História My Sweet Patient - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shadowhunters, Shawn Mendes
Personagens Clary Fairchild (Clary Fray), Personagens Originais, Shawn Mendes
Tags Cameron Dallas, Clary, Shawn Mendes
Visualizações 36
Palavras 868
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Espero que estejam gostando!
Adicionem os favoritos, sweets!
E
Boa leitura! Desculpem qualquer erro, amo vocês bjs.

Capítulo 22 - Capítulo 22


Shawn POV

Despertei-me com meu celular vibrando no criado mundo, fazendo um barulho estressante. O peguei com muita dificuldade por dois motivos, para não acordar Lana sendo que um dos meus braços a abraçava, o outro era que eu havia acabado de ser acordado e não sabia o que estava acontecendo direito.

Quando vejo é uma simples mensagem da minha mãe, dizendo que irá fazer um almoço pra familiares, e nos chamou. Respondi apenas que iríamos, não é meu tipo porque a família é enorme e meus primos ficarão todos com os hormônios agitados quando verem Lana.

– Florzinha..- A chamei com minha voz de sono e acariciando seu rostinho lindo enquanto dormia.

– Hm...- Deu um suspiro leve, e abriu seus olhos lentamente me fitando sorrindo.

– Hora de acordar meu raio de sol...

– Por que? O que temos de importante para hoje? - Sua voz saiu ronca me fazendo sorrir.

– Uhum. - Ela me observa esperando eu continuar. – Almoço de famílias na casa dos meus pais, somos obrigados a ir!

– Ótimo, mas quantas horas são Shawn? - Pergunta se espreguiçando.

– Meio dia, em ponto! - Sorrio olhando para a tela do celular e ela se levanta desesperada se cobrindo com os lençóis.

– Oh Shawn! Por que não me acordou antes? - Correu para o banheiro, quase tropeçando nos lençóis o que me fazia rir. – Para de rir.

– Você não existe Lana. E também á noite foi longa..- Digo ao ver nossas roupas íntimas espalhadas pelo chão.

– Existo sim! - Diz já dentro do banheiro.

Enquanto ela tomava seu banho, vesti minha box e arrumei á cama e o quarto. Nem adianta comer agora, já vamos almoçar na casa da minha mãe mesmo. Peguei a primeira roupa que vi e separei: uma calça jeans justa clara, com uma manga longa cinza e o tênis pode ser da adidas mesmo.

Lana saiu apenas de lingerie vermelha mexendo em seu cabelo que estava menos volumoso porém um pouco enrolados, sempre foi lindo seu cabelo não adianta, o que ela fizer ficará linda. Entrei para o banheiro e tomei um banho longo.
...

– Em uma casa cheia de adolescentes, você vai mesmo de short? E com essa blusinha aí? - Digo e ela olha pra si mesma e bufa.

– Para com isso Shawn. Sem ciúmes, por favor. - Lana pediu se aproximando pra cima de mim.

– Ok, você é só minha mesmo. - Digo e desço minhas mãos para sua bunda a apertando com força o que a fez sorrir sapeca.

– Wow Shawn, você está mudado em. Mais safadinho, tô adorando. - Diz pegando na minha mão e nós descemos.

Entramos no carro e no caminho, ela foi me contanto de como precisa arranja um emprego antes que seus pais descobriam por mais infeliz que eu estava com essa idéia dei um apoio á ela.

Assim que chegamos na casa de mamãe, descemos e Lana segurou firme meu braço direito com suas duas mãos. Sorri e toquei a campainha que foi atendida pela minha irmã, Aaliyah ela nos abraçou e disse que Lana estava linda. O que a deixou sem graça mas feliz. Logo mamãe chega com papai e eles nos cumprimentam..

– Como vocês estão bonitos. - Diz mamãe, alegre.

– Espero que tenham juízos. - Meu pai diz e mamãe bate no peito do marido.

– Com certeza, temos mais juízes que outros jovens por aí. - Lana disse tirando sorrisos de mamãe e papai que logo se retiraram.

Sentamos no sofá, a sala era a parte mais vazia com certeza a cambada deveria estar toda na cozinha ou na área. Pelo menos eu acho.

– Cadê seus parentes, quero conhecê-los..- Diz olhando para os lados.

– Não prefere ficar comigo? - Fiz biquinho e ela sorriu e me selou.

– Claro que sim, mas quero causar boa impressão, sabe, "sua namorada é muito legal, e tals".. - Comecei a rir do jeito que Lana fazia.

– Caramba Lana, você me mata de tanto rir ainda. - Digo tentando parar de rir e comecei a beija-lá.

Nosso beijo estava ótimo até que nos interromperam. Era meu primo mais velho, Dylan Farrow o cara mais galinha que eu conheço, ele pode ser bonito, rico, engraçado mas não deixa de ser galinha. Dylan sentou no meio de Lana e eu, o encarei incrédulo e surpreso por fazer aquilo e lhe disse:

– Que isso Dylan?

– Oi, não vai me apresentar sua namorada? - Pergunta passando o braço por cima do sofá, quase abraçando a garota.

– Prazer, Lana. - Diz com o maldito sorriso que conquista qualquer um.

– Ôpa, Lana prazer sou Dylan! - Sorriu de volta e ficou encarando para Lana e depois virou para mim. – Ela é linda, que sorte hein cara?!

– É, ela é maravilhosa sim. Agora pode ir embora né? - O tirei dali.

– Tu é linda hein Lana. O Shawn que se cuide. - Saiu rindo, me fazendo bufar.

– Queridos, venham almoçar! - Mamãe apareceu e fomos para a cozinha de mãos dadas.

Sentamos um ao lado do outro, Lana se sentia segura mais ao meu lado. Começamos a comer e Dylan sentou bem de frente para ela, não só ele como o resto dos meus primos homens sentaram próximos á ela. Não sabia se a estava deixando desconfortável ou ela nem percebia.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...