História My Sweet Brother - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Incesto, Jikook, Jimin, Jungkook, Kookmin, Lemon, Namjin, Romance, Romantico, Taegi, Taeyoonseok, Vhope, Yaoi, Yoonseok
Exibições 1.012
Palavras 1.130
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Esclarecida rápida: Eles estudam em período integral (o dia todo).

Foi isso, boa leitura! C:

Capítulo 8 - Eight


   O final de semana na casa do Sr. Jeon passou bem. Tirando o fato que Jimin e Jungkook mal trocaram uma palavra por conta do ocorrido no quarto do seu novo irmão e que Jimin se aproximou muito de Jin. Mas fora isso ocorreu tudo normal.

 

   Estavam agora pegando uma carona com a mãe para o colégio. O silêncio pairava no carro, deixando Jimin e Jungkook incomodados e mais vermelhos do que o converse do mais novo. Não queriam se falar,não queria nem ao menos olhar para o rosto um do outro, a vergonha era imensa. Jimin por quase ter sido abusado pelo irmão e Jungkook, bem, esse estava com vergonha de si mesmo. Como conseguiu ficar excitado apenas vendo o irmão nu? Ele não era gay para isso acontecer!

 

     - Jungkook, hoje não dará para eu vir buscar vocês, e nem para levar Jimin ao balé porque irei em uma viagem da empresa. - olha para os filhos. - Por isso quero que leve Jimin, que fique lá com ele depois volte para casa e faça a janta.

 

   Mesmo contra a vontade e revirando os olhos de tédio,Jungkook assente. Tinha coisas mais importantes para fazer, como por exemplo... Ficar com uma das garotas de sua sala.

 

     - Tudo bem - a mulher beija a testa do filho mais novo. - Amo você meu bebê!

 

     - Também te amo omma... - murmura vermelho.

 

     - E você trate de cuidar do seu irmão! - aponta o dedo na face do moreno, logo o puxando para um abraço inesperado. - Te amo seu traste...

 

   Foi baixo, muito baixo. Jungkook quase não ouvirá as palavras da mãe, mas felizmente ouviu, e isso fez uma lágrima descer de seus olhos.

 

                      .°*.*°*.*°.

 

   As aulas seguiram chatas e lentas como sempre. Jimin babava em cima de seu caderno enquanto o professor de matemática enchia a lousa de números e letras na qual ele não tinha a mínima vontade de copiar. Quando mais novo Jimin gostava de matemática, até o alfabeto aparecer nela.

 

     - Então se você não... - o sinal bate denunciando o intervalo, fazendo Jimin dar um salto de sua cadeira. - Acho que é isso por hoje, nos vemos amanhã!

 

   O menor ainda meio tonto por conta do sono, saí da sala sem olhar para os lados, resultando em um esbarrão e Jimin caindo de bunda no chão.

 

     - Oh, desculpe eu... Jimin? - a voz rouca fez os pelinhos de Jimin se arrepiarem. Olhou para cima e avistou Taehyung com seu sorriso quadrado no rosto.

 

     - Taehyung? Ah, me desculpe! Eu não te vi aí e... - trava quando Taehyung o pega no colo, estilo noiva e o ajuda a levantar.

 

     - Bem melhor... - sorri, deixando um Jimin mais vermelho que nunca. - Têm algo... aqui - aponta para a bochecha do pequeno.

 

     - D-Desculpa - limpa a bochecha que estava cheia de saliva.

 

     - Está indo pro refeitório?

 

     - S-Sim... Vou almoçar com meu irmão... - murmura ainda envergonhado.

 

     - Tudo bem, quer que eu vá com você?

 

   O outro assente rapidamente. Os dois passaram a caminhar um ao lado do outro até o refeitório, sem omitir uma palavra sequer. Jimin estava morrendo de vergonha, primeiro tromba com Taehyung, depois ele lhe pega no colo e ainda o vê com a bochecha toda molhada de saliva!

