História My Sweet Demon - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bottom!jimin, Bts, Lemon, Shortfic, Tegukie, Top!yoongi, Yoonmin
Visualizações 208
Palavras 1.020
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


rsrsrs

Capítulo 7 - Eu te amo


Jimin POV

Acordei com certa tontura, logo me lembrei do acontecido e de onde eu estava, era diferente de tudo que imaginei, não havia fogo, não havia calor, não havia criaturas feias que vimos em filmes de terror, aliás, ao meu lado estava Yoongi, e essa criatura é a mais linda de todos os mundos.

— Bom dia meu amor, como se sente? – Yoongi disse sorrindo para mim.

Não respondi, apenas me levantei e o abracei, o abraço que esperei anos para sentir, a sensação era de puro alívio, quente e aconchegante, seu cheiro era maravilhoso e eu podia dizer que mesmo estando no inferno, me sentia em meu próprio paraíso. Fui retribuído com muita vontade e um carinho nos cabelos, era um gesto simples mas, ao meu ponto de vista tinha muito amor, não pude evitar deixar um beijinho em seu rosto antes de respondê-lo direito, meu ato o fez rir.

— Eu nunca estive melhor. – Sorri

Yoongi congelou uns segundos, me olhando, foi então que percebi que deveria estar diferente, segui meu olhar até o espelho e pude ver-me, estava igual a Yoongi, mesma roupa branca e olhos escuros, não estava tão mal assim.

— Você está lindo. – Yoongi me abraçou por trás, olhando o espelho.

— Hyung, agora eu posso beijá-lo, sim?

Não respondeu-me, apenas me virou e me abraçou pela cintura, iniciando um beijo calmo, cheio de amor, parecíamos estar provando um ao outro, seu sabor era delicadamente doce e sua língua era macia, eu podia dizer que era maravilhoso, minhas mãos alternavam entre seu pescoço e seus cabelos, sentindo seus arrepios, o ar se perdeu e nos separamos, mas claro que não pararia por aqui, precisava de mais, muito mais.

Puxei-o para mais próximo, dessa vez rápido, a fim de mostrar minhas intenções, estas que logo foram entendidas já que Yoongi passava as mãos por meu corpo, parei o beijo para descer a seu pescoço, beijando e mordendo, o ouvindo suspirar, o que me causou uma ereção visível.

Senti as mãos de Yoongi em minha bunda, as apertando forte, me puxando para mais perto e fazendo nossas intimidades se encostarem, não tive como evitar gemer baixinho.

Sem cortar o beijo, fomos até a cama, Yoongi por cima de mim, tirando minha camisa com pressa, logo me atacando com seus lábios, parando em meus mamilos, os lambendo e mordendo, fazendo minha ereção doer, foi descendo os beijos até a barra da calça que eu usava, dando um beijinho no local antes de se levantar e tirar a própria roupa pude ver seu membro ainda mais duro que o meu - se possível - ah, como eu o queria em mim.

Yoongi tirou minha calça, por algum motivo estava sem cueca, mas não era um problema para se preocupar agora, um sorriso brotou em seu rosto ao ver meu membro melado de pré-gozo. Não tardou em começar uma masturbação lenta, mas deliciosa, meus primeiros gemidos foram liberados aos poucos.

— Yoongi, ah, mais rápido.

— Sem pressa meu amor.

Fechei os olhos, e uma frustração veio quando senti Yoongi tirar suas mãos de mim, mas antes mesmo que pudesse dizer algo, senti seus lábios me envolverem, gritei, levando minhas mãos aos seus cabelos para sentir sua cabeça subir e descer enquanto me chupava, ia as vezes rápido, outras devagar, sua língua trabalhava maravilhosamente bem, era gelada e molhadinha, meus gemidos eram altos, sentia que iria gozar, e Yoongi também percebeu, pois parou seu trabalho.

— Não goza agora não Jiminie, eu esperei tanto para sentir seu gostinho doce, não quero parar agora, aguente meu amor.

Encontrava-me em total oásis com tão pouco, Yoongi era perfeito, mesmo que as vezes me torture parando o que fazia quando eu estava perto de meu limite novamente, mas isto só me fazia agarrar mais seus fios de cabelo e contorcer-me de prazer.

— Vire-se Jimin.

O obedeci, sentindo suas mãos abrindo minhas pernas.

— Yoongi Hyung, o que você... Ah.

Senti sua língua em minha entrada, me preparando, nessa altura já não ligava mais se gemia muito alto, apenas gritava o nome de Yoongi e pedia para ir mais rápido. Sua língua se movia com muita habilidade, e me molhava de um jeito que só conseguia pensar no quanto queria que metesse seu pau em mim, logo sua língua foi substituída por um de seus dedos, me causando desconforto, o movimentava devagar, quando viu que já era o suficiente, juntou mais um de seus dedos, mas dessa vez não senti dor, apenas desejava Yoongi me fodendo, ah, tanto tempo esperei. Yoongi acelerou seus movimentos, e eu me encontrava rebolando pedindo por mais.

— Yoongi, eu não aguento mais, preciso de você.

— Precisa de mim para que, Jimin?

— Caralho, preciso que me foda, merda, e faça com toda a sua força, não me poupe.

Senti Yoongi retirar seus dedos, os substituindo por seu membro latejante, me penetrando devagar, até estar dentro de mim por completo, parou por um momento, acredito que para que eu me acostume, mas sinceramente, foda-se dor, foda-se tudo, eu estava completamente entregue.

— Yoongi, se mova.

— Assim? – Se moveu, provocando a primeira estocada.

Caralho...

Yoongi se movia rápido e preciso, a cada movimento uma onda de prazer me atingia, e eu só sabia gritar por mais e mais, e ele me dava, o barulho que nossos corpos faziam soava pelo quarto, senti Yoongi sair por completo e me estocar com força, atingindo minha próstata me fazendo gritar ainda mais alto.

Que delícia.

Estava perto do meu orgasmo, levei minhas mãos até meu membro me masturbando na mesma velocidade que Yoongi me penetrava, gozei, sujando toda a cama e minhas mãos, e momentos depois senti Yoongi gozar dentro de mim, soltando um gemido rouco, seus gemidos eram lindos.

Caímos na cama, com a respiração ofegante, Yoongi me puxou para deitar em seu peito, fazendo um carinho gostoso em meus cabelos.

— Eu te amo, Jimin.

— Eu também te amo, Min Yoongi.

Ficamos mais um tempo abraçados, nos olhando e as vezes sorrindo, meus pais agora devem achar que estou morto, mas estão errados, eu nunca, nunca, me senti tão vivo, tão feliz, tão amado, como me sinto ao lado de Yoongi.


Notas Finais


rsrsrsrs
até amanhã <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...