História My Sugar Sour - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bangtan Boys, Bts, Família, Festa, Min Yoongi, Suga, Yoongi
Exibições 9
Palavras 947
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Violência, Visual Novel, Yaoi
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Espero que gostem.

Capítulo 6 - Snow


Fanfic / Fanfiction My Sugar Sour - Capítulo 6 - Snow

Acordei atrasada, fiz minha higiene apressadamente e me vesti pondo um moletom qualquer o frio estava de matar, fiz um rabo de cavalo mas bagunçado que meu quarto, tentava esconder o ninho que meu cabelo estava com o rabo de cavalo e consegui, meu pai já não estava mas em casa e havia apenas o dinheiro que ele sempre deixava em cima do balcão, sai de casa e comecei a andar apressada, peguei o celular e vi que já eram 6:51 então comecei a correr cheguei e a entrada já estava vazia, não aguentava mas correr mas necessitava, novamente corri até o armario e guardei o que não precisaria e fui rumo a sala, entrei afobada com os cabelos ao vento e a pele transparecendo pela corrida, o professor me reprovou pelo olhar abaixando o óculos que usava e olhou pra trás de mim, fiz o mesmo e corei violentamente, Min yoongi estava colado em mim com sua cara de tédio de sempre mas que o deixava mas atraente, ao me virar literalmente grudei nossos corpos e ele deu um sorrisinho coçando a nuca, me afastei um pouco e o professor disse.

Aluna Baek... Jin hee e aluno Min yoongi,  Uma semana arrumando as salas.-Disse calmamente já me fazendo estremecer de raiva, eu não tinha corrido 1 quilômetro pra ter que ficar limpando as salas.

Mas vo...-Ia protestar mas ela me cortou antes de começar.

Quer que eu aumente?-Perguntou com tamanha paciência que me irritou e explodi.

Por acaso em tenho cara de faxineira?-Questionei fazendo todos rirem mesmo não sendo minha intenção e ele ficou de pé na mesma hora cessando a algazarra dos alunos.

Os dois duas semanas.-Disse aumentando o tom de voz e fazendo o número dos com as mãos.

Sai bufando de braços cruzados e batendo o pé, bem infantil da minha parte mas não estava ligando, me sentei em um banquinho que tinha no corredor ainda com o bico e yoongi apenas se sentou calmamente como se já estivesse acostumado.

[...]

Assim que a última aula acaba pego minhas coisas no armario e vou em direção a sala que iriamos começar  a limpar.

Obrigada pelas 2 semanas Doll...-Disse fingindo um sorriso.

A vai se fu...-Antes que eu começasse ele me corta.

Xiiu. Não pode xingar na escola.-Disse pondo dois dedos na minha boca e apontando pro aviso que havia colado na parede.

Fiquei o encarando, era incrível como um simples sorrisinho me deixava boba, sua pele branca como a neve, aqueles olhinhos pequenos e castanhos, sua boca pequena, delicada e convidativa estava entre aberta em um sorrisinho.

Vai ficar me encarando?-Perguntou retirando o dedo de meus lábios.

Pigarreei- Você vai ficar sentado aí? Temos 6 salas livres que temos de limpar.-Disse sem a menor empolgação.

Eu devia deixar você limpar sozinha, por sua culpa fora acrescentado mais uma semana.- Reclamou.

Aish, cala boca, você fica reclamando igual a um velho, imagino que não tenha amigos.-Disse em tom de brincadeira.

Ah, tenho certeza que é ao contrário.-Disse andando na frente.

Não preciso de amigos.-Disse pondo o fone de ouvido.

Tanto faz, anda logo Doll.-Disse parado me olhando, apenas levantei o dedo do meio pra ele e o mesmo riu.

[...]

Estava cansada de  ficar limpando o chão com aquele esfregão pesado, yoongi estava em um canto da sala jogando no celular e eu deitada em duas mesas que fiz de cama, o vento frio entrava pelas janelas fazendo as mesmas baterem e me fazer levantar em um susto, eu não estava nem um pouco afim de ficar mais meia hora sequer dentro de uma sala limpando o chão, peguei uma bolinha de papel que tinha no canto de uma das janelas e taquei na cara de yoongi mas ele nem se moveu, depois de chamar 2 vezes por seu nome conclui que ele estaria dormindo, parei em frente a ele e seus olhos estavam fechados e alumas mechas caiam sobre seus olhos, retirei-as e fiquei observando-o, yoongi abre apenas um dos olhos e eu instintivamente me afasto, ele levanta aos poucos ficando completamente sentado e digo.

Bom temos que arrumar a última sala, já esta escurecendo.-Disse tentando fugir a qualquer custo daquele ambiente, sempre que estava com yoongi me sentia nervosa. Antes que eu saísse da sala e segura  meu puço e me pucha pra si e pergunta.

Está com frio? Sua pele está vermelha e sua boca está roxeada.-Disse baixo e com total serenidade me fazendo estremecer, sua voz rouca e embargada me dava arrepio. Me sentia desconfortável ali.

Não... Não estou com frio.-Disse me soltando calmamente e abraçando meus braços, sai da sala respirando fundo.

O resto do trabalho ocorreu normalmente, fora quando eu pegava yoongi me observando do outro canto da sala, como se tentasse ler minha mente. Segui em direção a saída da escola caía alguns flocos de neve no meu rosto me fazendo mas frio, estava na metade do caminha mas os céus decidiram que iria nevar até alguém, tipo eu, morrer de frio, entrei em uma cafeteria que havia a algumas quadras da escola, o frio era mutio parecia estar congelando, minha garganta doía e a tosse só aumentava,, optei por um copo grande de capuccino e uma fatia de bolo de morando, enquanto fazia minha primeira refeição do dia observava as pessoas ao lado de fora, viajava em um mundo qualquer e percebo que alguém havia sentado na mesma mesa que eu, olhei pra frente e percebi um Min yoongi segurando uma mochila preta em minha direção, levantei uma sobrancelha e fiquei o encarando sem entender.

Imaginei que você viesse pra esse café e te trouxe algumas coisinhas.-Disse com aquele sorrisinho que apenas ele sabia dar.

 

Continua


Notas Finais


Até amanhã!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...