História My Sweet Girl - Capítulo 35


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Camila Queiroz, Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Pattie Mallette, Personagens Originais
Tags Amor, Drama, Família, Hot, Revelaçoes, Tortura, Violencia
Exibições 274
Palavras 2.246
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 35 - I need you


P.O.Vs Angel Moore.

Fui abrindo os olhos devagar, o local em que eu estava , estava escuro. Senti que eu estava em uma cama, então me levantei e procurei o botão na parede para que assim que vejo onde estou.

O encontrei e acendi a luz, e meu coração se encheu de felicidade. Eu estava na mansão, do Justin, não sei se isso é um sonho mais parece não ser.

Rapidamente sai do quarto e praticamente corri até a sala me deparando com o Chaz ali , sentado no sofá, parecia pensar em algo.

Mas assim que ele me viu se levantou rapidamente e veio até mim me abraçando.

ー Senti tanto a sua falta Chaz... - falei ainda abraçada nele.

ー Eu também, pequena! - logo ele desfez o abraço.

ー Cadê todo mundo? - perguntei.

PESSOAL! DESÇAM AQUI EMBAIXO! - ele praticamente gritou me fazendo rir.

Logo vi Caitlin descer as escadas correndo preocupada mas quando me viu veio até mim me abraçando, e chorando também, eu não estava diferente.

ー Sua idiota! Senti sua falta! - ela falou fungando e rindo. Eu ri.

ー Eu também! - sorri e desfiz o abraço vendo Ryan vindo em minha direção.

ー Angel! - ele falou e me deu um abraço e um beijo na minha cabeça.

Eu também vi Justin na parte de cima, no topo da escada , digamos assim. Fiquei feliz em ve-lo, saber que ele está bem.

Ele olhava tudo de cima e não tirava os olhos de mim, ele queria falar algo, eu queria abraça-lo e não largar mais.

Mas sei que ele não iria gostar disso, acho que ele iria me impurrar ou algo assim, achei melhor nem falar com ele por enquanto.

ー Que tal irmos lá pra fora? Lá tem algumas cadeiras e uma mesa para sabermos melhor sobre o que aconteceu lá Angel! - Chaz falou e eu assenti.

Olhei pra onde Justin estava e ele não estava mais ali, desapareceu. Mas isso é bem o jeito dele, acho que depois eu tomo coragem e irei falar com ele.

Eu e o pessoal fomos lá pra fora e nos sentamos  numas cadeiras, Caitlin disse que iria pedir alguns sucos e outras coisas pra Rosa trazer.

Rosa, como eu sentia falta dela. Precisava falar com ela também, ela era muito importante pra mim.

P.O.Vs Justin Bieber

Eu vi ela com o pessoal, mas eu não queria descer ela sabia que eu estava ali mas também não veio falar comigo.

Fiquei a olhando vi que havia algumas manchas pelo seu corpo, mas tirando isso, ela estava muito linda do que antes.

Fiquei olhando pra ela por todo o momento, a analisando. Sentia muita falta dela, eu preciso dela.

Quando ela chegou aqui, eu pedi para que o John a deixasse no quarto de sempre, depois de um tempo, eu fui lá.

Fiquei a olhando e fiz até um cafuné em sua cabeça. Seus cabelos são tão macios e cheirosos.

Mas ela não precisava saber que eu estava ali ou estive ali. Se soubesse eu não iria ter nem reação.

Agora estou em meu escritório, pensando no que fazer, eu precisava dele, eu preciso dela comigo.

Mas também tenho que pensar em relação ao Nolan. Ela pode ter visto algo lá, não é possível que não tenha ficado sabendo de nada.

Peguei um cigarro em uma das gavetas de minha mesa e o acendi com um esqueiro. Comecei a fumar ali.

Aquilo me relaxava, mas eu preciso fazer algo hoje, para que eu a tenha em minhas mãos. Quero seu corpo no meu.

P.O.Vs Angel Moore.

Já deveriam ser 10:00pm. Fiquei conversando com o pessoal e também já falei com Rosa. Choramos bastante, pois sentia muito sua falta, ela era uma segunda mãe pra mim.

Chaz e Ryan disseram que iriam na Sala de Jogos, Caitlin e eu resolvemos subir até o quarto dela e ficamos conversando sobre várias coisas.

ー Eu vi ele Caitlin.

ー Viu quem? - ela perguntou confusa.

ー O Edward, meu maldito pai. - bufei.

ー Deve ter sido horrível! - ela também bufou.

ー E muito. Ele nem sequer explicou porque ele abandonou eu e minha mãe. - olhei pro nada e ela concordou.

ー Ele é um imprestavel! - eu ri.

