História My Sweet Girl - Second Season - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Justin Bieber
Exibições 93
Palavras 1.076
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura, amores. <3

Capítulo 7 - Girl ou Boy?


4 meses depois... 


P.O.Vs Justin Bieber 


E já está fazendo quatro meses de que a Angel está grávida. Confesso que as vezes rio dela por está uma 'bolinha'. Mas isso não quer dizer que voltamos a nos dar bem. 

Eu estava a ignorando ao máximo, não mudei a minha ideia de ficar com meu filho. Creio que uma mãe pra ele não fará falta nenhuma, se depender de mim.

Sei que isso é meio cruel mas essa é minha escolha, e já esta decidido.

Não a quero ter em minha vida depois de tudo isso que ela me fez. Todos vem tentando me fazer mudar de ideia, mas continuo firme. 

Durante esse quarto meses, não tive mais noticias do Logan ou do Nolan. O Logan provavelmente morreu, mas o Nolan não faço nem ideia de onde esteja. 

Bom, falei com Rosa e logo ela me explicou tudo, entendi o lado dela. Só quis proteger  a filha e blá blá blá. Eu ia demitir ela mas preferir deixar ela ai, não quero que ela fique sem emprego.

Mas já houve brigas por aqui, Angel as vezes ficava me enchendo o saco e eu simplismente explodia de raiva e começava a gritar com ela. Mas não cheguei ao ponto de bater nela, não queria causa algum dano ao meu filho. 

Mas de certa forma eu ainda a amava, não tinha como negar isso pra ninguém. Pensei que isso iria passar logo mas não FPI como eu teria pensando que fosse. 

As vezes eu a odeio mas as vezes a desejo, eu fico completamente confuso com isso. Não sei o que quero mais. 

E bom, eu estava nervoso para saber se meu filho é um menino ou uma menina. Eu na verdade torço pra que seja um menino, sou mais apegado a garotinhos. Mas se vinher uma menina, não tem problemas. Irei ama-la de toda forma. 


ー Filho, por favor... Mude de ideia. - minha mãe apareceu novamente no meu escritório. 

Minha mãe se referia a eu tirar, ficar o filho da Angel, mesmo contra sua vontade. 

ー Quantas vezes vou ter que dizer? NÃO. - dei de ombros. 

ー Por favor meu filho, ela vai ficar muito mal. Não faça isso... - a imterrompo.

ー Porra, eu não ligo pra ela, que saco. O meu filho vai ficar comigo e ponto. - a olhei furioso.

ー Tudo bem, é a sua escolha. Só espero que não se arrependa. - assenti. - Bom, o que acha de ajeitarmos esse seu cabelo? 

ー Pode ser, não estou gostando dele assim mesmo. - dei de ombros.

ー Vou buscar as coisas e já volto. - assenti e ela saiu. 

Eu tinha muita coisa ainda pra resolver, a Madison, o Nolan e todo o resto. Eu precisava relaxar, precisa sair. Não aguento mais ficar aqui dentro. 

ー Vamos começar? - minha mãe apareceu com maquinas e tesouras na mão.

ー Vamos lá. 



P.OVs Angel Moore 


Bom, durante esses quatro meses venho tentando me aproximar de Justin mas está sendo difícil. Ele sempre está me ignorando, e quando há brigas entre eu e ele, os seguranças precisam ser chamados. Justin quase quer me matar. 

Mas eu não deixarei ele ficar com meu filho, isso não. Ele está pegando muito pesado, poderíamos muito bem resolver isso em uma conversa. Mas não, sempre teimoso. 

ー Angel já esta pronta? - Caitlin bateu na porta de meu quarto. 

Nós iriamos no hospital, pois tinha feito um exame de sangue a alguns dias, e  agora  preciso saber o sexo do meu filho, ou filha. Estava ansiosa. 

ー Estou. - fui até a porta e abri a mesma sorrindo. 

ー Ah gente, você ta tão linda. Parece uma bolinhaaa - ela disse rindo e com lágrimas nos olhos. 

ー Cailtin, para com isso. - rimos e descemos as escadas. 

Justin já estava lá embaixo, e estava de corte de cabelo novo, que ficou bem melhor que antes. Estava bem penteado, e seu perfurme estava pela sala toda. Estava com uma calça social preta, uma blusa com tecido fino, branca com alguns botões abertos mostrando um pouco da tatuagem da cruz, queham seu peito. 

Mas seu olhar frio era o mesmo de sempre. 

ー Vamos. - ele disse rapido sem sequer nos olhar e saiu. 

Pattie veio logo até nós. 

ー Assim que chegarem, nos contem tudo! - Pattie falou animada. 

ー Filha, estou torcendo por um menininho. - Rosa, minha mãe falou. 

ー Qualquer um está de bom tamanho. - rimos e logo eu sai com Caitlin as presas pois Justin já estava buzinando, impaciente. 

Entramos no carro, sentei ao lado de Justin e  Caitlin logo atrás. Estava meio desconfortável está ao lado dele.

✿ฺ✿ฺ✿ฺ 


Logo chegamos ao hospital, e fomos atendidos rapidamente. Caitlin preferiu ficar ao lado de fora, aguardando. 

 Entrei em uma das salas do hospital, que na verdade era a sala de um doutor. Me sentei em umas das cadeiras e logo Justin se sentou ao meu lado. 

ー Olá, Sra Moore. - um médico entrou pela porta e comprimentou Justin, que se levantou o comprimentando. 

Confesso que estava muito nervosa, quanto ao resultado. Não tenho ideia de que sexp possa ser. 

Justin estava batendo os dedos em sua coxa, sem parar olhando pra baixo. Não sei se estava nervoso ou se estava querendo ir embora logo. 

Logo chegou uma infermeira e entregou papeis para o medico em uma pasta, logo ela saiu. O medico abriu a pasta e começou a ler, logo deu um sorriso, e Justin chegou mais perto da mesa, querendo saber. 

O doutor me entregou o papel e logo saiu da sala, nos deixando sozinhos. 

Comecei a ler, e enfim descobrir. Eu comecei a chora imediatamente. Era muita emoção saber disso, qual mãe não fica assim? Justin havia tirado o papel de minha mão e começou a ler. Eu não estava conseguindo falar nada, apenas chorava e sorria de alegria. 


Mas depois de um tempo olhei pro lado e Justin, estava meio que paralizado? Não sei dizer. Tentei tocar nele, mas logo ele se afastou e se levantou da cadeira, em que ele estava sentando. Ele sorria, sim, sorria feito criança. Nunca tinha o visto sorrir desta maneira. 

ー Eu...droga. - ele tentava falar mas não saia. E continuou ali sorrindo olhando para o resultado. 

Ele olhou pra mim, como se estivesse me perguntando apenas com o olhar se era verdade o que ele tinha acabado de ler , então eu só confirmei. 



ー Sim, é um menino. 







Continua.... 



Notas Finais


Gostaram desse capítulo? Espero que sim, digam abaixo suas opiniões! 💗

A Fanfic não é movida a comentários mas adoraria recebe-los. 💗🚨


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...