História My sexy teacher (Imagine Hot Min Yoongi) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Suga
Tags Hentai, Professor Gostosão, Suga
Visualizações 573
Palavras 1.562
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Ecchi, Escolar, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


EEEEEEEEEE ultimo cap.
Aproveitem que foi escrito com muito carinho, beijosss..
<3

Capítulo 2 - My sexy teacher


                                                  My sexy teacher

                                                     Capítulo final

                                                             ❤

 

Olha, eu nunca imaginei que falaria isso tão instantaneamente para a pessoa que praticamente mora nos meus pensamentos, com aquele que eu tenho sonhos – pervertidos na maioria das vezes – constantemente. 

Ele me devora com o olhar e eu falto arfar, querendo mais do que nunca ter o dom de ler mentes e saber cada mínimo pensamento dele. Permaneço imóvel, ele sequer pisca e parece estar em uma batalha consigo mesmo, tento ignorar mas não dá, simplesmente não consigo ignorar nada relacionado à ele. Merda.

– Foda-se – ouço-o murmurar e se levantar – (S/N)?

– Hm? – respondo em um fio de voz.

– Eu quero muito te foder agora.

Ok. Engasgo com minha própria saliva, é sério isso? 

– O quê? E sua esposa? – pergunto apavorada, mas meu interior se contorce de tesão.

– Isso não importa agora. Façamos o seguinte, hoje seremos apenas eu e você, nada mais, ninguém mais – se aproxima, ficando apenas uns 3 passos de mim.

Minha respiração fica pesada e sinto minha pernas tremerem, sorte que estou sentada, senão já estaria no chão agora. E agora? Eu não quero deixar essa oportunidade passar mas...Ele é casado e...

Toda minha linha de raciocínio é cortada ao sentir seus lábios macios roçarem os meus, meu coração dá um pulo mais forte em meu peito temo que ele tenha ouvido. Sua língua adentra suavemente minha boca e aos poucos meu corpo relaxa e eu aproveito o ósculo feroz que se forma a cada segundo.

Nos beijamos necessitados até o ar se fazer ausente, separamos com uma mordida no lábio inferior. Sensual. Yoongi está ofegante e seus olhos transbordam prazer, desejo, luxúria... 

– Ah, (S/N), como eu queria fazer isso – ele sussurra sem se afastar.

– Não tem perigo de nos pegarmos aqui? 

– Não, há poucas pessoas agora, apenas depois chegarão os do horário noturno – responde calmamente – Contudo, dá tempo suficiente de nos saciarmos – estremeço com seu tom de voz e seu sorrisinho banhado em malícia. – O que acha? Eu não quero te obrigar a nada, que fique claro...

– Eu quero – suspiro e rio baixo – E quero muito...!

Dessa vez eu selo nos lábios, peço passagem e ele cede sem cerimônias,nossas línguas se enroscam e dançam sensualmente dentro de nossas bocas úmidas. De modo abrupto ele me pega no colo, fazendo-me entrelaçar minhas pernas em seus quadris e me leva até a sua mesa, onde me sente e se poe entre minhas pernas, que continua enroscadas nele. Ousada, fricciono nossos sexos, gememos e nos afastamos para recuperar o ar.

– Vou te foder todinha – sussurra e me beija, um selar demorado.

Desce os beijos molhados para meu pescoço, meu corpo se arrepia ainda mais sinto minha intimidade pulsar. Me morde sem avisos e eu arfo, arqueando minhas costas. Sua mão destra desbotoa minha camisa da escola e depois eu já me vejo com o tronco nu. 

Yoongi encara descaradamente meus seios ainda cobertos pelo sutiã de renda vermelho, aproveito sua distração e com uma habilidade até então desconhecida arranco sua camisa, jogando-a nos chão aos nossos pés. Ele sorri safado e beija o vão de meus montes, suspiro quando suas duas mãos acariciam minha costas e abre o fecho de meu sutiã, que é jogado junto de sua camisa logo depois.

Ele beija meu mamilo duro enquanto acaricia o outro com a ponta dos dedos, abocanha um e massageia o esquerdo, gemo, arfo, arqueio, arranho seus braços fortes. 

Reviro os olhos quando seu dedo pressiona meu clitóris ainda por cima da calcinha, lentamente ele começa a estimula-lo, prendo mais minhas pernas a sua volta e o puxo pra mim e, consequentemente seu dedo pressiona ainda mais forte. Ele solta deixa de chupar meu seio, mas ainda continua apalpando, me olha nos olhos e me chupa minha clavícula, depois sobe o rosto até minha orelha.

– Sua gostosa...! – sussurra e morde meu lóbulo logo depois.

Ri com minha reação, que foi revirar os olhos e praguejar baixo e arranca minha calcinha, deixando apenas com a saia. Reprimo um grito ao sentir sua respiração lá na minha intimidade, ele passa a língua úmida e quente por toda minha extensão enquanto abre meus grandes lábios chupando-os com veemência. Se alguém me visse diria que eu estou tendo uma convulsão de tanto que eu me remexo e gemo, meus lábios estão – com certeza – inchados e não vai demorar para sentir o gosto de sangue de tanto que eu os mordo para não gritar e sermos pegos aqui nessa situação.

– Ahhh...Professor, isso...! – sua língua trabalha tão bem e sinto meu orgasmo próximo. 

