História My Sins - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 28
Palavras 1.124
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, Harem, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Pansexualidade, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oie :B
Capítulo meio bosta, mas ok, né
Lembram das sugestões? Pois é, ainda tô aceitando.
Anyways, hope you enjoy :3

Capítulo 12 - Dúvidas



   Acordei assustada naquela manhã com batidas violentas na minha porta e a voz de Hoseok me chamando. Levantei da cama relutante e abri levemente a porta ainda morrendo de sono.
   -O que foi, Hoseok?- minha voz soava arrastada e eu mal podia manter meus olhos abertos.
   -Bom dia pra você também- ele me olhou de cima a baixo por um minuto- Acho que esse é o único estado em que fico mais feliz sendo eu do que sendo você- ele disse rindo do meu estado “leãozinho”.
   -Nossa, Hoseok.
   -Você é muito sem graça- ele disse quando percebeu que eu não riria da sua piada- Enfim, como você deve imaginar, preciso de um favor, então quando estiver em um estado mais apresentável, me encontre no salão principal- ele disse e saiu.
   Maldito. Tem sorte de ser um demônio, se não eu ia rodar a baiana aqui. Retirei-me da porta e a tranquei novamente para me certificar de que não haveria nenhuma surpresa durante o meu banho desta vez. Despi-me e antes de entrar novamente na banheira, olhei para a marca que Taehyung havia deixado em mim. Ok, não ia negar que ela era bonita, mas eu realmente não a queria ali; por mais que eu já fosse sua serva de todo jeito, aquilo já era demais para mim. Eu não pertenço a ninguém. Tomei um banho rápido, me vesti- dessa vez em um vestido em tons de rosa e roxo-, domei meus cabelos fazendo uma trança lateral neles e saí de lá indo direto para o salão principal já que eu não estava com fome graças à madrugada anterior.
   Chegando lá, pude ver Hoseok me esperando recostado a sua coluna enquanto observava a coluna em que Jungkook fora esculpido. Seu olhar descia para o chão de vez em quando, o que o fazia parecer pensativo, mas logo voltava para algum ponto específico na coluna. Logo ele notou minha presença e se dirigiu a mim:
   -Agora sim!- ele disse sorridente se referindo a minha aparência.
   -Me desculpa se eu não sou linda o tempo todo como vocês- me permiti rir desta vez- Mas o que você queria comigo?
   -Oh sim, eu gostaria que você me respondesse algo- não acredito que ele me tirou do meu soninho para fazer uma pergunta!
   -Ok, pode perguntar.
   -Essa história do Nam e do Jin tem dedo seu, não é?
   -O que? Quer dizer que deu certo?- eu estava sorridente e ele sorriu também ao notar.
   -Podemos dizer que sim. Não é como se eles fossem um casal, mas pude notar que desde ontem à tarde, Namjoon tenta evitar ser o pecado da Luxúria na presença de Seokjin- eu segurei um gritinho histérico, não vou mentir- Não acredito que você precisou chegar para eles tomarem iniciativa!
    -Você também os queria juntos?- ele fez que sim com a cabeça- Que fofo!
   -Por mais que eu saiba que isso pode trazer problemas, Seokjin o ama de verdade e tudo que o Namjoon precisa agora é de amor. Agora mais do que nunca... - ele disse para si mesmo parecendo se lembrar de algo.
   -Por quê?
   -Por nada- ele fugiu do assunto, mas eu continuava insistindo- Sabe, eu acho que o Yoongi queria falar com você. Por que não vai atrás dele?- disse se distanciando.
   Ok, claramente ele não queria conversar. De repente me deu uma vontade de saber do que ele estava falando... Tá, eu sei que é só porque eu não posso. Tentei esquecer isso pelo menos momentaneamente e segui o caminho para o quarto do Yoongi, não queria ver ele bravo por demorar demais, porque se ele já é chato assim normalmente, de mau humor então deve ser um demônio. Não, pera...
    Cheguei a seu quarto e bati na porta, mas ninguém me respondeu, então resolvi entrar assim mesmo. Assim que abri a porta pude ver ele se mexer debaixo das cobertas e murmurar alguns palavrões por causa da luz que entrou no quarto pela porta aberta e pelo barulho que a mesma fez ao abrir. Se ele queria falar comigo, por que diabos ainda estava dormindo? De qualquer forma, mal tive tempo de entender a situação, pois logo ele olhou para mim odioso e esbravejou:
   -O que caralhos você está fazendo no meu quarto a essa hora?- o fato de sua voz estar rouca por conta do sono não a deixava nem um pouco menos raivosa ou ameaçadora.
   -Hoseok disse que queria falar comigo... Mas já estou vendo que foi um engano, sinto muito- disse rapidamente. Se eu não queria ver ele de mau humor, eu falhei miseravelmente.
   Eu estava um pouco nervosa com a situação, então eu abri a porta atrás de mim rapidamente e ia passando por ela outra vez, mas fui impedida por Yoongi:
   -Onde pensa que vai?- ele tinha a sobrancelha arqueada- Vamos, já sabe o que fazer.
   Dei um suspiro derrotado e me dirigi até a cama outra vez. Sentei e comecei a mexer em seu cabelo enquanto observava o teto. Os minutos passavam devagar e o tédio estava me consumindo aos poucos até que percebi que Yoongi estava quieto demais, então fiz menção de me levantar e sair de lá.
   -Ainda estou acordado.
   Suspirei pesadamente outra vez e voltei para minha posição inicial, dessa vez sentindo Yoongi repousar sua cabeça em meu colo. Mais alguns minutos de silêncio se passaram até que o mesmo resolve quebrá-lo novamente:
   -O que Taehyung tinha para resolver com você ontem à noite?
   Yoongi O.N.
   Depois de Alice se acomodar em minha cama de novo, deitei em seu colo me certificando de que ela ficaria ali. Ela suspirou, mas eu estava pouco me fodendo, a culpa era dela de todo jeito. Com o passar dos minutos, me lembrei do que Taehyung havia me dito ontem quando estava indo para o quarto dela. Como estávamos sozinhos, não vi melhor situação para perguntar:
   -O que Taehyung tinha para resolver com você ontem à noite?
   Tive a impressão de sentir sua respiração falhar momentaneamente e ela hesitou por alguns instantes antes de me responder:
   -Não foi nada...
   -Claro que foi alguma coisa. Por que mais ele se daria o trabalho de ir até o seu quarto?- abri meus olhos que até agora eu mantinha fechados e a encarei.
   -Ele só queria... - ela hesitou novamente- Me dar uma coisa.
   -Que coisa?
   -Como você é curioso.
   -Não mude de assunto.
   -Por que você quer saber?- ela parecia nervosa e... Envergonhada?
   -Porque eu quero. Vamos, o que Taehyung queria lhe dar?
   Ela correu os olhos por todo o meu quarto procurando uma saída, hesitou, tentou gesticular, hesitou novamente, mas por fim se deu por vencida. Afastou o cabelo de seu pescoço e lá pude ler uma palavra escrita.
   “Ganância”.
   Eu vou matar Kim Taehyung.



Notas Finais


Vish muita treta, vish muita treta
Huehuehue brincadeiras a parte, vocês também acham que Min Yoongi tá ficando muito mal acostumado? Pois é, eu também.
Comentários fazem meu dia mais feliz =D
XOXO


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...