História My Sweet Home - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook
Exibições 51
Palavras 666
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Famí­lia, Ficção, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Jimin é pego


-Jimin. –Mama disse me cutucando. –Jimin. –Ela ergueu a voz e acariciou minhas orelhas. –O professor já está ai, se você não voltar não vai poder tomar café. –Mama disse com uma voz calma.

-Tô indo para casa, mama. –Abri os olhos me espreguiçando. –Huh, onde estou? –O quarto era simples e com cores pastel o que me deixava calmo.

-O gatinho esta se mexendo! –Encarei o menino e uma leve lembrança me atingiu.

-Você é aquele que caiu no parque. –Vi o menino inflar as bochechas. –Por que está aqui também?

-Oh você acordou. –Escutei a voz calma de um homem.

-A você está se sentindo melhor? –A voz melodiosa da mulher se aproximou encarei os dois se aproximando e sai da cama me escondendo no armário, mamãe disse que eu tenho que parar de fazer isso, mas nem sei onde estou.

-Que coisa parece que o assustamos. –Escutei a voz do homem alguém tentou abrir a porta, mas eu segurei. –O que é isso?

-Eu achei que ele ia estar com fome quando acorda–se. –Senti um cheiro bom e abri uma fresta da porta os vendo saírem dali

-Será que ele ira comer. –Sai do armário encarei a bandeja cheia de coisas gostosa.

-Eu sinto um cheiro tão gostoso. -Coloquei um pedaço do rocambole na boca foi o suficiente para eu comer quase tudo o que estava ali, me sentei na beira da cama e me deitei escutei o barulho da porta abrir o menino trouxe um copo e depois saiu, andei até onde ele havia deixado o copo. –Oh, leite. –Eu peguei o copo e bebi de “gute-gute” escutei um barulho na porta e me aproximei.

-Eomma, podemos ficar com o gatinho. –Abri um pouco da porta e vi os três reunidos ali.

-Bem, você sabe sua avó não vai gostar nem um pouco disso. –O homem colocou a mão no queixo como se pensasse.

-Acho que vamos ter que encontrar alguém para cuidar dele. –A mulher encarou a fresta e sorriu, eu fui até a cama e deitei meu corpo estava pesado então somente dormi.

FLASHBACK

                Eu estava na sala desenhando, mama chegou e se sentou encarando a fogueira, eu estava com meus sete anos e papai havia me tirado da escola e contratou um professor particular, mama me pegou e puxou para que sentasse em seu colo.

-Jimin. –Ela se aconchegou no vão do meu pescoço.

-Mama faz cócegas. –Ela riu e deixou um beijo ali.

-Você gostaria de ter um amiguinho? –Encarei a mamãe e sorri.

-Você vai trazer mais um daqueles meninos do clube do livro. –Mamae fechou a cara.

-Não Jimin e também não quero eles perto de você. –Eu concordei com a cabeça. –Sabe o que acha de ter um irmãozinho? –Encarei mamãe e fiz uma careta.

-Eu não quero. –Ela me olhou surpresa.

-Por quê?

-Ele vai roubar o meu lugar. –Ela sorriu quando terminei de falar.

-Ninguem vai roubar o seu lugar meu pequeno. –Papai se aproximou me dando um beijo na testa. –Afinal você sempre será o nosso bebe. –Sorri para o papai que me entregou a caneca com chocolate.

FLASHBACK OFF

                Acordei e encarei o teto estou morrendo de saudades do meu pai e da minha mãe, me levantei e calcei os meus sapatos que estavam do lado da cama.

-Estou indo para casa. –Eu encarei o menino que fez uma careta eu desci para o segundo andar e tentei abrir a porta o menino havia me seguido.

-Gatinho você quer ir lá fora? –Ele abriu a porta para mim e eu comecei a caminhar.

-Casa! Casa! Casa! Casa! –Encarei o lado de fora da sacada estava uma chuva forte e uma multidão gigante.

-Jungkook, sua avó vai vê-lo. –Assim que ela falou isso eu corri para dentro subindo as escadas num risco, fechei a porta do quarto e deitei me cobrindo.

-Acho que posso ficar aqui mais um pouquinho. –Eu cobri minha cabeça fechando os olhos e dormi mais uma vez.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...