História My Purpose Are You - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Selena Gomez
Personagens Justin Bieber, Selena Gomez
Tags Mentira, Romance, Traição
Exibições 12
Palavras 1.233
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Adultério, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hellooooooo Guys!
Voltei
Mas um capítulo ai pra vocês, espero que gostem! Amo vocês

Capítulo 2 - Business Trip (or not)


Fanfic / Fanfiction My Purpose Are You - Capítulo 2 - Business Trip (or not)

Na manhã seguinte acordei com meu celular tocando, sem abri os olhos o peguei e atendi.

LIGAÇÃO ON

- Oi? - Falei com um voz de sono.

- Você já está pronta? - Era o Austin -

O que? - Falei sem entender. -

Vou lhe levar ao aeroporto, vou passar ai na sua casa daqui a pouco.

- Mas não era só às 14:00 hrs meu vôo?

- Que horas você pensa que é linda?

- Tirei meu celular da orelha e olhei as horas, já era 12:00, me assustei e me levantei me despindo, corredo para o banheiro.

- Espero que esteja prontinha quando eu chegar ai - Falou e desligou na minha cara, isso já está se tornando mania dele e eu odeio isso.

LIGAÇÃO OFF

Tomei um banho rápido, botei uma calça jeans, camiseta rosa, jaqueta preta e uma botinha. Deixei meu cabelo solto, fiz uma make simples e estava pronta bem na hora que a buzina lá fora tocou. Corri pra janela e gritei.

- SOBE PRA BUSCAR MINHA MALA LINDO - Sai do meu quarto correndo, quase cai nas escadas e quando eu ia abri a porta ela foi aberta com força bem na minha cara me fazendo cair no chão. Quando o Austin entrou e me viu jogada começou a rir.

- O que tá fazendo deitada ai amor? Já estamos atrasados e você ainda quer dormir? - Ele falou.

- Você abriu a porta e foi na minha cara idiota - Falei quase chorando - Já percebeu que só está me machucando esses dias? Ainda bem que vou passar uma semana longe de você. - Falei me levantando.

- Desculpa Sel, não sabia que estava atrás da porta. Doeu muito? - Perguntou preocupado.

- Não tá doendo tanto, foi só um susto - respondi.

-Ah, eu sei que você vai sentir minha falta, você me ama!

- Pode parar de se iludir, não sentirei tanta falta assim - Respondi em um tom de brincadeira ( Óbvio que iria morrer de saudades dele)

- Sei - Falou e riu - Vem aqui neném - disse me puxando para um abraço, o abracei e quando eu ia beijar em seu rosto ele virou e foi na boca. Nos assustamos no início, já fazia um tempo que não nos beijavamos, mas logo ele pediu espaço para sua língua e eu cedi, ele pegou minha cintura e apertou e eu o puxei pela nuca aprofundando o beijo. Nos separamos por falta de ar, abri os olhos e ele me fitou com aqueles olhos brilhantes, sorri pra ele que retribuiu com um lindo sorriso

- Vou buscar sua mala - Falou indo em direção as escadas, assenti indo para o carro.

 

Acordei com a aeromoça falando que íamos pousar, enfim tinha chego no Canadá. Austin havia me deixado no aeroporto e quando embarquei ele voltou para a gravadora. Saí so avião e quando eu ia pegar minha mala uma mão tocou no meu ombro, olhei para trás e vi uma mulher baixinha de olhos azuis muito linda. Era a cliente da gravadora com quem eu passaria uma semana.

- Oi querida tudo bem? - Ela falou com um sorriso enorme no rosto toda simpática.

- Oi Dona Mallete, estou bem sim e a senhora? - Respondi sorrindo também.

- Estou bem minha linda, mas não precisa me chamar de Dona Mallete e muito menos de senhora, meu nome é Pattie okay? - respondeu em um tom brincalhão.

