História My Sexy Criminal — Imagine Hoseok - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope
Tags Bangtan Boys, Bts, Criminal, Hoseok, Imagine, Imagine Bts, J-hope, Jung Hoseok, Você
Visualizações 140
Palavras 1.231
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Hentai, Policial, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Self Inserction, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Depois de uma longa demora, eu resolvi atualizar essa maravilha de Fanfic. Vocês estão bem? Estavam ansiosas para este capítulo? Kkk

Desculpa pelos erros ortográficos, ainda irei corrigir ele.

Boa leitura =

Capítulo 4 - Momentos.


Fanfic / Fanfiction My Sexy Criminal — Imagine Hoseok - Capítulo 4 - Momentos.

— Você se machucou? — Dizia meu pai. — Como se machucou? — Ele falava de minhas costas, o suposto tiro que levei.

— Não foi nada de mais, pai. Eu estou bem. — Sorri para ele. 

— Porquê não está indo mais para a faculdade? — Olhei para ele surpresa, como o mesmo sabia disso? — Eles ligaram dizendo que você faltou duas vezes seguidas.

— Eu apenas fiquei com preguiça de ir. Eu trabalho e nesses dias está sendo muito puxado. 

— Entendo. Mas você perdeu dois seminários que valiam pontos. — Arregalei meus olhos quando ele disse aquilo. — Estou indo para o trabalho. 

— Pode me levar? Não estou afim de dirigir hoje. — O mesmo assentiu. Tranquei as portas de casa e entrei no seu automóvel. 

— Como anda as coisas no seu trabalho? — Ele perguntava enquanto mantida seu olhar sobre a rua. 

— Estão indo bem, só um pouco lotado agora. Mas nada que seja de mais. 

— Eu não quero que deixe a faculdade de lado por conta da floricultura. Eu te quero ver formada. — Sorri para ele. 

Meu celular vibrou nessa hora. Peguei o mesmo que estava dentro da bolsa e percebi que era uma mensagem de Hoseok, depois desses dois dias ele não havia mais falado comigo. Talvez seu trabalho ocupe seu tempo.

Hobi: Estou indo te ver na floricultura.

Eu: Tudo bem. Estou indo com meu pai.

Hobi: Por qual motivo? 

Eu: Não estou muito afim de dirigir hoje. Aliais você estará ocupado esta noite? 

Hobi: Não, queria se encontra comigo? 

Eu: Não! Queria saber se poderia me dar uma carona até a faculdade kkk.

Hobi digitando...

Hobi: Claro princesa, a hora que quiser ir, eu estarei na sua casa. 

— Conversando com algum namorado? — Meu pai perguntava.

— Não! Hoseok é um amigo meu. — Sorri para o celular. 

— Sei. Porquê não me apresenta seu amigo? — Estacionou o carro. 

— Quando tiver um tempo livre eu te apresento. — Sorri para ele. — Obrigada pela carona, não demore muito para chegar em casa, não faça nada que te machuque, e eu te amo. — Beijei sua bochecha e sai de seu carro. 

— Eu também te amo. — Fechei a porta e vi o carro partir. Entrei para dentro da loja e já vira uma confusão ali dentro.

— (S/N). Finalmente chegou. Comece logo o trabalho, acabaram de ligar resevando nossas flores para um casamento. 

— Mas assim de uma hora para a outra? Não precisa de pressa, o casamento não será agora. 

— Não. Mas será daqui a duas horas. Comece logo a procurar as melhores flores para o casamento. 

Vesti minhas roupas às pressas e fui ajudar as meninas. Escolhi algumas flores vermelhas, pois elas chamam mais atenção em casamentos. Ajudei as garotas a levar até o carro que iria para o casamento. 

— Ninguém merece ter um casamento às nove horas da manhã. — Ela reclamava.

— Quem irá se casar? — Olhei para cima e sorri quando o vi ali. — Bom dia. — Me abraçou. 

— Bom dia, Hoseok. Eu estava com saudades. — Sorri envergonhada para ele. — Ah, eu não tenho muito tempo para falar com você, acabamos de receber uma encomenda para um casamento.

— Eu posso ajudar vocês se quiserem. — Quando ia negar ela me atrapalhou.

— Ótimo. Peguei as flores ali e traga para o carro, agora. — Revirei meus olhos. 

