História My Punk, My Princess - LS (Punk!Harry) - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ed Sheeran, One Direction
Personagens Ed Sheeran, Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Zayn Malik
Tags Baby!harry, Daddy!louis, Daddykink, Harry Styles, Harry!bottom, Larry Stylinson, Liam Payne, Louis Tomlinson, Louis!tops, Ned, Nerd Louis, Niall Horan, One Direction, Punk Harry, Zayn Malik, Ziam Mayne
Exibições 115
Palavras 1.557
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Escolar, Ficção, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Slash, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Transsexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 12 - I'll Make You Feel Like A Princess.- Part II


Os garotos estavam no carro e depois de uma longa briga de Zayn e Niall "decidindo" para onde eles iriam, o loiro conseguiu convencer o moreno de levá-los ao Nando's.

Harry se olhava pela câmera frontal do celular a cada cinco segundos porque ainda não havia caído a ficha de como ele havia mudado em menos de dez minutos. Maquiagens fazem milagres e um deles fora deixar Harry da forma que ele ama.

O cacheado uniu suas sobrancelhas ao ver o carro ser estacionado em frente a um parque e olhou para os amigos confuso.

— O nando''s não fica em outro lugar? — Ele perguntou desconfiado e os garotos negaram.

— Criaram barraquinhas do Nando's nesse parque. — Niall disse tentando segurar a risada.

ㅡ Sério isso? ㅡ Styles perguntou e Zayn confirmou. ㅡ Então vamos, né.ㅡ Ele deu de ombros, saindo do carro.

Pobre, Styles. Estava sendo lerdo mais uma vez não entendendo a situação.

Zayn arrancou com o carro e Harry arregalou os olhos vendo o carro ir sumindo aos poucos. Abandonado de novo, não, aquilo era o cúmulo.

O garoto não sabia se tentava correr, inutilmente, atrás do carro ou se ficava ali, esperando que Louis aparecesse porque era aquilo o que aconteceria.

Harry queria chorar porque estava com roupas femininas e não queria que Louis o visse daquela forma, ele não queria ser alvo de piadinhas e muito menos ser humilhado. Ele está com raiva de Niall e Zayn por terem o levado para lá.

— Harry? — A voz de Louis soou baixo e Harry sentiu seus músculos travarem e o seu mundo começar a desabar. — Por favor, não me deixe falando sozinho ou grite comigo. Quero apenas conversar com você, quero ente-...

— Não temos nada para conversar ou para você "entender" porque isso é algo que você nunca será capaz. — Harry se virou para o garoto de olhos azuis, o fazendo engolir a seco. — Se quer me humilhar em público e rir da minha cara por eu gostar de me transvestir, vai em frente. Mas não faça drama ou tente fingir que isso é algo normal porque não é! — Ele aumentou o tom de voz, mas Louis não ouvia nada do que ele falava.

Tomlinson estava fascinado com o que via. A coroa, a saia acentuado sua cintura, uma considerável parte da tatuagem da borboleta recém feita a mostra, seus lábios mais vermelhos que o normal por causa do batom, seus cílios maiores deixando seus olhos um pouco maiores e o verde destacado. Seu tom de pele bem mais enaltecido por conta da cor da maquiagem.

Ele só queria agarrar Harry ali mesmo.

— Pare de me olhar dessa forma! — Harry grunhiu sentindo seus olhos encherem de lágrimas.

Qual é a porra do problema dele de achar que tudo que vem de Louis é algo ruim?

— De que forma? — Louis franziu o cenho e Styles segurou as lágrimas. Não, ele não choraria novamente.— Por que acha que tudo que vem de mim será algo ruim? Por que não para um pouco de dizer que eu te humilharei e me escuta? Eu tenho as melhores das intenções com você, Harry. O que você quer para se sentar nesse banco e me deixar te dizer tudo o que penso e o que eu quero?

E mais uma vez o coração de Harry saiu em disparada e ele se viu sem escolhas. Não tinha saídas, o parque estava vazio e ele estava longe de sua zona de conforto que é a sua casa. Pobre, Harry, mal sabe ele que sua futura casa está bem a sua frente.

O cacheado se sentou no banco com cuidado já que o mesmo estava gelado e olhou para Louis esperando que ele começasse a falar, mas ele sabia que não aguentaria muito tempo ali.

Louis respirou fundo após se sentar ao lado de Harry e mordeu o lábio com força procurando as palavras certas para ser ditas. Ele ajeitou seu óculos e olhou para o garoto.

ㅡ Harry, em primeiro lugar, quero deixar claro outra vez que: Eu não te humilharei ou farei algo ruim com você, eu só. .. Eu só quero poder te entender, já que nós somos amigos, certo?

Amigos, amigos. Por favor, Tomlinson!

Harry apenas balançou a cabeça e entrelaçou os próprios dedos, criando uma distração para não ter que encarar as orbes azuis a sua frente.

ㅡ Eu não quero te machucar, eu só quero te ajudar e... ㅡ Ele fez uma pausa e respirou fundo. ㅡ E cuidar de você.

