História My Sweet Boss (one-shot) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Undertale
Personagens Frisk, Papyrus, Personagens Originais, Sans
Tags Fell!sans, Frans, Sans X Frisk, Underfell, Yuninha2004
Exibições 296
Palavras 2.263
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Ecchi, Hentai, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oie~
Este é minha primeira one-shot!
Sempre gostei de sadomasoquismo!
Então fiz uma fanfic sobre o Sans fell !!!
Nunca achei uma fanfic que a Frisk é a malvada!
Só sweet princess =w=
Então ....
Boa leitura!

Capítulo 1 - Medidas Extremas


Fanfic / Fanfiction My Sweet Boss (one-shot) - Capítulo 1 - Medidas Extremas

Olá sou Frisk!

Eu cai em underground com 17 anos agora tenho 20!

Aqui é um lugar com apenas uma regra! MATAR ou MORRER e eu escolhi.. nenhum! Eu escolhi POUPAR!

No começo eu queria a todo custo sair desse lugar, mas quando.... Vi o quanto esse lugar era sombrio e ao mesmo tempo acolhedor, apenas... Sem esperança ou compaixão , resolvi ficar , agora você deve achar que tudo esta em paz e harmonia tudo alegre e perfeito né?

PFFFFFFFT HAHAHA que ridículo ai ai, você acha mesmo que de um dia pro outro tudo ia mudar e nos estaríamos saltitando nos campos da amizade? SQN

Agora eu sou a capitã da guarda real!

Tenho um cãozinho masoquista muito leal e obediente e todos me temem!

Há algo melhor que isso?

-Sans seu inútil venha aqui!

Gritei no quarto,logo ele veio correndo

-S-sim s-sweet Boss...?

Falou logo começando a babar, quando me viu deitada na cama apenas com uma langerine preta e vermelha com Varios babados

-O que esta olhando!?!? Deixa! Apenas vá pegar algo para mim comer!

Falei altoritaria

-Sim sweet boss!

Falou secando a baba e correndo para o andar de baixo, logo voltou todo suado e babando trasendo um Caprichado prato de espaguete

-A-a-aqui s-sweet b-boss

Falou entregando o prato ajoelhado diante de meus pés

-Muito bem!

Fiz carinho em sua cabeça e ele começou a se esfregar na minha mão, pegou meu braço e começou a lamber meus dedos

-Sans! Quer ser punido?

Disse raivosa, ele largou minha mão e fez que não com a cabeça

-Então para compensar, de comida na minha boca!

Falei entregando-lhe o prato

-Como d-desejar Sweet Boss

Falou pegando o prato

-Sans...

Falei o chamando 

-Sim Sweet Boss?

Falou com medo do que eu iria falar

-Por que?

Falei confusa

-por que oque sweet boss?

Falou mais confuso ainda

-Por que Sweet boss?

Falei o olhando confusa, ele por algum motivo começou a corar

-P-p-por q-que t-tu me-mmesmo sendo fria, nunca matou ninguem, apenas torturas... Sempre foi docê comigo, e com, Papyrus.... Você me salvou.

Sans falou corando muito

-Que fofo Sans, agora a comida

Falei acariciando seu crânio

-Sim!

Meu cachorrinho falou se segurando para não lamber minha mão novamente, logo estava enrolando o macarrão no garfo e levando a minha boca

-Di-Diga aaaa-aaah

Falou trêmulo e soando 

-Aaaaah

Abri a boca , delicadamente Sans levou o garfo ate minha boca, mastiguei e engoli

-Hmmmm... Não foi Papyrus que fez certo?

Falei apos perceber que o macarrão não estava tão molenga e aguado igual o do Papyrus, e como resposta Sans apenas acenou que realmente Papyrus não foi o responsável pelo delicioso macarrão , Sans não parava de olhar pra mim, estava com uma carinha ansiosa e nervosa, aaaaa entendi agora

-Sansy foi você que fez esse macarrão?

Falei sarcástica

-huhum, Sim Sweet Boss fui eu sim

Falou ansioso como um cãozinho querendo ir passear

-Hmmmm... Deixa-me ver... Está...

Fingi estar pensativa colocando um dedo em meus lábios, pevertido... Sans ficava me olhando babando e soando muito, com certeza estava pensando em coisas sujas

-Uma Delicia

Falei deitando melhor na cama, por um momento espiei a cara de Sans, segurei meu riso, ele estava com cara de manteiga derretida , parece que alguem esta feliz he...

