História My rude brother (Imagine Jay Park) - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jay Park
Tags Imagine, Jay Park
Visualizações 307
Palavras 596
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 16 - Quero do jeito errado e proibido


Fanfic / Fanfiction My rude brother (Imagine Jay Park) - Capítulo 16 - Quero do jeito errado e proibido

- Como pode mentir pra mim? Sabe como fiquei preocupada seu idiota? - grito enraivecida - eu te odeio, como pude acreditar em você? Você não presta Jaebeom! - chorando desesperadamente saio do quarto em passos largos. Cara de pau, ele só pensa em si mesmo, não tinha necessidade de me enganar assim. Me apoio no bebedouro, olho para todos os lados e bem na minha frente, Dara, me encarando. Engulo seco, olhando para baixo.

- Você está doente? - sinto um arrepio percorrer a espinha ao senti-la tão perto, definitivamente atrás de mim, com uma das mãos em meu ombro.

- Não, é Jay quem está - a vejo desviar o olhar, denunciando o quanto o nome antes citado lhe encomoda - e você, o que faz aqui?

Ela contorce os lábios, nervosa.

- Eu venho toda semana, minha mãe acha que preciso de um psicólogo!

- Por que? Você sofre algum trauma ou... - me interrompe.

- Não, é só... Porque... - a mesma coça a nunca, apreensiva - minha mãe acha que tenho algum problema mental por gostar de garotas, ela diz que isso vai contra a natureza... - a morena fica cabisbaixa e lá no fundo sinto um aperto no coração.

- E porque não consegue me entender? Eu também não escolhi amar meu irmão - sorrio irônica - se pudesse, escolheria uma pessoa que me valorizasse, não escolheria aquele cretino, jamais!

- Me desculpe, eu fui rude com você, não sei o que deu em mim, acho que foi ciúmes, eu gosto de você S/n - a olho nos olhos, prendendo a respiração, ela está tão perto.

- O que está fazendo Dara? - uma voz feminina grita, a assustando - o doutor já lhe chamou três vezes!

- Mamãe... - fala baixinho, ela está com medo, muito medo - me desculpe.

- Garota lerda! - a velha segura o braço fino de Dara, me encarando com desprezo e a puxa dali.

Bufo em desgosto, como pode existir pessoas assim?! Voltando ao que me interessa, meu irmão... O que faço com ele? Posso tirar proveito e escraviza-lo, ou apenas trepar com ele... Faziam tantos dias que eu não o sentia dentro de mim, eu quero de novo e quero do jeito bom, do jeito errado e proibido. Dou meia volta e adentro o quarto em que Jay se encontra.

- Maninha... - o mesmo sorri forçado - me deixe explicar... - cruzo os braços e balanço a cabeça negativamente.

- Não quero explicações, eu quero... - me aproximo da cama e toco seu abdômen com as pontas das unhas - quero que me foda com força, na sua cama - um sorriso malicioso brota em seu rosto e ele agarra minha cintura - não aqui, na sua cama...

- Vamos então, eu já ganhei alta - Jay deixa ali todas as suas coisas, menos o celular e corremos para a rua, ali ele chama um táxi e em um piscar de olhos chegamos em casa.

- Calma - digo em meio a gargalhadas.

Meu irmão me prensa na parede e nos perdemos em um beijo intenso e provocante. Por instinto abaixo as mãos, me desfazendo de minha blusa.

- Na minha cama, maninha - o moreno diz, ofegante - quero ver você arranhando a cabeceira da cama, enquanto geme bem gostoso pro seu maninho.

Jaebeom me ergue pelo quadril, me fazendo rodear o seu com minhas pernas e em passos cegos caminhamos até seu quarto, ah o seu quarto, a sua cama, o seu corpo, eu quero tudo, nem que seja por momento, mas eu quero, o quero só para mim. 


Notas Finais


Olá meus babys a unnie está meio ocupada ultimamente, mais tá aí o capítulo espero que gostem. Amo vcs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...