História My silent scream that love covers - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amizade, Amor, Banda, Competicões
Exibições 6
Palavras 1.040
Terminada Não
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Genteeeeeeee!!!!!
No capítulo anterior eu acho que esqueci de avisar o que significa:*
Por isso, vim lhes dizer que esse coisinha que eu não lembro o nome, representa o pensamento deles.
Ex: *como eu fui esquecer de avisar o que isso significa? Ai, tinha que ser eu mesmo em...

Entenderam?

Capítulo 6 - Um novo dia


Fanfic / Fanfiction My silent scream that love covers - Capítulo 6 - Um novo dia

Fiquei ao lado dela até anoitecer, o horário em que uma enfermeira entra para vê-la.

Enfermeira~ah, desculpa achei que já havia ido.

Gabriel~não tem problema. Eu ficarei até ela acordar.

Enfermeira~não quero ser grossa, mas que eu saiba você estuda.

Gabriel~a escola está organizando um evento que precisará de uma semana para ser realizado. Mas mesmo que tivesse aula, eu não iria. Nunca a deixaria até ver seus olhos esmeralda finalmente abertos. -digo passando minha mão em sua bochecha levemente aquecida. E mesmo tentando conter, solto um suspiro apaixonado.

A enfermeira, nesse momento, apenas sorriu chegando mais perto e sentando ao meu lado.

Enfermeira~você a ama né?

Gabriel~sim... Quer dizer, não... -me afasto um pouco corado. -Somos apenas amigos e nada mais.

Enfermeira~não precisa mentir para mim, dá para ver pelo seu olhar. A maneira em que seus olhos brilham quando você a olha já te entrega.

Gabriel~não posso negar que estás certa. Eu a conheço a apenas um mês, mas, sinto como se sempre a tive  comigo. -suspiro. -é complicado. As vezes, acho que ela é demais para mim.

Enfermeira~não se preocupe, um dia ela notará, e assim vocês ficarão juntos.

Apenas sorri com esse comentário. Mas, bem que poderia ser verdade. Quem sabe...

Enfermeira~bom, já vou indo. E não se preocupe, ela vai ficar bem.

Gabriel~obrigada.

Ela sorri e se retira do quarto.

Fiquei um tempo a observando e mexendo em seus cabelos negros até que pego no sono. Estava realmente exauto.

Gabriel off.
Catherine on.
Acordo em um hospital com o Gabriel  ao meu lado dormindo tranquilamente. Ele estava apoiado na ponta da cama, com os braços cruzados e seu rosto em meio a eles.

*como cheguei até aqui? Qual o motivo? Acho melhor, perguntar ao Gabriel.

Tento me sentar, mas sinto uma dor insuportável em meus braços e cabeça. Foi então que vejo os curativos nos locais doloridos.

*devo ter me machucado feio. Ai!...

Por esse motivo, me deito novamente apenas o observando, até que não resisto e começo a mecher em seus cabelos. Seus fios eram extremamente macios e o castanho dos mesmos brilhavam a luz do sol que refletiam da janela. 

*deve estar exausto...

Fico assim por uns 5 ou 10 minutos, até que ele começa a se mexer e levantar a cabeça, me fazendo tirar rapidamente minha mão.

*fudeu! Ele acordo! Ah, porque eu fui mexer no cabelo dele! Burra, burra, burra...

Gabriel~Caty? Não acredito! Você acordou! -ele me abraça fortemente e eu retribuo. -Graças a Deus! Não sabe o quanto eu estava preocupado com você! -ele fica corado e se afasta. -quer dizer... n-nós todos estávamos...

Catherine~que bom saber... Mas me explica uma coisa, porque eu estou aqui?

Gabriel~bom, não sei exatamente o que aconteceu, mas sei que você caiu da escada e ficou desacordada desde de ontem.

Catherine~agora que você falou, eu me lembro de sentir alguém me tocando ombro dizendo: "fique longe do Gabriel..." e então, aqui estou. Queria saber quem que me empurrou...

Gabriel~já suspeito de alguém... -ele sussura, e infelizmente não consigo entender.

Catherine~disse alguma coisa?