Ah! Quase me esqueci, sabe qual o motivo de eu invez de descer e pedir a Papy fazer um espaguete para mim, eu gritei por Sans?

POR QUE UM FILHO DA PUTA ARROMBADO, VIADO, PUTO, DESGRAÇADO ME ACERTOU UMA GARRAFA DE VIDRO NA MINHA PERNA

#Flashback#

Eu estava no Grillby's tomando uma cerveja, Sans estava a o meu lado tomando Mostarda , quando um monstro bêbado chegou perto de mim e começou a me cantar

-Hey gostosa que tal irmos pra minha cama?

Falou aquele imundo

-Não seu lixo desprezível

Falei seca

-Que isso chu-chu? 

Falou pegando minha bunda

-Hey!

Dei um tapa na mão dele

-vamos lá gracinha deixe de ser...

-CALA BOCA NÃO TOQUE NA SWEET BOSS

O repuguinante foi enterrompido pelo Sans

-O que um cachorrinho poderia fazer contra mim?

Falou o $#@%$@ apontando para a colera dê Sans

-AARGH SEU...

Sans rangeu o dentes, o cara pegou a garrafa de minhas mãos quebrou a parte de baixo na bancada e avançou em Sans

-SANS!

Gritei o chutando para trás e assim o desgraçado arrombado filho da égua

Acertou minha perna, com tanta raiva que eu acomulei, levantei iguinorando a dor em minha ferida e o puxei pelos cabelos....

O resto nem vou dizer, agora ele esta na garagem gritando por socorro e sendo iguinorado (=

# Voltando #

Comecei a rir depois de lembrar da cena dele sendo iguinorado

-PFFFFTTTTT!!!! HAHAHA

Ri maliguina

-Sweet boss? Oque é engraçado?

Me perguntou pendendo a cabeça pro lado

-A cara daquele desgraçado chorando e pedindo por misericórdia enquanto todos o iguinoravam

Falei secando as lagrimas no canto dos olhos

-Pffft! Verdade! Lembra dele gritando MAMÃE ME SALVA!!!

Falou a ultima frase com um gritinho de bixa

-Pois é, nunca mexa com Frisk! Ai ai ai

Falei fazendo um movimento subindo as costas, mas logo a descendo por causa da dor enorme na perna

-SWEET BOSS NÃO SE MEXA VAI PIORAR

Falou altoritario, UI me deu ate um arrepio

-OK mestre

Falei rindo, ele ruborizou e puxou seu capuz

*Sans on*

Ela me deixa louco, faz sensações estranhas fluírem no meu peito, toda vez que a vejo quero abraça-la , beija-la a tornar só minha , oque é isso?

-Quer mais macarrão sweet Boss?

Falei colocando uma coberta em cima do corpo semi-nu da minha Boss, mesmo que minha vontade fosse lamber cada parte da quele corpo lindo

-Quero estou faminta

Falou encostando as costas na cabeceira da cama

-Como desejar sweet Boss

Falei enrolando mais macarrão no garfo, e levando a boca da minha boss... Era hipinotizante vez ela mexer aqueles labios, pareciam ser tao macios e doces , eu babava e soava tentando contem a ereção que queria crescer no meio das minhas pernas, ela estava me torturando me provocando! Acho que isso que chamam de AMOR?

Isso... Sera possível? Eu amo minha sweet boss? Por isso que quando a vejo torturando outros caras eu fico BRAVO e meio... TRISTE?

Aquilo era CIUMES?

ela.. Apenas uma garota... Fez um monstro sem emoções , ganhar varias em apenas alguns anos...

Ela é Demais! Alem de conquistar o subsolo todo ela.. Roubou meu coração.

Por que eu nunca pensei nisso?

Deve ser porque Eu sou muito preguiçoso para pensar 

He... Sou um inútil, como minha sweet boss diz, mas minha alma fala para mim que não posso ficar longe dela, eu vou conquistada , nem que precise de medidas extremas.

Medidas extremas....

*Narradora on*


Sans estava realmente pensativo mas não deixava de alimentar sua boss, logo a comida acabou e ele continuava a dar "comida"

-Sans você quer que eu coma ar?