– Sua bocetinha é uma delicia – ele murmura ainda com a boca em meus lábios de baixo e voltar a me sugar com força, quando sinto 3 dedos seus me penetrarem com força.

Porra.

Dentro, fora, dentro, fora, forte, rápido...

Seus dedos e sua língua são a melhor combinação, porra, merda...

– Ahhh, Yoon, eu vou...– me auto interrompi ao sentir meu corpo sofrer espasmos e minha boceta se contrair.

Me derramei em sua boca tendo todo meu liquido sugado por ele. 

– Seu gosto é muito bom, baby – seu timbre é rouco e sua boca está um pouco melada. 

O puxo para um beijo e aperto-o contra mim, sua ereção me exita novamente e eu resolvo dar um pouco de atenção à ele. Desço – com as pernas bambas – e separo o beijo. O viro deixando-o escorado na mesa e me ajoelho em sua dureza, olho de relance vendo seu sorriso gengival grande, ansioso.

Sua calça já estava desabotoada e eu apenas a desço, me deparo com sua box preta e um volume gigante na mesma. Reúno minha coragem e desço a cueca também, seu pau salta para fora e , porra, que grande...

Seguro sua glande rosada ainda insegura e suspiro, massageio sua glande melada com seu pré-gozo e com o gemido que recebo em troca me sinto mais confiante. Masturbo-o de cima a baixo, de baixo à cima, uma, duas, três, várias vezes.

Aumento a velocidade, a respiração de Yoongi é pesada e seus lábios são maltratados pelo mesmo para reprimir um gemido. Que infelizmente – ou felizmente– ele não é capaz de se segurar ao eu enfiar todo seu pau em minha boca. O que eu não consigo ponhar na boca masturbo com a mão.

Um gemido dele. Mexo minha boca devagar propositalmente quando sinto meus cabelos da nuca serem agarrados e depois Yoongi fode minha boca com seu pau na velocidade desejada pelo mesmo, ou seja, a máxima.

Para pra que eu respire um pouco e eu volto a lamber sua glande e massagear seus testículos, ele arfa, eu me molho ainda mais. 

– Chega – ouço-o falar – Está tarde e eu já não aguento mais esperar – me levanta deixando-nos frente a frente e sela nossos lábios – Pronta pra ser fodida com toda força agora, baby?

– Sim daddy – sorrio debochada – Ou prefere, professor?

– Como quiser, baby – ri e sinto sua palma estralar na minha bunda, que queima com o tapa que ele me deu.

Aii – grito/gemo manhosa.

Yoongi fica por trás de mim e depois de perguntar se eu sou virgem ou não ele me ponha apoiada na mesa e eu empino minha bunda para ele. Seu pau roça na minha entrada molhava e ele simula uma estocada, gemo, arfo, porra!

Ele ri rouco e me penetra com força, ambos suspiramos e logo depois começa a sair devagar e entrar com força. Várias vezes seguidas. Cada vez mais forte, cada vez diminui, cada vez aumenta. 

Caralho, que delicia – geme, ele.

Para deixar tudo mais gostoso começo a rebolar em seu caralho grosso e grande enquanto ele me fode com força, e pela segunda vez me desmancho em um orgasmo filho da puta de tão delicioso.

Antes de ele gozar eu volto a foder seu pau em minha boca e ele derrama seu liquido na mesma, eu engulo tudo. Nos trocamos em silêncio esperando nossas respirações se normalizarem. Me sento na mesa, ele senta ao meu lado.

– E no fim eu nem copiei o regulamento da escola – digo, ainda ofegante.

– Ah, isso era apenas um pretexto – diz simplesmente.

– Como assim? Você por acaso já tinha certeza que eu daria para você? – o olho indignada;

– Não – ele se apressa a responder – Eu só queria tentar ou pelo menos passar um tempo com você.

Meu coração se acelera e meu estômago se contrai, agora tudo fez sentido.

– Por isso Jungkook não está aqui? Afinal, ele também estava escrevendo os bilhetinhos.

– Sim – ele diz e ri – Queria ficar com você sem ter aquele moleque te bajulando – sinto uma pontada de ciúmes em sua voz.

Sorrio internamente, quem diria, eu apaixonada pelo meu professor de matemática e ter uma transa tão maravilhosa com ele na sala de aula.

É, apaixonada...

– Nós vamos esquecer agora? – perguntei com a voz fraca, tudo pioraria se eu recebesse um fora depois de admitir estar amando ele.

Ele suspirou.

– Há muito tempo meu casamento não está dando certo – ele diz, e antes que eu continue ele completa – Desde quando eu me apaixonei pela minha aluna mais aplicada, e muito aplicada – no fim dessa declaração tem malícia, rio.

– E quem seria essa aluna...? – sorrio divertida.

– Uma garota brasileira, debochada, quem tem uma boca maravilhosa em todos os sentidos e uma beleza sem igual... – ele acaricia meus cabelos.

– Eu também me apaixonei pelo meu professor chato e irritantemente gostoso.

– Hmmm, ele é lindo, né? – sorri.

– Sim. O mais lindo. Meu professor sexy...

                                                                               ❤


Notas Finais


E aí, o que acharam??
O fim fica em aberto, tipo eu diria que eles lutariam e no fim ficariam juntos...Slá, né.
BYeee....! ❤❤❤❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...