História {My Sexy Daddy} Imagine Kim Taehyung. - Capítulo 7


Escrita por: ~ e ~MellTheHuman

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Hoseok, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Namjoon, Rap Monster, Seokjin, Suga, Taehyung, Yoongi
Visualizações 431
Palavras 1.510
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltay... De novo. Gente por favor, leiam as notas finais, lá tem as explicações de eu não estar mais postando diariamente.

Capítulo escrito por: ThayôhKookie97

Capítulo 7 - My Sexy Daddy (Hot)


Fanfic / Fanfiction {My Sexy Daddy} Imagine Kim Taehyung. - Capítulo 7 - My Sexy Daddy (Hot)

* S/n On *


Já estava anoitecendo, e eu estava nervosa, iria perder minha virgindade com Tae naquela noite. Será que vai doer? Ai, tenho que parar de pensar nisso.


- Meninos... Eu vou subir tá? To cansada... - Falei largando o controle de vídeo game na mesinha que tinha em frente ao sofá.


Levantei e sai em passos rápidos dali, já estava suando frio só de pensar no que aconteceria essa noite. Entrei no quarto fechei a porta e me joguei na cama.



{...}



Ouvi alguém abrindo a porta logo entrando no quarto, eu estava de costas para a porta então não vi quem era, mas provavelmente era o Tae. Ele começou a passar uma mão no meu corpo, e eu fechei os olhos.


???: Seu corpo continua lindo. - Falou uma voz rouca. Não era Tae.


Eu me virei rapidamente para ver quem era, e quando eu ia gritar ele tampou minha boca.


???: Não grite! - Me ordenou.- Vou tirar minha mão da sua boca, mas não grite, por favor! - Me pediu e eu apenas assenti com a cabeça.


- Quem é você? - Perguntei quando ele tirou sua mão de minha boca.


???: Não se lembra de mim?


- N-Não, desculpe, eu não lembro...


Ele estava com um capuz e uma máscara, não dava pra ver nada, só seus olhos.


???: Tem certeza? - Olhou fundo nos meus olhos.


- S-Sim... - Eu tava com medo, só sabia gaguejar.


Ele tirou o capuz, virou de costas pra mim se afastou um pouco e tirou a máscara. Quando ele virou pra mim eu lembrei.


- H-Hoseok?!


Hoseok: Eu mesmo! 


Corri até ele e o abracei forte e o mesmo retribuiu o abraço. Hoseok era o melhor amigo meu e do meu e do Jimin no orfanato, ele era recém-nascido quando foi encontrado no portão do orfanato dentro de uma cesta com uma cartinha, ele nunca quis ,e dizer o que tava escrito na cartinha, mas eu sei que ele tem essa carta guardada até hoje, ele foi adotado antes de Jimin.


- Hobi, como você entrou aqui? - Perguntei quando me separei do abraço.


Hoseok: Eu fugi de casa, mas depois eu explico isso, eu fugi e fui visitar você e o Jimin no orfanato, mas quando cheguei lá, recebi duas notícias tristes e uma horrível, que você é Jimin tinham sido adotados, e que Yume foi assassinada.


- É... Eu meio que vi a Yume morrendo... - Disse abaixando a cabeça.


Hobi: Sinto m... - Ele foi interrompido por um barulho vindo da escada. 


Tae: S/n? Ta falando com quem? - Ouvi os passos dele se aproximando.


- Rápido Hobi, sai pela janela, tem uma árvore do lado, desce por ela e sai pelos fundos vai! - Sussurrei e assim ele fez.


Tae: S/n??? - Ele entrou no quarto.


- Oi?


Tae: Tava falando com quem? - Perguntou se aproximando de mim.


- Tava falando sozinha... - Menti, é claro.


Tae: Por que tava falando sozinha? 


- Eu... To nervosa para o que vai acontecer hoje... - Falei corando levemente logo em seguida abaixando a cabeça.


Tae: Não precisa ficar nervosa. - Levantou minha cabeça.- Eu não vou te machucar, não vou fazer nada que não queira.


- Eu quero... Só to com medo...


Tae: Não precisa ficar. Vem vou te mostrar o lugar diferente do qual eu mencionei hoje de tarde. - Falou me puxando para fora do quarto.


Paramos em frente a uma porta, na qual era protegida com senha, Tae colocou a senha e entrou e eu fui atrás dele. Quando entrei eu fiquei de boca aberta. Como que o Tae tinha um quarto daqueles? Meu Deus!


Tae: E aí? Gostou do lugar? - Perguntou com um sorriso sapeca no rosto.


- T-Tae... Meu Deus... Você vai usar tudo o que tem aqui em mim? - Perguntei olhando tudo ao redor.


Era um quarto com coisas eróticas, parecia um Sex Shop de tanta coisa que tinha, confesso que quando entrei fiquei com um pouco mais de medo do que esse ser poderia fazer comigo, mas eu confio nele, ele disse que não vai fazer nada que eu não queira.


Tae: Bom... Se você quiser eu uso... Mas, vamos ao que interessa.


