História My Sweet Patient - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shadowhunters, Shawn Mendes
Personagens Clary Fairchild (Clary Fray), Personagens Originais, Shawn Mendes
Tags Cameron Dallas, Clary, Shawn Mendes
Visualizações 52
Palavras 745
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi pessoinhas...sz
Boa leitura, comentem adicionem aos favoritos isso me ajuda hehehe!

Capítulo 17 - Capítulo 17


Fanfic / Fanfiction My Sweet Patient - Capítulo 17 - Capítulo 17

Shawn Mendes POV

Lana, é a melhor pessoa que eu tenho ao meu lado, sempre. Eu adoro o seu jeito fofo, na maioria das vezes safada, mas ela sabe ser. Não é vulgaridade até porque eu não gosto disso. E por isso e por mais outras razões tenho medo de perde-la, ela é ela, não tem igual.

– Amorzinho, estou com fome. - Ela segura em braço, encostando sua cabeça em meu ombro.

– Você quer o que de comida? - A encarei e a mesma estava pensativa.

– Qualquer coisa que você saiba fazer, meu amorzinho. - Ela me selou.

- Tá bom, vamos lá. - Sorri e lhe dei a mão, ela pegou e levantou.

Fui para a cozinha e abri a geladeira para pegar ingredientes. Enquanto Lana subiu para pegar os cobertores para ela ficar na sala. Realmente o inverno estava demais, pelo menos não chegou a nevar.

Ao terminar, a gritei para vir comer e Lana veio imediatamente. Fiz uma lasanha, não era apenas uma lasanha misturei alguns temperos típicos italianos. Sentamos um de frente ao outro e comemos, fiz a carinha triste dela sair de seu rosto e vir uma carinha contente e satisfeito.

– Ah Shawn. - Suspirou. – Você é meu herói, sabia?

– Você é minha princesa que eu tenho que salvar, todos os dias, com a minha comida. - Digo e começamos a rir, eu adorava fazer Lana rir, porque ela tinha uma linda gargalhada.

Após terminar, Lana decidiu lavar a louça. Fui para a sala e escolhi um filme de suspense e ação para nós assistirmos. Sentei-me e cobri minhas pernas, peguei meu celular e vejo duas mensagens da gravadora:

" Shawn Mendes, por favor esteja amanhã aqui bem cedo, precisamos conversar sobre sua turnê!"

" E também terá uma entrevista á tarde, boa tarde!"

E começou tudo. Bufei e bem na hora Lana chegou, perguntando o que tinha acontecido eu lhe contei tudo. Eu não terei tempo para ela o dia inteiro, infelizmente apenas á noite, só espero não chegar estressado.

– Esquece isso por enquanto, e aproveita que você está comigo! - Diz me fazendo sorrir, e deitando sua cabeça no meu peito.

Fiz um pequeno carinho em seu ombro, deslizando com as pontas do dedos para cima e para baixo. Quando estou com Lana esqueço de tudo, só lembro de nós, é apenas nós.

– Que filme é esse? - Pergunta olhando para tv.

– Ah eu literalmente não sei, mas é suspense e ação, escolhi porque sei que ama filmes assim.

– Ah que fofo, meu melzinho.

– Mas se quiser mudar...- Digo pegando em sua mão e a beijando.

– Não, esse está maravilhoso. - Ela levanta sua cabeça e me sela.

Ao meio do filme, iríamos conversando e trocando idéias sobre o tal filme. Parecia terror, mas não o nome é Estrada da morte, é antigo mas esta valendo a pena e também os melhores são antigos.

Mais tarde, quando o filme acabou, desligamos a tv e ficamos ali namorando, e sem fazer nada. Lana começa a me beijar até subir, e ficar em cima de mim sentando em cima do meu membro, portanto sem segundas intenções. Minhas mãos, estavam grudadas em seu glúteo enquanto as suas, passavam pelo meu rosto mas eu estava super concentrado e viajando no seu beijo doce e lento. Lana me levava á loucura com um toque, posso não demonstrar e nem dizer por talvez intimida-lá mas eu a acho gostosa pra caramba. Sinto vontade de ter noites quentes com ela, mas não sei se ela está pronta, apenas irei esperar um tempo. A gente se ama tanto que vale a pena. Assim que encerramos o beijo, segurei seu rosto e lhe disse:

– Eu amo você Lana.

– Eu te amo Shawn. - Nos selamos e ela saiu de cima de mim e se levantou.

– A onde você vai?

– Me arrumar, meu namorado me chamou para jantar fora. Eu acho que ele também deve estar indo se arrumar... – Sentei-me e a encarei, daí me toquei que era eu.

– Ah claro, ele vai logo após de você. - Sorri e a abracei.

Subimos as escadas juntos, Lana correu para o quarto e foi para o banheiro. Ela deve ficar lá umas duas horas no máximo, conheço a minha namorada maluquinha que tenho. Não vou mentir, que às vezes sou igual ela também. Amo minha ruiva. E  tenho ciúmes dela, não sou possessivo nem obsessivo mas ela é tão perfeitinha que tenho medo de outros a roubarem e perde-lá, já aconteceu uma vez, daí começo a me sentir tão insuficiente.



Notas Finais


:)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...