História My submissa - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Personagens Originais
Tags Submissão
Visualizações 57
Palavras 1.162
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olha eu de novo!! Tunts, tunts...então como eu disse segredos serão revelados! Corações serão partidos! Muaaaaa

B
O
A

L
E
I
T
U
R
A
A
A

Capítulo 14 - Doutora vadia!!!


Pov    Luana


Meus olhos foram ficando pesados, milha respiração calma, logo uma escuridão me preencher... 

Sonho on....


O garoto loiro ao meu lado me dá um selinho inesperado! Meus olhos se arregalar instantaneamente.. Milha respiração fica falha, sinto as maçãs da minhas bochechas queimando feito brasa. 

- é t-tenho que ir.. - o mesmo estava com as bochechinhas arosadas, que fofo. 

- ahh, fica mais um pouquinho, por favor!  - ele junta suas duas mãozinhas, faltando pouco para ajoelhar no chão.. 

- não posso!  Eu tenho que ir pra casa, minha mamãe deve está preoculda.. - o garotinho olha pro chão e assente ainda cabisbaixo.. 

- thal hunn..? 

- não vou falar meu nome, quem sabe um dia você descobre,  menino dos olhos cor de mel.. Tchal


Pov  Luana 


O lugar foi ficando escuro, e a imagem das duas crianças foi ficando retorcida... 

Abro os olhos sentindo uma respiração quente em meu pescoço, e uma perna em minha cintura, acompanhada por braços fortes e tatuados me prendendo.. Justin, o que deu nele?  Eu em!!!  Tento de todas as formas possíveis sair, tento por baixo, começo a me mecher feito uma minhoca por baixo do seu corpo, droga!  Justin me prendeu mais.. Respiro fundo.. Tiro sua perna da minha cintura lentamente, percebo que o mesmo está acordado quando ouço sua voz rouca em meus ouvidos.. 

- já acordou?  - não estou dormindo!!  Cada pergunta.. Que ele não me ouça pensando nisso.. 

- sim, hum..bom dia - nao e que eu sou educada, bom levando em consideração o que eu passo - Quanto tempo eu dormir? 

- o dia todo.. - o mesmo boceja - já e de manhã, nós vamos sair, suas roupas estão no closet - pera eu vou sair? Tuns, tunts, tunts... 

-SÉRIO? ai que maça.. Pera porque minhas roupas estão no seu closet?  - parando para pensar.. Porque mesmo?? 

- meu ouvido porra!  - devido os olhos.  - a parti de hoje você vai dormi no meu quarto.. Quero ficar de olho no meu filho

- mas ele ainda nem nasceu! - garoto doido!  Como vai olhar o filho sendo que esta na minha barriga, eu em!!  - melhor eu ficar no meu quarto antigo!  Não quero atrapalhar sua transa selvagem com suas putas!!  

- meu filho e mais importante!  - não sei porque mais essas cinco palavrinhas me deixaram feliz!!  - agora vai logo se arruma !

(...)


Se passaram mais ou menos quarenta minutos  que estou dentro do carro mais o justin.. Já perguntei diversas vezes para onde agente ia mas cada vez ele me chingava.. Era engraçado ver - lo com raiva, eus sei, eu sei.. Não cotuca a onça com vara curta,mas e tão engraçado.. 

- chegamos.. - justin disse, olho para a janela e o que posso ver e um hospital.. 

- hospital?  - pergunto sem entender 

- não  e uma boate de strip ! - semissero os olhos.. - nada de fugir, falar com estranhos, lembre-se ! Somos um casal OK?  Não tente dá uma de espertinha!! - o mesmo repete pela milésima vez as regras, parece até que eu sou a criança e ele o pai.. 

Vejo que o Justin abre a porta do carro para eu sair.. Olha quem ver ate pensa que nós somos um casal.. Saio do carro andando na frente, paro quando sinto meu braço sendo puxado delicadamente, o mesmo entrelaça sua mão na minha, uma corrente elétrica passou por todo o meu corpo causando arrepios.. Ao chegar na clínica, fomos direto para a recepção, onde uma mulher rechonchuda, com os cabelos castanhos já desbotado nos atendeu.. 

