História My Sweet Love - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Castiel, Iris, Kentin, Lysandre, Nathaniel, Rosalya
Tags Amor Doce, Castiel, Romance
Visualizações 1.050
Palavras 657
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gente, essa é minha primeira fanfic por favor peço a voçes que a qualquer erro, estou falando QUALQUER ERRO MESMO podem colocar nos comentários. Um beijão, espero que gostem!!!! <3

Capítulo 1 - Dia da Mudança


~~Visão Castiel~~

Cast- Amanhã já vai começar as aulas e vai ser a mesma idiotice de sempre com aquele babaca do Nathaniel no meu pé e aquela irmã dele loira esquisita.-Estava caminhando na rua enquanto falava comigo mesmo  e vi que em uma casa a uns dois quarteirões da minha, tinha um caminhão de mudanças e uma garota linda de cabelos longos e castanhos levando algumas caixas pra dentro da casa, achei que seria uma boa eu ir lá e tentar puxar conversa com a garota. Estava sem saber o que falar, então decidi ir perguntar se ela queria ajuda com a mudança-

Castiel-E aí, tudo bem?-Falei para a menina que logo deu um sorriso tímido.-

~~Visão Emilly~~

Emilly- Oi! Prazer, meu nome é Emilly!-Nossa! Logo de cara um garoto veio falar comigo? Como assim? Ele nem me conhece... e eu nem conheço ele-

Castiel-Prazer é só na cama. -Eu o olhei torto e ri- Me chamo Castiel. É você que vai morar aqui de agora em diante?-Ele falou erguendo uma das sobrancelhas-

Emilly-Sim, meu pai teve que mudar de país por conta do trabalho e eu já não tenho mais mãe. Ele decidiu que era melhor eu permanecer aqui no Brasil. -Ela falou em um tom de voz baixo-

Castiel-Que bom! Eu sempre quis ter uma vizinha que fosse bonita desse jeito.. Parece que eu estou com sorte.

Emilly- Ahn... Obrigada, eu acho. -Sinto minhas bochechas corarem e um silêncio invade o ar enquanto ele continua me olhando.-

Depois de alguns segundos ele pergunta.

Castiel-Então... Você quer ajuda com a mudança?? Talvez eu possa te dar uma mão, ou até duas se preferir!

Ele olha pra mim com seus olhos nublados em um cinza profundo e admito que eu não conseguiria de nenhuma forma recusar a ajuda dele. Nem se eu quisesse. É certo que eu nem o conheço e que ele pode ser um ladrão ou um estrupador, mas algo me 

Emilly- Claro, seria ótimo! Mas e se você for um estrupador que quer fazer coisas ruins comigo? -Ele solta uma gargalhada gostosa de se ouvir e eu solto um sorriso sem graça.-

Cast- Acho que você vaí ter que confiar no seu sexto sentido e no que ele diz sobre mim. 

Emilly- Bom, preciso de ajuda com as caixas. -Ele sorri de canto-

Pegamos o resto das coisas que sobraram no caminhão e começamos a arrumar, quando acabamos vimos que eram 10 horas e nós ainda não tinhamos jantado, e de repente ele de uma forma bem fofa me convida pra ir jantar na casa dele.

Castiel-Emilly, eu queria saber se você quer jantar lá em casa. É que já está tarde e não quero você andando na rua sozinha pra ir comprar comida. Nós vamos lá pra casa e pedimos uma pizza... Que tal?

Ele pergunta de uma forma um pouco tímida enquanto passa a mão em seus cabelos ruivos.

Emilly- Claro. Pode ser.. Fico feliz por se preocupar comigo... -Sorrio-

Logo depois, fomos para a casa dele -que era demasiadamente perto- e chegando lá ele pediu uma pizza de peperoni. Logo quando a pizza chegou, nos comemos e ele me chamou pra assistir um filme e eu claro, não pude recusar.

Castiel-Que tipo de filme você curte, princesinha? -ele perguntou e olhou pra mim com um ar de curiosidade-

Emilly- Primeiro que, para a sua informação, eu ainda não te dei essa intimidade pra me dar apelidos, segundo que eu valorizo muito um filme de terror, okay? -Falei sorrindo-

Castiel- Okay princesa! Vamos ver seu filme de terror! -Ele olha pra mim com um sorriso sarcástico-

Emilly-Para, tomate! Não sou princesa de ninguém. -Falei pegando um travesseiro e jogando no seu rosto-Bem feito!

Ele derrepente pega meus braços e me segura deitada contra o sofá com um olhar malicioso dá um beijo na ponta do meu nariz e diz:

Castiel- Ainda não te dei essa intimidade.-Ele fala balançando seu dedo indicador fazendo que "não" e eu no mesmo momento começo a corar, ele então me solta e assistimos ao filme até que de repente adormeço.


Notas Finais


Obrigada por lerem até agr! Vou tentar postar todos os dias pra vcs. Beijão! Deixem suas opiniões nos comentários!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...