Logo ele iniciou um beijo, mas não era àqueles beijos que calmos que ele dava, era um beijo feroz, quente, cheio de desejo, retribui, é óbvio. Logo ele começou a passar as mãos pelo meu corpo ainda coberto, parando nas minhas coxas, puxando elas pra cima, entendi o recado e dei um pulinho, entrelaçando minhas pernas em sua cintura, ele foi andando comigo até uma cama de casal que tinha lá, me jogando sem dó em cima da mesma. Eu desconhecia esse lado safado de Taehyung. Logo ele subiu em cima de mim voltando a me beijar ferozmente, ele começou a tirar minha blusa, deixando meus seios amostra, já que eu não tinha usado sutiã o dia todo, parou o beijo e começou a chupar meu seio esquerdo, o outro ele massageava com os dedos, eu já gemia baixo o nome dele, depois de um tempo chupando aquele seio ele trocou, começou a chupar o outro, e só depois de bastante tempo nos meus seios ele parou, foi distribuindo beijos pela minha barriga até chegar no cós do meu short moletom, ele abaixou o mesmo lentamente junto com a minha calcinha. Eu tava muito molhada. 


Tae: Já ta molhada Baby Girl? Nós ainda nem começamos.


Ele começou a lamber lentamente minha intimidade me deixando com mais tesão ainda. Quem diria, a menina que tava com medo agora só quer mais e mais contato. Eu gemia cada vez mais alto quando sua língua adentrava um pouco minha intimidade, me dava um pouco de desconforto, mas eu queria mais contato, aquilo tava me torturando.


- D-Daddy, vai logo por favor! Eu não aguento mais! Eu quero mais contato! - Praticamente gritei implorando.


Tae: Que baby mais apressada. - Deu um tapa na minha coxa me fazendo gemer mais alto.


Já sem paciência eu levantei um pouco ficando sentada na cama e comecei a tirar a blusa dele, o memso só riu do meu desespero por ele. Quando eu ia tirar sua calça, o mesmo me impediu.


Tae: Vamos com calma Baby. Deixa que eu faço isso.


Ele saiu de cima de mim ficando em pé ao meu lado, logo ele começou a tirar sua calça, e puts... Se o membro dele for do tamanho que está demonstrando ser, eu vou ficar sem andar por um tempo. Quando ele tirou sua box eu me desesperei. O troço era muito grande. Socorro. Ele veio andando em minha direção parando na minha frente, praticamente com o negócio na minha cara.


Tae: Chupa! - Ordenou e eu obedeci.


Comecei a colocar o negócio na minha boca e comecei a chupar, o que sobrava eu masturbava, depois de um tempo senti o pré-gozo na minha boca e então parei, recebendo um gemido de reprovação do mesmo. Ele me empurrou sem delicadeza alguma me fazendo meu corpo se chocar com o colchão, subiu em cima de minha novamente, colocou dois dedos na minha boca, comecei a lubrifica-los, quando ele sentiu que já estava lubrificado o suficiente ele retirou e os posicionou na minha entrada, me fazendo soltar um gemido baixo de incômodo.


Tae: Não se preocupe, você vai sentie um pequeno incômodo, mas rapidinho vai virar prazer.


- Tá bom... Aaahhh... - Soltei um gemido mais alto quando senti seus dedos adentrarem em mim.


Senti um certo desconforto, depois de um tempinho ele começou a fazer movimentos de vai e vem com seus dedos, ainda tava desconfortável, mas logo ele começou a fazer aquilo mais rápido, parou depois de uns minutos e começou a fazer movimentos como se fosse uma tesoura, eu já gemia descontroladamente com aquilo, foi aí que ele parou, retirou os dedos de dentro de mim e se posicionou para poder entrar dentro de mim, eu sabia que ia doer um pouco porque aquele negócio além de ser grande pra caramba, também era grosso. Ele começou a entrar lentamente dentro de mim me trazendo um desconforto maior, me fazendo gemer e fazer caretas de dor, quando ele ficou completamente dentro de mim ele ficou parado, pra que eu me acostumasse com aquilo dentro de mim. Ficamos assim alguns minutos, então eu comecei a rebolar contra seu membro, indicando que já estava pronta, foi aí que ele começou as estocadas lentas, eu já sentia prazer, e a cada vez que seus gemidos aumentavam ele ia mais rápido, já dava de se ouvir nossos corpos se chocando.


Tae: Ai que apertada...- Ele falava entre gemidos.


Logo eu senti ele atingir meu ponto sensível, me fazendo gemer mais alto pedindo pra ele acertar ali de novo, e assim ele fez, atingiu meu ponto sensível de novo, e de novo.


- T-Tae... Eu vou...


Logo gozei, mas Tae não, e foi mais 1, 2, 3, 4, 5, 10, 20, 30 estocadas e ele finalmente gozou. Ele logo se retirou de dentro de mim e caiu ao meu lado na cama.


Tae: S/n, tá de parabéns! - Falou após recuperar o fôlego.


- Você também! - Falei abraçando ele, colocando minha cabeça sobre seu peitoral, e ele abraçou minha cintura.


Tae: Boa noite Baby!


- Boa noite Daddy!


E foi assim que dormimos, nus, suados e agarrados.




Continua...


Notas Finais


Oieee de novooo, gente eu queria explicar o porque de eu não estar mais postando o imagine todo dia, bom, antes de eu começar o imagine eu já fazia curso de inglês, até aí tudo bem, mas agora, eu comecei a fazer curso de coreano, e curso de coreano requer muita atenção e prática pra poder aprender certinho, assim como no inglês, mas o coreano é um pouco mais complexo que o inglês, então eu estou estudando muito todos os dias, e isso pega muito o meu tempo diário porque é muito estudo, então espero que me compreendam, e se eu ficar muito tempo sem postar me perdoem, vou fazer de tudo para postar o próximo capítulo o mais rápido possível. Beijinhos de baunilha da tia Thayôh e até o próximo capítulo (*^3^)/~☆


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...