História My Sin [Camren] - Capítulo 54


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Ally, Camren, Dinah, Keana, Normani
Exibições 337
Palavras 2.846
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Romance e Novela, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 54 - Meu pecado



[...]


Lauren estava nervosa, a mesma andava de um lado pro outro ainda parada perto da ponte. Todos se sentaram ao seu lado, vendo o nervosismo da morena.


-Lo, elas continuam sendo suas amigas, nada mudou. -Camila tentava a confortar.


-Sim, eu sei. -Lauren disse com os olhos cheios. -Mas não é como se eu tivesse viajado por um fim de semana, eu fiquei fora por um ano, Camila. Em um ano, muita coisa mudou ou pode mudar.


Camila assentiu em silêncio. Sabia que a maior tinha razão, e por mais que quisesse poupá-la de sofrer antecipadamente, ela estav com medo também. Fitou os cabelos de Lauren, que agora estavam cortados, e sorriu. A morena quis se desligar de toda a sua vida passada, e o primeiro passo foi cortar seu enorme cabelo no banheiro do posto de gasolina. Camila tinha ficado orgulhosa da decisão da mesma e a ajudou no corte, sorrindo e brincando durante cada mecha que caía ao chão. 


-Nós podemos parar em um desses hotéis de estrada só para tomar banho? -Philip perguntou abanando a camisa.


-Não. -Lauren disse firme. -Nós vamos pra minha casa. 


[...]


Ao estacionarem a van na rua de Lauren, o medo tomou conta de todos. E se Mike já estivesse por lá?! As dúvidas iriam por água abaixo no momento em que Lauren se dispôs a correr pelo gramado e pular a cerca para os fundos da casa. A morena fez sinal para que esperassem do lado de fora, e todos assentiram positivamente. Devagar, a morena andava por baixo das janelas com medo de ser vista por alguém da casa. Mas suspirou aliviada ao notar o vazio em seu interior. Lauren estranhou, afinal a casa estava vazia, com poeira e tudo estava no lugar aparentemente, há quanto tempo não havia ninguém ali? Devagar, se abaixou e entrou pela abertura para cães, e ela sequer teve um cão. Ao entrar na casa, notou as correspondências jogadas embaixo da porta e os jornais velhos num canto. Pegou uma das cartas, e reconheceu a letra de Mike.


"À moça da limpeza que vem aqui todas as quartas-feiras,


Eu e minha mulher estaremos de viagem por um bom tempo, viemos em busca de Lauren. Cuide bem da casa como você sempre faz. Quando voltarmos, você será avisada. Quero tudo em ordem.


Mike."


Lauren suspirou fundo. A carta datava de dias atrás, ou seja, eles ainda não chegariam e ainda estavam à sua procura. Que tolos. Lauren riu e destrancou a porta por dentro, a chave continuava no mesmo lugar de sempre. Ao perceberem a abertura da porta, todos se puseram a correr pra dentro da casa em disparada.


-Acalmem-se! -Lauren riu. -Quanta afobação! Temos dois banheiros lá em cima e um aqui embaixo, se dividam e sejam felizes. -Sorriu do alto da mesa.


-Eu, e Philip vamos tomar banho juntos. -Troye se prontificou a dizer. Lauren fez cara de nojo para implicar com eles e se pôs a rir de pois.


-À vontade, a casa é de vocês. -Lauren riu. -Suponho que você e Lucy também, não é Vero?


-Supôs certo, Laurenza. -Disse dando as mãos à Lucy e correndo pelas escadas.


-Hailey, o banheiro de baixo é todo seu. -Lauren apontou para a porta e a pequena menina sorriu.


-E nós? -Camila perguntou emburrada.


-Sabe que eu não contei pra ninguém que temos um banheiro ali no corredor, com banheira e tudo? -Lauren disse sussurrando.


