História My Seven Deadly Sins (BangTan Boys) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Ficção, Romance, Suspense
Visualizações 48
Palavras 715
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hoseokão ❤

Boa Leitura sz

Capítulo 2 - Sequestro.


Fanfic / Fanfiction My Seven Deadly Sins (BangTan Boys) - Capítulo 2 - Sequestro.

Jungkook olha para o mais velho incrédulo, sem acreditar no que seu melhor amigo acabara de dizer.

-Yoongi, eu preciso dela... -ele é interrompido por uma risada sarcástica de Agust.

-Você quer dizer que esta apaixonado? A famosa Ira, finalmente amoleceu seus sentimentos, sabes que isso é errado, não fomos revividos para termos paixões.

-Você fala como se fossemos demônios. -Jimin fala segurando o braço direito de Namjoon.

-E somos, por que acha que cada um tem um pecado hu? Somos os sete pecados capitais irmãos. -Taehyung fala sorrindo.

-Calem-se.- J-Hope da à ordem, ele tem esse costume, já que todos temem ele, todos obedecem. -Vocês me irritam, Yoongi, faremos isso hoje à noite. E Jungkook... se você ama ela, não devia traze-la para cá, sabe que aqui moram os sete pecados, pessoas capazes de matar, então, se algum à mais deseja-la, saiba que ela não é completamente sua.

 Hoseok é o orgulhoso, o vaidoso, sempre à frente de todos, nunca sabe vencer, mas também não sabe perder. Yoongi acentiu com a cabeça e subiu as escadas, geralmente, Yoongi, é quem mete medo no Jimin, Minnie tem medo do mais velho, pois sabe que Yoongi mata sem piedade alguma, Jimin tem inveja da coragem e da forma com que Yoongi é idolatrado.
 Yoongi desce as escadas correndo com seu celular em mãos e vai em direção à Hoseok, que o olha com aprovação.

-O que será que eles estão comentando  Hyung? -Jimin me pergunta curioso.

-Não sei Minnie, depois saberemos.

    °•Quebra de tempo•°

 Já passavam das 22hrs, decidi ir com os garotos para ajuda-los. A lanchonete ainda estava aberta, mas, estava vazia, vejo um homem abraçar S/n e sair pela porta da frente. Vejo a garota limpar uma mesa, depois vai em direção ao caixa e põe algo debaixo do balcão.
 Esperando ela sair e fechar tudo, para depois agirmos. Yoongi pos uma máscara cinza, e Hoseok outra, eu usei apenas um boné, não gosto de máscaras, me sinto feio.
 Yoongi corre até a garota, que tenta correr, mas falhou miseravelmente. Yoongi segura a mais nova pela cintura e pressiona um pano em seu nariz, para que a mais nova sentisse o cheiro forte e desmaiasse, ela não resistiu tão fácil, ela se sacudia, batia as pernas, os braços, mas era inútil. Até chegar uma hora que ela não teve mais chances. A garota havia desmaiado.
 Levamos ela para a van e seguimos até a mansão. Adentramos a mesma e todas olharam para a menina como se ela fosse um prêmio.

-Vocês fizeram um ótimo trabalho. -Jungkook fala acariciando os cabelos da mais nova.

-Eu sei, agora sai daí, tenho que leva-la pra cima. -orgulhoso, esnobe etc.

 Acompanhei o mais velho até o quarto de hóspedes, onde iríamos deixar a garota, e claro que amarramos os braços os dela, para evitar que ela fuja, e nos entregue à polícia.
 Após arrumar tudo, e por aí garota no quarto, descemos as escadas, e vimos Taehyung e Jungkook tendo uma briga verbal, até aí tudo bem, mas como Jungkook teve a sorte, ou azar de voltar como o pecado da Ira, ele puxou um revólver para V, que caiu na risada logo em seguida.

-Ei idiota, não podemos nos matar esqueceu? Ninguém pode!! -J-Hope fala rindo de Jungkook que efetua três disparos no peito de V.

-Você tá louco garoto? -Taehyung pergunta vendo seu sangue escorrer. -Você furou minha camisa favorita. Tá me devendo outra.

Taehyung On

Subi as escadas na intenção de trocar minha blusa, mas, ouvi alguém chorar. Caminhei até o quarto de hóspedes, encontrando aquela pequena garota, eu tenho desejo sob ela, mas, eu seria incapaz de machuca-la.

-Ya! Você faz muito barulho. -falei e a mais nova me olhou assustada.

-Me solta por... -Não deixei que a mais nova terminasse a frase, pois eu sei muito bem que rola vai implorar para mim poder solta-la.

-Não, não vou soltar, não posso, então fica calada aí. -Sai do quarto de hóspedes, indo em direção ao meu.

 Ao chegar lá, percebi que eu estava excitado, só pelo fato de ter visto aquela menina amarrada de tal forma. Aquelas curvas, sua voz, seu rosto angelical, seus cabelos, agora soltos pelo fato dela estar se debatendo. Entrei no meu banheiro e fui me aliviar já que sou homem...


Notas Finais


Desculpem por qualquer erro, e prometo que vou atualizar "O doce sabor do incesto"... só tô sem inspiração, mas o cap já tá quase pronto!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...