História My secret Dancer - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Hoseok, Jikook, Minjae, Namjin, Sope, Sugahope, Taehyung, Yoongi, Yoonseok
Exibições 84
Palavras 2.005
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Hentai, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Volteeeeiiii!!!! Espero que gostem! Kissus da Nana! <3

Capítulo 5 - Enxaqueca


Fanfic / Fanfiction My secret Dancer - Capítulo 5 - Enxaqueca

You can't keep your hands off me

Touch me right, yeah, rub my body

I cant' keep my hands off you

Your body is my party

 

(Você não pode tirar as suas mãos de mim

Toque-me certo, sim, esfregue meu corpo

Eu não consigo manter as mãos longe de você

Seu corpo é minha festa)

Ciara - Body Party

 

 

Hoseok andava até a casa de Yoongi com sua mochila nas costas. Respirava tranquilamente, não se sentia mais intimidado por Yoongi, pelo menos não quando estão dançando.

Hoseok sentia nas alturas quando estava dançando com Yoongi, era como um sonho se realizando. E ver que Yoongi estava realmente cooperando o incentivava.

- Boa tarde. Disse para o porteiro que lhe deu um sorriso abrindo o portão para Hoseok.

- Yoongi não esta, mas já vai chegar. Disse Senhor Chae e  Hoseok apenas assentiu entrando.

- Eu espero. Kamsa Hamnida. Reverenciou-se e andou até a porta de madeira a abrindo. – Boa tarde Solji. Disse para Senhora Min que leia tranquilamente uma revista.

- Boa tarde Seok... Disse ainda olhando a revista. – Yoongi já vai chegar, ele saiu sem me avisar... Pabo. Murmurou mas Hoseok escutou segurando a risada.

- Tudo bem, eu espero. Sorriu para a mulher que ainda não o olhara.

Olhou ao redor observado cada detalhe da enorme casa. Suspirou desejando futuramente conseguir construir algo parecido para sua mãe e irmã. Hoseok era ambicioso e o mesmo sabia disso. Se ele queria, ele conseguia. Era simples até ele conhecer Yoongi.

Bufou e andou lentamente pela sala observando os quadros ali presentes.

- Johannes Vermeer... Sussurrou dedilhando sua pintura favorita. Hoseok sempre se identificou com essa pintura, o brinco para se é como a dança. Era com ela que ele se destacava na multidão.

Hoseok tinha um objetivo em toda sua vida.

Reconhecimento.

Era sua única opção, reconhecimento traz fama e junto vem o dinheiro. Esse que o mesmo usaria para ter a estabilidade de sua mãe.

 

 

Depois de minutos olhando a pintura ouviu o barulho da porta, se virou vendo Yoongi entrando as tropeços ao lado de uma ruiva. Hoseok engoliu a seco assim que seus olhos cruzaram com os da ruiva que sorriu debochada cutucando Yoongi.

- O que foi? Disse ranzinza olhando para onde a ruiva apontava com um sorriso idiota no rosto. – Hoseok! Gritou indo até o avermelhado o puxando pelo pulso. – Venha Emily! Gritou para a ruiva que o seguiu. Hoseok foi puxado até o quarto de Yoongi.

- Yoongi você bebeu? A essa hora? Hoseok perguntou enquanto era arrastado pelos longos corredores.

- Sim. Yoongi olhou para trás e sorriu pegando a mão da ruiva também. – Eu quero me divertir. Disse alegremente dando um pequeno pulo.

- Yoongi temos pouco tempo para treinar. Iniciou Hoseok mas foi cortado pela ruiva que colocou o dedo sobre seus lábios.

- Você fica mais bonito calado. Disse com sua voz extremamente irritante ao ponto de vista de Hoseok. Líder de torcida concluiu, p típico de Yoongi.

- Deixa o menino Emily. Yoongi disse abrindo a porta.

- Prevejo uma enxaqueca. Hoseok bufou entrando no quarto.

 

 

Jimin andava solitário pelo corredor indo até o vestiário. Hoseok havia faltado devido a uma “dor de cabeça”. Pensava na última vez que viu Jungkook, já se passava um mês e não o viu novamente.

O mais novo simplesmente sumiu, como se evitasse sua presença e Jimin já não aguentava, precisava saber como o mesmo estava só não sabia como.

Entrou no vestiário e se trocou rapidamente indo até a quadra onde os outros jogadores – incluindo Yoongi – estavam.

- Okay, vamos começar! O técnico gritou fazendo todos irem para seus lugares. Jimin se posicionou a frente de Yoongi e lhe lançou um olhar de ódio.

