História My Style - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias B.A.P, Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Bang Yongguk, Daehyun, Himchan, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jongup, JR, Jungkook, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V, Youngjae, Youngjae, Yugyeom, Zelo
Tags Bts, Bullying, Got7, Rivalidade, Yaoi
Exibições 28
Palavras 1.576
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Ficção, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 9 - Shippei


Eun Byul Point Of View


Eu e Jungkook trocavamos olhares confusos, ele me amostrou o papel e fico meio confusa. Estavamos tão confusos do porquê de ele fazer aquilo, as perguntas era oque não faltavam naquele momento. Ouvimos passos apressados se aproximando pelo som era mais de uma pessoa correndo e vindo em nossa direção, viramos nossos olhares para a porta atrás de mim. Os passos diminuem e vemos Taehyung e Jimin passarem pela porta ofegantes de tanto correr, suas expressões eram horríveis parecia que tinham visto um fantasma. Jungkook solta a minha mão e vai até eles, ele estava claramente preocupado e desesperado pelo estado deles. Também me levanto e fico atrás de Jungkook observando os outros dois respirarem fundo com os olhos marejados. 


 - O que aconteceu? - pergunta Jungkook tocando no ombro de Jimin. 

 - O Kim Namjoon levou um tiro. - diz responde o ruivo Jungkook coloca a mão no rosto depois começa a andar de um lado para o outro passando a mão no cabelo. Eu já ouvi esse nome em algum lugar.

 - Onde ele está? - pergunta Jungkook entrando em desespero. 

 - Em um hospital proximo daqui. - responde Taehyung ainda ofegante e começa a tossir depois de tentar respirar fundo. 

 - Você dirige? - JungKook olha para Jimin que apenas afirma. 

 - Eu vou nessa, espero que seu amigo fique bem... Tchau. - digo ainda meio confusa com tudo que aconteceu hoje e com uma voz cabisbaixa. Sinto uma mão em meu pulso -sério? Jungkook gosta de fazer isso- não era Jungkook desta vez, era Taehyung. 

 - Você vai com a gente. - Taehyung diz calmo e se aproxima de mim. - Jungkook acabou de saber que seu melhor amigo levou um tiro, ele vai precisar de você. - fala baixinho em meu ouvido me fazendo arrepiar. - E você nem tão cedo vai voltar para aquela casa. 

 - Está bem... - digo corando por ele estar tão perto. 

 - Vamos? - pergunta Jimin tirando a chave de um carro do bolso. 

 - Mas o Yoongi não ia te buscar Jungkook? - pergunto. 

 - Ele teve que levar o Jin Hyung no hospital. - responde Jimin.


 Saímos da sala e eles foram correndo -e me arrastando com eles- para o carro do Jimin. Não era um carro como o do meu pai mas era lindo. Entramos apressados no veículo, até eu estava desesperada, porque... Acho que conheço esse Namjoon. Eu fui com Jungkook no banco de trás, fiquei atrás de Taehyung que está no banco do passageiro. Não falamos nada eu apenas abracei Jungkook enquanto ele chorava baixinho. Eu tinha que fazer aquilo, porque quando eu precisei de um abraço foi ele quem me deu. Chegamos no hospital e nós três saímos, Jimin foi estacionar o carro. Entramos e Taehyung perguntou sobre o Namjoon, pediaram para aguadarmos do lado de fora da sala com mais dois garotos conhecidos deles e Yoongi, os cinco conversavam e eu apenas tentava me lembrar de onde eu conheço Namjoon. 


 - Oi... - ouço uma voz calma e me viro. - Sou Kim SeokJin mas me chame de Jin. - sorri para mim de forma doce. 

 - Sou Eun Byul, mas me chame de EunB - eu até que gostei do apelido. Sorri meio forçado para ele. 

 - Por que está aqui? Eles te arrastaram não foi? - sua voz era calma e meiga o que me acalmava. Assenti. - Você quer entrar comigo para ver o Namjoon? Eles disseram que eu posso chamar alguém e já que eles estão conversando. - ele dizia sorrindo e afirmei. - Então vamos. - pega na minha mão e me leva até a porta a nossa frente. 

 - Ki-Kim Namjoon? - gaguejo ao ve-lo deitado com alguns tubos em seu braço e um corativo no ombro esquerdo. 

 - Você o conhece? - pergunta. 

 - Ele é meu tio materno. - olho para Jin e depois volto a olhar Namjoon. 

 - Que mundo pequeno. - diz sorrindo e se aproxima de RapMon -o apelido que inventamos quando ainda eramos pequenos porque ele sempre fez Rap muito bem-

 - J-Jin? - diz baixo e com a voz rouca.

 - Ei, não tenta falar. Você está muito fraco. - dá um selinho nele. Isso é tão fofo.

 - Advinha quem eu conheci hoje? - me puxa pelo braço me fazendo entra no campo de vista do moreno. 

 - E-Eun Byul? - diz meu nome e afirmo sorrindo junto a ele. - Quanto tempo nanica.

 - Sim... RapMon - digo seu apelido o fazendo sorrir ainda maior.

- Amor... Tá com muita dor? - pergunta Jin fazendo cafuné no cabelo do meu tio.

- Um pouco, mas eu aguento.


