História My Sweet Destiny - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Min Yoongi, My Sweet Destiny, Rap Monster, Suga
Exibições 20
Palavras 1.684
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais capítulo porque estou animada com essa Fanfic amores, espero que gostem, boa leitura!

Capítulo 2 - Castigo


Fanfic / Fanfiction My Sweet Destiny - Capítulo 2 - Castigo

Logo após dizer isso, ele invade minha boca com brutalidade, eu tento o afastar no começo mas acabo cedendo ao momento, ele passa a mão por todo meu corpo me fazendo dar um longo suspiro, sinto ele passar a mão por minha intimidade por cima da roupa e acabo arqueando o corpo com o contato, ele desce o beijo para meu pescoço e eu afundo o rosto na curvatura de seu pescoço sentindo seu perfume, ele me põe em seu colo e vai em direção ao piano e me coloca sentada em cima do mesmo, volta seu olhar em mim ao colocar sua mão por baixo da minha blusa e começar a massagear meus seios, sinto um misto de prazer e raiva por ser incapaz de impedi-lo, o olhar que ele mantinha cravado em mim era penetrante, intenso e muito misterioso, o que de um modo ou outro deixava tudo mais excitante. O empurro pra trás ao ouvir sons de passos se aproximando da sala, me sento no banco do piano e finjo ler algo, a pessoa para recostando-se  no batente da porta me observando atenta.

-Desculpa atrapalhar mas eu preciso fechar o colégio...

-Aa t-tudo bem... eu já estava terminando aqui! -disse ofegante-

-Tá tudo bem?

-Tudo sim porque? -disse sem a olhar-

-Parece nervosa... -me olhou desconfiada-

-Impressão sua... já vou indo tá, até amanhã! -disse saindo a passos rápidos de lá-

Cheguei no portão da escola e rezei para aquele garoto ter ido embora, céus o que foi aquilo, ainda sinto a sensação de suas mãos deslizando-se por meu corpo, como eu pude deixar que isso acontecesse... logo no primeiro dia eu quase transei com o pior aluno da sala... mordi o lábio ao me lembrar do ocorrido e aumentei mais o passo pra chegar logo em casa, escuto um barulho atrás de mim e logo sinto minha mão ser puxada me fazendo virar, era ele, me prende em seu corpo enquanto me encarava com aquele olhar esnobe

-Nós vamos continuar nossa conversa, não pense que se livrou de mim querida professora! -diz roçando nossos lábios-

-Me solta! -o empurrei que foi pra trás sorrindo cínico- e nunca mais se aproxime de mim garoto!

Digo e saio apressada, ele continuou sorrindo e ao me afastar ouvi ele dizer um “com certeza nós vamos continuar”. Continuei andando ainda não acreditando na audácia daquele garoto, de uma coisa eu tenho certeza, estou encrencada! O pior é que ele deixou bem claro que não vai me deixar em paz. O que me faz ficar um pouco nervosa já que eu não consegui me controlar perante ele e fui incapaz de impedir que aquilo acontecesse.

-Garoto abusado!

Digo a mim mesma enquanto passava a mão em meu cabelo o prendendo em um coque desarrumado, eu estava tão perdida em pensamentos que nem percebi que já estava em frente a minha casa, parei diante do portão e apertei a campainha já que Amber sempre tranca a noite por medo. Ela apareceu na porta e deu um sorriso largo ao me ver, abriu o portão e nós entramos em casa.

(...)

-Pera, pera, pera... está me dizendo que você quase transou com um dos seus alunos em cima de um piano? -disse rindo da situação-

-Hey não tem graça! -dei um tapa leve em seu ombro- Eu não consegui afasta-lo porque...

-Porque você gostou! -me interrompeu- só que isso é expressamente proibido... você pode até perder o direito de exercer a profissão S/N!

-Eu sei disso! É exatamente por esse motivo que eu vou fingir que nada aconteceu! Ele é um menino mimado que está acostumado a ter tudo que quer, criança demais para uma mulher como eu se interessar! Bom, vou dormir porque amanhã vai ser puxado... -disse me levantando com a mão na cabeça- Boa noite!

-Boa noite e cuidado em!

Revirei os olhos ao escutar seu aviso desnecessário, ela realmente acha que vou ficar com um aluno? Ele pode até ser bem bonito e provocante mas é apenas um garoto metido a rebelde, não posso negar que o que aconteceu mexeu muito comigo, aquele beijo, aquela maneira selvagem de me segurar o modo que ele me encarou... acho bom eu parar por aqui!  Me deitei na cama e demorei um pouco pra dormir mas acabei pegando no sono um tempo depois de por o celular para despertar.