- Tudo bem, Pattie então - falei. - Vim lhe buscar como havia prometido, vá buscar a mala dela por favor! - Ela falou para um dos seguranças que estavam com ela e que só agora o havia percebido.

 

Chegamos na casa da Pattie, fiquei olhando para todos os lados. Era uma casa grande, tinha um portão preto enorme na frente, Tinha um lindo jardim, piscina. Assim que entrei pude ver uma sala grande, com sofás no centro, uma televisão enorme. Tudo era sofisticado, mas com um toque delicado e simples o que a tornava ainda mais linda. Pattie fez um tour pela casa me mostrando cada cômodo, no final me levou até o quando de hóspedes onde eu iria ficar e como todos os cômodos era lindo. Como já estava anoitecendo Pattie sugeriu que eu tomasse um banho relaxante e depois descesse para comer. Já sabia onde era a sala de jantar então não precisaria de ajuda para achar.

Depois do banho, coloquei um short jeans, uma camiseta branca e uma sapatilha, já que Pattie havia falando que não precisava eu me vestir formalmente, deixei meu cabelo solto. Desci e e não havia ninguém na sala de jantar ainda, então me sentei para esperar.

Depois de alguns minutos esperando ouço gritos desesperados e me assusto um pouco, mas logo percebo que era apenas bagunça quando quatro meninos lindos aparecem rindo na sala de jantar. Pareciam estar em uma conversa bem descontraída e interessante, pois nem me notaram lá. Quando de repente um me encarou e então todos os outros começaram a me olhar também, quando iam falar algo a Pattie entrou. Para minha sorte por que já estava começando a ficar vermelha.

- Oi meninos, vocês vieram jantar? O Jus não está aqui - Pattie falou.

- Oi tia - todos falam juntos. Ri disso.

- O Drew nos chamou para vir jantar e não estar? - Um dos meninos falou - Filho da mãe.

- É, ele avisou que viriam e que não daria para chegar à tempo por que estava na aula de canto. - Pattie disse - Ah ia me esquecendo, essa é a Selena minha hóspede e Selena esses são Ryan, Chris, Chaz e Nolan, amigos do meu filho e meus sobrinhos do coração - Nos cumprimentamos e todos sentaram.

O jantar foi servido e todos começaram a conversar de várias coisas até a conversa se direcionar à mim.

- Então Selena, o que lhe trouxe até aqui? - Ryan pergunta. Todos riem da forma como ele falou, mas logo respondo.

- Eu trabalho em uma gravadora e dona Pattie.. - Pattie me lançou um olhar de reprovação e todos riem - Okay, a Pattie precisava de uns documentos só que não poderia ir até Los Angeles então tive que vir até o Canadá.

- Huum.. E que documentos são esses tia? - Dessa vez Christian se pronunciou.

- Mas vocês são muito curiosos né! São só alguns documentos que estavam faltando para finalmente o Justin poder ser empresáriado - disse sorrindo.

- Pattie, nunca ouvi seu filho cantar, mas ele é bastante comentado lá na gravadora. Não podia falar, mas tio Scooter falou que ele terá uma carreira brilhante. - Eu disse.

- Não é por que ele é meu filho, mas ele canta super bem e tenho certeza que irá se empenhar bastante nessa carreira dele - Pattie falou orgulhosa, dava até para ver os brilhos nos olhos dela falando do filho.

- E qual a idade dele? - Pergunto curiosa.

- Ele tem 18 e você minha linda, qual sua idade?

- Eu tenho 18 também - Digo e sorrio. Conversamos bastante, terminamos de jantar fomos para a sala assistir um pouco de televisão e depois os meninos foram embora, Pattie disse que tinha que dormir pois ia acordar cedo amanhã e eu fui para o meu quarto também para não ficar sozinha na sala.
 


Notas Finais


Espero que tenham gostado amores, comentem o que acaharam quero saber a opnião de vocês.
Até o próximo capítulo
Beijinhos da Tia Andria :D


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...