História My Sweet Brother - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Incesto, Jikook, Jimin, Jungkook, Kookmin, Lemon, Namjin, Romance, Romantico, Taegi, Taeyoonseok, Vhope, Yaoi, Yoonseok
Exibições 668
Palavras 1.026
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 9 - Nine


      - Hyung... m-me ajuda...

   Assim que ouve o pedido de socorro do irmão, Jungkook apenas joga o celular em qualquer canto, pega a primeira blusa que encontra e sai em disparada pelas ruas de Seul, talvez o irmão ainda estivesse perto da escola.

 

   Jimin se debatia sentindo aquelas mãos nojentas passando pelo seu corpo. As lágrimas desciam por suas bochechas e os gritos eram abafados pela mão livre do garoto mais alto e mais forte que si. Estava em desespero, se Jungkook o tivesse esperado para voltar para casa, nada disso estaria acontecendo. 

 

     - Mas que bunda... - o rapaz sussurra no ouvido do menor, apertando as nádega fartas do mesmo. Jimin jurava já ter ouvido essa voz.

 

     - Pa... Para, p-por favor! - Jimin implora quando o agressor tira a mão de sua boca, apenas para poder rasgar a blusa do pequeno.


 

     - Oras... Por que parar? Esta tão bom... - começa a apertar as nádegas do garoto novamente, enquanto começa a mordiscar o pescoço branquinho do mesmo.

 

   Jungkook, assim que chegou em frente a escola, começou a olhar em volta e a procurar por toda parte se Jimin estava ali. Tempo perdido.

 

                      .°*.*°*.*°.

 

   Taehyung estava voltando da casa da avó, a mesma estava doente e pediu para que o neto ajudasse ela com os remédios e a cuidar da casa. Era por esse motivo que Taehyung, assim que saia da escola, corria para casa da avó.

 

   O castanho estava passando em frente a um beco perto do mercado onde iria comprar sua janta, já que estava com preguiça de fazer algo, quando ouve um gemido rouco. Sentiu as bochechas esquentarem quando imaginou oque estava acontecendo ali.

 

     "Essas pessoas não tem vergonha não? Fazer isso bem ao lado de um mercado!" - pensa.

 

   Iria continuar seu caminho normalmente, mas para assim que ouve uma voz, baixa e embargada.

 

     - P-Para... - ouve a voz saindo do mesmo beco. Quando reconhece a voz, seu coração dispara e seu corpo gela. Era Jimin ali?

 

   Curioso, Taehyung vai se aproximando lentamente do local. Sente seu sangue ferver com a cena; Jimin estava apenas com a boxer, chorando e com marcas horríveis em seu corpo, enquanto um garoto alto com as calças baixadas até o tornozelos, tenta arrancar a única peça de roupa que resta no pequeno.

 

   Vendo que o rapaz não pararia, Taehyung avista uma garrafa de Vodka - provavelmente do cara que estava com Jimin - no chão e a pega, em passos silenciosos,  vai chegando até o garoto e a acerta com tudo em sua cabeça, o derrubando no chão e fazendo Jimin soltar um gritinho com o susto.

 

     - Jimin! Oh meu Deus, você está bem?! - pergunta se abaixando na frente do menor.

 

     - T-Tae... ? - Jimin, ainda um pouco desnorteado, abraça o amigo com todas as forças que lhe restam. - E-Eu tava c-com -

 

     - Shh... Toma - tira o sobretudo que vestia, entregando para Jimin. - Veste, vou levá-lo até sua casa, lá conversamos.

 

   Jimin assente e se levanta com a ajuda do Kim. Passaram a caminhar rapidamente para casa do menor, por conta do frio e da fome que sentiam.

 

                     .°*.*°*.*°.

 

   Quando Jungkook chegou em casa já eram 23h50. A culpa já havia tomado conta de si. Afinal, se não tivesse deixado o irmão sozinho, apenas para ficar com uma garota, nada disso teria acontecido.

 

   O rosto estava vermelho e molhado por conta das lágrimas, estava muito preocupado com seu irmão. Jimin era sensível, inocente e frágil, não suportaria se algo acontecesse com seu doce irmão.

 

   Assim que entrou em casa, seu coração disparou e um sorriso moldou seus lábios ao ver Jimin sentado no sofá. Mas seu sorriso logo se desfez ao ver quem estava ao seu lado.

 

     - Jimin... - sussurrou e correu em direção ao irmão, o abraçando apertado. Mas estranhou quando não foi retribuído.

 

     - Oi Jungkook... - soltou o irmão engolindo a seco, ele havia falado seu nome de uma forma fria.

 

     - Esta tudo bem com você? Por que o Taehyung esta aqui? - encara o menor.

 

     - Eu ajudei ele. - pronuncia o Kim. - Eu me preocupei com ele, diferente de você. - se levanta, ficando cara a cara com Jungkook.

 

     - Eu sou o irmão dele, obviamente fiquei preocupado!

 

     - Jura? Não parecia quando te vi indo para o banheiro com aquela garota enquanto Jimin estava esperando no portão da escola. - sorri sádico.

 

     - Jungkook... - chama Jimin, perplexo. - V-Você me fez esperar, fez eu perder minha aula de balé, apenas para transar com uma garota?!

 

     - Olha Jimin... - é cortado.

 

     - Jungkook eu tecnicamente fui estuprado! - grita, fazendo o moreno arregalar os olhos.

 

     - Tudo por sua culpa. - Taehyung simplesmente cospe as palavras na cara de Jungkook, fazendo-o sentir-se pior do que já estava.

 

     - Desculpe... - sussurra.

 

   Jimin se levanta com os olhos marejados, pega o pulso de Taehyung e segue com o mesmo até as escadas, mas para apenas para pronunciar tais palavras.

 

     - Você prometeu que iria me proteger... - murmura e sobe as escadas correndo, sendo acompanhado pelo Kim.

 

   Quando o irmão sobe, Jungkook se joga no sofá, permitindo que as lágrimas saíssem.

 

     - Eu sou um idiota... - soca a almofada ao seu lado.

 

   No quarto, Jimin jogou-se em sua cama e se permitiu chorar. Taehyung que apenas observava a cena com pena no olhar, se aproximou do menor e lhe abraçou, sendo prontamente retribuído.

 

     - Por que ele me deixou lá, sozinho? - perguntava Jimin com a voz rouca.

 

     - Ele é um idiota Jiminnie... - sussurrou afagando os cabelos do outro. - Vamos, melhor você ir dormir...

 

   Estava pronto para se levantar quando quando sente as mãozinhas pequenas e gordinhas agarrarem sua camisa.

 

     - Dorme comigo... Por favor... - murmura.

 

   O Kim, não resistindo ao olhar pidão de Jimin, deita ao seu lado, aconchegando o menor em seu peito, logo pegando no sono.

 

   Do outro lado da porta, Jungkook dormia no chão frio e duro, encostado na madeira da porta de Jimin. Sabia que havia errado, e faria de tudo para conseguir o perdão de seu irmão.

 


Notas Finais


Gente, preciso falar uma coisinha aqui...
Quero agradecer pelos 56 comentário no capítulo anterior mas... Eu to me sentindo muito pressionada ;-;
Minhas aulas não acabaram, tenho uma vida fora daqui, por isso demoro para atualizar ;-;
Espero que entendam :)
Ah, e não me matem...
Beijos... >3<
minha nova fic - https://spiritfanfics.com/historia/a-selecao-7195652


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...