ー Mas... E o Justin? - queria saber dele.

ー Ah... Ele ta bem, mas não sei por que ele não falou com você. - concordei. - Você gosta dele né? - corei.

ー Não vou mentir pra você, gosto sim. Acho que eu o amo, talvez.

ー Não deveria sentir isso, sabe como ele é, não sabe? - assenti.

ー Mas o que eu posso fazer? Nada. - ele concordou. - bom eu já estou muito cansada , e vou dormir , já deve ser meia noite. - ela riu e concordou.

ー Bom noite. - falei e sai do quarto dela indo pro meu.

Entrei em meu quarto e Fechei a porta. Fui no closet e procurei uma camisola, achei uma roxa de tecido fino e um pouco brilhoso, com alças finas e um pouco curto, com umas redas acima dos seios.

Me deitei na minha cama e fitei o teto. Diversas coisas se passaram por minha cabeça, vários flash de tudo que aconteceu.

                           ✿✿✿

Mas me acordei mas vi que estava tudo escuro ainda e também agora me deu um sede, das grandes. Ótima hora pra ter sede não?

Olhei o relógio na parede e marcava 2:30Am . Todos já devem estar dormindo, acho que não teria ninguém lá em baixo.

Me levanto, respiro fundo e saio do quarto. Desço as escadas e vejo que não tinha ninguém na sala, vou para a cozinha e vejo quem eu não queria ver agora.

Justin.

ー Oi. - falei entrando indo para a cozinha.

ー Ah, oi. - ele falou bebendo sua água mas logo virando de costas pra mim.

Peguei meu copo e o enchi de água. Comecei a beber a água devagar, queria que o Justin saísse logo e antes de mim.

Terminei de beber água e deixei o copo em cima do bebedouro. Assim que me virei eu vi Justin me olhando e tinha um grande volume na parte de baixo, seu membro só faltava rasgar seu calção.

Justin com um olhar malicioso, e eu estava com medo que poderia acontecer ali.

Ele veio até mim e  me prensou na parede, perto da pia e me deu um selinho, que logo foi aprofundado e virou um beijo quente, quente até demais, e meu o ar já estava me faltando e logo ele parou e falou :

Eu preciso de você.

Então me deu impulso para eu pular no seu colo e foi o que eu fiz. Ele foi subindo as escadas sem parando de me olhar.

Ele me levou para seu quarto, e bateu  a porta com o pé, fechando a mesma.

ーJustin eu não sei se quero fazer isso... - falei nervosa.

ーVocê vai gostar Angel, vai ver como é bom. - ele lançou um sorriso.

ー Mas, e se eu me arrepender depois?

ーVocê não vai se arrepender, apenas aproveite.- disse ele.

Ele me jogou na cama com tudo e veio até mim, ficando por cima de mim. Começou a dar beijos e chupões no meu pescoço. Iria ficar marcado.

Logo ele puxou meu vestido/camisola com tudo, revelando meus seios já descobertos pois eu estava sem sutiã.

Senti meu rosto corando, eu nunca tinha ficado assim perto de ninguém!

ーNão precisa ficar com vergonha Angel, o que é bonito é para se mostrar.

Eu assenti  fraco , e ele abaixou na altura dos meus seios com um sorriso malicioso e apertou um dos meus seios, e eu arfei.

ー Você gosta disso ?

ーS-Sim – gaguejei , eu estava nervosa.

Ele continuou apertando o seio direito, e começou a dar chupadas e lambidas no meu seio esquerdo e logo , inverteu os seios.

Puxei a camiseta dele, revelando suas tatuagens e passei a  mão no seu peitoral, ele era realmente muito bonito e bem feito.

Eu estava curiosa para saber o que ele iria fazer agora.

Ele puxou minha calcinha de uma só vez, a rasgando, me deixando nua e eu fiquei mais nervosa ainda.

Ele deu um sorriso e passou a mão na minha intimidade

– Lisinha do jeito que eu gosto...

Se abaixou e deu um pequeno beijo nela, logo depois começou a passar seus dedos na minha entradinha e eu já estava sentindo um formigamento ali embaixo. Eu já estava molhada.

Eu queria ele, queria ser fudida ali mesmo, minha cabeça me dizia para eu sair dali mas meu corpo dizia outra coisa.

ーJá ta molhadinha para mim...

Ele passou sua língua no meu clitóris e eu revirei os olhos de prazer, logo depois ele começou a chupar, eu estava realmente gostando daquilo.

Ele se encostou mais em mim e eu acabei sentindo seu membro duro na minha perna, e ele arfou.

ーAcho que você já está pronta para mim.

Ele tirou sua calça, revelando sua Calvin Klein branca, que marcava muito seu membro.

