História My Sweet Bad Boy (Imagine Jimin - BTS) - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jimin, Park Jimin, Park_nick, Você
Visualizações 287
Palavras 1.731
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Fantasia, Ficção, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Ooooooi
Sim, estou vindo postar o especial s2

Capítulo 21 - My brothers and sisters


Nick On

Namjoon fazia as curvas rápido demais, me causando raiva e medo, meti um tapa forte em sua nuca e ele Resmungou algo me fazendo rir baixo. 

- Vai devagar ou vai acabar nos matando, não to afim de morrer. - Ele sorriu e entrelaçou nossos dedos. 

- Eu tenho que falar algo à você. - Franzi o cenho. 

- O que seria? - Perguntei e o olhei. 

- Você verá, melhor, ouvirá. - Sorri apertando a mão dele. 

- Cadê o balde? - Taehyung se pronunciou e eu ri baixo. 

Não demorou muito para chegarmos no hotel, Namjoon parou o carro, fui até o porta malas e peguei uma mochila, entregando uma jaqueta para cada um dos meninos.

- Disfarcem, eu vou pedir os quartos. - Assentiram. 

Entrelacei minha mão com a de Namjoon e entrei na recepção, iríamos ficar aqui por pouco tempo, segundo _______, ela tem uma casa no Brasil, voltar para o internato é a última coisa que ela quer. 

Pedi os quartos e entreguei as chegue para os meninos, claro que ________ ia ficar com Jimin e Gih com Jungkook, não fui diferente, fiquei com Namjoon. 

Entramos no quarto e eu logo comecei a tirar aquela roupa suja. Olhei para Namjoon, vendo ele tirar a camisa e morder o lábio ao me olhar. 

- O que? - Perguntei e ele impediu que eu fechasse a porta do banheiro. 

- O que? Você acha mesmo que vai me tentar dessa maneira? - Me puxou pelo pulso, me colocando contra a porta após fechar.  

- Kim... - Sussurrei provocativa. 

- Você me deixa maluco, cada vez que pega em uma arma, em uma faca, que mostra seu potencial, me deixa maluco em saber que se arrisca, me deixa triste o fato de que quase te perdi e não consegui fazer nada. - Acariciei o rosto dele, ficando na ponta dos pés e selando nossos lábios lentamente. 

- Eu te amo. - Sussurrei, ele ficou um pouco surpreso e eu ri baixo. 

- Eu ia dizer isso, não vale. - Soltei um riso, sendo puxada pelas coxas e tendo-as que firmar ao redor da cintura dele. - Esta doendo? - Passou a mão por minha coluna, olhei para o espelho e vi a ponta fraca que tinha ficado a marca da faca ali. 

- Eu não senti nada, era sangue falso, você sabe que costumo fazer iss... - Seu lábio se chocou contra o meu e eu fechei meus olhos. 

Senti seus dedos subirem em encontro ao meu sutiã, e antes que ele pudesse tirar, eu o afastei e pulei no chão. 

- Vamo fazer isso do jeito certo. - Sussurrei. Ele olhou ao redor e entendeu ao que eu me referia. 

- Droga. - Bagunçou o cabelo, me fazendo rir baixo e selar nossos lábios lentamente, me afastei e fui até o chuveiro, acenei para que ele saísse logo. 

Namjoon suspirou e saiu, me deixando mais confortável. Tomei um banho rápido, lavando meu cabelo e ficando pensativa sobre tudo. Sai do chuveiro e me enrolei no roupão que havia ali. 

- Temos que comprar roupas. - Falei ao sair do banheiro. 

- Sim, quer ligar para algum dos meninos? - Assenti e ele me estendeu o celular, puxei o pulso dele antes que fosse ao banheiro, mordi seu lábio, fazendo ele fechar os olhos e eu sorrir. 

Digitei uma mensagem para Jin, pedindo roupas, tanto para mim quanto para as meninas. 

"Peças íntimas também?"

Soltei uma risada alta. 

"Sim, precisamos também, obrigada ^-^"

Deixei o celular de lado e me arrumei na cama, suspirei e logo fechei meus olhos, abracei um dos travesseiros. 

- Ah não, nem pense em dormir. - Soltei uma risada ao sentir o corpo de Namjoon sobre o meu. - Hoje você não dorme. - Engoli minha saliva com força. 

- Mas eu... 

- Não tem mas... - Beijou meu ombro, deslizando o pano do roupão. - Nem menos, hoje você vai ser minha, nem que eu tenha que matar algum filha da puta pra isso. - Me virei para ele, circulando meus braços ao redor de seu pescoço. 

- Então vem. - Me sentei e logo fiquei sobre suas pernas, sentindo os dedos dele deslizarem para dentro do roupão que eu usava. 

Abri lentamente, tendo seus olhos me analisando, tirando minha sanidade, me inclinei e o beijei lentamente, fazendo nossos lábios se desgrudarem, ele me apertou e rolou comigo sobre a cama, me fazendo rir alto. 

- Você demora pra cacete. - O puxei com minhas pernas. 

- Sei que você é safado, não quero que se segure. - Namjoon sorriu de canto. 

- Eu vou ir lentamente... - Beijou minha mandíbula, descendo para meu pescoço. - Quero sentir você por completo. - Soltei um suspiro. 

Desci minha mão pela coluna de Namjoon, senti o pano de sua toalha e a puxei, podendo sentir o membro dele em minha virilha, ele grunhiu com o  contato e eu arfei. 

Céus, eu o queria como nunca. Sempre tive vontade, mas o medo me impediu, mas agora dane-se, eu o quero. 

