comer. Justin o levanta e coloca o mesmo sentado que já começa a comer

Esperei um pouco e depois subi para o meu quarto. Tenho que tentar relaxar um pouco o máximo que eu puder porque a proxima semana vai ser difícil eu  fazer algo assim já que vamos atrás de Jonas. 


           Entro no banheiro e começo a  encher a banheira,jogo algumas essencias na mesma e espero que fique totalmente cheia.  Assim que percebo que a agua já está na altura que eu queria,retiro minhas roupas e coloco somente uma perna minha na água,sinto um arrepio por estar som frio e uma parte de meu corpo estar em contato com algo quente e logo entro por completo,prendo a respiração e afundo minha cabeça na agua.

Aquele momento foi único,só eu e o nada,sem nenhum barulho,sem nenhum encomodo,nada para me preocupar. Meus pulmões pediam por ar mas eu não queria que aquele momento acabasse,não queria ter que voltar a realidade,só queria poder ficar aqui sentindo meu cabelo balançar,meu corpo flutuar mas acho que isso é pedir de mais não é?. Pois sinto mãos um pouco maiores que as minhas me puxando para cima, o que me faz tossir um pouco pela falta de ar, Justin me olhava preocupado mas também meio reprovador pelo que acabo de fazer mas ligo.

- QUE PORRA VOCÊ TAVA FAZENDO?

-E...eu só. Não sei!

-COMO ASSIM NÃO SABE,VOCÊ TAVA QUERENDO SE MATAR? VOCÊ IA MESMO ME ABANDONAR? IA DEIXAR O KENNY SEM UMA MÃE? VOCÊ IA MESMO FAZER ISSO?

-E.......Eu não.... eu não. Só queria um tempo sozinha,quieta,sem me preocupar,sem ter que brigar.... EU PRECISO DE TEMPO PRA MIM,mas é impossível com um bebê recem-nasido,com uma casa cheia de pessoas.... SÓ... NÃO DÁ!!!!!

-não interessa o motivo,você.... você não pode me deixar!. Eu não posso te perder. Não outra vez- Justin começa a bagunçar seu cabelo mostrando seu nervosismo. Me levanto da banheira e o puxo para um abraço mesmo eu estando completamente nua e molhada eu não liguei,ele precisava de mim. 

-Me desculpa

 


Notas Finais


comentem o que acharam?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...