História My Sweet Obsession - Capítulo 9


Escrita por: ~ e ~BabiLennox

Postado
Categorias Ashley Benson, Justin Bieber
Personagens Ashley Benson, Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Personagens Originais
Visualizações 50
Palavras 1.123
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Bishoujo, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Ficção, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Pelo amor de Piroca Biebs, comassim já tem 27 favoritos nisso aqui? *BW chorando* Muito muito muito obrigada mesmo genty, é sério ^-^ eu achei que não fosse ter nenhum. Mas enfim. Boa leitura, espero que gostem!!

Capítulo 9 - Fuck


Fanfic / Fanfiction My Sweet Obsession - Capítulo 9 - Fuck

– Justin, é sério... – falei me levantando da cama para me afastar dele. – Você não devia nem estar aqui no meu quarto, muito menos tão perto de mim.

– Mas estou – rebateu ele, caminhando até mim. – E não pretendo sair daqui enquanto não conseguir o que quero.

Eu estava com o coração batendo acelerado, assim como minha respiração também estava alterada. Não podia simplesmente sair correndo do quarto... na verdade até podia, mas não adiantaria de muita coisa. Eu estava com medo do que poderia acontecer aqui, mas ainda assim me virei para ele e engoli a seco, antes de fazer uma última pergunta.

– E o que é que você quer? – minha voz saiu baixa, quase que em um murmúrio.

Justin deu um sorriso de lado e se aproximou ainda mais, ficando a centímetros de distância de mim. Tentei ao máximo desviar o olhar, mas então ele segurou meu rosto com uma mão, me obrigando a encarar seus olhos cor de mel, que estavam fixados nos meus. Ele então desceu o olhar, passando a encarar minha boca, o que fez com que meu corpo gelasse por dentro.

Ele aproximou seu rosto um pouquinho mais, então fechei meus olhos ao sentir seus lábios úmidos, quentes e macios tocarem os meus, logo cedendo e abrindo minha boca para que a língua de Justin entrasse lentamente, indo de encontro à minha. Durante o beijo, inclinei minha cabeça um pouco para o lado, fazendo a ponta de nossos narizes se encostaram brevemente, enquanto levava uma de minhas pequenas mãos aos fios de cabelo de Justin.

Ele colocou os braços ao redor do meu corpo, me colando cada vez mais a ele e me impedindo de fazer qualquer movimento maior, como me afastar, e logo em seguida passou uma mão por baixo da minha blusa, tocando minhas costas e fazendo um arrepio percorrer todo o meu corpo novamente.

Os braços descobertos dele estavam passando todo o calor de seu corpo para mim, o cheiro de seu perfume estava cada vez mais presente no ar, e tudo que se ouvia eram alguns ruídos entre nossas bocas vinculadas. Todas essas sensações juntas estavam quase me fazendo acreditar que não era real, que eu estava apenas delirando.

O beijo de Justin era maravilhoso. Sua boca era quente, assim como o restante de seu corpo, e nossas línguas se encaixavam, movendo-se perfeitamente uma na outra. Mas o ar começou a ficar ausente, e tivemos que nos separar, só que apenas nossas bocas se desgrudaram, Justin continuou a me segurar.

Um pouco ofegante, ele me encarou fixamente com certa malícia. Eu estava meio perdida na situação, quase não sabia o que estava fazendo, mas ele sim. Justin afrouxou os braços em minha cintura e em seguida me deu impulso para que eu ficasse em seu colo. Rodeei meus braços em seu pescoço e então ele andou comigo até a cama, onde empurrou-me sem delicadeza alguma sobre o colchão macio, assim não me machucando.

Então ele posicionou seu corpo sobre o meu sem colocar peso algum, encarando-me por alguns instantes antes de aproximar seu rosto novamente e depositar um beijo molhado em minha boca, antes de começar uma trilha por meu queixo, pescoço e parar em meu único ombro desnudo, devido à alça da blusa estar caída. Ele me olhou como se pedisse permissão, eu apenas fiz um movimento com a cabeça confirmando, então ele foi rápido e ágil ao tirar minha blusa e a jogar em um canto qualquer, deixando boa parte do meu corpo à mostra, tendo apenas meus seios cobertos pelo sutiã preto.

Ele admirou meu corpo por breves instantes, logo tocando o mesmo e passando uma de suas mãos por minha pele, causando-me um terrível arrepio. Em seguida ele parou no feixe de meu sutiã, logo abrindo o mesmo e libertando meus seios, que já estavam enrijecidos devido à minha excitação.

Justin deu um sorriso malicioso encarando-me mais uma vez, e eu estava quase corando por estar sendo olhada daquele jeito, mas logo minha vergonha foi substituída pela sensação de prazer quando ele levou sua boca a um de meus seios, passando a língua ao redor do mesmo e tocando meu outro seio com uma de suas mãos. Um murmúrio de prazer acabou escapando de meus lábios, e isso fez Justin soltar uma leve risada.

De repente escutamos um barulho, alguém parecia ter chegado, mas isso nem nos incomodou, apenas nos fez ter que andar mais depressa com tudo aquilo.

Justin então tirou os shorts de meu corpo e em seguida se livrou de sua própria bermuda. Logo depois ele rasgou a calcinha de renda que eu estava usando, afastando minhas pernas uma da outra, o que colocou mais um sorrisinho malicioso em seus lábios. Ele devia andar logo, só que ao invés disso levou uma de suas mãos à minha intimidade, tocando a mesma de leve, constatando que eu estava molhada e arrancando-me um suspiro.

Então ele foi rápido e tirou sua cueca, revelando seu membro totalmente ereto, o qual eu nem tive tempo de admirar, pois foi introduzido em mim de uma vez só, sem avisos, o que me causou uma leve dor. Soltei um gemido de desconforto, mas logo após me recompus, fechando os olhos ao sentir as estocadas de Justin, inicialmente lentas porém fundas, indo ganhando velocidade a cada instante. Mesmo que tentasse controlar, alguns gemidos escapavam de meus lábios, mas também não era pra menos. Momentos depois as estocadas foram ganhando mais velocidade e intensidade, proporcionando-me uma sensação de prazer cada vez maior, o que me levava a perder mais ainda o controle dos gemidos.

Ouvimos outro barulho. Tinha realmente alguém na casa, o que estimulou Justin a intensificar ainda mais seus movimentos, me levando a agarrar com força os lençois da cama e comprimir meus lábios na tentativa de segurar os gemidos que queriam sair de qualquer forma. Nós estávamos perto de nosso máximo, então bastaram mais algumas estocadas para que chegássemos ao ápice juntos. Senti breves espasmos e em seguida um líquido quente me preencher, levando-me a apertar os olhos e soltar um último gemido, dessa vez o mais alto, que não pude controlar. Escutei o gemido rouco de Justin e em seguida ele fechou os olhos, tombando a cabeça para trás.

Em seguida ele saiu de dentro de mim e deitou ao meu lado. Nossas respirações ofegantes competiam entre si, e assim como eu, ele devia estar pensando em mil coisas. O que aconteceu foi errado, porém não tive muito ânimo para me martirizar agora, estava cansada, por isso apenas puxei um lençol para cobrir nossos corpos e fiquei completamente calada, observando as paredes ao redor. Pouco depois senti os braços de Justin em volta de mim, e em seguida não me lembro de muito além do momento em que fechei os olhos, caindo no sono com extrema facilidade.


Notas Finais


Espero que tenham gostado rsrsrs <3 kisses e até o próximo capítulo, ou melhor, até a próxima confusão ^-^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...