História My Refuge - Imagine Yoongi ( Hiatus ) - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Personagens Originais
Tags Fluffy, Imagine Yoongi, Romance
Exibições 131
Palavras 1.002
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Fluffy, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


HELLO SOOKINHOS

Novo cap, como prometido :*

Desculpem qualquer erro
Boa Leitura <3

Capítulo 19 - Notícia


(N/A: Usem o colete a prova de balas, eu estou avisando, vai vir tiro )

---Taehyung POV's ON:---

Depois do acidente de Ane, Yang parou de falar comigo justamente por causa daquela mentirosa, que se diz ser "mãe" de Ane, falar que eu sou um psicopata. De onde ela tirou que eu sou um psicopata? Yang deveria não ter escutado aquela mulher, que não sabe nem a hora da fome e vem falar de mim. Ela deve estar com problemas de cabeça, só pode.

Estou preocupado com a Yang, Yoongi me disse que ela passa o dia chorando, xingando ela mesma, se arranhando... Eu tenho que ver como ela esta, ela querendo me ver ou não, já me segurei demais para não ir na sua casa sem que ela mande mas dessa vez eu preciso.

Pego um casaco e saio de casa em direção a casa dela, ando em passos lentos e pensando no que eu poderia falar a ela, para que a mesma não me mandasse ir embora mas não arrumei nada para falar então vai ser no improviso.

Chego na porta da casa dela e toco a campainha, mas ninguém atende, toco de novo e, novamente, ninguém atende. Pego uma chave dentro do bolso do meu casaco, que é uma copia da chave da casa dela, e abri a porta. Olhei em volta a procura dela e naã a achei, fechei a porta e fui em direção as escadas, subindo na mesma. Ando pelo corredor e vejo a porta de seu quarto aberta, entro na mesma e não a vejo mas percebo que a porta do banheiro esta aberta então decido ver se ela esta lá. Quando abro a porta, me deparo com Yang dentro da banheira e ela estava se afundando cada vez mais na banheira. Me desesperei, não sabia o que fazer para ajuda-la, decido ir até a mesma e a tirar dali.

-YANG - grito me aproximando dela.

Percebo que ela tenta se levantar mas não consegue e, fica se debatendo dentro da banheira. Corro até ela e puxo seu braço para cima e observo seu rosto, ele estava quase roxo e seus braços estavam todos arranhados. A pego no colo e levo a mesma até a sua cama, a deixando deitada.

(N/A: Uma amiga minha fico falando que ela tava pelada. Ela esta com roupa gente, seus maliciosos. )

-Tae... Me.. Deixe - diz ela com dificuldade.

-Não, você precisa da minha ajuda.

Coloco a minha mão na testa dela e estava extremamente quente, desço na cozinha e pego um pano e um pouco de água. Volto ate ela e, coloco o pano na água e esfrego devagar na testa de Yang.

-Por que voce fez isso, Mi? - digo falando seu apelido, o qual eu mesmo inventei.

-Eu... Foi... Minha Culpa... Tae

-Não foi sua culpa, como nós iriamos adivinhar que um carro viria atropelar ela? Por favor, não se sinta culpada por uma coisa que você náo fez - digo a abraçando e deixando algumas lágrimas cairem.

-Me... Ajude... Tae

Ouça a porta sendo aberta e olho para a mesma, era o Yoongi.

-O que aconteceu? - diz ele se aproximando.

-Eu cheguei aqui e ela estava dentro da banheira, quase se afogando... - digo passando pano na testa de Yang, novamente.

-Você não tem noção do perigo, ne Yang - diz Yoongi se sentando ao meu lado - Você poderia ter morrido se não fosse o Tae...

-Obri... gada - diz ela e eu abro um sorriso grande.

-De nada, Mi - falo depositando um beijo em sua testa.

---Yoongi POV's ON:---

Ouço meu celular tocar e eu o pego mesmo, percebo que e um número desconhecido então poderia ser alguma notícia sobre Ane.

--LIGAÇÃO ON:--

Yoongi: Yoboseyo.

xxx: Yoboseyo Yoongi, e do hospital.

Yoongi: Ah sim, e como está a Ane?

xxx: Foi sobre ela que ligamos, ela acordou hoje de manhã e já esta se recuperando mais ...

Yoongi: Serio? Já estou indo ai.

xxx- Espera..

--LIGAÇAO OFF:--

Antes de falerem algo, já desliguei e guardei o celular em meu bolso.

-O que aconteceu, Yoongi? - diz Taehyung

-A Ane acordou. Fique aqui com Yang que eu vou ver como ela está - digo ja me levantando na cama

-Ok, fala pra ela que estou com saudades - diz Taehyung dando uma piscadela.

Sai da casa de Yang apressado, peguei meu carro e fui para o hospital o mais rápido possível.

Depois de uns minutos, cheguei no hospital. Eu havia quebrado leis no meio do caminho? Logico, mas não era o que me preocupava no momento. Fui até um balcão que tem bem no centro do hospital.

-Boa Tarde, preciso saber em que quarto esta internada a Ane Alves - falo me embolando nas palavras do nome de Ane, mas acho que a moça entendeu.

-Espere um momento - diz a simpatica moça, pesquisando algo em seu computador - Ela esta no quarto 243, moço.

-Obrigado.

Corro até o elevador e entro nele, apertando todos botões possiveis de tanta pressa que eu estava. Andei por todos corredores do hospital até finalmente encontrar o quarto 243, parei um pouco na porta pois já estava ofegante de tanto correr os corredores a procura desse quarto.

Abri a porta desesperadamente e a vi, sentada e olhando a tela de seu celular, de um jeito curioso. Me perguntei o que ela estava vendo...

-ANE, MINHA PEQUENA - gritei indo em direção a ela e a abraçei, me senti tão seguro - Senti tanta sua falta, pequena, você não sabe o quanto...

Ela não retribui o abraço, o que me deixa intrigado. Solto ela e a observo, parecia tão pensativa e curiosa, como se não me reconhecesse. Começo a fita-la por um bom tempo, com lágimas nos olhos e um sorriso bobo em meus lábios, mas a mesma começa a ficar corada, então decido para de olha-la.

-O que foi, pequena? - digo curioso a ela, que me olha sem expressão.

-Me desculpe mas, quem é você?


Notas Finais


OLHA O TIROO
O que sera que vai acontecer?

Ate o proximo cap sookinhos
Beijus da Tia Sook :*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...