História My Sweet Patient - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shadowhunters, Shawn Mendes
Personagens Clary Fairchild (Clary Fray), Personagens Originais, Shawn Mendes
Tags Cameron Dallas, Clary, Shawn Mendes
Visualizações 44
Palavras 838
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura sweets!

Capítulo 21 - Capítulo 21


Fanfic / Fanfiction My Sweet Patient - Capítulo 21 - Capítulo 21

Não queria ver o Shawn estressado por conta de uma bobeira do Bryan. Depois comemos e bebemos muito, entramos na sala e os meninos decidiram jogar truco, como nós não sabíamos fomos jogar video game adorava porque sempre ganhava da Hannah já da Katherine às vezes.

– Espera... Uma contra uma? Por que não trabalhamos juntas? - Perguta incrédula, por ser horrível no controle.

– Não mesmo. - Digo jogando e como sempre derrotando Hannah que nem sabia o que fazia.

Mas mal podíamos nos concentrar. Os garotos estavam gritando demais, até o Shawn, como digo Shawn Mendes está me surpreendendo galera. Não sei se estavam alterados ou estressado com as cartas. Assim que eles se calaram, Kath se pronunciou.

– Ei! Podem jogar sem gritar? Está nos atrapalhando!

– O que estão jogando? - Shawn foi o único que se importou e veio até nós.

– Mortal Kombat! - Respondi e Shawn colocou suas mãos em meus ombros.

– Isso não é justo. Lana é uma ladra. - Disse ao perder, e larga o controle de lado.

– Você que é péssima. - Kath diz por mim.

Paramos de jogar e ficamos na sala, logo Martin e Bryan sentam ali e começam a reclamar de algo que não entendi muito bem. Shawn sentou ao meu lado e passou seu braço por cima do sofá, me aconcheguei ficando coladinha nele, colocando minha mão em sua coxa e a apertando o que fez Shawn me encarar e sorrir, mas entendi algo a mais naquele sorriso talvez uma malícia.

– Ê vocês dois! - Hannah comenta ao sentar no colo de Martin.

– Ê vocês dois...- Shawn diz imitando a voz de Hannah o que nos fez rir.

– Shawn, vamos embora? - Perguntei bem próximo á ele que quase saiu como um sussurro.

– Vamos, meu amorzinho. - Pegou em meu queixo. – Galera, eu e a Lana já vamos.

Nos levantamos e despedirmos de todos, Katherine também iria embora com Bryan, estranho esses dois mas enfim não tenho nada a ver com isso.

Shawn abriu a porta pra mim poder entrar. Eu amo o ato de seu cavalheirismo nunca mudar, ele é tão único. No caminho, Shawn retornou a me perguntar sobre Bryan e eu respondi do mesmo jeito.

– Eu senti que havia um clima entre vocês dois ali...

– Ah vá se ferrar Shawn. Se você não confia em mim, e confia no Bryan... - Me interrompeu.

– Eu confio em você, óbvio. Mas tem que certeza que não lhe disse algo constrangedor? - Shawn parou no semáforo vermelho e me fitou.

Olhei no fundo dos seus olhos, não consegui dizer o que tinha dito aquela hora na área. Virei meu rosto e ouço ele dá um riso sarcástico, "puts, lascou tudo Lana" pensei comigo mesma.

– Você deveria ter me falado antes, assim eu socava a cara dele de uma vez por todas. Isso é assédio sexual e verbal sabia? - Pergunta com os olhos fixos na estrada.

– Eu só fiquei com medo de você ficar bravo comigo, ou então bater no Bryan... - Levantei minha cabeça ao perceber que já estávamos em casa e Shawn segura no meu queixo.

– Eu nunca terei coragem de ficar bravo com você, apenas se for algo muito forte mesmo assim. Dá próxima vez, pode me contar tá? - Assenti e ele me selou.

Saímos do carro e ao entrar em casa, subi diretamente as escadas eu fiquei um pouco desconfortável com isso, e ainda havia um assunto que estava parado na minha cabeça: Shawn e sua turnê. Provavelmente ele não poderá me levar, e de qualquer jeito é melhor Shawn fazer os seus shows longe de mim, já não aguento mais tanta gritaria.

– Laninha? - Ele abre a porta e fica me olhando, eu levantei meu olhar á ele.

– Hm? - Ainda o encarando ele entrou sorrindo.

– Eu não gosto de te ver com essa carinha. O que mais se passa nessa sua cabecinha? - Pergunta passando a mão pelos meus cabelos.

– Eu não sei Shawn.. - O encarei e ele ficou confuso.

– Não sabe o que? - Shawn não tirava mais meus olhos.

– Quando você estar em turnê, as coisas realmente vão ser as mesmas? Seria quase um relacionamento á distância? - Ele segurou minha mão e a apertou.

– Não pense nisso...- O interrompi ficando um pouco irritada.

– Como não Shawn? Já é depois de amanhã caramba!

– Calma Lana! - Ele ri. – Não é um fim, se acalma garota.

– Tu ainda ri Shawn? - Levantei e caminhei até o banheiro.

– Você é engraçada. - Shawn segurou meu braço e me puxou. – E maluquinha, por enquanto podemos nos amar mais e discutir menos, até porque eu não gosto de discutir com você.

Shawn dizia cada palavra me puxando mais para ele, colocando sua mão em minha nuca e outra na minha cintura ambas firmes. Sem pensar duas vezes, o beijei com toda a minha boa vontade eu não posso negar que cada dia que passa me apaixono mais ainda por este homem. O nosso beijo acabou bem, e digo muito bem na cama. Espero que tenha compreendido a referência.


Notas Finais


e.e


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...