História My psycho ( Imagine Kim Taehyung - BTS) - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Drama, Revelaçoes, Romance, Tragedia
Visualizações 26
Palavras 1.476
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Famí­lia, Festa, Hentai, Lemon, Mistério, Policial, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


B
O
A

L
E
I
T
U
R
A

Capítulo 4 - Um Vazio enorme que você deixou Omma


Fanfic / Fanfiction My psycho ( Imagine Kim Taehyung - BTS) - Capítulo 4 - Um Vazio enorme que você deixou Omma

Anteriormente ON

POV'S Taehyung on

- você cavou sua Propriá morte por conta de vadias como você eu perdi quem amava.- vejo a mesma da seu ultimo suspiro e o sangue se espalha  pela casa pego suas mãos corto suas unhas limpo sua mão com álcool e a coloco no saco limpo toda minha casa deixo ela no saco e vou ate a sala de segurança o vigia não estava apago todas as imagens da noite de hoje todas pego meu chip e jogo no lixo e volto para minha casa jogo o corpo dela pela uma areá que não tinha câmeras e pulo também a coloco no seu carro e a jogo em um mato perto da praça, e volto para casa queimo minhas roupas e o celular dela e vou dormir sonhando   com o momento da sua morte que foi totalmente prazeroso hahahah. 

POV'S  taehyung off

                                     anteriomente OFF

                      POV’S   S/M On

assim que cheguei na casa dele fui logo o beijando o clima estava ficando quente quando coloquei a mão na sua cintura ele segura meu pulso e balança a cabeça negativamente o que me deixou excitada, ela saiu de cima de me e subiu aproveitei para tirar algumas peças de Roupa quando vou tirar meu vestido preto sinto uma mão em meu ombro sorri ao ver que era ele si que ele estava de luxa preta de couro o  eu estranhei um pouco ele coloca seu rosto no meu ouvido o que me fez arrepiar e fala seguinte frase.

Taehyung: Pessoas como você não devia existir.- fico confusa e com o pouca de medo ate que sinto algo perfurar em minhas costas e uma dor insuportável surgi e outra perfuração no meu pescoço minha vista escurece na minha cabeça passou um filme da minha vida naquela hora eu só pensava na S/N o que vai ser dela sem mim ate que sinto ele se aproxima e fala algo que não deu para ouvir a única palavra que saiu da minha boca foi o nome da minha filha e apaguei completamente e meus olhos se fechou por completo.                        

                                  POV'S S/M OFF

 

                         POV'S  S/N ON

acordo com uma dor de cabeça horrível vou direto para o banheiro tomo um banho confortável visto um  vestido florido e rodado em baixo da borda do vestido passo  um pó  um e gloss  clarinho e desço, começo a gritar na casa toda para ver se minha omma respondia  mais nada como e sábado ela deve ter ido para loja pois em dia de hoje esta uma grande movimento ,então tomo um café super rápido e vou para sua loja quando vou andando no caminho da praça que ficava quase perto da loja da minha omma  tem uma grande movimentação de pessoas e policias mais não do bola e sigo para loja a só que estava fechada ate que sinto uma mão no meu ombro me viro de repente era uma das funcionarias que trabalha com minha omma os olhos dela estava vermelho parecia esta chorando então a pergunto o que aconteceu.

 

- por que esta chorando esta tudo bem  Sun hee.- pergunto me virando e passando minha mao em seu cabelo.

Sun hee: não senhorita a dona...-ela não consegui terminar a frase por conta do choro.

-  fique calma e me diga o que aconteceu com minha omma.- falo com o coracao na mao de tanta preocupação.

sun hee: e..ela morreu.- quando ela fala meu mundo desaba não estava acreditando só podia ser brincadeira.

- isso e brincadeira sun hee minha omma esta bem onde ela esta.- falo com os olhos marejados.

Sun hee: ali senhorita.- aponta para a praça e para o mato que continha ali vejo seu corpo sendo retirado do saco preto e logo mostrando seu rosto corro em direção ao local passo por cima de todos um policial tenta me impedi mais o outro me deixa passar a pego em  seu corpo e coloco sua cabeça em meus braços e o choro toma conta de me isso só podia ser um pesadelo em qual eu quero logo acorda isso não pode esta acontecendo comigo por que justo comigo senhor vendo seus olhos fechado e sem respirar sem dar um sinal de vida doía tanto era uma dor insuportável na qual parecia não acaba eu queria morrer naquele momento.

