História My Sweet Home - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook
Exibições 50
Palavras 613
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Famí­lia, Ficção, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Jimin tem um momento difícil.


-Pare de correr você vai se machucar. –Papai tentou me pegar de novo acho que eu tinha meu cinco anos.

-Eu não quero. –O alfa suspirou.

-Jimin você tem que tomar banho. –Ele disse tentando me segurar. –Jimin. –Ele aumentou a voz e eu me sentei no chão e comecei a chorar. –Desculpe. –Ele tentou se aproximar, mas mamãe chegou à sala.

-O que você fez? –Ela estava brava.

-Eu não fiz nada. –Estendi os braços para que mamãe me pegasse no colo.

 –Eu pedi que desse banho nele não o matasse. –Mamãe acariciou minhas costas. –Vamos pequeno, eu deixou você levar os seu brinquedos. –Sorri descendo do colo dela e indo até a porta do banheiro. –Viu não é difícil.

FLASHBACK OFF

                Faz dois dias que eu estou aqui nessa casa e não sai do quarto uma vez sequer, encarei o teto e me levantei calçando de novo meus sapatos.

-Você foi uma boa cama, mas... Tchau, tchau. –Desci as escadas indo em direção a porta. –Tô indo para. –Antes de eu chegar a porta o alfa mais velho me botou no colo. –O que, o que, o que? –Eu comecei a me debater. –Não, não, não, não. –E me esperneei um pouco mais quando vi que estávamos indo para o banheiro.

-Certo certo. –Ele me colocou sentado na banheira. –Se acalme. –Ele saiu e a mulher que eu descobrir ser uma beta se aproximou de mim.

-Vamos tomar banho. –Eu fiz uma Creta e ela sorriu, fiquei totalmente constrangido quando ela tirou minha camisa. –Olha você tem um corpo bonito. –Eu tentei fugir mais algumas vezes principalmente quando ela tentou/conseguiu tirar minhas calças. –Certo eu vou deixar você bem limpinho. –Ela ligou o chuveiro vindo em minha direção, eu dei um olé nela e me aproximei da porta.

-Socorro. –Eu tentei abrir a porta, mas não consegui.

-Você não vai escapar. –Ela disse me colocando de novo na banheira.

-Nãooooooooooooo. –Eu tentei varias vezes sair dali, mas nada adiantou depois de um tempo o alfa mais velho chegou.

-Ei acalme-se.  –Ela pediu enquanto eu me debatia.

-O que está acontecendo? –Ele encarou a cena segurando o riso.

-Uma ajuda aqui, por favor. –Ele me segurou enquanto ela me esfregava.

-Eu vou morrer. –Os dois mais velhos riram do meu desespero. –Eu vou ser morto. –Eles não ligavam para o tanto que eu me debatia e gritava. –Alguém me salve. –Depois de todo o desespero o alfa me levou para o quarto de novo, e ela me secou. –Eu sei fazer isso sozinho. –Disse pegando as roupas, ela riu e eu me vesti.

-Certo, agora... –O alfa apareceu no quarto segurando um secador a mulher sorriu para mim.

-Você não tem medo disso tem? –Neguei com a cabeça e ela começou a secar meu cabelo. –Ah, você é tão fofo. –Depois que ela terminou nós descemos até a sala. –Dar banho em um gato é tão trabalhoso. –Ela disse sentando no sofá eu me sentei no tapete e encarei o que passava na televisão.

-Mesmo que um banho me pareça ótimo. –O alfa se sentou ao lado dela e eu revirei os olhos.

-Pensei que ia morrer. –Os mais velhos rirem, senti algo puxar minha cintura.

-Ee realmente ficou muito bonito. –O menino havia me puxado para sentar em seu colo, ele deitou a cabeça no vão do meu pescoço.

-É verdade. –A beta concordou. –Os cabelos dele são realmente macios. –Ela disse sorrindo, senti o menino acariciar meu cabelo me fazendo ficar vermelho.

-Não é. –Ele deitou e fez eu deitar em seu peito eu o encarei. –Durma gatinho. –Ele piscou para mim e eu escondi meu rosto no seu peito.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...