Camila sorriu e puxou o rosto da mais alta para selarem seus lábios e assim correrem pro banheiro rapidamente. Ambas tiraram as roupas rapidamente, e Lauren ligou a água, colocando sua espuma de banho preferida ali. Camila sorriu e a abraçou firmemente. O toque dos seios uma da outra, trouxe à Lauren uma sensação boa e então ela fechou os olhos. Camila sorriu e desceu o rosto até o mamilo de Lauren, o colocando vagarosamente na boca.


-Oh Camz... -Lauren gemia baixinho.


-Você gosta disso? -Camila disse lambendo o seio de Lauren vagarosamente. 


-S-Sim.. -Lauren se escorava em cima da pia.


-Então venha tomar um banho de banheira comigo, vem.. -Camila disse entrando sensualmente na banheira coberta de espuma. 


Lauren entrou devagar, e se sentou de frente pra latina que sorria maliciosa. Ao se encaixar perfeitamente no octógono em que se encontrava, Lauren suspirou ao ter Camila sentada em seu colo. 


-Posso te fazer ficar mais leve que essa espuma? -Camila disse assoprando-a pelo ar.


-Deve. -Lauren sorriu selando os lábios das duas.


-Apenas feche os olhos e sinta, Lo. 


[...]


-Estão todos prontos? -Lauren perguntou ao se reunir na sala.


Camila tinha um sorisso radiante no rosto, que não passou despercebido pelo resto da casa. Troye e Philip estavam abraçados no canto do sofá, Hailey mantinha seu olhar no celular de Troye, Vero procurava nos armários algo para comer [N/A: Lucy não cabe no armário, Vero] e Lucy se encontrava sentada no balcão da cozinha.


-Sim, o que mais falta? -Troye perguntou despreocupado.


-Preciso de ajuda de vocês, fiquem aqui, não sumam e nem transem. -Lauren pediu seriamente mas logo soltou uma piscadela que fez todos rirem.


A morena abriu uma porta no corredor, e sumiu da visão do resto por alguns minutos. Ao voltar, trouxe consigo uma caixa de papelão com alguns tacos de baseball, golf e tintas em spray.


-O que é isso, maluca? -Vero perguntou trazendo consigo um enorme saco de batatas chips.


-Cada um escolhe um, vamos enfeitar esse lugar. -Sorriu diabólica. 


Camila soltou sua risada mais gostosa, e tomou frente rapidamente pegando um taco de baseball dos maiores. Philip e Troye pegaram os de golf prateados, Vero e Lucy pegaram tintas em spray azuis e Hailey, roxa. Lauren tirou de trás das costas um taco de baseball de ferro, totalmente decorado. Item de colecionador de seu pai, que ninguém podia tocar. Sorriu malvada.


-Em suas posições... AO ATAQUE! -Lauren gritou. -SÓ AS COISAS DE HOMEM, OU SEJA, DE MICHAEL JAUREGUI.


Todos saíram correndo em disparada, rindo sem parar. Estavam felizes em realizar o feito pra Lauren. A mesma se encontrava com lágrimas de raiva nos olhos ao mirar em cada objeto. Ao ver a televisão de plasma que Mike havia comprado - a qual ninguém podia assistir sem sua permissão - Lauren sorriu e a acertou com uma só tacada. O retângulo fino se quebrou ao meio e foi ao chão em segundos. Lauren levantou o taco pra cima como se fosse um troféu e riu, as lágrimas começaram a cair juntamente com os pertences de Mike. A quem ela não chamaria de pai nunca mais.


Troye e Philip corriam com as camisas caras de Mike, puxando pra um lado e pro outro as rasgando por completo. Vero pixava o enorme quadro da família que ficava no corredor, colocando bigodes e chifres no mesmo. Camila estava no closet, fazia questão de jogar cada frasco de perfume no chão e quebrar as prateleiras com o taco. As coisas de Clara seriam mantidas, conforme o combinado e todos respeitavam aquilo. Hailey cuidava de pintar os sapatos de rosa e pixar a parede branquinha. Lucy pixava o escritório de Mike, e jogava toda a papelada no chão.  Os livros enfileirados um a um, eram arremessados contra a parede e os materiais quebrados sem dó. 