- O que foi baleia? Minha beleza te atrapalha? Yoongi disse dando um sorriso torto.

- Eu não, mas você talvez sim. Disse e aproveitou a distração de Yoongi e pulou pegando a bola.

 

 

O jogo estava empatado, Jimin e Yoongi se acabavam para fazer mais e mais pontos até que Jimin ouviu uma voz.

- Vai hyung! Jimin se virou para a arquibancada e viu Jungkook, por seu desleixe Yoongi pegou a bola fazendo mais um ponto ganhando a jogo. Jimin estava paralisado o mais novo estava em suas típicas roupas vermelhas e cabelo negro.

- Jungkook-ah... Sussurrou assim que o outro se pôs a sua frente.

- Annyeon Jimin... Disse de braços cruzados o olhando com um sorriso fofo.

- Jungkook, eu.

- Shii... Jungkook pôs seu dedo sobre o lábio de Jimin o interrompendo. – Eu gosto de você. Jungkook soltou e viu os olhos de Jimin se arregalarem. – Me deixe terminar. Disse assim que Jimin abriu a boca. – Eu gosto muito de você a ponto de saber que não gosta de mim mas sim do Hoseok... Mas eu só te penso que tente.

- Tente? Jimin perguntou confuso.

- Esquece-lo... Jimin apenas assentiu e Jungkook puxou seu rosto selando seus lábios em um beijo calmo.

- Acho que vai ser fácil. Jimin afirmou sorrindo selando seus lábios novamente.

 

 

 

Hoseok estava debaixo do chuveiro pensando em tudo o que aconteceu. Yoongi foi a Shouldice, Jimin e Jungkook são vizinhos, Yoongi o deixou inconsciente, Namjoon o levou para enfermaria, Solji lhe deu um trabalho, Yoongi tinha aulas de dança consigo.

Era muita coisa para se assimilar, precisava conversar com alguém, nem que foi seu reflexo.

Hoseok levantou o olhar vendo o pequeno espelho pendurado na parede úmida pelo vapor. Tombou a cabeça olhando seu próprio reflexo.

“Preciso abrir aquela carta.” Pensou se lembrando da carta que havia chegado a alguns dias em sua casa.

‘Trinity Laban Conservatoire of Music and Dance’ Era o remetente, seu coração disparou assim que o viu. Tinha feito um teste para alguns estúdios de vários países e torcia para passar em algum do Reino Unido, já que suas inspirações eram de lá. Seu sonho seria realizado não estava nem acreditando. Poderia fazer seu intercambio e ter mais conhecimento naquilo que amava. Pensou em tudo, na Shouldice, em sua mãe e em Yoongi. Teria que parar de lhe dar aulas e depois do último ocorrido pensou seriamente nisso mas algo o impedia, talvez a expectativa de Solji, talvez o comodismo, talvez seu coração ou sua mente. Ele não sabia o motivo mas queria que não fosse seus sentimentos mais uma vez.  

Suspirou e fechou o registro fazendo a água parar. Saiu do box se enrolando na toalha e saiu do banheiro.

Abriu a porta de seu quarto avistando Jimin e Jungkook se beijando.

- Eu perdi alguma coisa? Perguntou olhando o novo casal.

- Ah hyung... Jimin disse corando. – Eu iria te contar... Agora.

- Faz quanto tempo? Hoseok ignorou o último comentário fazendo Jimin se aliviar.

- Duas semanas. Jungkook se pronunciou pela primeira vez e Hoseok abriu a boca logo sorrindo.

- Que máximo! Gritou segurando a toalha. – Você pensa que enganava alguém eu sei que você gostava dele. Apontou para Jungkook que franziu o cenho confuso.

- Isso é sério? Jimin perguntou o olhando com seu eyesmile.

- Sim. Disse sorrindo fraco, Jimin pulou sobre o mesmo deixando beijos por todo seu rosto.

- Me ajuda! Jungkook gritou para Hoseok que apenas riu.

- Solta ele, tenho muita coisa para contar. Disse puxando Jimin.

 

 

- Abre logo! Sra. Jung disse impaciente para o filho que apenas mordeu os lábios abrindo a carta devagar.

- Anda Hoseok! Dawon – sua irmã – disse impaciente.

- Aish, vocês são muito chatas. Disse abrindo a carta rapidamente e a lendo.

- Passou? Dawon e Sra. Jung perguntaram juntas.

Hoseok fez uma expressão confusa olhado para a carta deixando as duas mulheres a sua frente apreensivas.

- Me desculpem mas... Fez uma pausa abaixando o rosto. – Vão ficar sem mim por 4 meses. Disse sorrindo, sua mãe se levantou junto a Dawon pulando de alegria e Hoseok as observava com um sorriso enorme.  

