História My Precious Daddy! - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jin, Personagens Originais, Rap Monster, Suga
Tags Colegial, Drama, Namjin, Romance, Shotacon, Yaoi, Yoonmin
Exibições 90
Palavras 1.116
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Yoo voltei, como vocês estão?
Espero que bem.. chorando baldes por não poder ir no show do BTS T-T, mas fazer o que.
Fiquem com o cap.

Capítulo 4 - Chapter 4


Fanfic / Fanfiction My Precious Daddy! - Capítulo 4 - Chapter 4

Kim Namjoon

Chego em casa estressado, meu dia tinha sido uma merda e além de tudo meu pai havia me ligado falando que não podia sair pois tinha coisas importantes para me contar, só espero que ele não tenha atrapalhado minha tarde apenas para falar que vai viajar, pois isso ja virou rotina, eles viajam por um ou dois meses, coisa que eu já nem me importo mais afinal fazem isso desde que sou criança, então meio que ja acostumei, mas ainda me lembro o quanto era ruim ter que ficar com as empregadas.

                                                             ~~~&&&& ~~~

Havia sido deixado na escolinha do meu pela minha mãe e agora me encontrava brincando com um menino de carrinho, odiava ter que ficar longe da minha mãe, pois quase não a via e sempre que estava em casa eu tinha que vir para a escolinha e a gente nem aproveitava muito tempo juntos, mas hoje seria diferente pois minha mamãe e meu papai me prometeram que vão vir me buscar e depois nós três juntos iremos tomar sorvete perto da pracinha da escola, estava tão feliz que não percebi que o horário havia passado,  quando o sinal bateu peguei minha mochila com minha professora e sai correndo para o portão, mas a única pessoa que encontrei lá foi a dona helena, a empregada que cuidava de mim.

-Tia helena cade a mamãe e o papai eles prometeram que iriam me buscar hoje.-falo para ela assim que a entrego minha mochila.

-Oh pequeno seus pais tiveram que viajar de última hora e não puderam vir hoje.-ela responde me dando um sorriso carinhoso.

-M-m-mas  a mamãe prometeu que viria e até que me levaria para tomar sorvete.-digo entre soluços estava começando a sentir meu rosto ficar molhado por conta das lagrimas.

-Eu sei joonie mas eles tiveram um compromisso importante de última hora, se quiser eu tomo sorvete com você.-ela me diz calmamente e me olhando ainda carinhosamente..

-Por que a mamãe nunca tem tempo para mim?nem ela e nem o papai eu só queria ter eles juntos e comigo.-digo praticamente gritando e me ajoelhando no chão chorando, doia muito saber que meus pais não se importavam comigo e nem me queriam por perto.

-Fica assim pequeno, eles só são muito ocupado, tenho certeza que eles ficam com saudade de você assim como você tem deles.- ela diz me abraçando, quando a soltei pude ver que a mesma me olhava com pena.

                                                        ~~~&&&&~~~

Pena?a única coisa que eu mais odiava que as pessoas sentissem de mim.

Depois de um tempo percebi que meus pais simplesmente me ignoravam, deveriam até pensar que eu fui um erro pela maneira que me tratam hoje em dia.

Sorrio em escarnio por essas lembranças, como eu era imbecil para não dizer estupido e retardado, achava realmente que meus pais apenas eram ocupados demais com o trabalho, mas com minha irmã tudo sempre foi diferente afinal Min-Jin sempre foi a preferida dos meus pais, ela nunca me fez nada de mal, mas também nunca se aproximou muito, quem nos vê nem pensa que somos irmãos.

Suspiro cansado e subo as escadas, entro em meu quarto logo jogando a mochila em qualquer lugar, tiro minha roupa rapidamente logo entrando no chuveiro, tomo um banho frio para refrescar a cabeça, saio com uma toalha amarrada na cintura,balanço meus cabelos molhados indo até o guarda roupa, tiro de lá uma box preta, uma bermuda na cor marrom e uma camisa preta comprida, me visto e desço para a sala e para minha surpresa meus pais estavam sentados um do lado do outro enquanto minha irmã estava sentada no outro sofá com um olhar triste e a cara vermelha parecia ter chorado bastante.

-Olha quem resolveu dar o ar das graças?-meu pai diz com um tom irônico me fazendo revirar os olhos e me jogar na poltrona mais próxima.

-Hahaha engraçado, agora vai desembucha o porque de me querer aqui hoje?-falo rispido, estava sem paciências para enrolaçôes.

-Bom é por que achamos o candidato ideal para namorar sua irmã.- minha mãe diz toda alegre, posso ver minha irmã se contorcer em descontentamente o que a faz receber um olhar repreensivo do meu pai.

-Ta e o que eu tenho a ver com isso?- pergunto sem muita paciência.

-Bom primeiro porque temos um jantar na casa da familia dele hoje e mesmo a contragosto você tem que ir porque é da familia.- minha mãe se pronuncia e posso sentir nojo na voz dela.-Segundo porque você ira cuidar do filho mais novo deles por um mês enquanto nós iremos estar viajando.-minha mãe diz com uma tranquilidade que me fez engasgar.

-Como assim cuidar de um pirralho por um mês?-pergunto um pouco indignado.

-Você ira cuidar dele para que os pais dele e o irmão dele possam viajar conosco, e nem adianta discutir.-meu pai diz com a voz firme o que me faz revirar os olhos novamente e sair batendo o pé em direção ao meu quarto.

-Ta que seja.- comento enquanto subia os primeiros degraus.

-Esteja pronto as 18:00 para o jantar.- ouço o grito da minha mãe e bato a porta com raiva.

Isso era sério?meu pais que arranjam um marido para minha irmã e eu tenho que dar de baba? meu poupe velho, mas fazer sei que discutir não ira adiantar aproveito que estou irritado e vou dormir.

                                               $~~~][~~~$

Já estava arrumado para o tal jantar fiz questão de me vestir bem maloqueiro, pois tinha certeza que se era amigo do meu pai, o pai desse moleque deveria prezar aparencias e quando me ver não vai querer que eu cuide do filho dele nem fudendo o que me deixa aliviado, desci as escadas lentamente e com muita preguiça, ao chegar na sala apenas confirmo minhas ideias ao ver meus pais todos arrumados formalmente, ao me olharem apenas vejo minha mãe negar coma cabeça e meu pai bufar irritado e minha irmã que estranhamente soltou um risinho bem baixo, saimos de casa e fomos para o carro a viajem até a casa do cara até que foi rapida assim que descemos meu pai começou a falar com minha irmã sobre boas maneiras e tals e eu apenas revirava o olho e sorria em deboche, depois de tocar a campainha vejo um homem muito bem vestido nos cumprimentar e logo chamar seus filhos, fiz questão de entrar por último e quando entrei e olhei para ver quem era o tal pirralho que iria cuidar não pude acreditar no que vi, era o mesmo moleque que havia derrubado minha mesa na hora do almoço da escola, isso fez com que um arrepio tomasse meu corpo instantaneamente, principalmente porque o mesmo me olhava,,,,, com raiva.


Notas Finais


Então gente não irei conseguir postar o outro cap hoje mas eles ja esta pronto então prometo de dedinho que amanha de manha sai ok?
Espero que tenham gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...