Acordei e fui direto pro banheiro tomar um banho, me arrumei com uma maquiagem não muito forte, coloquei uma calça um pouco colada e uma blusa preta com um decote em V, me sentei na mesa e tomei o café sozinha porque Amber só sai mais tarde de casa, peguei o material necessário para a aula de hoje e sai de casa, peguei um táxi e em menos de dez minutos eu estava no colégio. Ainda era bem cedo então aproveitei para fazer algumas observações nos materiais que não deu pra fazer ontem. Depois de um tempo o sinal bateu e a sala foi ficando cada vez mais cheia e o barulho aumentando de forma gradativa a medida que as pessoas iam entrando. Me coloquei de pé para recebê-los e vou até porta dando de cara com Min Yoongi que sustenta o olhar por uns segundos antes de seguir até sua mesa. Começo a aula e quando disse que íamos a sala de música todos ficaram animados, animados até demais pois queriam sair na mesma hora. Os levei até lá e me impressionei ao ver Min Yoongi tocando piano, ele tocava muito bem, logo após um outro garoto começou a cantar e sua voz era doce e suave, me sentei e os observei, logo eles cantaram lindamente e eu fiquei boquiaberta com tanto talento, eles terminaram e eu me levantei batendo palma pra eles que ficaram sem graça

-Vocês são demais! -disse rindo- Qual o nome de vocês?

- Jungkook, Jimin, Rap Monster, Jin, J Hope e Taehyung! -disse Yoongi com cara de tédio-

-Vocês tem futuro no mundo da música, parabéns!

Eles agradecem menos Yoongi que apenas sai da minha frente com a cara fechada, reviro os olhos e chega uma garota dizendo que queria aprender a tocar piano, ela se senta no banco e eu começo a dar as instruções para ela que dificilmente conseguia tirar uma melodia, os outros alunos riam dela a cada erro mesmo eu lançando olhares em reprovação, a garota então se levantou de súbito e saiu correndo da sala. Fui correndo atrás dela que ao me ver parou e me encarou com raiva

-O que você quer comigo?

-Porque saiu correndo daquela forma? -disse ao me aproximar-

-Porque a inútil da minha professora não tem autoridade nenhuma em sala de aula!

-Tá, talvez eu não tenha mesmo! Mas me diga se algum professor já teve? Acho que não né? Sabe porque? Porque os alunos que querem aprender se deixam intimidar por aqueles que não estão nem aí pra nada, ai não aprendem e a culpa é de quem? DA PROFESSORA!!

A garota me olhou surpresa e desviou o olhar por um instante antes de me encarar de novo

-Quem tem que por ordem na sala não são os alunos bons, é o professor, e se ele não for capaz disso, ele pode desistir e procurar outra carreira a seguir! -disse fria-

-E se todas vezes que você se intimidar com risos e piadas por querer aprender algo, sempre vai ser nada, será apenas mais um humano idiota sem futuro algum! Então volta para aquela sala de cabeça erguida e vem aprender a tocar piano comigo!

Ela pareceu remoer minhas palavras, eu peguei pesado porque ela também pegou então estamos kits. Ela passou rápido por mim e entrou novamente na sala e fui logo atrás olhando para cada aluno ali presente com cara de poucos amigos

-Se eu ouvir um pio nessa sala enquanto -olhei para ela e ela disse “Soo Jin”- enquanto Soo Jin toca, eu vou colocar pra fora e vai fazer cópia de vinte textos, não vai sair do colégio até terminar.

-Quero ver quem me segura nessa merda! -os alunos do fundo disseram-

-O que te segura? Porta e chave. Enquanto vocês não terminarem a cópia não vai sair do colégio!  Então pensem bem antes de fazer piadinhas.

Yoongi me olhou em tom de desafio e logo percebi que ele não ia acatar minhas ordens, a menina começou a tocar e todos permaneceram em total silêncio, ela estava conseguindo tirar uma melodia dessa vez, até que acabou errando e eu me inclinei até ela para mostrar-lhe como se fazia, senti-me desconfortável ao perceber olhares em minha bunda mas ignorei, ela tentou novamente e acabou errando no mesmo ponto da música

-Professora desiste, essa menina é burra demais pra tocar piano! -reconheci a voz, a menina deu de levantar mas eu a mantive sentada-

-Você vem comigo! -peguei em seu braço a força e olhei para Soo Jin- você continue tocando e me diga se alguém fazer comentários maldosos sobre você!

Sai o puxando pela sala, ele ria como louco, o puxei até a sala de aula e passei a chave na porta nos trancando lá dentro, joguei uns três livros na mesa e me sentei procurando textos, fazia questão de procurar bem grandes, ele me olhava o tempo todo com um sorriso de lado no lábio e se apoiou na mesa inclinando-se a mim

-Você não acha que eu vou fazer né? Nem perca seu tempo baby!

-Primeiro que eu não te dei liberdade pra me chamar dessa forma e segundo, ou você faz ou vai ficar aqui a noite toda!

-Se você ficar comigo, podemos aproveitar não acha?

Levantei o rosto para encara-lo, ele mantinha uma expressão sexy e seus lábios carnudos pareciam me chamar, desviei o olhar e tentei tirar esse pensamento da cabeça, coloquei minha melhor expressão cínica e disse

-Você acha mesmo que eu vou querer aproveitar alguma coisa com uma criança como você? -disse arqueando uma sobrancelha-


Notas Finais


E a treta continua... bjos de luz ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...