— Jung. — Sua atenção se voltou para mim. — Me desculpa por ter ocupado seu tempo hoje. 

— Não foi nada. Eu gosto de ajudar você. — Sorriu. — Eu te admiro muito, (S/N). — Olhei para ele. — Você tem um trabalho, faz faculdade e tem uma família.

Hoseok... — Antes que pudesse falar, o mesmo me atrapalhou. 

— Chegamos em sua faculdade. — Olhei para fora. — Que horas você irá sair? 

— Acho que dez para onze horas, dependendo do professor. 

— Irei vim te buscar. 

— Não precisa Hoseok. Eu posso voltar de ônibus. 

— Eu quero que volte comigo. Às dez eu venho para cá. — Assenti com a cabeça. 

Olhei para seu rosto e vi seus olhos em minha boca. Puxei sua nuca e selei nossos lábios. Eu não sei o quê pode ter me causado para ter feito isso, mas queria muito beija-lo, eu necessitava de seus lábios aos meus. 

— Você precisa ir. — Encostou nossas testas. — A faculdade te espera. — Sorri para ele.

— Até mais. — Dei um selinho em seus lábios e sai do carro. 

Entrei na faculdade e fui em direção de minha sala. Já havia um professor lá, olhei para meu relógio, e vi que ja estava atrasada para a primeira aula. 

— (S/N) você venho hoje. — O professor Júnior falava. — Estávamos preucupados por ter faltado dois dias.

— Aconteceu alguns problemas pessoais comigo. — Sorri forçado para ele.

— Você acabou perdendo um seminário meu. Mas entre. 

— Obrigada professor. — Sorri para ele e fui me sentar. 

As aulas se passaram devagar como sempre. Os professores passavam assuntos sobre as provas e mais alguns seminários. Meu dia seria cheio amanhã. O intervalo se fez presente, fui para o pátio enquanto conversava com algumas colegas minhas. 

Aquele criminoso apareceu ontem. — Ela dizia. — Ele matou mais outra pessoa. 

— Estranho, meu pai não me disse nada. — Pensei. 

Não demorou muito para o intervalo acabar. Retornamos para a sala, mas agora com outros professores, e mais tarefas para fazermos. Eu pensava em Hoseok a todo momento, ele disse que viria dez horas. Mas o professor não irá nós liberar cedo hoje. 

— (S/N). Você faltou ontem, perdeu um seminário meu. Mas irei te mandar ele por e-mail. 

— Obrigada professor. — Sorri em agradecimento. 

— A turma está liberada. Lembrando que o seminário será para amanhã. 

Assentimos e então saímos de sala. Olhei para meu relógio e vi que se passavam das onde da noite. Hoseok já deve está aqui. Olhei para fora e havistei seu carro a poucos metros de mim. Corri até ele e entrei para dentro. 

— Desculpa pela demora, o professor acabou passando uma revisão. — Dizia.

— Não tem problema, não estou aqui a muito tempo. — Confirmei. — Você que ir para sua casa, ou deseja sair comigo? 

— Acho que para minha casa, estou muito cansada. — Ele concordou e seguiu caminho de minha casa. 

" Ocorreu mais um homicídio ontem. Um jovem garoto foi a vítima, os policiais dizem que ele era um foragido. A única coisa que sabemos, é que, a pessoa fez marcas por seu corpo. O quê leva até o criminoso que vem aterrorizando as ruas de Seul. "

— Ele não se cansa? — Minha voz era de frustada. — As pessoas não aguentam mais isso. 

— Você parece não gostar muito dele. — Jung falava.

— Ele é um criminoso. Porquê eu iria gostar de alguém assim? 

— Mas você gosta de mim. — Olhei envergonhada para ele. — Eu vejo isso em seus olhos. — Abaixei minha cabeça com um pouco de vergonha. — Chegamos. — Olhei para seu lado, vendo minha casa.

— Jung, mais uma vez muito obrigada por ter me pegado e trazido para minha casa. — Sorri para ele.

—Espera um pouco. — Segurou meu braço. — Eu queria perguntar algo. 

— Pode perguntar, Hoseok. — Sorri para ele. 

 Você quer namorar comigo? 


Notas Finais


Espero que tenham gostado. E não esqueçam do comentario de vocês :')

Beijos da Unnie e ate o próximo. 🌸❤

Perfil: @StayGirl


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...