Me sentei na cama e tirei o roupão, puxei Namjoon pela nuca, o beijando com voracidade, sentindo as coisas esquentaram gradativamente. 

Suas mãos vieram para meus seios e os apertaram, Gemi contra sua boca, sentindo ele a descer para meu pescoço e finalmente alcançar meus seios, puxei seu cabelo e arqueei minhas costas, deixando que ele me mordesse da maneira que quisesse. 

- Ah... Isso. - Gemi, ouvindo seu riso e o olhando, fechei meus olhos e deslizei meu pé pela perna dele, eu precisava me acalmar, mas não conseguia, Namjoon estava me enlouquecendo, me levando aos céus e ao inferno em um único tempo. 

A boca de Namjoon desceu para minha barriga, me mordendo e chupando, fechei meus olhos enquanto agarrava o lençol com mais força. 

Senti a respiração dele bater contra minha intimidade e tive vontade de fechar minhas pernas, sendo impedida com força, tendo as mãos por baixo de minhas coxas, as apertando com extrema força. 

Um beijo, seguido de uma lambida prazerosa, onde eu suspirei fundo, gemendo baixinho. Sentindo ele morder com calma e depois lamber de novo. Meu peito subia e descia rapidamente, eu tinha vontade de gritar por ele. 

Puxei o cabelo de Namjoon e passei a mão em minha testa, gemendo um pouco mais que antes. Senti as mãos dele em meu quadril e me trazendo mais para ele, me chupando, lambendo e mordendo. Revirei meus olhos, sentindo dois de seus dedos forçarem meu interior, apertei os olhos e rebolei contra eles. 

- Você fica linda assim. - Gemi ao ouvir sua voz rouca. 

Então ele tirou seus dedos e voltou a me chupar com mais voracidade, raspando seus dentes ora sim e outras não. 

- Nam... Por favor. - Saiu em suplícia. 

Ele grunhiu e eu sabia que ele estava mais que duro e que aquilo doía, ele se colocou sobre meu corpo e eu abri meus olhos, deslizei minha mão para seu membro e o segurei. 

- Não. - Grunhiu puxando o lençol e fechando os olhos, passando a língua dentre os lábios. 

- Eu quero você dentro de mim. - Acelerei os movimentos de minha mão. 

- Pa-Para. - Sorri de canto, Namjoon é frágil. 

- Me faça parar. - Então ele puxou minha mão, colocando a outra, junto desta, acima de minha cabeça, senti seu membro raspar em minha intimidade e logo ele me completar, me fazendo gemer e perder o ar. 

Namjoon colou nossas testas, Gemi de novo, sentindo ele pulsar dentro de mim. Apertei minhas unhas contra a Palma de minha mão e fechei meus olhos. 

- Droga, eu te amo. - Sussurrou entre gemidos. 

- Oh! - Meus olhos se reviraram quando ele saiu e entrou com extrema força.

Sua mão deslizou para minha coxa e permitiu que eu o tocasse, coloquei minhas mãos em seu peito e fechei meus olhos, arqueando minhas costas e encostando meus seios em seu peitoral. 

Seu braço passou por baixo de mim, Namjoon estocou com mais força, me fazendo gemer mais alto, cravando minhas unhas em seus ombros. 

- Namjoon! - Praticamente gritei quando ele me acertou. 

Ele sorriu, me puxando mais e me fazendo senti-lo mais, Revirei meus olhos quando ele me acertou diversas vezes, somente em meu ponto de prazer. Puxei o lençol com meus pés, contorcendo meus dedos e gemendo mais alto. 

Namjoon gemeu rouco em meu ouvido, chegando ao seu limite ao mesmo tempo que eu. Seu corpo ficou mole e ele quase caiu sobre mim, permanecendo com um dos braços dobrados e ofegante. 

- Eu te amo. - Sussurrei de novo aquelas palavras que estavam me trazendo felicidade. 

- Eu te amo mais, muito... - Beijou o canto de meu labio. - Mais. - Sorri, completamente boba. 

(...)

No Outro dia tudo foi mais normal, se é que podemos dizer isso. 

- Vocês não vão mesmo vir com a gente? - Gih perguntou olhando para Tae, Hoseok, Jin e Yoongi.

- Vamos para os Estados Unidos, vocês sabem que se precisa de nós é só dar um toque. - _________ sorriu e os abraçou. 

- Tomem cuidado. - Falei e me virei para ir para o carro. 

- Vai toma no cu, pode vir me dar um abraço. - Tae falou. Fiz um bico de canto e virei com meus olhos marejados. - Alguém filma, ela tá chorando. - Revirei meus olhos e corri até ele, o abraçando com força. 

- Vamos sentir sua falta. - Jin falou, isso foi motivo para que um soluço saísse dentre meus lábios. Os quatro me abraçaram, me esmagando entre eles. 

- Ah, eu amo tanto vocês. - Falei baixo e eles riram. - Desgraçados. - Eles riram mais ainda. 

- Também te amamos, mas você tem o Nam, tem a nós, sempre vamos estar aqui, prometemos. - Jin colocou a mão no peito e eu sorri boba. 

Então todos se despediram de nós, dos três casais que iriam para o Brasil e dos três idiotas que iriam para os Estados Unidos. 

Querendo ou não, sempre fomos muito unidos, nunca deixamos ninguém de lado. Jimin sempre foi meu irmão, Jungkook, o maknae peito de ferro, Namjoon, o cara que eu amo, aqueles quatro, os meus irmãos, todos eles, eu amo, e agora essas duas garotas, as quais se tornaram mais que amigas, ________ e Gih, se tornaram minhas irmãs. 


Notas Finais


To chorando, sabe por que? Porque o próximo é o último ;-;


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...