História My Snow Doll - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lovelyz, Mad Town
Personagens Buffy, Daewon, Heo Jun, Jin, Jisoo, Lee Geon, Lee Mi-joo, Moos, Yoo Ji-ae
Tags Boneca De Neve, Crossover, Drama, Fantasia, Inverno, Jiae, Lee Geon, Lovelyz, Madtown, Romance
Exibições 3
Palavras 1.353
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Bishounen, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Fluffy, Josei, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Visual Novel
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


A foto de capa eh como ela foi esculpida~
Foi essa foto que me inspirou a usa la como a personagem principal.
Espero que estejam gostando!
Bjs~
Até lá embaixo.
Música do cap eh For You do Lovelyz

Capítulo 2 - For You


Fanfic / Fanfiction My Snow Doll - Capítulo 2 - For You

‘Keep your head up, I’ll be there for you

My beloved

When things get tough you can lean on me

Let’s share our dreams

All this great love I have, I have for you’

For You - Lovelyz

Eu estava acordada e me sentia apenas com um pouco de calor. Mas nem sabia se eu tinha tal sentimento. Larguei a flor que tinha na minha mão e a deixei ali no banco de gelo onde antes estava sentada de forma confortável. Uma moça bonita com asas me ajudou a sair de dentro do vidro e me manteve intacta no frio que ela emanava.

Ela me deixou dentro de um pequeno apartamento e então se foi, para onde quer que ela tivesse de ir. Eu fui caminhando e encontrei um rapaz muito bonito dormindo. Eu comecei a analisar o seu rosto adormecido e percebi o quanto a sua expressão era serena e doce. Ele era tão lindo que eu queria toca-lo, mas eu não sabia que podia afinal eu era feita de gelo. Eu continuei o observando curiosa até que o vi abrir os olhos lentamente. Eu devia estar muito perto por que ele levou um baita susto quando me viu ali.

-Quem é você? - Ele perguntou ao se afastar de mim, o rapaz me olhava assustado. Eu estava com um vestido branco e o meu cabelo era loiro, meus olhos eram castanhos e grandes. Ele parou e me observou um pouco talvez se lembrando de algo. Eu nem sabia direito quem eu era. - Yoo Ji Ae?

-Sim... Foi esse nome que a moça bonita de branco me disse que era o meu.

-Então aquela mulher bonita e alada é real?

-Sim e muito bonita. - Falo de forma tímida. Ela tinha uma aura maternal e tão natural. Eu não sabia como me sentir e nem me expressar. Então sorri por que era como eu vi as pessoas em frente a mim. Ele se levanto e tocou meu rosto e cabelo.

-Você é de verdade, mas ainda é fria como gelo... Ainda não acredito que você seja real.

-Nem eu... - Falei olhando para baixo e ele estava ali me observando e me fazendo olhando para ele. O rapaz me analisava de alto a baixo, talvez ele tivesse me reconhecido.

-Aliás o meu nome é Kyung Tak, ou então pode me chamar apenas de Geon. - Ele sorriu bonito para mim e então eu tive um estalo.

-Não foi você que me criou? Por que eu já ouvi o seu nome antes. - Ele olhou para mim apavorado e tirou as mãos de mim como se tivesse levado um choque. Eu tentava o analisar, mas era muito difícil de dizer o que se passava na cabeça dele. Eu não sabia nada sobre o mundo apenas o que aquela moça bonita tinha me dito e não era nada além do meu nome. Outras coisas eu vi as pessoas que paravam em frente a mim faziam.

-Tecnicamente sim... Mas eu não esperava que você fosse se tornar real... - Ele pegou a minha mão e me levou para um espécie de estúdio e descortinou um quadro que era a moça alada bonita que tinha me trago até ele. - Foi essa moça que te trouxe até aqui?

-Sim... Ela é tão bonita né?

-Concordo... Achei que ela fosse coisa da minha cabeça, mas estou vendo que não. Enfim... Está com fome?

-O que é fome? – Ele olhou para mim um pouco desacreditado e coçou a cabeça a procura de uma resposta plausível para aquela pergunta.

-É quando você sente que precisa se alimentar. É um sinal do seu corpo para que você faça isso. Geralmente comemos o café da manhã agora.

-Faz um barulho engraçado aqui? – Falei apontando para o lugar da onde vinha o barulho engraçado.