Falo Frisk segurando a mão do esqueleto

Com esse pequeno toque o esqueleto se estremeceu e acordou do "transe"

-M-me d-desculpe s-sweet boss!

Falou pegando o prato e o garfo e se dirigindo a cozinha, Frisk riu disso, ela desconfiava que o seu cãozinho masoquista estaria apaixonado pela sua sweet boss, mas nunca tirou conclusões precipitadas não iria se iludir tão facilmente

Logo Sans voltou com um copo de cerveja em mãos , "mal sabia Frisk que ao beber, muita coisas viriam a acontecer " 

-Swe-Sweet b-boss para v-você

Falou entregando o grande copo com bebida

-Valeu Sansy

Falou bebendo um pouco, logo uma tontura veio, um forte sono, seu corpo ficou dormente, Sans pegou o copo das mãos de sua amada

-Sans oque você fez...?

Falou quase inconsiente, sua visão foi escurecendo e tudo o que ouviu foi ..

-Nem que precise de medidas extremas...

E tudo ficou preto , Sans deu um beijo na testa da sua Sweet Boss e a levou para um outro lugar, waterfall ,pra ser mais preciso a levou a uma casa abandonada , onde ele dormia quando era expulsado de casa, a deitou delicadamente em uma cama , a algemou e com cuidado levantou a perna machucada de Frisk , que mesmo com a delicadeza fez algumas expressões de dor, e colocou um travesseiro em baixo para melhor conforto, apos fazer isso trancou tudo fechou as cortinas e sentou ao lado de sua amada

-Finalmente entendeu né?

Falou Frisk sarcástica

-meh tava lutando contra a preguiça

Falou a olhando com um sorriso malicioso

-Então.. Pretende me estrupa e falar que me ama?

Falou com tédio

-tava pensando em fazer isso sim

Falou com as mãos no queixo, ate que se tocou que ela sabia e começou a corar

-C-Como v-você sabe?

Falou Sans super corado

-Seu idiota , não é todo mundo que fica se esfregando e pedindo para ser punido , acha isso normal?

Falou o olhando com deboche 

-. . . -

Sans ficou sem reação , ate que uma ideia surgiu em sua mente junto com um sorriso malicioso

-Sans que cara é essa?

Falou Frisk ficando com medo das atitudes que ele iria tomar...

-he he.

Sans riu do olhar assustado de Frisk , e apertou o machucado na perna da mesma

-Argh....

Frisk apenas gemeu de dor , e o esqueleto riu da careta da menina, logo parou de pressionar a ferida e começou a lamber o corpo de Frisk já que estava apenas com roupas intimas era mais fácil 

-S-Sans pa-aaaaa!

Tentou empedi-lo mas, Sans apertou seus seios a fazendo gemer, a ereção na sua calça já estava bem visível , sua boca salivava como nunca e o corpo de Frisk já se encontrava encharcado de baba, como Frisk estava algemada com as mãos acima da cabeça não podia esconder seu rosto ruborisado, o que ela queria muito fazer, agora o esqueleto começou a pressionar a pequena entrada -que se encontrava encharcada- por cima da calcinha, e Frisk dava baixos gemidos repremidos


-Sweet não reprima seu gemidos , quero ouvi-los são como música para mues ouvidos, vou faze-la gemer alto, chamar meu nome , pedir por mais ,faze-la sentir o prazer de sentir meu pau na sua bucetinha

Sans falava palavras despravadas no ouvido de Frisk , enquanto fazia movimentos circulares em cima de seu clitóris já excitado , fazendo-a gemer mais ainda por causa do arrepio que subia sua espinha

-Sa-Sans P-para!


Tentava para-lo em vão , enquanto o outro tentava arrancar seu sutiãn , que logo saiu voando para qualquer canto do comodo , Frisk ruborizou mais ainda quando seus seios pularam para cima, Sans olhava aquilo como se fosse um suculoso pedaço de carne e logo começou a lamber , morder , e apalpar os seios , Frisk suspirava e gemia os dois já se perdiam em luxuria, logo Sans enjoou do local e foi indo em encontro com a intimidade encharcada de Frisk, seu amiguinho latejava de tesão , desesperado arrancou a calcinha encharcada e começou a lamber a entrada a encharcado de sua saliva , Frisk apertava o lençou e arqueava a coluna