- com licença temos uma consulta marcada com a Doutora Daniela. 

- qual nome?  - a velha pergunto, no  crachá de identificação estava escrito " Florentina "

- Justin Drew Bieber.. - Justin respondeu ainda com as mãos entrelaçadas com a minha.. 

- hun.. - a mesma começou a olhar na agenda.. - à sim!  Pré - natal certo?  

- sim - respondo meio com vergonha.. Isso me da vergonha, tipo, uma mulher vai ver suas partes íntimas.. Isso da vergonha

- sala 4 ..porta a esquerda.. 

- obrigado - falamos em uníssono 

Começamos a andar pela extensão da clínica, as paredes era branca, as porta eram em um tom metálico.. Os números da sala se encontrava em cima das portas.. Páramos assim que chegamos na sala 4..entramos após " ouvir" um entre do lado de dentro.. 

Sentámos nas duas cadeiras vagas.. Que se encontrava em frente a doutora,  a Doutora Daniela era linda.. Cabelos ruivos naturais que iam ate a cintura, olhos azuis claros, e um corpão de dá inveja em qualquer uma.. 

- Bom dia.. - a mesma sorrir forçado 

- Bom dia - falamos em unissimo

- tudo bem com esse nenêzinho ai?  - não gostei dessa doutora.. 

- não sei!  Sabe.. Estou aqui realmente para saber se está ou não bem com ele.. - sorrio falça

- claro, bom sente se aqui - a mesma se levanta, apontando para uma maca.. Assim fiz

- vou passar esse gel aqui para ajudar a olhar seu bebê.. E um pouco gelado, levante a blusa e desabotoa o  chort - assim fiz, a doutora começou a passar o gel em minha barriga, era realmente gélido.. Pude observar que ela estava com o bumbum para cima, acho que era para o Justin ver aquele silicone dela, arg que raiva.. 

- está vendo aquela bolinha pequeninha aqui?  - assentir.. - ele está com dóis meses.. E um bebê saudável, parabéns mamãe.. - eu realmente estava feliz meu bebê esta com dois meses ! Que bença.. Minhas lágrimas descia sem permissão.. Apos terminar a vadia quer dizer doutor me da um lenço para tira o esseso de gel.. Olho pro justin que estava ao meu lado e seus olhos estavam brilhando.. 

Me levanto abotou o meu short ,devendo da maca.. Sentamos novamente nas cadeira e pude ver que a Doutora estava com apenas um botão que prendia o jaleco fechado, deixando assim seus seios a mostra por causa da sua blusa decotada.. A mesma se inclina para frente escrevendo alguma coisa no papel.. Fazendo assim seus peito quase pulace para fora.. Olho para o lado e vejo o Justin mordento o lábio inferior.. 

- aqui, - a mesma me entrega aparentemente uma receita - são algumas vitaminas para o bebê seu.. 

- nosso - fiz zigui-zague com o dedo apontando para mim e justin.. 

- Doutora agente pode transar? Tipo não vai machucar o bebê?  - olho para o justin incrédula, que vergonha!! 

- sim, mas lembre-se!  Tem que ser com cauma.. 

- Ann...e por quê meu membro mede 24cm ai eu fico com medo de machucar meu filho..- olho para a Doutora, bom se e que eu posso a chamar assim,  ela cruza as pernas e morde os lábios.. A não isso não!  Mas que vadia.. 

- o vadia larga de dá em cima do meu marido!  Você quer ficar com ematoma?  Se sim e só você fazer isso de novo sua cachorra.. 


CONTÍNUO??? 












Notas Finais


Oi povo.. Cap novo!! Como eu disse segredos deram revelados então por favor não fiquem com raiva de mim ou do justin quando descobri.. Bjs.. Espero que tenham gostado e desculpe os erros


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...