História My sweet girl - Capítulo 9


Escrita por: ~ e ~Gabs_somers

Postado
Categorias Justin Bieber, Selena Gomez
Tags Drama, Romance
Visualizações 25
Palavras 1.689
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Capítulos finais...

Capítulo 9 - All that matters


Justin narrando:

UM MÊS DEPOIS:

Acabei de sair do hospital. Foram dias difíceis, muitos medicamentos, muita dor... mas o pior de tudo, a solidão, a falta que eu sentia daquela doce garota. Selena estava em meus pensamentos constantemente e eu criava mil ideias de como reencontrá-la e fazer com que ela pudesse vir comigo, morar comigo outra vez. Mas antes eu teria que dar um jeito na minha situação financeira, o que não seria fácil e demoraria bastante tempo.

UM ANO DEPOIS:

Consegui reerguer a empresa. Contratei novos funcionários, mudei o atendimento.... enfim, fiz tudo o que era possível e dei um "upp" naquele lugar. Eu era rico novamente e agora sim, podia ir atrás da minha garota.

.....

Eu estava no meu escritório, terminando um relatória que teria que entregar para um cliente da empresa amanhã de manhã. O único som que eu ouvia era do grande relógio que estava pendurado na parede do escritório, tic-tac... até que... dim-dom! Não era mais o som do relógio, mas sim da campainha. Então eu desçi até lá e abri a porta. Não vi ninguem ali, então estava fechando-a novamente quando olho para o chão. Selena estava ali, desmaiada, toda ensaguentada... surpreso com aquilo, eu a pego no colo e a levo para dentro, coloco ela deitada em minha cama sem me importar se o lençol sujará de sangue.

Minha preucupação aumentava a cada segundo que ela permanecia apagada. Não sabendo o que aconteceu com ela, mil hipóteses passavam pela minha cabeça.

(Justin) - Vamos anjo, acorde...

Seguro sua mão e fico fitando sua linda face. Seu lábio estava inchado e havia uma marca roxa em sua bochecha. A ficha ainda não tinha caido, depois de tanto tempo sonhando em vê-la, ela estava comigo, mas também estava aparentemente destruída.

Selena abre os olhos lentamente, depois pisca várias vezes, pareçia que tinha algo empedindo-a de enxergar. Minha esperança é que ela não estivesse cega, porque se estivesse, seria cruel, demais para minha anjilha aguentar e demais para mim aguentar.

(Selena) - Justin?

A voz de Selena saiu falha, muito baixa. Foi como um sussuro. Mas mesmo assim, pude entender que ela tinha dito meu nome.

(Justin) - Sim, sou eu, o Justin.

Me sento ao seu lado e a escosto delicadamete em meu peito e abraço-a. Eu esperava que aquilo passase segurança a ela, estava em meu braços, totalmente segura.

(Justin) - Está tudo bem Sel... não sei o que houve antes, mas está comigo agora e eu nunca deixaria ninguém machucar você.

Dou um beijo em sua cabeça e volto a segurar sua mão, dessa vez entrelaçando nossos dedos, sem sair do abraço. Eu amo essa garota... nesse tempo todo, não sei como consegui deixá-la. A preucupação ainda me invadia, mas infelizmente Selena não estava em condições de falar nada agora.

(Selena) - Eu te amo.

Ela estava melhor, pude perceber pelo seu tom de voz, que agora estava quase normal, talvez eu tivesse mesmo conseguido acalmá-la. Ela tambem tinha respirado fundo várias vezes... parecia que um peso ia saindo de suas costas. E quando disse que amava... me deixou ainda mais apaixonado por ela, aquela delicada e linda garota que estava em meus braços. 

(Justin) - Eu também te amo.

Fico fazendo um carinho em sua mão. Estava dando a ela todo o conforto possível, sendo o mais legal que eu pudesse ser, esse Justin aparacia exclusivamente quando estava com Selena, apenas com ela.

(Selena) - Eu devo estar te sujando com sangue... e sua cama também... desculpe. 

Vejo ela suspirar e se levantar da cama. Depois ela olha para o chão... exatamente como fazia a um ano atrás, pareçe que essa velha mania de olhar para o chão sempre tinha voltado, o que era uma pena porque pensei que tinha feito ela sumir. Aquilo também fez com que algumas lembranças voltassem.

(Justin) - Tudo bem Selena, eu posso lavar minha roupa e o lençol depois... quer tomar um banho, tirar essa roupa machada pelo sangue... ou comer alguma coisa? Ou talvez, dormir um pouco? 

Selena pareçia estar precisando muito fazer essas três coisas, coisas simples, mas que poderiam ajudá-la.

(Selena) - Eu estou bem... só preciso de um banho mesmo.

(Justin) - Sabe onde ficam as toalhas e quanto as roupas... elas estão exatamente onde estavam ano passado.

Me levanto da cama também e dou um beijo em seu rosto, depois vou saindo do quarto e paro na porta, olhando para ela. Pensei mesmo se era uma boa ideia desçer e deixá-la ali, mas Selena ia apenas tomar um banho, então não fazia muita diferença.

(Justin) - Me chama se precisar de alguma coisa, vou estar lá em baixo.

Vou desçendo as escadas, até que chego a cozinha. Abro a geladeira e procuro algo para comer, mas não tinha nada de bom, então resolvo pedir uma pizza. Então vou para a sala, me sento no sofá, pego o celular e ligo para a pizzaria. Peço uma pizza metade calabresa e metade quatro queijos e um refri.

