História My Sly Omega - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Felipe Z. "Felps", Rafael "CellBit" Lange
Personagens Felps, Personagens Originais, Rafael "CellBit" Lange
Tags Cellps, Daddykink, Jikookgozou, Lemon, Mpreg, Umadecellps, Yaoi
Visualizações 81
Palavras 790
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Ecchi, Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção, Lemon, Poesias, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oioi, rs
~Duda
Para quem não entendeu - infelizmente - a lerda na Becky (ex @ AquelaDeCellps) perdeu a senha da conta
E naquela conta, ela havia postado o primeiro capítulo desta fic
E ela perdeu o capítulo que escreveu
Então, para poderem entender isso, devem ler o 1° capítulo da fic ( LINK NAS NOTAS FINAIS)
~Duda

Capítulo 1 - One


Fanfic / Fanfiction My Sly Omega - Capítulo 1 - One

— Hum, você beija muito bem, sabia? — disse o Alfa ao se separar do beijo, por conta do ar

— É, sabia. — disse o loiro simplista

— Nem é convencido.

— Nem sou. — disse, saindo do colo do Alfa e soltando um sorriso divertido

— Palhaço. — o Alfa acabou por rir da "modéstia" do outro

— Sou não, babaca.

— É sim. Não teime comigo, Baby.

— Mas eu não sou. — após dizer tais palavras, o loiro pode sentir um selar em seu pescoço. 

Assim fazendo com que um um arrepio repentino corresse por seu corpo

 — Aah...

— Gostou, não? — antes do Ômega poder responder, o ato foi repetido novamente

Mas desta vez, sua pele macia foi maltratada de uma maneira um tanto mais... prazerosa


Agilmente, com um sorriso sacana nos lábios, o Alfa pressionou-o na parede, apoiando seus braços um de cada lado da cabeça do Ômega e por alguns segundos fitou seus lábios rosados 


— Aah...p-pare com iss-Ah! Awn..  — o loiro tentou conter um gemido baixo ao sentir o pressionar dos caninos do Alfa em seu pescoço, mas não chegando a ser uma mordida em seu pescoço

— Eu paro. Mas somente se você dizer que não está gostando. — o Alfa formou um sorriso sacana no rosto, com os olhos voltados para o pescoço — agora um pouco vermelho — do Ômega 

— Porra. — xingou o outro ao ouvir o "desafio" proposto e consequentemente arrancando uma leve risada do outro —Só...me solte. Por favor, sim?

— Hum... Deixe-me ver... Não.

— Por favor... — disse em um tom arrastado

— Só se pedir daquele jeito. — um sorriso sabido, porém, safado surgiu nos lábios rosados do Ômega, entendendo rapidamente onde o outro queria chegar

— Ah, sim... Por favor, Daddy. Estou com sono, prometo ser um Baby bonzinho... — disse o Ômega e logo em seguida deixou um rápido selar no canto inferior esquerdo da boca do Alfa - que sorria satisfeito -

— Uhum. Vamos dormir, Baby. Amanhã tenho que acordar cedo. — disse, o Alfa não queria parar com a brincadeira por ali

Porém, sabia que o outro estava com sono mesmo é sabia que se insistisse essa "brincadeira" iria tomar um rumo diferente

— Espere um pouco. Acordar cedo por quê?

— Eu tenho que ir à empresa, ué.

— Ah, não. Você não disse que ficaria comigo? - disse o Ômega, cruzando os braços e fazendo uma expressão emburrada

— É brincadeira. — o Alfa soltou um sorriso divertido com a expressão do noivo e gargalhou após receber um tapa no topo da cabeça

— Não me faça de idiota, besta.

— Eu não te faço de idiota, muito pelo contrário. — o Alfa disse e deu um forte e estalado tapa em um dos lados das nádegas fartas do Ômega, que ficou surpreso

— O que foi isso?

— Um tapa. Não me diga que não gostou, eu sei que gostou. - o loiro ouviu isso e suas bochechas se ruborizaram instantaneamente

— Q-quê?

— Esquece vamos dormir então.

— Agora não. Há um problema. 

— E qual seria? — perguntou o Alfa, virando-se para o loiro

— Sabe... Baby quer leitinho, Daddy. — com a face mais inocente e deslavada do mundo, disse o loiro e um sorriso malicioso surgiu em meio aos lábios do moreno

— Então venha, o Daddy vai te dar leitinho fresco, Baby.

— Prometo que irei tomar tudinho, Daddy. — o loiro disse ainda com o que lhe restava de sua falsa inocência


O moreno já sentia-se altamente excitado, tais palavras soaram como um tiro e lhe acertaram em cheio

Sentia-se agoniado, seu membro estava sendo apertado por conta do jeans e da boxer

Este era o tremendo efeito que o loiro lhe causava


— Então vamos logo. — pegou o loiro pelo pulso o mais rápido possível e foi o conduzindo até o quarto dos dois

O loiro observava a afobação do outro, somente com um sorrisinho no rosto, porém, ria mentalmente


O loiro rapidamente empurrou o Alfa, que caiu sentado na cama

Até que o moreno pode ouvir seu celular tocar, estava ficando agoniado, necessitava da boca de seu noivo em si

— Não vai atender?

— De modo algum. Seja quem for, pode esperar. Só quem não pode esperar sou eu. Tá doendo pra caralho.


Após ouvir tais palavras, o loiro sorriu safado e ajoelhou-se enfrente ao Alfa, então, começou a abaixar o jeans do mesmo lentamente, e os retirando, até o Alfa ficar somente de boxer, percebendo rapidamente a rigidez do membro do Alfa

Sentindo-se alegre por saber que fora ele quem causou isto no Alfa, com uma simples frase

Sem pudor algum, o loiro tocou o membro do Alfa, que arfou ao sentir o toque em si

Agora, sorrindo satisfeito, o Ômega apertou fortemente o membro do Alfa que gemeu eu resposta

— Posso? - perguntou, referindo-se ao movimento de abaixar a boxer do Alfa

— Deve.



Notas Finais


Então, foi isso, né kjkjkj
Até a próxima
~Duda

(LINK 1° CAPÍTULO - https://spiritfanfics.com/historia/my-sly-omega-9407053/capitulo1)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...