História My salvation - Capítulo 32


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction, Zayn Malik
Visualizações 33
Palavras 879
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 32 - My Love, back!


Harry

Sem dúvida o caminho da sala e espera até o quarto da Jennifer nunca foi tão longo ao decorrer desse último mês. Meus passos eram calmos e curtos. Girei a maçaneta e entrei evitando olhar para o corpo adormecido de Jennifer naquela cama. Me aproximei com a cabeça baixa até encostar em sua maca. Puxei uma cadeira e me aproximei ainda mais de seu corpo, que não estava tão quente como eu estava acostumado. Peguei sua mão e apertei, desejando que ela a apertasse de volta.

- Eu não sei muito o que dizer, na verdade, eu nunca sei - ri involuntariamente imaginando como ela ficaria com muita raiva se eu falasse isso - Vou cantar e espero que você goste porque foi o jeito que eu queria que você entendesse o que você é pra mim...mas nem tudo foi como planejado.

Isso é tudo o que eu não disse.

Espere, não me diga
O céu é um lugar na terra
Eu gostaria de poder voltar todos os tempos
Que não mostrei o que você realmente vale
(O que você realmente vale)

Comecei um pouco relutante e travado. Já cantei antes mas á capela era mais difícil.

O jeito que você me realizou
Eu gostaria de por você em primeiro
Eu estava errado, eu admito
Entorpecido pelo seu beijo
Enquanto você estava escorregando por entre os meus dedos

No início era isso que eu sentia: um vício enorme pelo beijo dela.

Tomando cada fôlego
Com todos os erros que eu fiz
De todas as cartas que tenho guardadas
Isso é tudo que eu não disse
Eu desejo poder ter feito você ficar
E eu sou o único culpado
Eu sei que é um pouco tarde demais
Isso é tudo que eu não disse

Lágrimas solitárias já rolavam pelo meu rosto, mas eu não queria parar...eu não podia parar.

Me acorde agora
E me diga que tudo isso é um sonho ruim
Todas as músicas que escrevi
Todos os erros que eu esperava ter apagado de sua mente
Segurando um coração quebrado e vazio
Flores que eu deveria ter comprado
E todas as horas que perdi
Gostaria de poder trazê-la de volta para o começo

Minha voz começará a falhar mas me esforcei para poder terminar a música.

Tomando cada fôlego
Com todos os erros que eu fiz
De todas as cartas que tenho guardadas
Isso é tudo que eu não disse
Eu desejo poder ter feito você ficar
E eu sou o único culpado
Eu sei que é um pouco tarde demais
Isso é tudo que eu não disse

Eu espero se você saiba
Por você eu faria um sacrifício
Para fazer isso certo

Estava disposto a cumprir essas palavras pois ela valia a pena e eu faria um sacrifício.

Algum dia, eu tenho certeza
Vamos passar um pelo outro
Até essa altura

Tomando cada fôlego
Com todos os erros que eu fiz
De todas as cartas que tenho guardadas
Isso é tudo que eu não disse
Eu desejo poder ter feito você ficar
E eu sou o único culpado
Eu sei que é um pouco tarde de mais
Isso é tudo que eu não disse

Isso é tudo que eu não disse

Sem que eu notasse, as lágrimas já rolavam descontroladamente e eu não soltava a mão dela.

Minha garota...!

- Só queria que você soubesse que minha intenção nunca foi te machucar e eu daria tudo...tudo para ver esses seus olhos brilhantes outra vez - deixei que os soluços dominassem minha voz e me levantei. Dei um beijo em sua mão e passei minha mão por seus cabelos - Você vai ser sempre a minha garota!

Soltei sua mão e caminhei lentamente até a porta tentando controlar meu choro.

Eu parecia uma criança.

Quando virei a maçaneta algo me fez voltar...uma voz...

- Pode ver meus olhos agora - sua voz rouca quase inexistente me fez parar exatamente onde eu estava.

Ela voltou!

Me virei e vi que ela encarava o teto. Parecia mesmo muito fraca.

Corri até ela e a abracei forte agradecendo a Deus e a todos os Santos por permtir que a minha garota voltasse.

- Eu vou chamar o médico e...- não consegui terminar a frase pois ver aqueles olhos brilhantes tirava toda a minha concentração e eu só queria beijar cada parte de seu rosto.

Minha garota voltou!

Apertei o botão vermelho ao lado da cama, que chamava enfermeiras e médicos.

- Muito obrigada por ter ficado - agradeci a abraçando ainda mais. Se é que isso era possível.

Os enfermeiros e o médico entraram no quarto apressadamente e se surpreenderam ao vê-la acordada.

Sem que eu pudesse comemorar fui enxotado do quarto, mas nada tirava o sorriso do meus rosto.

Corri até a sala de espera e vi todos me olharem com esperança.

- Minha irmã? - Alice perguntou.

- E-ela..- era difícil pra mim dizer. Minha ficha não havia caído ainda. Louis chegou ao meu lado e apertou meu ombro - Ela acordou - olhei pra ele e pude ver um sorriso que não via há várias semanas naquele rosto.

Um sorriso sincero!

Todos se abraçaram e começaram a agradecer pela dádiva que nos foi concebida.

Jennifer voltou para nós!

E nenhum de nós poderia estar mais feliz.


Notas Finais


Eba ela voltou

Música do capítulo
- Everything I didn't say - 5 seconds of summer


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...