Lauren entrou em seu quarto e sorriu ao ver tudo exatamente como havia deixado há um ano atrás. A não ser pelo pó que havia sido tirado, o chão varrido. Mas cada coisa estava em seu devido lugar de origem. Suas camisas empilhadas num canto, pertences de escola espalhados pela mesinha, a cama bagunçada, os travesseiros desalinhados. E na gaveta da escrivaninha, uma substância que havia esquecido fazia anos. Lauren pegou o minúsculo quadrado colorido e fechou em sua mão.Tudo como era antes. E Lauren desejava ter tudo como antes. Sorriu, antes de fechar a porta com chave e dar adeus à antiga Lauren, que havia morrido à um ano atrás. 


-Desenhem coisas obscenas, vocês são os artistas! -Lauren dizia subindo em cima do balcão. 


A morena estava visivelmente alterada. Pulava feito doida no balcão e ria dos atos dos demais. Lucy ria e começou a desenhar pênis no chão, enquanto Vero escrevia frases anti homofobia. Philip brincava de acertar dardos nas cuecas de Mike, e Troye quebrava os porta retratos em que continham fotos apenas dele. Lauren tinha o nariz vermelho por conta do choro, e batia com o taco no teto da casa. Camila descia as escadas sorridente por seu trabalho, e começou a ajudar Lucy a desenhar pênis enormes pelo carpete. Lauren começou a sentir calor demais, e a esticar sua blusa em busca de refresco. Troye ao ver a cena se desesperou.


-ELA ESTÁ HIPERVENTILANDO ! -Gritou correndo para apanhá-la antes que fosse ao chão. 


O mesmo a deitou no sofá e tirou sua blusa às pressas ligando um ventilador em cima dela, e a segurando com força para que se acalmasse.


-Não podemos levá-la à um hospital, vão querer dados e ligarão pro Mike. Ajudem a segurar! -Troye pedia nervoso.


Todos largaram seus afazeres para segurar os membros inquietos de Lauren que falava coisas sem nexo algum. Camila começou a chorar vendo o estado de estresse emocional da morena, quando fitou seu punho fechado fortemente.


-Troye, o punho dela. Está segurando algo! -Apontou nervosa.


-Segurem, vou tentar abrir o punho dela. -Disse com dificuldade puxando os dedos da morena que pareciam ter sido colados. -Philip, segura o pulso que eu vou abrir os dedos.


Philip assentiu, e em alguns minutos o punho da morena foi aberto mostrando à todos metade de um retângulo colorido. Todos observavam curiosos e preocupados com a morena que começava a se acalmar. 


-O que é isso? -Camila perguntou com a voz embargada. 


-LSD.. -Troye disse negando com a cabeça. -Droga, Lauren. -Disse atirando a droga pela janela.


Camila a abraçou ao perceber que estava melhor, Lauren respirava calmamente, o estado de nervos havia passado.


-Lauren, não faça isso, por favor. Nunca mais! -Camila pediu chorando.


-E-eu prometo. -Disse sorrindo. -Eu só estava estressada, amor. Agora vamos, por favor. Tenho amigas para reencontrar. 


-Está melhor mesmo?


-Sim, obrigada Troye, e todos. -Sorriu. -Mas primeiro, vamos combinar umas coisinhas..


[...]


-Fique de olho nela, Camila. O efeito do LSD dura de 2 à 4 horas. -Troye sussurrou próximo à latina que assentiu positivamente. 


Todos entraram na van, onde Lauren dava as coordenadas para chegar ao campo abandonado. O coração da morena pulsava fortemente, parecia que ia parar a qualquer momento. Ao chegarem no campinho, notaram três meninas sentadas na arquibancada. Eram elas, Dinah, Normani e Ally. Lauren sorriu, e pediu que avançassem com a van. Camila fitava Dinah com um olhar quase que psicopata, parecia muito.. ou não? Quando viu a mesma levar as mãos à boca para rir, não teve dúvidas, era ela. Sua amiga de infância, Dinah Jane. A van parou próximo à arquibancada e as três se endireitaram tentando ver alguma coisa. Lauren piscou pra Philip, que abriu a porta e desceu primeiro.