- Você passou! Você vai para a Inglaterra! Dawon gritou abraçando o irmão.

Do outro lado da porta Yoongi escutava tudo atentamente e o sorriso que reinava em seu rosto desapareceu ao ouvir essas palavras. Deixou o celular que estava em mãos cair e seus lábios se abrirem em desespero. Correu, correu o mais rápido que podia, correu até suas pernas queimarem. Só percebeu o quanto correu quando avistou sua casa onde entrou apressadamente.

- Omma! Omma! Gritou subindo as escadas correndo até o quarto de sua mãe que estava em pé confusa pelos gritos. – Omma... Disse indo até sua mãe a abraçando. – Ele vai embora omma. Disse deixando a primeiras lágrimas caírem.

- Quem vai embora meu amor? Perguntou calma acariciando os fios verdes desbotados do filho.

- Hoseok. Disse entre soluços e apertou mais o corpo de sua mãe.

- Ir embora? Para que?

- Ele vai para um universidade de dança na Inglaterra.

- Mas... E suas aulas?

- Eu não estou ligando para as aulas! Gritou se afastando e limpou os olhos. – Omma! Não finja, você sabe. Solji abriu um sorriso doce nos lábios e acariciou o rosto de Yoongi.

- Sim, eu sei.

 

 

Saudade : Sentimento nostálgico provocado pela distância de (algo ou alguém), pela ausência de uma pessoa, coisa e local, ou ocasionado pela vontade de reviver experiências, situações ou momentos já passados.

 

Yoongi não queria admitir que já sentia saudade de Hoseok, não queria que isso entrasse em sua cabeça. Afinal ele é só um garoto. Não é?

Yoongi não queria acreditar que estava sentindo algo maior pelo avermelhado. Yoongi não se sentiu assim nem por seu pai que foi embora de casa quando o mesmo tinha 5 anos. Mas você pode pensar, “Ele era novo.” e realmente era, mas nunca teve muito contato com o pai devido a seu trabalho, Yoongi nunca teve vontade de revê-lo, nunca teve vontade de reencontra-lo, nem que seja para contar como foi todo esse tempo ou apenas ver como ele estava.

Yoongi sempre foi distante. E se dependesse dele sempre será, mas então um avermelhado atrapalhou esse plano.

Yoongi se remoía por dentro, primeiro por não poder mas ver Hoseok por quatro meses e segundo por não quer que o mesmo vá. Yoongi queria se matar por estar se sentindo por um simples garoto. Mas ele era apenas um garoto simples? A razão dizia para Yoongi que sim, que Hoseok não era importante. Mas porque lá o fundo ele sentia que ele era? Talvez seu coração estava o dizendo isso. Não, não podia ser. Yoongi não tinha coração segundo algumas pessoas. Ele não podia depois de anos ouvir seu coração, Yoongi era feito de razão e não de sentimentos.

Então se tocou quando sentiu seu celular vibrar. Uma nova mensagem. Ele pensava ser Taehyung ou Jungkook mas sentiu seus lábios se abrirem em uma sorriso quando viu o nome de Hoseok brilhar em sua tela.

 

- Esta ai?

- Sim. Por quê?

Pode ter parecido grosso mas Hoseok já estava acostumado e Yoongi não conseguia evitar.

- Tenho que conversar algo com você.

- Pode dizer.

- Tem que ser pessoalmente. Podemos nos ver?

Yoongi sorriu ao ler sua mensagem e respondeu um simples sim. Se jogou na cama com um sorriso doce nos lábios.

- Droga! Exclamou mordendo os lábios. – Eu estou apaixonado.

 

Nan nege da georeo

Nae jeonbureul da georeo

Nan nege da georeo

Nan nege da georeo

 

Ppaeseodo doeneun geopnikka geu mam

Jikil su issseupnikka geu mam

Myeot beoneul sseureojigo dachyeo

Hangbok badanaemyeon doeneun geopnikka

 

Sir yet sir ni ipsure gyeongrye

Neoran ireume maengsereul hae

Jangnan aniji na moksum georeo

Jikyeojulge moksum georeo

 

(Eu estou completamente em você

Vou apostar tudo em você

Eu estou completamente em você

Eu estou completamente em você

 

Vai estar tudo bem se eu roubar seu coração?

Você pode guardá-lo

Se eu cair e me machucar algumas vezes

Então você vai finalmente desistir?

 

Senhor, sim senhor, saúdo os seus lábios

Juro em seu nome

Não é brincadeira, eu vou te dar minha vida

Eu vou te proteger com a minha vida)

Monsta X - All in



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...