História My Simple Love - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bantan Boys, Drama, Romance
Exibições 17
Palavras 1.517
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Fluffy, Romance e Novela, Suspense

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olá! Voltei com mas um capitulo...


BOA LEITURA!

Capítulo 2 - The Dinner


Fanfic / Fanfiction My Simple Love - Capítulo 2 - The Dinner


"Cheguei perto do menino e cutuquei o mesmo. Ele estava sozinho os outros estavam fazendo sei lá o que..."

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~


O garoto era um poste de alto(isso porque perto dele sou uma anã), não tinha percebido o tamanho dele, e nem a cor do seu cabelo que é da mesma cor do cabelo do J-Hope...

Ta, confesso que isso ta meio estranho...

Ele se virou e eu pedi para que ele tirasse a máscara o mesmo não entendeu o porque(ou aparentava não entender), mas fez o que eu havia pedido.

 

Quando ele tirou; Senti uma grande vontade de abrir um buraco no chão e colocar minha cabeça dentro...  Algumas pessoas que estavam me olhando quando a gente se esbarrou,  agora estavam rindo de mim.

 

Eu não sei se fico vermelha de vergonha ou se choro...

 

"Aquele fora" no Brasil nem seria um fora, mais é como eu disse. Estamos em outro país com culturas diferente...

Era como se ele falasse com o olhar: "O mundo da voltas não é mesmo?"

 

Fico me perguntando como eu não percebi que era ele... É muita burrice mesmo! Cara, J-Hope, o meu ultimate, está bem na minha frente rindo da minha cara de trouxa.

 

 

Queria abraçar ele? Queria! Mas não dava naquele momento. Só o que eu consegui fazer foi sai de perto dele, fui correndo até as meninas, as mesmas estavam morrendo de rir! Isso me deu uma raiva, mais do que eu já estava...

Minha fome já não era tão grande, mas minha vontade de sumir dali...

Até que o staff me chama para alguma coisa:


Staff: Naju, venha aqui por  favor!

Sim, ele me chamou pelo apelido...

Eu: -Fui até o mesmo me distanciando das meninas que ainda riam de mim.- Pode falar Senhor  Lee

Staff: -Vocês estão livres agora, podem ir!  Mas tarde eu irei ligar para você...

Eu:Ok. Gamsahamnida!...-Me curvei-

 

Eu estou  tão cansada desse tour!...


Fomos para a casa, chegando lá fui direto para o meu banheiro; tomei um banho relaxante e vesti um pijama de unicórnio(porque sim!!), e deitei no sofá.

 

*Ana ~off*

 

*Paula on*


A Naju foi dormir, a mesma aparenta está muito cansada. Ela quer fazer tudo perfeito nesta viajem e não deixa ninguém ajudar...


As meninas saíram para fazer sei lá, e eu fiquei em casa junto da Ana, porque estou muito cansada ...

Eu estava indo em direção a cozinha para preparar um lanche. Entretanto havia alguém na porta, pensei que fosse uma das garotas pois elas acabaram de sair. Poderiam ter esquecido a chave do carro, sei lá...

Mas era o:..

Eu: J-Hope?! -eu disse não sabendo o porque dele esta em nossa casa.-

Quando eu disse J-Hope,  Ana a que estava deitada no sofá abriu os olhos rapidamente, mais logo os fechou.


J-Hope: Annyeonghaseyo!... -cumprimento ele-

 

 Ele disse que veio se desculpar com a Naju, porque a fez passar vergonha na frente de varias pessoas "importantes".

Falei para ele que a mesma estava dormindo, mas ele disse que poderia esperar...

J-Hope: Paula, onde fica o banheiro?

Paula: -apontei para o final do corredor onde tinha um banheiro e o mesmo o seguiu-

Nesse momento eu peguei a Naju pelo ombro e levantei ela e disse:

Eu: Menina! O J-Hope, seu ULTIMATE!, quer  falar com você, e tu vai ficar ai fingindo dormir?

Ana: Vou!.. E ele não é mas o meu utt!. 

Eu: E agora é quem? -pergunto já com raiva da mesma-

Ana: O... RapMon! -ela fala rápido-


Mas antes de a gente terminar nossa discussão o J-Hope aparece e fica olhando pra gente. A cara dele era de: "O que seis tão fazeno?"


*Paula off*

 

*Ana ~on*


Sai da sala correndo em direção ao meu quarto, e a Paula estava atrás de mim. Querendo me matar. 


Mas eu consigo entrar no quarto e tranco a porta, depois de um tempo eu percebi que o J-Hope me viu com aquele pijama, fiquei com tanta vergonha, que até corei...

Troquei de roupa e fiquei no quarto esperando algumas horas passarem. O Hope já tinha ido embora, e a Paula estava na cozinha com cara de Serial Killer. Aquilo me deu um medo, quando a mesma está com raiva ela fica intocável...

Mas cheguei e fiz varias perguntas normalmente, mais teve uma hora que ela não aguentou responder e me perguntou porque eu havia feito aquilo na frente do J-Hope.

Falei a mesma que não queria falar com ele, porque o mesmo me fez passar vergonha e, ela disse:

Paula: Menina, com tu pode dizer isso? Ele não é seu utt? Todo mundo sonha em conhecer o ultimate e você ta assim. -ela diz calmamente, nem parecia que queria me matar-

Eu: Ele era meu utt!... E é como minha mãe sempre fala; "Eu não sou todo mundo!" 

