História My sister's boyfriend - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Colegial, Hoseokão, Incesto, Jimin, Jin, Kookie, Nam, Suga, Tae
Exibições 151
Palavras 976
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Ficção, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oioioi.
É eu apareci até que em fim ne, desculpa a demora pq é cada coisa trabalho,escola e blá blá blá.
Sorry os erros.

Capítulo 5 - Nunca, jamais


Fanfic / Fanfiction My sister's boyfriend - Capítulo 5 - Nunca, jamais

      P.O.V Kim

  

    Do nada o Tae me beija,não fiquei surpresa,só que do nada seus lábios foram arrancados do meu, abro os olhos rapidamente é deparo com ele bolando as escadas.

    Como assim?

    Como sou uma pessoa muito madura pra mim era idiotice dele e comecei a ri da situação, quando ele chegar finalmente no chão ele não se mecheu e apenas  ficou com uma cara de dor.

      Desço as escadas ainda rindo e o mesmo me olha com fúria oque faz eu tentar parar de ri.

-Você tá bem? -Digo controlando o riso. 

-To super bem, só fui jogado a escada a baixo e sai bolando, provavelmente quebrei meu braço mais to otimo-Disse com ironia. 

-Grosso

-Melhor do que fino- Falou maliciosamente. 

-Desnecessário - Revirei os olhos.

   ......

-Meu  Deus tu que me matar, é eu sou muito lindo pra morrer. - Falou Tae em pânico. 

- Eu disse que não sabia dirigir. - Revirei os olhos.

   O braço do Tae tava doendo muito então tivemos que sair da escola pra ir pro hospital, já que aparentemente parecia que ele tinha quebrado o braço.

   Tae insistiu pra irmos no carro dele. Ele era um ano mais velho do que eu por isso ele tinha carro, mais ele estudada na mesma serie que eu já que ele é burro e reprovou de ano. Tá  admito ele não reprovou de ano,ele teve que se mudar pra Busan e blá blá blá ,mais gosto mais da ideia de fala que ele é burro e reprovou de ano.

   .......

   Aconteceu que realmente Tae tinha quebrado o braço esquerdo, o que faria ele ficar com o braço enjeçado 10 dias.

     Oque eu realmente tenho certeza que ele me fará de escrava.

-Pela mor de Deus Kim chama um taxi porque tu dirige muito mal e eu não quero te o risco de morrer. -Reclamava o mesmo. 

-Vou chamar não, agora tu vai te que me aguentar a dirigir até sua casa. 

-Meu senhor amado.

      O caminho todo para a casa do Tae foi ele gritando e orando pra não morrer, e tinha uma hora que parece que ele tava tendo uns ataques epileticos.

-Anão Kim fica aqui, dorme aqui-Implorava Tae enquanto me direcionada a porta. 

-Eu não. 

-Mais vc precisa cuidar de mim. 

-Ate onde eu saiba você quebrou um braço não o corpo inteiro. 

-Ahh por favor-  O mesmo fez biquinho e uma carinha muito fofa.

     Ahhh não, não faz essa cara que eu não resisto.

-Ta vou pensar - Disse dando um abraço no mesmo e me dirigindo até a porta de saída da sua casa. 

-Oferecida - Resmungou baixo o pai do Tae. 

-ja olhou pra ti? - Remumgo mais baixo ainda, mais o mesmo ouve e me olha com fúria.

     ......

   Ou eu errei de casa ou ta tendo um velório na minha casa. A casa tá com mais flores do que um velório.

   Mais que coisa.

- Oi filha demorou hoje, já são quase 19hrs. -A mulher que acho que é minha madrasta falava tentando ser adorável.

   Eu realmente to na casa errada, se minha casa tivesse igual um funeral não teria problema, o fato da minha madrasta ta igual o boso de tanta maquiagem também não é problema, agora ela ser adorável isso sim é um problema.

   

-Am? - Tombei a cabeça para o lado em dúvida e a mesma vem pra me da um abraço.

-Se você estragar algo saiba que o sotan esta a sua espera -Sussurrou no meu ouvido cravando suas unhas nas minhas costas. 

-Aish.

-É ela Yoongi? - Pergunta uma voz masculina não reconhecida pergunta e logo vejo que Yoongi, uma mulher e e o dono da voz masculina muito parecido com Yoongi está sentando na cozinha, cujo acho que é seus pais.

-Boa noite, é você a namorada do meu filho? Você ê muito bonita ele tem sorte viu,vocês combinam muito- Perguntou uma mulher muito simpática. 

- Boa noite, não, não sou eu a namorada do seu filho- a cumprimentei segurando o riso,e fazendo um coque nos meus longos cabelos negros, mais deixando uma parte do cabelo solto para não deixar tão amostra o galo da minha testa.

- Que pena -a mulher falou decepcionada sentando se na mesa no lado do seu marido.

- Mais se você não é a Yoona, cadê ela então? -O Homen bem vestido perguntava.

-Ela já ta chegando- Minha madrasta falava se juntando a nós.

      Acabou que a mãe do Yoongi insiste que eu sou a namorada dele, e ficava meio que me jogando para cima dele,até me fez sentar ao seu lado e ao lado de Yoongi. Yoongi apenas olhava tudo calado e eu estava muito envergonhada com a situação mais estava me dando muito bem com sua mãe. 

   Ouvimos um barulho vindo da sala sugerimos que fossem a Yoona.

-Caralho, as pohas da queles palhaços do Estados Unidos são verdade, minha nossa senhora, Yoongi um bora embora daqui. -Falou a mãe do Yoongi assustada se levantado da cadeira.

     Apenas ri, ri muito.

    Yoona estava com um vestido branco com os seus cabelos longos loiros meio enrolados nas pontas e acho que ela exagerou muito na base e no blush porque meu senhor amado, e batom vermelho borrado. 

     Hum borrado ai tem coisa.

-Mãe calma, ela é a Yoona, minha namorada -Yoongi  Falou tentando controlar o riso. 

-Eu em - A mesma falou rindo se sentando, na mesma hora meu pai entra na cozinha.

Meu pai? Mais ele só chega daqui uma semana.

-Oi minha filha- Disse me dando um abraço tão falso.

Na realidade minha família era"Família" só um modo de se chamar falsidade mais fácil. 

-Oi -Respondi seco. 

-Eu preferia que você fosse a namorada do meu filho- Disse a mãe de Yoongi baixinho no meu ouvido, apenas corei e deu um sorriso de leve.

Algo que nunca jamais,isso irá acontecer.


Notas Finais


2bjs.
GENTE E ESSE ALBUM NOVO DO BTS? EU AMEI. MEU CU NAO AGUENTA A PRESSÃO. *Soou meio estranho, mais minha mania de falar cu em tudo nunca sai*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...