História My Sweet Dream - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias 2NE1, 4Minute, Bangtan Boys (BTS), Got7, TWICE
Personagens Cl, Dahyun, Hyun A, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Mark, Mina, Momo, Rap Monster, Sana, Suga, Tzuyu, V
Visualizações 102
Palavras 1.094
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá meus amores, td bem com vocês? Espero que sim. Voltei com mais um capítulo e espero que gostem.
Bjos~

Capítulo 5 - Não entre, estou..



Eu não queria apenas dormir, depois que Jimin saiu do quarto após receber uma ligação, eu quis ainda mais fazer o que Hoseok tinha em mente, eu deveria manter a compostura, mas a cada respirada que ele dava em meu pescoço quebrava qualquer controle que deveria haver em mim.

Sai do encaixe de Hoseok e deitei-me de frente para ele. Ele dormia lindamente, o olho tão bem desenhado me atraia, mas ao descer meu olhar para a boca dele, sinto uma vontade insana de depositar um beijo no local, mas seria certo acorda-lo após te-lo dispensado? Não ligando se ele iria ficar com raiva ou não deposito um simples selinho naqueles lábios que me atraiam, ele se moveu mas permaneceu com os olhos fechados. Continue o encarando, registrando cada pedacinho daquele rosto ao qual cogitei ter sido esculpido por anjos, de tão lindo que é.

- Se continuar me encarando assim e me dando selinhos, serei obrigado a quebrar minha promessa de só dormirmos - Hoseok cochichou. Acabei assustando um pouco.

- Talvez eu esteja interessada na quebra dessa promessa, ja pensou nisso? - ele ainda permanecia com o olho fechado.

- Hirai Momo, não me faça acordar atoa, eu não te perdoaria.

- Pessoas dormindo falam conscientemente com as outras?

Começava a amanhecer, os primeiros raios de sol ja começavam a aparecer, iluminando assim cada expressão que Jung fazia.

- Eu sou uma pessoa que é consciente ate dormindo. - ele riu e me puxou pra si, fazendo nossos rostos ficarem próximos um do outro. Meu coração acelerou e meu batimento saiu do compasso. Ele abriu os olhos.

- E eu sou uma pessoa sem consciência tão perto assim de você. - eu o beijei.

Começamos com um beijo calmo, e cheio de alguns sentimentos novos para ambos. Logo mais, se intensificou, e o desejo da carne começou a ficar forte.

Hoseok me puxou para si fazendo com que eu ficasse por cima dele. Ele desceu os beijos para meu pescoço onde depositou um chupão que provavelmente ficaria roxo, outra marca que eu teria que tampar. Não contente apenas em chupar meu pescoço, começou dar leves mordidas, eu não me controlei e acabei deixando escapar um gemido de minha boca, era uma sensação boa. Voltamos a nos beijar, a mão ágil de Hoseok ameaçava tirar minha blusa, missão que ele realizou muito bem.

Ainda nos beijando, aproveitei de minhas unhas grandes e fui para a região do pescoço de Jung, onde deixei um pequeno arranhão, ação minha que o fez deixar escapar um sorriso enquanto nos beijavamos.

Hoseok tirou a própria camisa, e eu tive a visão do paraíso a minha frente... Ele voltou a me beijar, me jogando na cama de forma que ele ficasse por cima de mim, acariciando todo o meu corpo.

Fomos parados por um barulho na porta. Alguém estava entrando no quarto. Entrei para de baixo da coberta e Hoseok me acompanhou.

- Mas que merda é essa? - era a voz de Jimin.

Hoseok mandou eu não falar nada e eu obedeci.

- Eu sei que você está acordado Hoseok, e você tbm Momo, os dois espertinhos esqueceram as roupas jogadas no chão - ele falou rindo alto.

- Porra Jimin, será que não dava pra você ter demorado um pouco mais? - Hoseok saiu de baixo da coberta e foi pegar minha blusa e a camisa dele.

- Você deveria ter colocado uma plaquinha na porta escrito "Não entre, estou transando!" ai eu não te encomodaria. Agora eu vou sair pra não atrapalhar mais o casalzinho. - Jimin falou rindo, Hoseok e eu coramos de vergonha.

Eu tampei minha cara de vergonha, não deveria ter beijado o Hoseok, não assim, onde eu estava com a cabeça na hora que fiz isso?

- Não liga pra ele, pequena. Fica de boa, o Jimin brinca demais, daqui a pouco você acostuma. - ele beijou minha testa, entregou minha blusa e foi para o banheiro.

Vesti minha blusa e sai de cima da cama, fui para o banheiro também, precisava ao menos ficar aparentavel para sair do quarto de Jung e Park e ir para o meu. O relógio do meu celular marcava 6:30 da manhã, eu poderia estar dormindo.

Chegando na banheiro vejo Hoseok escovando os dentes, ajeito-me em frente ao espelho para arrumar meu cabelo, que nesse momento, encontrava-se mais bagunçado que um ninho de passarinho.

- Você é muito bonita, Hirai. - disse Hoseok enquanto terminava de escovar os dentes.

- Você é mais bonito quando não está com espuma de pasta de dente no nariz. - falei me encaminhado para a espuma que tinha na boca dele e passando na ponta do nariz do mesmo.

- Isso não vai ficar assim, espertinha. - falou ele me pegando no colo e colocando-me no ombro dele e batendo em minha bunda logo em seguida.

- AI HOSEOK ISSO DÓI. ME SOLTA, AGORA! - falei em tom de ordem, mas ele so conseguia rir enquanto eu me debatia.

Depois de 5 minutos, ele cansou e me colocou no chão. Eu ja não me debatia mais, estava cansada.

-Aleluia, pensei que eu teria que morrer ai nas suas costas pra você me soltar.

- Larga de ser exagerada. Vem, vou te acompanhar até seu quarto.

Eu concordei, peguei meu celular que estava em cima da pia do banheiro e nos direcionamos para o meu quarto. O caminho inteiro foi cheio de provocações e risadas, parecíamos duas crianças. Quando não estávamos nós provocando estávamos rindo de uma provocação passada.

Acabamos chegando rápido demais em meu quarto, queria que tivesse demorado mais.

- Momo, me dá seu celular.

- Que? Calma ai moço, rouba minhas roupas mas deixa meu celular comigo, por favor - falei rindo - o que você quer com meu celular?

- Quero salvar meu número nele, quando você estiver em perigo, você me liga que eu vou correndo te salvar.

- Nossa, seria você meu herói de cavalo branco? Toma ai meu celular.

Ele salvou o número dele e colocou um coração na frente do nome, não tive coragem de tirar o emoji.

Entro para o meu quarto e me jogo na cama, preciso tomar um banho e vestir algo para ir pro refeitório da universidade me alimentar.

Enquanto me encaminho para o banheiro ouço alguem bater na porta.

- Ja sentiu saudades, Hoseok? Foi rápido hein. - falei rindo me dirigindo a porta do meu quarto.

Ao abrir a porta o sorriso que antes se encontrava em meu rosto, desaparece. Ele estava ali. Um medo percorreu a minha espinha. 


Notas Finais


Comentem pra mim saber que vocês estão gostando e favoritem também.
Obg


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...