Eu estava curiosa e acabei passando a mão ali para senti-lo e Justin gemeu baixo.

ーQue tal você me dar um pouco de prazer antes de começarmos a nossa brincadeira, hum?

ーEu não sei, eu nunca fiz isso – eu estava com medo de fazer algo errado.

ーEu te ensino. - disse ele.

Ele retirou sua cueca, e seu membro pulou para fora e eu me assustei com seu tamanho.

ーIsso vai caber em mim ? – disse assustada. E ele riu.

ーEu faço caber, querida.– ele sorriu e eu corei

Ele pegou minha mão e levou para seu membro, e eu dei uma pequena apertada e ele gemeu baixinho.

ー É  só fazer movimentos para cima e para baixo.

Eu assenti, e comecei a fazer movimentos fracos

ー Mais rápido! - ele gemeu.

Comecei a ir mais rápidos e fiquei admirando sua cara de prazer, acho que eu estava fazendo certo.

ー Chega, eu preciso te foder agora - Estremeci.

– Vai com calma. - alertei.

Ele me deitou com tudo, procurou por uma camisinha numa mesinha ao lado da cama e a vestiu, passou seu dedo na minha entradinha.

– Olha vai doer um pouco, mas eu vou esperar para você se acostumar. - ele me olhou.

ー Uhum.

Ele me beijou e começou a forçar seu membro na minha entrada, e ele entrou com tudo de uma  vez, e eu senti um pouco de dor e incomodo.

ー Oh, droga! - falei um pouco alto de olhos fechados aquilo estava doendo.

Ele percebeu minha cara de dor e resolveu esperar um pouco.

ーPode continuar... - falei olhando pra ele, parecia impaciente.

Ele assentiu e começou a se movimentar dentro de mim

ーTão apertadinha... Eu vou te mostrar como sexo é bom.

A dor logo passou conforme ele foi se movimentando e eu já estava sentindo um prazer imenso,e eu queria que ele fosse cada vez mais rápido.

Ele falava coisas sujas em meu ouvido e eu não estava ligando muito pra isso.

Ele me beijou, e aquilo meio que abafou os nossos gemidos. Segurei suas costas e as arranhei sentindo todo o prazer que ele me dava. E logo passei minhas mãos por seu cabelo liso e macio.

Tudo o que se ouvia ali era nossos gemidos, nada mais.

Mas ele saiu de dentro de mim do nada e eu fiz uma cara de reprovação.

ーFica de quatro, agora. - assenti e fiz o que ele disse.

Ele deu tapa na minha bunda e beijou o local.

ー Gostosa. - ele praticamente sussurrou as palavras.

Logo ele entrou de novo em mim, e eu soltei um gemido alto, segurei no travisseiro e ele ficou fazendo movimentos cada vez mais rápidos.

ー Gemi pra mim vai! - ele disse sem parar os movimentos e deu mais um tapa em minha bunda.

Comecei a sentir sensações estranhas e meu corpo começou a tremer, logo senti meu orgasmo.

ー Oh, Justiiin! - um liquido quente foi saindo de mim.

Justin deu mais algumas estocadas e logo ele gemeu alto e sabia que ele havia gozado. Só não senti.

Ele saiu de dentro de mim, tirou a camisinha e se jogou ao meu lado, completamente ofegante igual a mim, eu não estava diferente.

ー Uau. - isso foi tudo o que ele falou mas permaneci calada.

Eu não tinha o que falar, o que eu poderia falar? Eu perdi minha virgindade com ele e digamos que foi a melhor coisa que eu fiz.

Eu pensei que iria ser diferente , e muito diferente mas não foi. No começo foi um pouco doloroso mas tudo foi ficando bom e prazeroso.

ー Não quer um banho? - ele perguntou se levantando e eu assenti e me levantei junto.

Entramos no banheiro e ele ligou o chuveiro e logo eu entrei de baixo do chuveiro junto com ele que pegou uma "bucha" e começou a me ensaboar.

Assim que terminamos de tomar banho , eu vesti minha camisola e fiquei sem calcinha já que ele rasgou a minha, me deitei na cama e logo Justin apareceu de cueca e se deitou do meu lado.

Me cobri e ele fez o mesmo, mas logo ele se remexeu na cama e meio que me abraçou e enterrou seu rosto em meu pescoço. E assim ficamos até pegarmos no sono.

 
   Continua....


Notas Finais


Digam o que acharam nos comentários, isso me incentiva muito. Gosto de saber o que vocês acham do capitulo ou da Fanfic.

Trailer : https://youtu.be/xDbPULic5H0

Meu Twitter : @ srabieber510


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...