- Omma acorda não me deixa eu preciso de você não deus por que.- começo grita pessoas olha para me com um olhar de pena, nada importava naquele momento eu só queria que minha omma  se levantasse dali e me abraçasse pois eu estou sofrendo quem vai me ajudar quando esteve doente quem vai me ajudar a ir ao hospital  quando eu ter um filho quem vai me dar conselhos que só ela dava do jeito que ela dava ela não vai estar mais aqui para me orientar o quão o mundo e perigoso e que os homens não são confiáveis quem vai me amar que ela só do jeito que ela sabia me dar amor e a saudade que ela vai deixar o meu mundo não será o mesmo de antes se eu estivesse em casa ontem não tivesse ido em uma festa se eu soubesse que isso iria acontecer eu podia ter evitado eu culpo aos seus por ter tirado o bem mais precioso da minha vida.

policial: sinto muito mais precisamos fazer nosso trabalho.- fala com um semblante de pena .

- você não sabe o que estou sentindo me deixe ficar mais alguns minutos por favor.- ele não fala nada e  se retira.

   enquanto chorava ali vejo minha melhor amiga chegar toda descabelada o que me fez da um sorriso forçado ela me abraça e me tira do local onde estava o corpo da minha omma.

Hye Jin: amiga eu sinto muito eu não sei nem o que dizer.- falo chorando.

- hye jin o que vai ser de mim sei ela o que eu vou fazer da minha vida.- falo chorando ainda mais.

Hye Jin: tudo se tem um jeito eu vou ti ajudar a superar você e forte S/n você pode superar.-falo alisando meus cabelos.

     saio do seu abraço e olho mais uma vez para o corpo da minha que ali estava sem vida nao sei se vou superar mais acho que ela não quer me ver chorar limpo minhas lagrimas e vou ate o policial.

- então policial sabe me dize qual foi a causa da morte.- falo tentando segurar o choro mais estava sendo difícil.

policial: pelo que vemos foi assassinato só podemos afirmar depois da biópsia.- quando ele fala as lagrimas caiem dos meus olhos quem podia ser o infeliz que matou minha mãe eu o odeio mesmo sem saber quem ele e se um dia eu o vi eu o mato com minhas próprias mãos seu infeliz eu vou ti achar por que motivos a matou  por que a tirou ela de me por que justo ela tantas perguntas se passava pela minha cabeça que parecia explodir de tanta raiva e tristeza um vazio no meu Coração se fez presente ali no meu coração parecia não ter fim.

hye jin: S/n vamos para a delegacia prestar depoimento e depois cuida do funeral.- fala com a voz de choro.

- ok vamos.- pegamos um taxi e fomos para a delegacia chegando lá fizeram um monte perguntas perguntaram se minha mãe possuía inimigos e tudo mais onde nos estávamos na hora da morte e tudo mais, um filme de momentos com minha mãe passou na minha cabeça e meu Coração apertou ao saber que serão as ultimas memorias na minha cabeça e imagina que ela se foi para um mundo sem volta , mais ali e sua falta me faz querer acabar com minha vida.

Por que você se foi assim

Não deu pra entender

É tão difícil aceitar

Perder eu sei

Por que a vida

Tem que ser assim,

Porque?

Porque,dizer, tantos porques?

Só vai nos machucar, sofrer

Deus está junto a você

E vai te proteger, eu sei

Sei que agora

Já não há mais dor,para você

Tua semente está entre nós E vai crescer e será feliz

eu sei

Que Deus vai nos confortar

Por que você foi assim

Não deu pra entender

É tão difícil aceitar, perder, eu sei

por que a vida tem que ser assim porquê?

Um dia a gente vai se encontrar

Um dia todos nós

vamos nos encontrar.

por que essa saudade esta doendo mais do que eu imagino não vou consegui eu sei você se foi omma por que teve quer ser assim sabia que um dia ia chegar mais não desse jeito não agora pois eu estava despreparada essa saudade esse vazio essa dor me pegou de surpresa o que vai ser de me sem você eu sempre vou ti amar já mais vou ti esquecer minha rainha

continua 


Notas Finais


Espero que tenham gostado do capitulo de hoje, nao esqueça de favorita a fic e comentar pois isso ajuda muito obrigado por lerem tchau Unnies e Noonas


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...