Paula: Então ta, senhorita não é todo mundo!

-Celular toca, é o staff-

*Ligação on*

Eu: -Yoboseyo? 

Staff: Ana, hoje vocês vão em um restaurante com o BTS, as 21:00! -eu fiz cara de triste mas feliz- (vai entender.)

Eu: -Ok!  -Digo com a voz chorosa-

*Ligação off*

 

Eu: -Se arruma! Temos um jantar com o BTS...

Paula: -Se ferrou!, ele vai querer falar com você, se prepara. -diz ela rindo-

Eu: Eu sei... -faço uma cara triste e ela me abraça-

Paula:. Naju?! –a mesma olha para mim preocupada-

Ana:Hum? –olho para ela, que estava com a mão na minha testa-

Paula: Ana! Você está com febre!... Vem, vamos para o seu quarto. Tu não vai sair em nenhum restaurante hoje!

Eu: -me solto dos seus braços- Eu vou! –falei gritando-  Hoseok, vai achar que eu não quero falar com ele, ou algo do tipo.

Paula: Não era você que não queria ir?!

Eu: Agora eu quero! Unnie por favor!!! A minha febre não vai aumentar... –falo fazendo aegyo-

Paula: Ta, mas para com isso ta feio! (se referindo ao aegyo)

 

Ligamos para a Larissa, para as meninas voltarem.

~Quebra de Tempo~


Elas já tinham chegado, e a maioria das meninas já tinham se arrumado...

 

  

Eu coloquei um vestido comportado beje( o vestido da capa), com um salto da mesma cor, nada muito exagerado e passei uma maquiagem básica: rímel, delineado de gatinho, batom matte,sombra(bege, marrom)...

Me sentei no sofá e fiquei mexendo no celular... Eu me sinto um pouco fraca e com algumas dores musculares, mas eu tenho que ir a este jantar!

*Ana ~off*

 

*Paula ~on*

 

Depois que todas estavam prontas fomos para o restaurante. Ele era muito bonito, ouvi que era um dos mas famosos de Seul...

 

Chegando perto da mesa dos meninos, a primeira coisa que eu vi foi o Jin, não sei porque, mas desde o ontem na BigHit ele não para de me olhar, isso está me irritando, não pude deixar de perceber  como a Naju olhou para o J-Hope, ele estava muito elegante; o mesmo vestia um terno preto e uma gravata vinho.

 

Mas enfim, o nosso staff havia falado que ele não poderia nos acompanhar, mais a staff dos meninos estaria com a gente...

Me aproximei da mesa, e falei com todos os meninos. Mas já chegamos pagando micão; quando a Juliana foi falar com eles. Como ela não sabe coreano a mesma chegou pros meninos e falou "Oi" e todo mundo sabe que oi lá significa pepino! Na hora eu não me aguentei e comecei a rir! Mas tipo rir muito:

Juliana: Paula porque se ta rindo! -ela pergunta sem entender-

Eu não aguentei responder ela, então uma das meninas responde...

Jullia: Juliana, você não sabe que oi em coreano é pepino!


Na hora, ela ficou corada e com vergonha e a mesma tampava o rosto com as mãos.

 

~Quebra de tempo~

Não pude deixar de ouvir a staff chamando a Ana para um canto do restaurante, antes de tudo; eu não sou fofoqueira, só presto a atenção em tudo!:

Staff: Ana! Venha aqui por favor. –ela fala chamando a dongsaeng para perto-

Staff: Você é a líder e a Maknae do grupo, não é?

Ana: Sim! Praz... -ela me corta-

Staff: Como pode isso, deixar uma criança como líder?

Ana: Criança? Eu tenho mais mentalidade do que muita gente daqui!...  Antes de me chamar de ¨criança¨ se enxergue!  -elas continuaram com os foras-

Mas em um momento a staff  não estava mas "aguentando" os insultos e jogou o seu vinho na Naju..

Eu fiquei com uma raiva tão grande, queria arrastar a cara dela no asfalto! Mas antes que eu pudesse interromper, o J-Hope aparece, então resolvi não atrapalhar...

Com ele já perto da garota:

Staff: Oppa! Olha o que ela fez comigo -ela mostra o braço roxo que a mesma o fez-

Ana: Descarada!! -Dei um tapa na cara dela que quase fiquei com pena-

J-Hope: O que você esta fazendo Ana?

Ana: Eu?... Estava me defendendo dessa Bitch!

Staff: Oppa!! Ta doendo -choraminga-

Ana: Da licença que eu tenho mais o que fazer!

 

*Paula ~off*

 

*Ana ~on*

 

Sai de perto deles chorando, passei pela Jullia que estava conversando com o Jungkook, e a mesma me parou:

Jullia: Unnie, o que ouve? Porque você está chorando? –ela pergunta preocupada-

Eu apenas olho para o J-Hope que tentando acalmar o choro falso daquela staff.

 Fui em direção a porta e sinto um braço me puxar(tipo cena de dorama, mesmo...).


Notas Finais


Espero que tenham gostado!... Comentem o que estão achando, e se eu devo continuar...

beJIN


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...