Gabriel~não. Nada, não...

Catherine~Gah...

Gabriel~oi?

Catherine~eu... Queria lhe agradecer por tudo. Sei que não era sua obrigação me trazer aqui... Então, obrigado.

Gabriel~de nada. Eu nunca te deixaria, nem se quisesse. O que acho que nunca vai acontecer. -ele cora e eu também.

Nossos rostos começaram a se aproximar cada vez mais, até conseguir sentir nossas respirações juntas...

*é agora, o meu primeiro beijo, e com o Gah! Ah...se eu tiver sonhando, não quero acordar...

Ele apoia uma de suas mãos em meu rosto fazendo com que eu sentisse calafrios em meu corpo. Quando o clima é totalmente cortado por uma porta sendo aberta. Fazendo com que nos afastemos corados.

*eu ainda mato a Clara por estragar o clima perfeito! (Só que não)

Clara~ Caty!!!!!!!! Até que enfim você acordou amiga!!!! -ela diz já me abraçando fortemente.

Catherine~Clara... Tá me...sufocando...
E machucando... Ai!...

Clara~opa. Desculpa! É que eu estou tão feliz que você está bem!

Catherine~só você mesmo. -ri. -mas, obrigada por se preocupar.

Clara~por nada. Sempre que precisar, estou aqui.

Alex~meninas também estamos aqui.

Catherine~é claro desculpe. Oi. Que bom que estão aqui.

Jaden~é claro que estamos. Você achou que a deixaríamos sozinha.

*achei...

Catherine~bom...

Alex~como assim! Sei que nos conhecemos apenas hoje, mas nunca deixaríamos uma amiga sozinha.

*amiga... Essas palavras...são tão lindas... Não, calma, você não pode chorar se controle Catherine.

Catherine~obrigado gente.

Ficamos conversando e rindo muito das loucuras da Clara. É sério, essa menina tem um parafuso solto. Até que o médico entra.

Médico~Vejo que já acordou.

*não, ainda tô desacordada. É claro que estou acordada meu filho! Use essa sua cabecinha um pouco e não faça perguntas bestas!

Catherine~sim...

Médico~que bom. Vim lhes dar uma notícia boa. A srta Mattym ganhará auta amanhã, pois hoje iremos realizar mais alguns exames de precaução.

Catherine~sério! Obrigada Doutor!

Médico~disponha. Agora, devo lhes afirmar que o horário de visita infelizmente acabou, mas poderão voltar as 18:00.

Clara~tudo bem... Tchau diva. Até a tarde. -ela me abraça novamente.

Catherine~tchau. -digo me afastando.

Alex~se cuida...-ele me abraça.

Catherine~não se preocupe, ficarei bem.

Jaden~vê se melhora logo em... -ele me abraça também.

Catherine~pode deixar. Ainda temos uma competição para ganhar.

Agora era o Gabriel. Ele estava com uma cara de "não quero ir embora". Tenho que admitir, era engraçada e.... Fofa.

Gabriel~Caty, não se preocupe, eu voltarei a tarde e irei ficar aqui até você levar auta. Eu não queria ir mas...

Catherine~eu sei. Você precisa descansar... Já fez muito por mim e ainda à de fazer mais. Então mesmo que pudesse ficar, eu iria mandar você ir. Porque me preocupo. Você é meu melhor amigo.

* mentira!!! Eu não gosto de você.somente nesse verbo!

Gabriel~eu sei. Adeus rebel.. -ele se levanta e me dá um beijo na testa indo em direção a porta.

Catherine~adeus, Gah.

Clara~que kawaii!! Melhor casal ever!

Gabriel~chega de baboseira criatura, vamos. -ele a puxa pelo braço a retirando do quarto.

E eu? Fico rindo dessa situação!

No resto do dia, fiquei fazendo vários exames.

As 18:00, como dito eles vieram e ficaram até... Nem sei. Depois foram embora, tirando o Gabriel, que passou a noite no hospital, me fazendo sorrir e aquecendo o meu coração cada vez mais.


Notas Finais


Está aí!
Beijos e até a próxima 😄


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...