História My Sweet Home - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook
Exibições 21
Palavras 1.032
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Famí­lia, Ficção, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - Jimin desapontado


                A beta não poderia ficar em casa hoje então os dois alfas ficaram encarregados de cuidar de mim, o que me levou a estar encarando as varias porta que tem nesse material de construção.

-O que os senhores procuram? –O atendente sorriu para os alfas.

-Procuramos um vaso sanitário. –O atendente nos levou até um monte de vasos.

-Qual o senhor quer. –O alfa encarou o vendedor. –A um iniciante, me sigam. –Eu os acompanhei até achar uma parte interessante do lugar, havia vários brinquedos desde escorregadores a triciclos, fiquei um bom tempo encarando tudo, mama sempre dizia que não pode brincar com o que não é seu.

FLASHBACK

                Eu e Bum brincávamos juntos, papai havia comprado brinquedos novos para nós. 

-Jimin devolva já ao seu irmão. –Encarei o brinquedo a minha mão não era dele papai tinha comprado para mim semana passada.

-Mas mama isso é... –Senti o tapa engoli em seco sentindo minha bochecha arder, mamãe havia pegado o habito de me bater sem eu ter feito nada.

-Devolva agora e suba para seu quarto. –Fechei os olhos suspirando e subindo as escadas Bum tentou vir atrás de mim, mas nada de ela deixar sentei na cama, encarei minha cara no espelho estava os cinco dedos da mamãe, o cheiro do alfa se aproximou do meu quarto e eu escondo debaixo das cobertas.

-Jimin, sabe o porquê de seu irmão estar chorando? –Papai tentou puxar a coberta, mas eu não deixei. –O que foi? Jimin não diga que sua mãe esta falando a verdade dessa vez. –Ele alterou a voz, senti o puxão forte e não consegui segurar dessa vez minha única saída foi me esconder com os travesseiros, mas papai me pegou me fazendo o encarar. –O que houve com o seu rosto. –Ele passou a mão na minha bochecha, as cores do olho do papai mudaram. –Aquela... Jimin desça e pegue seu irmão e traga ele para cima. –Obedeci ao papai levando Bum pro quarto de brinquedos depois de alguns minutos os gritos estavam me assustando.

FLASHBACK OFF

                O cheiro de outro alfa fez presente no meu nariz estava perto, perto até de mais, me virei para trás encarando o alfa.

-Você tem cheiro de morango. –Ele sorriu se aproximando mais. –O que um ômega tão fofo como você faz aqui sozinho? –Ele me puxou pela cintura. –E ainda com um cheiro tão provocante como esse. –Ele fungou no meu pescoço, e apertou mais minha cintura.

-Jimin. –Jungkook me chamou e eu encarei o alfa com olhos pidões. –Quer fazer o favor de soltá-lo. –O alfa apertou mais minha cintura, Jungkook fechou os punhos.

-Por que achado não é roubado, e ele é tão fofo que acho que já estou excitado. –Ele deu uma mordida de leve no meu pescoço eu tentei me soltar, mas ele era mais forte. –O que foi pequeno ômega. –Ele sorriu ao olhar nos meus olhos, fechei meus olhos quando ele se aproximou do meu rosto, mas fui puxado o cheiro de baunilha invadiu meu nariz. –Você não tem medo de quebrá-lo? –O alfa sorriu travesso. –Quer dizer que você já o usou, também seria um desperdício não usar. –O outro alfa sorriu, Jungkook rosnou dando um passo para frente antes de ele dar o outro e ir de vez para cima do alfa eu segurei seu braço.

-Kookie vamos embora. –Ele pareceu se acalmar nos viramos para ir embora, porém teve um ultimo comentário.

-Aproveite bem essa bundinha por que daqui ela parece maravilhosa. –Jungkook foi mais rápido que eu dessa vez e acertou um soco no outro alfa, ele voltou até mim me puxando para fora da loja.

-Por saiu de perto da gente? –Ele me encarava, o que me fez abaixar a cabeça. –Já pensou se eu não tivesse chegado o que ele teria feito com você.  –Kookie não estava usando mesmo tom de costume o que estava me deixando cada vez mais nervoso. –Jimin me responda, por que deixou ele te tocar? –O alfa passou o polegar na minha bochecha e me fez o encarar. –Eu quero que me deixe te tocar como ele tocava. –Ele puxou minha cintura fazendo nossos corpos se encontrarem eu estava vermelho tinha certeza que estava vermelho meu corpo todo estava quente e o cheiro do Jungkook era a única fragrância que eu estava sentindo.

-Jungkook achou o Jimin. –Me afastei bruscamente assim que a voz do alfa mais velho ecoou na minha cabeça.

-Sim. –Jungkook abriu a porta se sentando no banco da frente.

-Jimin nunca mais se afaste assim se eu te perdesse ela me matava. –Concordei com a cabeça e me sentei no banco de trás. –Você esta um pouco vermelho será que está com febre. –Ele colocou a mão na minha testa. –Parece que não. –O caminho até em casa foi silencioso e tenso, papai sempre me disse para me afastar quando um alfa fizesse isso, porém não quero me afastar do Kookie.

                Os alfas assim que botamos o pé para dentro de casa foram em direção ao banheiro, e ficaram lá pó horas e mais horas e eu fiquei entediado não quero dormi, a beta diz que eu durmo de mais.

-Cheguei. –A beta vinha cheia de sacolas para dentro.

-Bem vinda. –Eu sorri levantando do tapete da sala.

-Onde eles estão. –Apontei para o escritório. –Espero que eles tenham conseguido. –Eu a ajudei a organizar as compras dentro do armário e depois subi e resolvi dar um cochilo antes do jantar.

                Acordei com a algazarra do lado de fora do meu quarto, depois de um tempo Jungkook entrou no quarto o que me fez despertar muito rápido.

-Vamos descer. –Ele veio até mim antes de me pegar e desci da cama sozinho o surpreendendo e me surpreendendo. –Entendo, vamos. –Ele me levou até o escritório e fez um gesto para que entrasse no banheiro, eu não vi chuveiro ou banheiras e isso me animou.

-Vocês o arrumaram. –Sorri. –Parece tão melhor que o outro. –Eu o encarei, ele fez um sinal para segui-lo.

-Jimin gostou do seu novo banheiro?

-Sim. –Sorri sentando à mesa Kookie continuou agindo normal, mas eu realmente estava me sentindo nervoso na presença dele 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...