Passei longos minutos, olhando para a televisão, sem conseguir me concentrar no jogo bobo de futebol Americano que estava passando. Eu pensava em Selena, se ela estava bem nesse momento, parecia estar tão fraca, que podia até desmaiar no banho, bater a cabeça, sangrar... De repente, ouço sua voz doce, então olho para a escada e a vejo ali, forço um sorriso. Olhando de cima a baixo, dava pra ver os machucados espalhados por todo seu corpo. Seus olhos tinham perdido o brilho que havia neles quando eu a conheçi. Ela nunca esteve tão deprimida, nem mesmo quando eu fiz mal a ela.

(Justin) - Oi Sel... Vem aqui.

Era hora de fazer a pergunta a ela, eu precisava saber a resposta, porque eu queria ajudá-la, mas era impossível ajudá-la a superar um trauma que eu nem sabia qual era.

(Justin) - Selena... o que houve nesse tempo em que passamos longe um do outro? Eu pensei que você ficaria bem, teria tudo de bom outra vez e sua vida voltaria ao normal.... mas acho que não foi bem isso que aconteceu.

Ela desce o restante da escada devagar e se senta do seu lado. Selena encolheu suas pernas e envolveu os braços em volta delas. Ela não olhava para mim, mas fitava o nada. 

(Selena) - Você conseguiu ser á melhor e a pior coisa que já me aconteceu, Bieber... depois que sai daquele hospital, minha vida realmente voltou ao oque era antes... mas, quando cheguei em casa depois da faculdade, eu vi o Austin lá... 

(Justin) - Quem é Austin? Perai, Austin Manchester, o governador?

(Selena) - Sim, meu pai me vendeu ao Austin, em troca de apoio nas eleiçoes à Governador... eu fiquei duas semanas na casa daquele homem... não comi quase nada... não dormi quase nada... mas estou viva, estou bem.

(Justin) - Seu pai é um babaca, um grande babaca!

Naquele momento eu jurei que me vingaria do prefeito idiota. Como alguém pode vender a pŕopria filha? Isso é cruel! Eu sou ruim, mas não a esse ponto, nunca me rebaixaria a esse nível. Não me arrependo de nenhum centavo que tirei desse cara.

(Justin) Ficou com esse tal de Austin por duas semanas... foi ele que te machucou não é? Mas o que ele que....

Foi ai que a ficha caiu, a história era pior que parecia. Eu estava certo, tinha mesmo um trauma, um grande trauma! Ian é ainda pior que o pai dela, um verdadeiro filho da puta.

(Justin) - Ele te bateu... deixou marcas visíveis em você... ele te estrupou?... Espera, não precisa responder.

Abaixo minha cabeça também e sinto lágrimas rolarem pelo meu rosto. Toda a tristeza da história de Selena e a culpa vem à tona. Doia em meu peito, pensar em tudo o que a docee garota tinha passado.

(Justin) - Eu sinto muito Selena... sinto muito por não ter te procurado antes. O combinado era ver você assim que eu saísse do hospital, mas eu fui ambicioso outra vez... Eu podia ter impedido tudo isso... me desculpe. 

(Selena) - A culpa não é sua...eu disse que ia te esperar, E você está aqui agora!

Minha cabeça ainda estava baixa, então sinto Selena pegar em meu queixo e o levantar, fazendo com que meu olhar encontre o seu. Depois ela limpou minhas lágrimas, então eu respirei fundo, tentando fazer com que elas parassem de cair pelo meu rosto.

(Selena) - Eu não quero mais chorar Justin, por favor não faz isso...

(Justin) - Ta bom, acabaram as lágrimas. Agora sabe como é não ter mais ninguém no mundo... como é se sentir perdido e sozinho... eu também só tenho você, então Selena...

(Selena) - Justin, eu só tenho você a muito tempo...

Seguro em suas duas mãos e olho fixamente em seus olhos. Lindos olhos castanhos, mas infelizmente tinham perdido seu brilho por tudo que ela passou.

(Justin) - Prometo que vou farei de tudo para que você seja muito feliz. Sei que já fui um cara muito idiota, mas amo você... E você é tudo o que importa para mim.... Selena Marie Gomez, quer ser minha namorada?

Dou um sorriso. As lágrimas tinham cessado por completo e agora eu pensava apenas em tê-la ao meu lado outra vez e dessa vez seria diferente. Dessa vez ela estaria feliz comigo, era o que eu queria agora, vê-la feliz. Infelizmente, nesse momento a campainha toca, era a nossa pizza. Eu já tinha até me esqueçido do quanto estava com fome e sabia que Selena estava muito mais do que eu.

Ando até a porta, pago o cara da pizza e pego nossa janta. Então coloco a caixa da pizza e o refri em cima da mesa e começo a pegar os pratos, copos e talheres. Quando termino de arrumar tudo, volto até Selena. Então olho para ela e coloco uma mecha de seu cabelo atrás da orelha.

(Juatin) - E ai anjo, qual é a resposta?

(Selena) - Sim, eu quero!

 Quando ouço o "sim" de Selena, sinto a felicidade transbordar em mim, então vou até ela, a abraço e depois a beijo.

(Justin) - Minha doce garota... estava com saudades desse seu sorriso.

O sorriso de qual eu falava, era o que estava estampado no rosto de Selena, aquele que eu nunca mais tinha visto, o qual eu vi poucas vezes, nos poucos e eternos momentos felizes que tivemos até agora.









Notas Finais


Jelena ever! ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...