-Ol.. -Ia dizer quando foi interrompido. 


-Quem é você, e o que quer com a gente? Se você for um daqueles estupradores, saiba que eu... -Dinah se levantou em modo de ataque, quando foi interrompida.


-Eu só achei que vocês gostariam de ver a minha... -Disse quando teve uma mão entrelaçada na dele. Era Lauren que acabara de descer de van. Camila se escondia atrás de Philip esperando sua hora de aparecer.


Os olhos de Dinah se encheram de lágrimas ao ver Lauren novamente. Normani e Ally estavam com o queixo no chão e gritavam histéricas atrás da polinésia.


-LAUREN, VOCÊ VOLTOU! -As três gritaram em uníssono a abraçando fortemente. Lauren se pôs a chorar naquele abraço que tanto sentiu falta. - E.. hétero?! -Dinah perguntou após fitae Philip sorrindo novamente. 


-Lauren, eles mudaram a sua cabecinha? E o seu coração? -Allu perguntava preocupada, tocando em todos os lugares possíveis para ter a certeza que a morena estava ali.


-BRANQUELA, OH MEU DEUS! -Normani a levantou do chão sorrindo. -Não posso acreditar que você virou hétero, minha nossa, eles conseguiram te mudar? Você nos prometeu que não ia mudar, Laur.


-Meninas, acalmem-se. A Lolo está de volta. -Sorriu emocionada. -E eu lhes apresento.. -Disse apontando pra Philip, as três fecharam os olhos nervosas com a revelação. -Minha namorada, Camila Cabello.


Camila saiu feliz de trás de Philip e abraçou Lauren fortemente. A mesma beijou a testa da latina, visivelmente emocionada com o momento.


Ally e Normani novamente deixaram seus queixos no chão ao verem a pequena latina abraçada à cintura de Lauren. Aquilo só podia ser um sonho, Ally esfregava os olhos compulsivamente. 


-Temos que seguir em frente.. -Lauren disse olhando pra Normani que tinha a feição surpresa. Sabia o que ela pensava, todo o amor por Keana havia se esvaído, não por completo. Mas agora ela tinha encontrado realmente quem o seu coração procurava. É como muitos dizem, destino. -Dinah, não vai dizer nada?


A polinésia continuava com os olhos fechados, e as lágrimas caíam como cachoeiras em seu rosto. A mesma limpou uma delas, e respirou fundo. 


-V-você disse, Camila Ca-Cabello? -Perguntou com a voz embargada. 


-Sim, porque? -Lauren perguntou confusa ao ver Camila entregue às lágrimas. 


-Cheechee? -A latina disse chorando.


-Chancho? -Dinah disse abrindo os olhos e fitando uma Camila transbordando em lágrimas.


A maior correu até Camila a erguendo do chão em um abraço recheado de saudade de tantos anos. Camila enlaçou suas pernas na cintura de Dinah e colocou seu rosto no ombro da mesma, chorando como uma criança. A polinesia rodopiava a latina pelo a segurando com tamanha força quenachava que a mesma iria se partir em dois.


-Qual capítulo da novela eu perdi? -Lauren perguntou à Normani e Ally que assistiam a cena emocionadas.


-Dinah e Camila eram amigas de infância, só que Camila teve que se mudar com os pais e deixou Dinah pra trás. -Ally explicou limpando as lágrimas. -E quando você foi embora, a Dinah sofreu muito Lauren. E agora você voltou e trouxe consigo os dois pedaços que faltavam nela. Você e Camila. 


Lauren sentiu a visão ficar turva. Mais lágrimas estavam vindo por aí, com tanto choro, daria pra encher a piscina do clube municipal de São Francisco. Lauren riu ao imaginar isso.