E Harry mais uma vez, se via sem acreditar no que ouvia. A única parte que ele realmente deu importância foi: "cuidar se você.

O silêncio tomava conta e a tensão dominou, os dois estavam sem ação.

Mas Styles não queria se deixar levar, ele sabe que não deve ceder.

ㅡCuidar de mim? Louis, você socou a porra da minha cara por causa do babaca do Nick e ainda diz que isso que eu sou é errado. Sério? ㅡ O cacheado proferiu as palavras com indignação e se levantou.

ㅡ Porra, você havia o xingado e eu estava apaixonado por ele, o que esperava? E eu ainda te odiava! Nós não tínhamos nem um vínculo de amizade e agora te conhecendo melhor e sabendo quem você é de verdade, todo o ódio foi embora! Eu não sei como, mas ele foi. Você tem algum tipo de efeito sobre mim e eu gosto disso. Passar essa madrugada observando cada detalhe seu e te ouvindo falar enquanto dorme é a coisa mais adorável que eu já ouvi e vi. E eu quero descobrir mais disso, eu quero te conhecer melhor. Eu... Eu quero poder te fazer sentir como uma princesa, Harry, porque é isso o que você é. E te vendo agora, eu não tenho dúvidas disso. ㅡ Louis disse rapidamente e sentia que a qualquer momento teria um infarto ali.

A boca de Styles estava entreaberta e seu coração faltava sair pela boca. Louis havia dito aquilo mesmo ou só era mais um sonho dele?

Harry já sonhou tantas vezes com Louis que agora não sabe se tudo isso é verdade ou mentira e que ele desaparecerá como fumaça no melhor momento.

Isso é tão louco. Louis tirou um enorme peso de suas costas dizendo tudo aquilo e Harry tentava absorver toda aquela informação.

ㅡ Você está fazendo de novo. ㅡ Tomlinson murmurou baixo enquanto tentava imaginar qual seria a reação dele.

A de hoje pela manhã não fora a melhor, sendo que o garoto não havia feito nada e Styles faltou socá-lo e chorar rios de lágrimas lá.

ㅡ Harry... ㅡ O garoto suspirou se aproximando dele. ㅡ Não me deixe falando sozinho ou chore. Eu não quero isso, eu quero vê-lo sorrir e reagir bem porque eu estou sendo verdadeiro com você.

E, finalmente, Harry fez algo.

Ele abraçou Louis com tanta força e permitiu deixar suas lágrimas caírem. Styles acreditou em tudo que o outro disse e porra existia algo melhor?

Na verdade, talvez, existisse e isso é o cheiro dos dois misturados.

Louis queria poder tocar seus lábios ao de Harry, mas talvez o cacheado reagiria mal e ele queria isso.

ㅡ Não chore, Harry. ㅡ Louis sussurrou limpando suas lágrimas, após o abraço ser partido. ㅡ Eu prefiro vê-lo sorrir.

Sim, Louis ama ver Harry sorrir. O sorriso de Harry tornou-se uma das coisas mais favoritas se Tomlinson a alguns dias atrás quando Liam o fez perceber que ele estava com pequenos sintomas de amor e que esses sintomas estavam bem longe de ser pelo Nick ou qualquer outro alguém.

ㅡ Você diz isso para o Nick também? ㅡ Harry sussurrou e Louis franziu o cenho.

 Tudo não havia sido resolvido?

Louis não entende o porquê de Harry perguntar isso após o abraço que tiveram. Como ele consegue ser tão... Bipolar?

E naquela altura do campeonato, Tomlinson já havia se esquecido do ser chamado "Nick Grimshaw" até porque ele estava na presença de uma devida princesa e mais nada no mundo estava importando para ele.

Ainda mais o Nick.

ㅡ O Nick não importa, Harry. O que realmente importa para mim é você. ㅡ Louis segurou em sua mão e o olhou nos olhos. ㅡ Apenas você. Eu e Nick não temos mais nada e nunca mais teremos, porque eu não o amo e estive longe disso.

Aquilo só podia ser brincadeira, Louis e Nick ontem estavam de agarrando e hoje já não tem nada? Porra, Louis trocou seus amigos por aquele babaca.

Mas, por outro lado, Styles se perguntava se aquilo era uma declaração se amor ou só... Qualquer coisa que veio na mente de Louis. Porque é surreal.

ㅡ Por que está dizendo essas coisas? ㅡ Harry perguntou e balançou a cabeça. ㅡ Louis, olhe para mim, eu sou uma aberra-...

Louis não aguentado mais aquela situação de ter que ouvir Harry desconfiando dele ou se diminuindo e o calou de uma forma que Harry poderia deferir um tapa em sua cara em resposta. Mas, ele não se importou e o beijou, o beijou com vontade passando tudo o que ele sentia naquele beijo e perceber Harry cedendo aquilo poderia responder tantas perguntas.

Com seus lábios pressionados ao do cacheado, ele pode perceber que ele tinha sentimentos piscando dentro de si e iluminando toda sua alma que manteve-se escura por tanto tempo.


Notas Finais


FINALMENTE, BEIJO LARRY. AMÉM IRMÃOS?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...