História {My Sexy Daddy} Imagine Kim Taehyung. - Capítulo 10


Escrita por: ~ e ~MellTheHuman

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Hoseok, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Namjoon, Rap Monster, Seokjin, Suga, Taehyung, Yoongi
Visualizações 273
Palavras 739
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltay huehue (coloquei essa foto Jikook de capa pq eu achei que combina :3)

Capítulo escrito por: MellTheHuman

Capítulo 10 - Eu vou te proteger!


Fanfic / Fanfiction {My Sexy Daddy} Imagine Kim Taehyung. - Capítulo 10 - Eu vou te proteger!

*Taehyung On*


    Se passaram duas semanas desde a notícia, ja temos acompanhamento médico. Mi-Cha e Raquel se demitiram, pois as duas disseram que iriam morar na China, suspeitei de que morriam juntas, essas duas são muito amigas, S/N ainda está dormindo então resolvo preparar o café para ela, ela merece depois de tudo o que passamos. Desço para a cozinha e fervo água, enquanto isso procuro uma receita de panquecas já que ela ama tanto, espero que ela goste.


 Acho a receita e termino o café, ficou suave e gostoso, pego os ingredientes e ponho a mão na massa... Sem querer respinga no meu rosto um pouco de farinha e leite, e na mesa cai um pouco da massa, mas recupero o passo e hey! Massa pronta.

    Faço como a receita manda e despejo a massa na frigideira, enfim estão esquentando! Arrumo a mesa para deixar as coisas mais românticas, e com velas aromatizantes, claro que vai ser na cama dela, mas quero deixar a sala p (N/A²: Não é nada romântico apontar aquela coisa gigante pra S/N Taehyung, é o mínimo q pode compensar :'> ), depois que ficam prontas pego as panquecas e arranjo as panquecas em uma bandeja, coloco por cima um creme de baunilha e chocolate granulado, junto uma xícara de café e umas flores baratas à bandeja já que não daria tempo de comprar as de verdade, deixo um bilhete ao lado delas: "Você é a única flor que eu me importo em apreciar~ ", româmtico? talvez.

    Subo para dar uma olhada pelo buraco da fechadura da porta do nosso quarto, ela ainda dorme feito pedra... Se atirasse uma lá nem notaria, isso me da tempo de pegar a bandeja colocar numa mesinha e levar até ela, assim o fiz. Ela acorda de forma relutante mas em seguida me dá um sorriso


  - Surpresaa! Para a mulher da minha vida o melhor que posso fazer agora - Abraço ela e dou um beijo em sua testa, e em sua barriga.


  S/N: Nyaah... A-Amor? AAAAH QUE LINDO! VOCÊ QUE FEZ? - Retribui o abraço e me cobre e beijos.


  - Sim! Você gostou?


  S/N: Amei!! Que romântico da sua parte Tae - Deu um sorriso bem grande e tomou café.


    Depois dela terminar o café descemos para eu mostrar o resto das coisas que preparei.


  - Por aqui amor, quer ver TV comigo?


  S/N: AI MEU DEUS! Hoje você se superou, que sala linda! - Ela me abraça novamente, sem soltar - E aquela sujeira ali? - Aponta pra sujeira que não limpei na cozinha e da uma leve risada.


  - Eh... Acho que esqueci de limpar aquilo, mas faz de conta que nem tá ali - Abracei ela.


    Liguei a TV, deitamos no sofá abraçados ali mesmo... Ela sorrindo como nunca desde que a pedi em namoro, isso me deixa tão agradecido.


  S/N: Taehyung...


  - Diga amor


  S/N: Cadê Hobi e Jimin?


- Foram pro cinema. - Disse simplista.


S/N: Sozinhos?


- Sim...


S/N: Acho que meu irmão é gay. - Disse e voltou atenção a TV.


Eu só ri com seu comentário e apertei ela nos meus braços, fazendo com que a mesma reclamasse um pouco. Ela estava mexendo no celular quando ouço a respiração dela pesar, e escuto soluços.


- Amor? - Olho pro rosto dela. - Amor que foi?! - Levantei do sofá e me ajoelhei no chão em sua frente.


S/N: N-Nada... - Falou escondendo o celular debaixo da almofada que havia em seu colo. O que eu fiz? Peguei o celular, óbvio. Tinha mensagens de ameaça de um número desconhecido, dizendo que ia matar ela e o bebê


- Amor, nunca me esconda nada! - Ela apenas assentiu com a cabeça escondendo o rosto com as mãos. - Vem cá bebê... - Sentei no sofá e fiz ela sentar no meu colo, abracei ela é comecei a conforta-la. - Fique calma, não vou deixar que ninguém toque em você, nem no serzinho que está aí dentro da sua barriga.


S/N: O-Oppa... Quem faria isso? - Enconstou a cabeça em meu ombro. 


- Algum invejoso... Mas fique tranquila, se alguém encostar um dedo se quer em você, esse alguém vai morrer!


S/N: Obrigada por me proteger Oppa, eu te amo muito! - Me deu um selinho.


- Eu também te amo muito minha pequena! - Dei outro selinho nela.


Seja quem for essa pessoa que está tramando isso, vai se arrepender amargamente de ter nascido, ninguém mexe com o que é meu!




Continua...


Notas Finais


Oie povu, sorry o capítulo curtinho ;-; criatividade decidiu ir comprar pão e nunca mais voltou, mas não se preocupem eu to indo la agora ver onde essa safada se meteu. Foi isso espero que tenham gostado, beijinhos de mel da tia Mell :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...