-Você não se lembra de Camila, Lauren? -Ally perguntou confusa. -Você estava lá quando ela foi embora...


Lauren fechou os olhos, e ao terminar de ouvir a pergunta de Ally, as lembranças vieram à tona.


Flashback 


-Dinah, calma por favor. -Lauren pedia chorando por ver a amiga chorar sentada na calçada. Camila estava dentro do carro, e olhava pra mesma atentamente antes de Alejandro dar a partida. 


Normani e Ally estavam cabisbaixas na grama, e Lauren se sentou ao lado da polinesia. Camila chorava dentro do carro dando tchau pra Dinah que retribuia soluçando de tanto chorar. Lauren se levantou e começou a correr atrás do carro, que parou rapidamente. 


-Camila, vê se aparece. -Pediu tentando sorrir. -Eu sei que nós não nos falamos muito, mas a Dinah te ama muito. Ela precisa de você. Aliás, todas nós precisamos. Somos um quinteto, sabe? E não existe quintento sem uma de nós. -Disse cabisbaixa.


-Lauren, acredita em destino? -Camila perguntou e Lauren assentiu. -Eu acredito que ele vai tratar de nos juntar novamente. -Sorriu. -E a propósito, você é muito linda. 


-Obrigada, você também. -Lauren corou. -Qual é o seu sobrenome mesmo? Sabe, pra te encontrar na internet..


-Pode procurar por Estrabao. -Camila disse e o carro voltou a andar. Deixando tudo pra trás. 


-Camila Estrabao... -Lauren repetia as palavras. 


Fim do Flashback


-Ela me disse que se chamava Camila Estrabao! -Lauren disse se lembrando.


-É o segundo sobrenome dela, Lauren. -Ally explicou. 


-E ela disse que o destino iria nos juntar de novo. -Sorriu emocionada. -E olha onde estamos todas nós.. juntas novamente.  Como um quinteto. 


-Como uma quinta harmonia. -Normani disse abraçando a morena.


Dinah e Camila voltaram rindo, ambas com o rosto vermelho de tanto choro. As cinco se abraçaram sorrindo e compartilhando do mesmo sentimento. O agradecimento ao destino.


[...]


-E essas são Lucy e Veronica. -Lauren terminava de apresentar todos que estavam na van.


Estavam todos sentados na grama com uma enorme cesta de piquenique arrumada por Vero sem que ninguém tivesse visto. Todos conversavam e riam juntos, a turma havia aumentado e Lauren estava feliz. Se tudo o que tinha feito pra chegar até ali fosse pecado, Lauren desejaria ser uma pecadora pra sempre. Afinal, não pode ser pecado ser feliz, certo? Se lutar pela sua felicidade significasse queimar no inferno eternamente, Lauren seria a vencedora da luta. Se provocar sorrisos fosse pecado, Lauren seria a causa deles. Se lutar por um amor, significasse morrer queimada, Lauren dançaria numa fogueira, com um sorriso no rosto. Afinal, todos temos um propósito na vida, ninguém está aqui à toa. E Lauren estava cumprindo sua missão. A de ser feliz e de provocar a felicidade. E por falar em pecado...


-Camila, agora que estamos aqui no fim da linha, que tal me contar qual foi o seu pecado pra entrar no convento? -Lauren perguntava no alto da arquibancada. A mesma havia chamado Camila discretamente pra lhe mostrar sua vista preferida, a dos carros em miniatura.


-Meu pecado...?


-Sim, qual foi o seu pecado?


-Meu pecado foi não ter te encontrado antes, pra poder pecar com razão. -Sorriu e selou os lábios das duas. -Eu te amo, Lauren Jauregui. 


-Te amo, Camila Cabello. Você é o meu pecado. 


[Flashback Off]





Notas Finais


Dou um spoiler pra quem entender esse final.
Querem uma dica? Voltem ao primeiro capítulo.

E esse foi o fim de My Sin.

Ou não.

Hihihi.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...