 

   Jungkook estava sentado na mesa, conversando com os amigos. Havia uma garota da qual ele não sabia o nome sentada em seu colo com uma roupa extremamente curta, chamando a atenção de todos, inclusive a sua. Mas sua atenção foi tirada quando Jimin passou pela porta do local acompanhado por Taehyung. Sentiu uma raiva imensa lhe subir ao corpo, principalmente quando os dois sentaram-se na sua frente, lado a lado.

 

     - Jungkookie, trouxe o Tae para se sentar conosco... - diz o pequeno com seu melhor eye smile. - Não tem problema, não?

 

     - Claro que... - ele dizer que sim, mas assim que viu aquela sorriso contagiante de Jimin sumir de seu rosto, mudou de ideia. - Não...

 

   Jimin sorriu olhando para Taehyung, esse que abriu seu sorriso quadrado, fazendo Jungkook revirar os olhos. Se não fosse pelo seu irmão estar ali e uma garota desconhecida em seu colo, levantaria da cadeira e aceitaria um soco no rostinho bonito do Kim. Ele ainda iria matar Kim Taehyung, motivo, não sabe dizer.

 

     - Oppa... Por que essa criança tá sentada com a gente? - diz a garota com voz de causar ânsia de vômito.

 

     - Essa "criança" é o meu irmão, mais respeito! - diz o moreno olhando severamente para ela, que revirou os olhos.

 

     - Mas oppa... - faz um bico tentando ser fofa, apenas tentando mesmo. - Vamos para outro lugar... Fazer outras coisas...

 

   A garota diz passando as unhas extremamente grandes no peitoral do Jeon, fazendo Jimin que até agora conversava com Taehyung, olhar para a cena enjoado.

 

     - Depois! - fala ríspido. - E eu não sou seu oppa.

 

                       .°*.*°*.*°.

 

   Jimin estava esperando Jungkook no portão da escola. Todos já haviam ido para suas devidas casas mas, Jungkook estava demorando e Jimin não fazia a mínima ideia do porquê.

 

     - Vou me atrasar pro balé... - murmura para si mesmo batendo o pé no chão.

 

   Cansado de esperar, Jimin decide ir atrás do irmão. Não queria se atrasar para o balé e tinha medo de ficar sozinho.

 

   Enquanto Jimin procurava por Jungkook, o moreno vestia suas roupas e saia de uma das cabines do banheiro feminino. Olhou para os lados e viu que todos já haviam saído então seguiu seu caminho de volta para casa.

 

   Chegou em casa e notou que estava tudo escuro, deu de ombros e seguiu para a cozinha.

 

   "Jimin deve ter ido ao balé" pensou.

 

   Não queria ter que fazer a janta, por isso decidiu pedir uma pizza. Pegou o celular, discou o número, fez o pedido e seguiu para o banheiro, precisava de um banho.

 

   Já era 21:30 quando terminou seu banho e de comer a pizza, e Jimin ainda não havia voltado para a casa. Jungkook estava começando a se preocupar, mas foi interrompido quando seu celular começou a tocar.

 

     - Alô? - perguntou ouvindo uma respiração ofegante na outra linha.

 

     - J-Jungkookie... - era Jimin. Seu tom de voz estava choroso.

 

     - Jimin? Onde você tá? Por que não voltou para casa ainda?! - pergunta afobado.

 

     - P-Porque não me esperou para voltar p-pra casa... ? - era possível ouvir seus soluços altos, e isso estava preocupando o moreno.

 

     - E-Eu... Que? - pergunta quando ouve um grito na outra linha.

 

     - "Ei... princesa, não grite... " - ouvia uma voz grossa falando. - "As coisas vão ficar bem legais..."

 

     - Jimin! O que está acontecendo?! - grita em preocupação.

 

     - Hyung... m-me ajuda...


Notas Finais


Não me matem ^^
Desculpa os erros e se está pequeno ;-;
Obrigada pelos comentários e pelos 606 favoritos *u*
Asmo vocês <3
>3<


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...