-Sim... o lugar que você tá apontando é a barriga.

-Ah entendi... então eu estou com fome Geon! – Falei mostrando os meus dentes no que ouvi as pessoas falando que era sorriso. Ele me levou até um outro lugar e pegou algo para matar a fome segundo ele. Eu nem sabia que a fome era algo vivo para a gente matar. Esse menino estava me deixando confusa.

Ele me deu leite frio e biscoitos. Segundo ele, Geon não sabia bem o que me dar para comer.

-Nada quente seria um bom começo, não quero te derreter de dentro para fora.

-Faz sentido... Não sei o quanto aguento de calor... - Tudo seria um grande aprendizado. Até mesmo sobre a minha condição meio estranha. Eu ainda era bem fria, mas não sabia se eu de fato estava viva ou era só uma estátua andante. - Geon... Eu estou viva, ou apenas posso andar livremente?

-Eu não sei JiAe... Gostaria de ter essa resposta, mas ela é mais difícil do que eu podia imaginar. - Nós terminamos de comer o que ele disse que era o café da manhã. Depois fomos para o estúdio dele por que ele disse que queria me comparar com os desenhos que ele tinha feito de mim. Eu fiquei sentada na mesma posição que eu estava na exposição. Depois de tanto me analisar ele chegou a conclusão que eu era mesmo a estatua de gelo dele.

-Então Geon... Somos a mesma pessoa?

-Sim Ji Ae... É você mesma. Eu não tô acreditando que aquela fada de te deu vida.

-Mas por que você acha que ela fez isso?

-Ela disse que era uma segunda chance, mas não sabia que ia ser assim, você é igual a uma criança, vou ter que ensinar tudo.

-Eu acho que sim... mas enquanto estava lá parada, eu tinha algum tipo de consciência, acho que você me fez com tanto carinho que acabei guardando algumas coisas. Tipo isso! - Fiz um sinal com os dedos que eu não sabia o que significava, mas ele sorriu.

-Isso é um coração. Você deve ter aprendido com as pessoas que tiravam foto perto de você. Quero te pintar. Você deixa?

-Como Assim Geon?

-Ah desculpa... Quero fazer um quadro seu. Como se fosse uma modelo, Você vai ficar parada e eu vou te desenhar e então encher de cores. - Eu olhei para ele desconfiada, mas fui sentar aonde ele tinha me apontado e escolhi uma posição e lá fiquei. Depois de uma volta completa de um relógio que tinha ali. Não sabia entender bem aquele mecanismo, mas reconhecia que era um relógio por que tinha um bem na minha frente na exposição. Ele pediu que eu me esticasse para poder ficar um pouco mais naquela posição. Então me levantei e me espreguicei. Eu estalei um pouco, mas era mais o som de gelo que se partia. Então olhei para minhas mãos e elas estavam um pouco desinformes. Fiquei assustada. Geon olhou para mim preocupado, então me pegou e jogou na sua câmara fria. Eu fiquei lá por alguns minutos e vi que estava voltando ao normal. Geon estava do lado de fora e então ali sentada e quieta eu vi a tal fada novamente.

-Olá querida... Desculpe lhe explicar somente agora, mas você ainda não é resistente ao calor. Você precisa ficar refrigerada por até doze horas. Para que seu corpo fique intacto, mas quanto mais você aprender sobre a vida e quanto mais você deseje ser humana esse tempo será diminuído aos poucos, porém você tem apenas até o fim do inverno para decidir se quer ou não, ser apenas uma peça de arte. A decisão será apenas sua querida.

Ela então some e eu fico com aquilo na cabeça, como assim ter o desejo de ser humana, eu mal sabia sobre a vida, não sabia nem o que era fome. O que ela queria dizer com aquilo. Quando senti que estava totalmente de volta ao normal eu sai da câmara fria. Era um pouco estranho ficar muito tempo lá dentro. Mas teria que me acostumar por que segundo a fada eu tinha que ficar 12 horas num lugar frio para eu não perder a minha forma. Ser feita de gelo era muito pior do que qualquer um poderia pensar.


Notas Finais


Então o que acharam do segundo cap?
Calma que ainda viram muitas emoções!
Link da msk do cap <https://www.youtube.com/shared?ci=_3TJkH1_cBc>;
Bjs~
Até os coments~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...