-Sanssssss~

Gemia alto

-Is-Isso ch-chame meu nome Sweet

Sans falou enquanto tirava seu membro da bermuda juntamente da box sentindo-se aliviado

-Sans solte minhas mãos? Por favorzinho, para mim ajuda-lo a sentir prazer

Falou manhosa, Sans sem questionar soltou as algemas, ele não deveria ter feito isso, logo Frisk ignorando sua perna ferida empurrou Sans na cama e o prendeu

-Sans, estou dessepsicionada você não aprendeu a nunca confiar nos outros? Hora da punição

Falou Frisk abrindo um sorriso malicioso

-S-Sim S-Sweet boss ,me puna por favor

Falava desesperado , Frisk riu do desespero de seu cãozinho , pegou o membro ereto do amigo e fez movimentos pra cima e pra baixo fazendo Sans entrar a loucura , e tentar a tocar , sem sucesso , Frisk apertava cada vez mais o membro ereto caso ele tentasse a tocar, Sans estava adorando sua punição gemia alto gritava o nome de Frisk, e então ela depois de um tempo parou , aborrecendo o esqueleto

-he he que foi Sansy? Que cara é essa?

Falou rindo da cara triste e pidona de Sans, Logo Frisk suspirou e se levantou escondendo a cara risonha, enquanto Sans a segurava

-Nãoooo~ termina por favor

Falava Sans com carinha de cachorrinho

-Oh! OK com prazer ! Meu cachorrinho masoquista! Mas....

Falou Frisk se virando com um sorriso sarcástico, mas nos olhos do esqueleto lindo

-M-mas...?

Falou ansioso

-2 meses sem punição

Falou rindo da cara de espanto do esqueleto, Sans ficou em duvida sentir prazer extremo ou punição todo dia?

-O-ok

Falou Sans tacando o fodase para suas punições diárias e decidiu tornar Frisk apenas sua , quando ia avançar Frisk o parou 

-Nananinanão quem comanda sou eu

Falou o empurrando na cama, Sans estava desesperado para toca-la mas não podia desobedecer sua Boss, enquanto reprimia tudo Frisk o algemava com as mão nas costas, logo se colocando por cima de Sans, começou a se masturbar enfiando dois dedos em sua entrada encima do rosto de Sans , que queria muito enfiar outra coisa ali

-Sweet b-bos po-posso?

Perguntou ansioso

-n-não

Falou entre gemidos, logo gozando 

-Agora, pode

Falou rindo, Sans desesperado lambeu tudo enfiou a língua dentro da entrada e não poupou nenhum cantinho

-Vo-Vocé tem um gosto doce 

Comentou lambendo o clitóris excitado de sua Boss que deu um suspiro , saiu do rosto de Sans e ficou de quatro

-ta esperando oque?

Perguntou Frisk Sarcástica, logo Sans levantou e posicionou seu membro na intimidade da amada, penetrando rapidamente e com força, rompendo o hímen de Frisk 

-Oh! Você ERA virgem?

Perguntou Sans , metendo com força enquanto Frisk gemia alto

-C-cala b-boca 

Frisk falou entre gemidos, Sans riu e começou a estocar mais forte , Frisk ia para frente por causa da brutalidade do esqueleto que rompeu as algemas

-S-Sans m-mais rápido 

Gemeu apertando os lençóis, Sans começou a estocar maus rápido atravessando as barreiras do útero de Frisk a fazendo gemer mais alto, Sans desferia tapas na bunda de Frisk , deixando marcas de 5 dedos bem visíveis , a menina gritava de prazer, Sans também já não tinha contato com sua sanidade , mordia o pescoço da amada deixando marcas roxas

-Sannnnns t-ta c-chegando algo q-quente aaaaaaaa!


Frisk falou logo gozando, Frisk ia cair mas Sans a segurou com sua magia e começou a estocar maus rápido , e mais forte logo chegou a seu ápice , e se derramou dentro da amada , logo caindo de cara na cama do lado de Frisk

-Eu te amo SweetHeart

Falou Sans abraçando Frisk 

-Também te amo meu cãozinho masoquista

Falou Frisk iniciando um beijo, que foi correspondido na hora.


Fim~







Notas Finais


Talvez esteja muito curto se estiver sorry, se tiver muitos erros ortográficos também!
Fiz com muito medo de estar um lixo!
Espero que tenham gostado
Kissus e bye bye
( /˘ ³˘)/❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...