 Ele sempre foi forte, ele se machucava feio e não chorava apenas continuava. Quando ele torceu o tornozelo jogando futebol, nem mancar ele mancou, por isso sempre admirei muito ele. A porta foi aberta e olhamos para lá, era um médico que se aproximou de nós olhando algo em sua prancheta. Jin olha para Namjoon e o dá um beijo rápido no qual eu quase vomitei arco-iris só de ver. 


 - Tenho que ir. Eu irei ficar ali fora. - diz Jin contra os lábios de Namjoom e logo se afasta.

 - Ei... Jin... - Namjoom chama fazendo Jin o olhar antes de chegar na porta. - Eu te amo! - Jin sorri bobo. 

 - Também te amo. - sorri com a cena linda que presenciei. Saímos da sala com todos nos olhando enquanto eu sorri boba ainda pensando no amor de Jin e Namjoom. 

- O que deu nela? - pergunta um moreno que estava ao lado de Yoongi. 

 - Yaoi - disse e eles levantaram uma sombrancelha. - Ah vão see fuder. Yaoi é vida. - me sento novamente e eles riram com o bico que eu fiz. 

 - Ahh, ela acabou de ver NamJin. -Disse Yoongi e todos fazem um "ahhh" quando caiu a ficha. 

 - Perai... Vocês também criam nomes shipper? - pergunto animada e eles afirmam. - Só eu que shippo TaeMin? -Sorri e Yoongi faz um Hi-5 comigo, uma pessoa shippa. 

 - Está falando de mim e do Jimin? -Taehyung aponta para si mesmo e depois para Jimin e Yoongi afirma por mim. 

 - Eu shippo - JungKook e Jin dizem juntos. Taehyung e Jimin começam a discutir com todos que estavam concordando comigo. 

 - Aproveitando a discussão... Sou Jung Hoseok. - sorri o moreno me apresento e ele se senta entre mim e Yoongi. Os dois se olham por um tempo mas reviram os olhos. 

 - Mais um shipper. YoonSeok. Alguém shippa? - pergunto e todos concordam comigo, Yoongi me olha com raiva e vem em minha direção. - Saí Yoongi. - digo e ele me puxa ne fazendo cossegas. 

 - Chega Yoongi. - Taehyung diz rindo de mim e Yoongi para. 

 - Alguém shippa JiKook? - eu não ia parar tão cedo com essa brincadeira.

 - Eu - Hoseok e Taehyung dizem juntos.

- Também pode ser um TaeSeok, perai... TaeYoonSeok 

 - Acaba com essa vadia. - Taehyung me empurra para Yoongi. 

 - Vadia é você. - digo alto e Yoongi tampa minha boca, estava quase esquecendo que estavamos em um hospital. 

 - Para com isso gente. - JungKook me tira dos braços de Yoongi e segura meu rosto com a mão. 

 - Shippei. -Todos falam juntos e reviro os olhos. Me afasto de Jungkook, ele segura meu rosto novamente mas dessa vez me beija. Aquilo era melhor que o beijo do meu pai, era calmo e tinha algo mais. Os meninos vão ao delírio, só ouço alguns gritos baixos. 

 - Jungkook... Por quê? -Falo contra seus lábios. 

 - Eu gosto de você Eun Byul. - diz em um sussurro e fecho os olhos por um tempo. 

 - Eu não sei o que sinto por você. Sinto muito Oppa. - digo e ele sorri fofo, aquilo partiu meu coração. 

 - Tudo bem. Não vou te forçar a nada. -Se afasta mas o puxo para um selinho rápido.  

- Desculpa! -Coloco a mão sobre os lábios e ele sorri fofo mais uma vez. Os outros conversavam enquanto estavamos naquela ceninha. 

 - Tá chega... Esse shipper nem tem como criar um nome. - diz Jimin parecendo irritado. Isso é ciúmes do Kook?

 - Ciúmes? - sorri de lado. 

 - Yoongi... Acaba com a vadia por mim? - ele estava com ciúmes dele, e eu podia ver claramente, mas eu não gosto de Jungkook, ele pode ser fofo e gentil comigo mas não gosto dele. Yoongi ri e nega a pergunta de Jimin. 

 - Eun Byul você não pode voltar para casa. Quer passar o dia na nossa casa? - Taehyung chega perto de mim e afirmo mesmo sem ter muita certeza.


 Eu mal os conheço e já vou dormir na casa deles, seis garotos, uma garota, um ciumento, quatro casaisinhos, só que não, ainda mais que eu não gosto do Jungkook e o Jin por enquanto que o Namjoon está no hospital e vai ficar sozinho. Mas qualquer coisa consegue ser melhor que aquela casa, se abusada novamente? Nem morta. O problema nem é ficar com sete garotos em uma casa mas sim roupa e onde eu vou dormir, espero que seja com Jin ou Yoongi que são os únicos que tenho certeza que não vão tentar nada, e Hoseok só que ele nem falou comigo direito então seria estranho. O que vai acontecer? Queria poder prever o futuro!



Continua...



Notas Finais


Desculpa a demora para ter capítulo novo eu estava sem criatividade. Vai ter B.A.P no próximo capítulo e vai ter explicação do porquê o Jungkook e o Yugyeom se odeiam. {AVISO: Vai rolar yaoi do B.A.P, GOT7 e BTS e a EunByul vai ficar com um garoto ae... Não é o Jungkook}


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...