História My Story: Yoonseok - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jungkook, Personagens Originais, Suga
Exibições 71
Palavras 700
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OIE
Sim, eu sumi
Tinha muita coisa acontecendo na minha vida, e eu não tava me dedicando ás fanfics
ME DESCULPEM
Eu vou tentar me dedicar mais, juro.
Capítulo pequeno, mais o próximo vem tiro (acho)
CURTAM O CAP

Capítulo 5 - Reencontro


Fanfic / Fanfiction My Story: Yoonseok - Capítulo 5 - Reencontro

~Hoseok POV

Sábado, 6:25 da manhã, essa era a hora que marcava em meu celular.

Levantei da minha cama, e fui para o banheiro. Fiz minhas higienes, e fui me arrumar. 

Eu acordava a essa hora todo sábado pra trabalhar. Fazia 2 meses que eu estava no mesmo lugar. Meu recorde.

Sempre que arranjava um trabalho novo, algo dava errado, e me demitiam. Da última vez, colocaram um tipo de droga na minha mochila. Eu tinha visto quem havia colocado, mas a pessoa me ameaçou, e disse: 

"Quem vai confiar em um idiota como você? Eu sou o herdeiro disso tudo. Ninguém vai acreditar em você."

Eu fiquei irado, e dei um soco na cara dele, ele começou a gritar dizendo "socorro". Eu apenas disse a ele:

"Tudo bem. Perto de lixo como você, eu não fico mais. Idiota."

 

Eu não ganhava tanto dinheiro, mas dava pra pagar o aluguel, e me sustentar pelo menos um pouco que fosse. Mas como tudo aquilo acontecia tantas e tantas vezes, eu já estava acostumado. Achava que nesse emprego, eu iria durar pelo menos um pouco mais, e não iria precisar trocar de casa tão de repente.

Depois de trocar de roupa, fui ao banheiro, e arrumei meu cabelo. Por um instante, me olhei no espelho e pensei no que eu havia me tornado em tão pouco tempo. A minha família não estava mais ali comigo, e eu apenas lamentava a minha existência todos os dias. Eu já estava cansado de ser apenas um inútil, mas aquilo iria acabar em pouco tempo... Eu tinha certeza de que nada iria dar errado...

Estava chovendo quando eu saí de casa. Ficava um pouco longe, e eu tinha de pegar um ônibus pra ir. 

Entrei no ônibus, paguei a passagem, e me sentei em um dos assentos. Peguei o meu fone, e comecei a escutar música.

Cinco minutos depois, o ônibus para, e novamente outra pessoa sobe. Não me preocupo em olhar, e continuo de olhos fechados. Quando uma mão pousa sobre meu ombro.

- H-Hoseok! 

-O-o quê? Bora?

Bora era a melhor amiga da minha irmã, Jiwoo. Elas eram próximas desde crianças. E na época que toda aquela confusão aconteceu, minha irmã foi morar com ela. Desde 4 anos não nos víamos. Os anos passam, nós criamos responsabilidades. 

- Eu... Preciso contar algo pra você...  Rápido.

- ESPERE. Vamos esperar chegar até perto do meu trabalho, e você me conta.

10 Minutos depois, o ônibus parou. Eu e Bora descemos, e fomos perto de um comércio que havia ali perto.

- Vamos Bora. Por favor, seja algo importante. Estou quase me atrasando.

- Hoseok, promete que vai ficar calmo...

- BORA...

Então ela começou a me explicar.

...

- Um dia, eu e a Jiwoo estávamos na minha casa, normalmente, como quase todos os dias. Quando ela começou a reclamar de fortes dores. Mas as dores sempre eram curtas, e não duravam tanto tempo. Eu sugeria para irmos ao médico, para ver o que era aquilo. Mas ela sempre dizia que não era nada, e que era apenas uma dor boba que iria passar. Só que semana passada, ela começou a passar tão mal, que nós tivemos de ir para a emergência de um hospital. Enquanto ela tomava soro nas veias, eu falei com o médico dali, e ele disse que...

 

- C-como A-assim? Bora não...

Eu começava a suar frio, e Bora estava ficando extremamente assustada.

- Hoseok... Não é certeza mas... Eles acharam algo...

- NÃO... BORA... - Eu me levantei e ela parecia me tentar deixar calmo.

- Por favor se acalme...

- NÃO... ISSO NÃO PODE ESTAR ACONTECENDO NÃO... - Eu dizia entre lágrimas.

- Eu te levo onde ela está.

 

Eu estava tão fora de mim, que nem ao menos fui ao trabalho para me explicar. Fomos direto para o hospital onde minha irmã estava. Chegando lá, Bora me indicou o quarto. Eu não esperei, e apenas fui em direção onde minha irmã estava.

Em um empurrão brusco, a porta do quarto se abriu. Havia uma pequena cortina branca que separava a maca e a entrada do quarto. Abri a cortina.

-Jiwoo...

-É tão bom ver você de novo, irmão...


Notas Finais


Só um detalhe:
No caso do nome da irmã do Hoseok, usei o nome real dela, (talvez eu mude depois) ele dizia o nome dela como outro, e agora ele chama como Jiwoo.

Espero que tenham gostado! Irei me dedicar mais a fanfic, prometo.
Sigam meu tt @TiazinhaHope ás vezes lá eu dou notícias sobre a fic. ( e se quiser me chamar DM não tem problema, eu não mordo hihi)

Obrigada por ler! Até o próximo capítulo <3
Amo vcs seus tesaum
FLW


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...